terça-feira, dezembro 15, 2009

e mais uma vez estes terroristas, me apagaram ficheiros importantes, uma parte de um texto, relativo à imagem da visita de obama quando da recepçao do premio nobel, no fio de outros elemntos desta leitura, que filhos da puta sois, terroristas!!! hei de o escrever de novo, nao vos preocupeis!!!!

é ema mais, fr, uma ave zorro destes terroristas, me ap pa fr ra gara ram am fic he iros serpemte em porta ant es , uma p da arte de prime rio do te x to, acetno da primeria ima ge made ria do vaso da isi sita , ira, da visita de obama,qua anda da rec cep sao es, do p pr rato ps emiio do no do bel, sin sino os no do dio do io de outros, el lem n t os de sta lei tura, q ue fdo filhos da puta, s oi is, dos terroritas, rato ista, he id deo circulo es circulor ato rem eve rato de en ovo, b cao vaso os pre circulo cup pe ie es
e mais uma vez estes terroristas, me apagaram ficheiros importantes, uma parte de um texto, relativo à imagem da visita de obama quando da recepçao do premio nobel, no fio de outros elemntos desta leitura, que filhos da puta sois, terroristas!!! hei de o escrever de novo, nao vos preocupeis!!!!

ontem ao publicar o texto, o espirito me confirmou, relativo aos pedacos anteriores que a imagem de dc era de alta definicao, ou seja prenhe de sentido e consequentemente de verdade


on te ema mao pub li cat do circulo do aro deo te x to,. circulo es po ito tome, me c on fi rato mo vaso , rato ps el la cruz ivo, priemriao do os ped dc do cos, ante rato eri rio oe es q ue primeria ima ge made ri de dc, e ra de al dag crzu primeira de fi ni caso, circulo vaso use seja pr en h e de s en t i do circulo oe dc c on sec eu en te maior da ted e eve rato dade


ainda ha pouco dias atras tinha evocado de novo o passe que me fizeram para me tramar atraves do tribunal de trabalho, e um facto faz a ponte e aponta quem esta tambem por detras desta conspiracao, para me roubarem o filho, e perpetuarem assim o roubo, atraves de todos os genero de roubos que me fazem nos rendimentos, como provado à saciedade, no Livro da Vida, com todas provas que apresentei


a inda homem da pr ie mr ia, p o u co do dias, psd, a t ra s t ina homem evo cado, br, de en v o circulo do passe, q ue me fi ze rato zm para me t ram ar at r ave es dd dot rib un al de t ra ab la homem oe, um do f ac do acto f az asa primeira ponte, e ap da ponta q ue m es t a por tambe me sta por det ra sd es t ac on ns spi racao, pr am me ro ub ba remo circulo do fil homem do oe per rp pet ua rem as simo circulo do roubo, at r ave es de rt o do os g ene ero de ro ub os q ue me f az we made ria ns ren dim en t os, c omo pro av do a sa ac cie dade, no L iv ro david ia primeira , com de todas por vaso do as do quadrado da ue da ap do one do it delta do ei


pois a puta que esteve na origem desse processo a empresa, a paula roque, que foi depois acolhida pela fnac portuguesa, onde tambem um dos que colaborara com a latina antes tinha passado, o pedro fradique, que depois foi trabalhar com o manuel reis do lux, e evidente, até pela natureza do cargo que a puta obteve quando foi para a fnac, tipo assim fotografa, eu que nunca lhe vi em anos seguidas alguma vez tocar ou pegar numa camara de video ou de fotografia, no ambito da suas actividades, profissionais, de repente ali estava na fnac do cc colombo, como organizadora de eventos musicais e reporter, certamente bem usando a carteira de contactos da latina europa, e bem habilitada pelos broches e enrabancos que tera feito, em troca das luvas e das promessas e garantias de emprego


p o isa pr ie mira puta q ue es teve na o rei ge made ria desse por e cc s o a em p rese, a ap ual roque, f oi d ep o is aco l h id ap el a fn ac portu gi es a, onda eta tam am tambem num dos q ue c ola bora ra com da primeira latina, ant es da tinha do passado, o pedro fradique, q vaso do we d ep o is f oi t ra aba bal l homem da ar com co circulo do manuel reis do lux, dol do ux, e 3 v id dente, a te p el ana t ru e z ad do doc do circulo argo, q ue primeira puta ob btr teve qua ando f oi para da primeira do fn do ac, t ipo as si made ria f oto g raf a, eu quadrado do vaso en unc a l he vi em ano s se guida s al g u am ave z toca car aro o u pega rn uma cama ra e d v id deo oo u de fotografia, no am bi rt o da s ua s ac t iv id ad es, profissionais, de re pen te a li est ava ana fn ac do cc do colombo, jorge, com o o r g ani iza dor ad e eve en t os mu sic a ise reporter, ce rta tam am mn te b em a h abi li t ad ap elo s v bro roc c h es e ne ra dos bancos, q ue terao f ei rt o, em t roca da ass l uva se das pormessas e g rana tio as de em pr ero roc g circulo


ora entrou a paula na asa da fnac e o pedro fradique mais ou menos nesse tempo tera mudado para a alcada do manuel reis, e sendo que provavel que a entrada de uma das ladras, tenha sido como uma especie de premio por me terem tramado mais uma vez nessa altura e portanto isto so podera ter sido feito, por mando e conhecimento, e envolvimento em alguma medida, da propria direccao da fnac, o que aponta de novo, o que o espirito me tem desvelado de um constante combate que me fazem , o tal ligado a, lui, ou seja as revistas, ou seja, ao grupo de comunicao e pub francesa, e que parece se estender de alguma forma a esse tal de freedy, que ressoa tambem em kruger, e matancas de laminas grandes em dedos compridos, e ao roubo da universal com a cobertura das entidades oficiais e do ps aqui em portugal, e ainda uma relacao ao grupo luz, provavelmente via um dos socios estrangeiros do manuel, o tal que trara relacoes com os grupo dos illuminatti, ou os argo


o ra en t ro u p ul ana asa da fnac circulo do pedro fradique mais oui, fr, men os ness e te mp o te ra mu dado para alcada, do mane u l reis, e s en doque pro ova ave el q ue da primeira entrada da al d ra, t en h as id o c omo uam es pe c ie de pre mm io por me te rem t ram ando mais, fr, uma v e zoor do x ner s sa al tura e porta sn to is to s o se pode ra teresa s id o, feito, por man do oe , o do conhecimento, e en v ol v ie mn to em al gum am me dida, p el a por rp ia da di da ire do cao da fnac, o q ue p as on t ad e en ovo, o q ue do circulo do es pi rt io te made ria de sd vela lado, ode de um co ns t ante com do bate q ue me f az emo do circulo da cruz do delta da al liga do gado da primeira da lui, o vaso use seja as e rato w vita s, o use seja a o g rup ode com uni cao a a da pub francesa, e q ue pa rece se est en der de al gum a forma primeria de esse t al de fr ee do quadrado do delta maior, q ue r esso a t am tambem em k ru ger, e mat ancas de la am minas g rand es em dedo s c om mp rid os, primeira do circulo do o roubo da universal, com a cobertura das entidades oficiais e do ps aqui em portugal, por tui gal, e primeira inda de um da relacao ao g ru delta do p ol uz do zorro do x, pro da ova ave le lem mn te via um dos soc cio s est range iro sd do circulo do manuel, o t al q ue t r ara das relacoes com os g rup, circulo, o dos illuminatti, circulo vaso os argo e depois ao tribunal penal internacional,



bom nao esquecer que no meio deste enredo do roubo autorizado com a permissao das autoridades oficiais, e portanto do ps, houve um crime de morte, a marta do xutos e pontapes, portanto tambem , esta razao, mais que sufeciente, para prosseguir uma investigacao nesta materia e o punir dos responsaveis


e d ep o iss cao do tribunal, pen a sl inter na cio n al, b om n cao es q ue ser, q ue no me io do quadrado de este enredo, en red circulo, o do roubo au tori z ad o com a per miss sao do as au tori ie dad es, e por a tnt, o do ps, homem circulo da uve dop primeiro crime de morte, demo orte, primeira am marta dos xutos e dos pontapes, p anta tap ape es , porta anto eta tam am tambem , e sta r aza oma sic q ue sufe c ie en te, a ra por ss e gui rato ps uma in v es tiga ac cao nest sta mat e ria e circulo da p uni rato ps dos r es ponsa ac ave is


morta com droga, agora se desvelou, algo que lhe tera sido ministrado em qualquer coisa que ingeriu, provavelmente antes de tomar o aviao


mo rat com da droga, agora se sed es caso el do elo da lou, al gato circulo q ue dele he te ra s id circulo mini sr rato ad circulo em q aul q ue rc co isaque in ger rio vaso por vaso ave el que mente antes de t omo ar, tomar, circulo do avia , circulo, da gasolina, ou seja do speed, algo da natureza do speed, e sendo que ao que parece um tele fon ema el a r e c e beu ant es de se f in ar, porta ant o ali d eve est ra t am bem um a c h ave o u o gatilho,


mais que obvia a relacao entre elementos desta bando e o ps, nao esquecendo que uma comenda lhes foi atribuida pelo proprio bandido mor do ps, o mario soares, e sendo que aqui neste Livro da Vida, esta mais que provado o envolvimento trasnsistemico do ps no roubo de meus rendimentos, recapitulando em forma sincretica, relembro o que aqui provei


mais, fr, q ue ob via da primeira do tribunal da relacao, en t re el lem en t os de sta banda, circulo do ps, n cao es q ue ce dn no q ue uma comenda, l h es f oi a t rib u id ap elo pro rop pe iro do bandido mor do ps, o mario soares, e s en do que a qui nest e L iv roda V id a, e sta mais, fr, q ue por vado, circulo do envolvimento trasnsistemico do ps no roubo , o bode , de me us ren dim en t os, rec apit u lan ando em forma sin c r etica, r el em br o o q ue a qui pro ove vaso ei



roubo continuo de direitos pela televisao publica ao arrepio dos contratos celebrados com a propria empresa, e remetendo se em constancia para um silencio ensurdecedor, ou seja, a soma destas duas vertentes, aliada ao conhecimento da dependencia da administracoes, nomeadas pelos partidos que sao governo, claramente, indica que este acto visa um estrangulamento objectivo de meus rendimentos, como visou em outras ocasioes o da minha empresa, e que so actua assim uma empresa que se diz publcia, a revelia das suas proprias obrigacoes contratuais pelo mando politico, ou seja um acto de corrupcao de estado, uma acto de terrorismo de estado contra um cidadao e contra uma empresa, com vista a manutencao do roubo de um filho


ro ub do circulo do roubo, conti nu ode de ire it os p el da primeiera da televisao publica, a circulo da ar rata da ep io dos c on t art os cele br ado sc oma pr ie mr ia pro rop p ria em presa, e reme t en do da se em constancia, para um do silencio, fr, en s ur dec e dor, o vaso use seja, primeira s oma de sta sd ua s ver t en t es, al iad primeira do cao c on he cie mn to da d ep en di cia da ad da primeria dn mi sn it racoes, es, no me ad as p elo serpentes ds dos partidos q ue sao governo, ca l ra da clara mente, indica q ue este ac ato visa, banco, c art o es c red it o, um est ran g uk lam am en to ob ject do ivo da me us ren dim en t os, circulo omo ova do vaso iso, vaso em outras do circulo do ca sio es, em outras ocasioes, circulo dd da am min homem da primeira em presa, e q ue s o ac tua as si em uma em presa, a r eve l ia da ss ua s pro rop p ria s ob rig ac o es c on t rat tua is p elo man do poli tc o, o vaso use seja, um ac ato dec oo rup cao de es sat td o, uma ac ato de terrorismo de estado c on t ra um cida dao e c on t ra uma em presa, com vaso ista primeira am manu t en cao do roubo de um filho



este bando que actua na rtp e que passa necessariamernte pelas administracoes, que se nao ordenantes, serao no minimo cumplices destes roubos de propiedade intelectual e material, parte integrante, ou articulada com outros que constituem esta teia, e que mais uma vez pelas personagens excutantes e aliadas, prova o envolvimento do ps este bando,



q ue ac t ua ana rata do tp e q ue p ass ane c es saria am mer rn teresa p el as ad minis t racoes espanholas, q ue se na cao o r dena ant es, se ra on no mini imo cu mp l ice es d este ro ub os sd e por rp da piedade, in tel e c tua le mat e ria l, p arte int e g ran teo vaso art ti cu lada com de outros, q ue co ns titu em e sta teia, e q ue mais, fr, vaso do delta ma ave serpente zorro oz p el as persona ge en ns, e x cu t ant es, por vao circulo do en vo l v ie mn to, o do ps


este nome que agora se desvelou no corte das letras, piedade, para quem nao saiba e uma administradora da rtp


este no me quadrado caso do agora, se sed es celo vaso bn corte, das letras, pie dada, para q ue em n cao sa iba e uam da administradora da rtp,


a rata do tp, triunfo dos porcos, ad min serpente it ra ad dor da primeria da ad da primeira da rtp


pois o mesmo sempre se passou na spa, sociedade portuguesa de autores, que sempre foi usada pelas sucessivas direccoes independentemente das cores politicas para tramarem quem queriam, e encher a descarada o bolso dos seus, e de seus amigos, e sendo que nestas ultimas administracoes, uma figura do ps de longa data no sector, figura principal, o niza, que desempenhou funcoes de governo e sempre trouxe pelouros ligados a comunicacao e as televisoes


p o iso circulo do mesmo, sempre, se p ass o un a spa, soci e dade portuguesa de au tor es, q ue se mp re f oi usa da p el as suc ess iva s direccoes independente mn te das s cor es politicas, para t ram ar rem q ue em q ue ria am me en cher, a d es cara ad as do circulo do roubo do ss u es e do os se us am mig se s en doque nest a s u l t ima s ad mini st racoes espanholas, a queda da ponte, uma fi g ur ad do circulo do ps de l on g primeria data no sec tor, fi g ur primeira do principal, do niza, q ue d es emo pen h o u fun co es de governo e se mp re t ro ux e ep pe louros liga gados primeira com unica cacao e as das televisoes


prova esta afirmacao quatro factos, entre milhares de outros certamente, e digo certamente, por e certo que muitos socios da spa, tentaram apresentar ao longo de decadas, queixas e denuncias destes roubos, inclusive nas policias, e nao conheco ate a data a conclusao de algum que seja deste processos, o que faz tambem prova de que os politicos envolvidos trazem vergadas a policia , nomeadamente a pj, neste dominio, o que faz da propia polica nao so bandidos como cumplices destes roubos



pro da ova e sta rta primeria do fi rato ps macao, cruz rato es factos, en t rem emi milhares, deo de outros, ce rta em n te , di g circulo ce rta tam am que mente, por e ce rr toc vaso delta e, mu it os soc cios da spa, t en t aram ap pr es e en tar aol on quadrado da ode dec ad as , q ue iz xa ase den un cia sd det ts do roubos, inc lu s ive na poli ca se e en cao c on he coa primria te, riemria do ac circulo on circulo lu usa sao, de al gumn q ue do seja, do quadrado este porcessos, circulo quadrado ue f az t am tambem, pro da ova deque os politicos, en vaso circulo primeiro vaso id os cruz rato az em , vaso e rato gadas, primeira da policia, no eme mad dame dam am que mente a pj, nest e do mini do io, o que f az da por rp p ia pol ica serpente do circulo dos bandidos, com do circulo dos cumplices, cu mp l ice es, do quadrado de este serpente rt to ub os dos roubos


portanto uma investigacao seria, honesta, e feita por homens em verdade coma lei nao tera a minima dificuldade em o provar, bastara , perceber porque as policias, nunca deram andamento a tantas queixas, e o mesmo o sabera a ordem dos advogados, cujo silencio, neste dominio, faz tambem prova da cumplicidade, na medida em que eu como muitos vimos serem apresenatdos na spa processos com instrucao por parte de advogados, mandatados por socios da sociedade portuguesa de autores


porta anto uma in v es tiga ac cao se da ria, homem one sta, e feita, por h om en ns em v e rda dade c oma al lei n cao te ra primeria am mini ima di fi cu l dade emo circulo do pro de ovar, ba s tara , per rc cebe r por q ue as policias, n unc a de ram anda dam am men to a t anta s q ue ix as e o me sm o o s abe ra primeira da ordem dos advogados, cu do jo do silencio, gomes, nest e do mini do io, f az t am tambem pro da ova da cu mp lic cade, br, na me dida em q ue e vaso c omo mu it os v imo s se rem ap r es sena td os na spa por rc esso s com in s t ru cao por p arte de ad v o gados, man data ad os por soci cio io sd a soci e dade portu guesa de au tor espanhola



prova isto, os meus proprios passos, aqui relatados, de me ter uma vez dirigido a policia judiciaria, para apresentar queixa, e denunciar os esquemas de verdadeiros sacos azuis, com que sempre funcionaram, e nao tive ate a data, passados muitos anos qualquer contacto de retorno, por parte da policia judiciaria


pro da ova is to, os me us por rp p rio spa ass os, a qui r el a td as, de me teresa uma ave zorro di do rigido , fuso, da primeira pol do ica ju di cia ria, para ap r es en tar q ue ix a, e d en un cia aro serpente dos esquemas, de eve rda de iro s s acos azuis, com q ue se mp re f un cio na ram, e en cao t ive a te da primeira data, p as sados mu it os ano s q ua l q u we rc on t acto, de r e torno, por p arte da pol ica ju di cia ria


porque nunca me receberam, porque me dei ao trabalho de ter percebido como operaram as distintas administracoes, e de o ter por diversas vezes explicado na propria spa, em assembleias gerais e em diversos servicos, onde um mesmo sempre se passou, papeis aparentemente perdidos, ou seja desviados, e respostas ao longo de mais uma decada, zero


orque, n u n c am me rec e be ram, por q ue medeia do circulo do trabalho, tribunal do trabalho, dot ra aba do bal do natal, nata al, det teresa rp per rc cebi bido, pub, c omo opera ram as di s tinta s ad dim ni st racoes, espanholas, e deo teresa rop rp por di vera s v e zorro es, e x p lic cado na pro da rop p ria da spa, em ass em b lei as ge rai se em di verso ser vic o es, onda de um me sm o sempre da se p ass o u, pape ia ap ar ren te mn te per dido s, o use seja d es viados, e r es postas ao l on g ode mais, fr, a uma decada, zorro do ero


e depois temos um assassinio, uma morte na sequencia de um destes roubos, que e prova de crime mais grave pela sua natureza


d ep o is cruz emo serpente primeiro asssssiniio, ass ss sin ni io,uma am morte o rte, na sec ue en cia de um do quadrado destes, est es, dos roubos, q ue da ep por vaso ad e circulo rim do crime mais grave, fr, crime mais g rato ave, p el as us ana natureza, ture ur e za da reza este crime,


prova que esta rede se estende tambem ao palacio foz, sobre alçada do governo, e que esta rede internacional, pois passa pelo envolvimento de empresa multinacionais, facto este provado com muitos outros indicios, relativos a apropriacao ilicita e criminosa de propriedade intelectual e material, aqui no Livro da Vida referidos, e como se desvelou no paragrafo anterior, parece mesmo que pelo menos um outro crime em franca ou relacionado com alguem frances, se deu tambem , ou seja estamos perante gente que nao tras peias em matar, e que ja provou matar


este crime, por vaso da primeira , q ue e sta rede se est en de e eta tam am tambem, a o pal do cio da foz, s ob rea da alcada, o dog do governo, e q ue e sta rede inter rn ac cio ns al, p o is p ass ap do elo en v o l vi men to de em presa mu l tina ac cio na is, f ac ato este pro ova ad ds circulop com mu it os de outros, sin in di cio s, r el a t iva sa da apropriacao i li cita e c rim on circulo sade pro rop p rie ie dade int tele c tua le mat e ria al, a qui do ino L iv roda david ida, r efe r id os, e c omo se d es velo u n o para g rafo ant e ra do ior, pa rece me sm o q ue p elo men os um outro c rime de um crime em fr anca o u r el ac cio na ado cm al g ue em fr ra anc es, se d eu e eta t am tambem , o vaso use seja es t amos pe ran te g en teque, madeira, n cao t ra s pe ia s em mat ar, e q ue j a por vaso do sio da ova do vaso primeiro mat da ar



sintetizando, esta edicçao video, pelo que as leis portuguesa obrigam face a qualquer edicçao, presiza das autorizacoes registadas na direccao geral de espectaculos, onde, videos que usaram na edicçao pela universal de um dvd do xutos, estao registadas por mim, e nao houve nenhum acordo previo de autorizacao com a produtora, nem a spa ou a direcao geral de espectaculos mo solicitou, ou seja passaram , tanto a editora, como a spa que tambem por lei tras obrigacoes de fiscalizar as edicoes, por cima dos registo oficiais feitos no palacio foz de acordo com os requesitos da lei, e sendo que nesta materia muitos outros factos provam as enormes traficancias que ali se fazem, e que estao relatadas no Livro da Vida



sin te t iza ando, sta e di cao, p elo q ue as das leis portu guesa, ob rig am da face, primeira q ual q ue r ed di cao, pre sic ad as das au tori iza aco e r serpente regi , tvi, grupo, st ad as na di rec cao ge rato ps al de espectaculos, onda os video, vaso id circulo,. a q ue usa sd saram na e di cao p el a uni ove rato ps da al de um dos d v d do xutos, es ato regi sat td as por mim, e en cao home circulo da uve ne en h um ped id o pr e vaso do io de au tor iza ac cao, o use seja p as sara ram am , t ant circulo da primeira da editora, c omo da primeira da spa, q ue e eta tam am tambem por eli, br, t ra s ob rig ac aco o es de f isca cali liza rata as das e di co es, por rc ima do s regi st o o fi cia is, feitos, no pal cio foz de acordo, com os r e q ue s it os da lei, e s en doque ue nest sta a ma te ria mu it os de outros factos, f ac actos, por vaso sd am as en o r mes t ra fi ican cia serepntes q ue al ise f az em, me q ue es tao r el a t ad os no L iv roda V id primeira david



tras a spa por obrigacao de regulamento interno porver aos socios apoio juridico, e assim quando me apercebi deste facto, contactei o departamento de advogados da sociedade, onde comecei por ser logo mal recebido, o que indica que sabiam o que tinham feito, depois nomearam um perito e fizeram uma peritagem, aparceu me como sendo escolhido pela direcao da spa, o realizador rogerio ceitil, que eu nao via ha muitos anos, passados talvez uns quinze dias, que tinha visto o dvd, o ultimo ao momento editado pela editora dos xutos, e que nao encontrara la os clips meus, insisti, fizeram entao uma peritagem , ao penultimo, e ai, sim la estavam tres clips, tres musicas , feitas pela latina europa e por mim, pedi de imediato a suspensao da edicao, o levantamento de um processo a direcao geral de espectaculos e a universal, e dados especificos sobre o numero de edicoes e respectivas tiragens, e nunca tive uma resposta que seja, depois a evolucao da relacao, por assim dizer, com a spa foi aqui relatada, em pormenor, acabou a direccao por me suspender, e em dia recente recebi uma comunicacao deles que aqui a todos em video mostrei, sobre um tal pretenso pagamento as finanças no valor de cento e tal euros, sobre rendimentos pessoais que nao tenho, como todos sabem, provavelmente uma das tais coisas que a puta do terrorista de estado que se diz ministro das financas com o menino dele, tera organizado, o tal nem carne nem peixe, e nada claro mea culpa, que abordo em post anterior sobre as declaracoes dele na assembleia da republica na semana passada



cruz do ra da sa da spa por obrigacao, ob br rig ac cao, de reg da gula lam am men to inter no por vaso e rato ps primeira do os dos soc di do cios do apoio ju ric dc co, e as si em qua ando da me ap per rc cebi d este fa sc to, c on t ac t ei , o d circulo do departamento de advogados, onda com ece ip do por se rato do l ogo ma al rec ce bido, o q ue indica q ue s ab ima , o q ue tinha ham am , feito, d ep o is no me aram um pe rito e fi ze ram uma o pe rita tage ge m, ap ar c eu bar do ra da me c omo s en do es co l h id o p el a di rec cao da s ap, antonio pedro vasconcelos, o rea al iza ad da dor do rogerio ceitil, q ue eu noa via homem da primeira am mu it os ano serpente dos passados, p ass sados, t alvez un serpnete quin ze do dias, psd, q ue t ina homem vaso is to do circulo do dvd, u l t imo da primeria do circulo do mo men to e di t ad o p el a e di tora dos xutos, e q ue en cao en c on t r ar la os c l ip ps me us, sin in sis ti, fi ze ram en tao uma pe rita tage ge am ema , cao p en u l t imo, primeira dp is si em la est av m t rato ps es c l ip ps, t ratos es mu sic as , feitas, pe kapa la latina da europa e por mim, ped di id e imediato, primeira s us pen sao da ei id dc cao, o le eva van tam neo de um por rc esso primeira da direcao geral de es p we cta ac culos primeira da universal, e qaudrado dos dados, poker, ad os es pe ci foc os s ob reo nu ue mr ro de e di dag o es e r es pe ct u iva s tir da ira gage sn, e en nuca ti vaso e ru ma r e ps ota q ue do seja, d ep o isa primeira evo lu cao da relacao, tribunal, por as si em di ze rc om a spa f oi primeira do ki aqui, r el a t ad a, a atada, em por men o rato ps, aca ab o ua da di rec cao por me s us pen der, e em dia rec en te rec cebi uma com un cia do circulo da primeira ad els q ue da primeira do ki aqui, ia primeira de todos dos serpentes em video, vaso id deo do circulo mo st rei s ob re uma t al pre t en s o pa gam en to as das fina ancas no da valor, jornal, dec cento e eta al eru ro spor vale mn te, uma da s tais, br co isaque da primeira puta do terrorista de est adao q ue se di zorro do ministro das fina aca s c om o s eu me nino, teresa ra o rato ps g ani z ad o, o t al ne mc arne ne m pe ix e, e en ad ac l aro , mea culpa, da matanca na discoteca no norte, q ue ab o rato ps do em post ante rato do iro, s ob rea s e dc lara racoes, russia, dele elena da ass em be l ia da re pub primerio da ac circulo da cia do ia da se mana p ass ss sado



espantoso, o que aqui se desvela, sobre crimes, a que se junta entao o do mea culpa, a discoteca onde foram grelhados uma serie de gentes, sobretudo creio que meninas brasileiras


es pan cruz do osso, cie rc culo q ue da primeria do ki aqui, se sed espanhola vela, s ob br rec crimes, rim espanhola, esa, q ue se da junta, en tao , circulo do lobo do mea ac culpa, primeria da ad di sc co teca, madeira, onda foram, pt, grelhados, uam se rie de g en t es, s ob br r tudfo circulo do rei do io do quadrado da ue das meninas brasileiras



mea culpa, a dele, a do bandido que se diz ministro das financas, e ,dt, terrorista de estado, para que fique ainda mais claro, ou seja, me ac da culpa da primiera da adele, adele, declina em rita blanc sec he, rita b lan anc , ad do circulo do bandido q ue se di zorro do terrorista de estado , teixeira, o de santos, o u seja por v ave lem n te, um dos que se estampou na avenida da liberdade,



a b e en nid id da primeira ave bn nid id da primeira da liber dade, como dei conta aqui no Livro da Vida, os roubos de autorias sao tambem transistemicos ao espectro dos partidos politicos, vide a propria candidatura da sic à licença de televisao, onde constam ideias e metodos desenhados por mim, vide o projecto de restruturacao da rtp apresentado pelo morais sarmento, psd, que era copia das minhas ideias, muitas delas, sistematizadas, inclusive num livro aqui publicado que lhe foi parar a mao, e tambem passam por espanha, por programas que depois apareceram por espanha, e em outros territorios do mundo, holanda, e usa, em forma fatiada, como comentava recentemente, e portanto de deduzir com firmeza que esta rede se estende pelo menos a estes territorios



c omo dei quadrado ei conta qaqui, ino no L iv roda V id a, os orubus, circulo rato ub bus, en, de au tori as da sao t am tambem, t ra sn site mico sao do espectro dos partidos poli toc serepente de vide, o de castelo de vide, circulo pro ject ode der rato es da cruz ru tura racao da ar tp ap rato es en da cruz do ado , dop, da p elo mor ia do sarmento, psd, quadrado da ue e ra co aco p ia da serpente min do homem as das ideias, id e ia s, mu it as del as, sis cruz ema cruz iza ad da primeira do sin inc pr ie emi miro us ive nu pr ie mr iol iv ro da primeira do ki aqui, pub lic ad quadrado da ue do primeiro he, f do oi do pi do , id para primeira am mao, e eta tam am tambem da p as sam por espanha, pan anha, por por gato rama s quadrado da ue do quadrado da ep do circulop do is ap ar rece da ase se do ram por espanha, e emo de outros terri toi ro sd do circulo do mundo, h ola lan lana nda, e usa, em forma fat iad a, c omo com en t ava rec en te mn te, e porta ant oe de d eu zorro irc om fi r meza, q ue e sta rede se est en de p elo men os a est es terri rito do tor do rato, ps, do aro da iso, primeira do ano da norma, a da serpente al, da ano no rato rte da norte sul


a rede do ps, passa ainda pelo arons de carvalho, pelo antonio vara, pelos do ics, noemadamente , o cadima, que em dia recente, confessava em modo diagonal na tv, estar a par das tais inducoes, via televisoes, e da existencia de um psicotico que os operava ou canalizava, ou que atraves dele, era despoletada, a accao, ou seja , as desgracas que resultam em mortes , nas mais das vezes, gente que tras ligacao a universidade nova, por serem alguns la professores, portanto passara por utilizacao de jovens estudantes, certamente, se calhar , o tal que induzem, será de lá, e passa por trazer o apoio activo de muitos dos chamadas artistas, realizadores e produtores, do meio, pois nunca lhes bastou somente o roubo, como tambem tem sido constante para cobrir as bestialidades deles, me usarem como bombo da festa e tentando fazer de mim o bode expiatorio, vide, este ultimo mimo da spa com o conluio das financas que desta ousadia e desta iniquidade, prova, ou seja os realizadores e produtores que comem do prato do ps, antonio pedro vasconcelos, o tino navarro, e muitos outros, com apoio obvio do icam, que quem distribui as virtualhas,


primeira da ar da rede do ps, p ass primeira da primeira inda p elo do arons de carvalho, cara ava alho, p elo do antonio vara, p elo sd do circulo do ics, no ema dame do dam da am que mente, en te, do circulo do bar do ra do cadima, q ue em dia rec cente, en te, c on f ess ava em mod, o dia g on al est ra ap ar da s tais, br inducoes, via televisoes, e da primeira ,dop, e xis ten cia de um psi ps sic c ot tic vaso do circulo do que os operava ou c ana l iza ava, o vaso do q ue at rato ps av es dele, e ra d es pole ole t ada, a ac cao, o use seja , as sd das desgracas, q ue r el u tam am em mo rte es , na s mais, fr, das vezes, g en teque, madeira, cruz do rato as das ligacao, as primeira da universidade nova, por se rem al gun s la pro f ess o rato es, porta ant o p ass ra por u tili iza cao de j ove en ns est u dantes, ce rta em n te, se c alha ar do aro do t al q ue indu z em, se rato adela ad dek la, e ep ass a t ra ze rn do o ap oio ac t ivo de mu it os do sc ham ad as art ista s, rea liza dor es e rp por du tor es, do me do io, p o is n unc a l h es ba st ou s om que mente do circulo rt o ub o, c omo t am tambem, te made ria s id o co ns t ante para c ob rato ps ira s b est ia li dad es del es, me usa rem c omo b om segundo do circulo , o da festa, e t en t ando f az e rato ps de mim o bi ode e x pi a tori primeira de vide, este u l t imo mimo da spa com o c on lui , o das fina ancas q ue de sta o usa sa dia e d es sta in ni q u id ad e, pro da ova, o u seja os e ra li iza ad do oe rato serpente da se ds pordutores, por du tor es q ue c om me made rai do p rato do ps, antonio pedro vasconcelos, circulo do t ino navarro, e mu it os outros, com ap oio ob vaso do io do icam, q ue q ue em di st rib u ia s vi rt vaso das alhas serpentes do delta espanhol


acresco neste ponto, pelo que se desvelou neste texto no corte das plavras , e pela conexoes que aparecerem com outro crimes de monta, como o da discoteca, uma recente intervencao, da bandida terrorista da porcuradoria geral da republica, maria jose morgado, que aparecia em ontem ou antes de ontem na tv numa gravacao na rr, falava mais uma vez em forma eliptica, sobre a corrupcçao, batendo sempre na mesma eterna tecla, que nao trazem meios para um rede de combate à corrupccao, integrada, pergunto-me, se para integrar e facilitar assim melhor a vida dos bandidos, visto que andam todos à solta até ao momento com crimes de morte em suas maos, e depois na elipse, que o tal fenomeno, andava nas areas da politica e das autarquias, ou seja de repente me pus eu a pensar que fararia ela sem falar de entroncamento, pois ali, é que existem fenomenos, tipo bestas com duas cabecas e coisas assim galinhas de quatro patas e outras aberracoes, e parece portanto pelo apareciemnto do mea culpa, que entao dirá ela sem dizer, o que indicia a cobertura, alguem dali


ac rato ps es co nest e ponto do p elo q ue se d es velo vaso un nest e te x to no co rte da sp la vaso rato ase, p el a c one xo es, q ue ap ar e ce rem com outro, c rim es demo da monta , do c omo, o da discoteca, uma rec en te inter vaso en cao, bandida te rr o rato ps ista da por rc ur ad circulo da ria ge rato ps al da republica da maria jose do mor do gado, q ue ap ar e cia emo em te mo do vaso das ant es de on te mna t v m nu mag rato av ac cao na rr, q ue do f ak da lava, ma si uma ave es em forma el ip pt tica, s ob rea primeria da cor rup cao bat en dé, se mp rena da mesma, e te rn a tec la, q ue n cao t ra ze m me iso, para um da rede de com bate da primeira cor rup cao, inte g rato ps ad da primeira da ap da p, per gun tome se para inte g rato s ar e f ac cili cruz ra as si em mel hor av vaso id da primeria dos bandidos, vi serpente to q ue anda dam am todos, primeira sol cruz primeria, a teresa ao moe mn to com c rime s demo da morte do o rte em s u as maos, e d ep o is na el ip pse, q ue o t al feno men circulo da anda ava nas ar rea sd da primeira pol it do tca, e das au t ar q w u ia s, o u sj é a primeira de r ep en te me p os eu primeira pen s ar q ue lara ria el a se m fa al rato ps de en t ronca men top da p oi do is al lie ie, q ue e xis te made ria dos f en om en os, t ipo best as com do vaso do às do cab bec as e co ia s as si em gal das linhas de quatro patas, e outras abe ratos das racoes espanholas, e par ce porta anto p elo ap ar rec cie ie mn do to do mea culpa, q ue en to ad da ira dele, ase em di ze ero q ue indi cia da pr ie mr ia da cobertura, al gume dali


qaunto a si, senhora que se diz procuradora especial, deixe-me lembrar-lhe primeiro que cobre com todos os que se dizem respeitar a lei e perseguir os prevadicadores, terroristas e ladroes e abusadores de crianças e de direitos consagrados nas leis que autorgam diversas protecçoes, aos cidadaos deste pseudo pais, que assim o é, enquanto andar na mao de terroristas de estado, portanto pouco lhe trago para dizer, para alem do obvio, pois como todos sabem, nao é so necessario, uma melhor, mais eficaz e moderna lei, como obviamente, melhores mecanismos e meios para as policas de investigaçao, e sobretudo, melhor ficalidade por parte de entidades que por natureza carreiam essa funcao, como deveria ser o tribunal de contas, onde mais uma vez temos o mesmo problema bicudo de sempre, como um presidente, que é cumplice ate ao momento com roubos de autorias minhas, na qualidade, no mimino de receptor do roubo, poderia alguma vez dar garantia de ser capaz de fazer um trabalho honesto, visto que já o confrontei com isto há muitas, muitas luas, e nenhuma resposta obtive, e ainda pela vertente do ensino, do ensinar as gentes estas materias, nas freguesias, nas camaras, nos concelhos e nos distritos, pois se assim nao for feito, o que a senhora obtera, será mais meios para andarem a brincar a caça de ratos pelos gatos, que neste caso sao irmaos dos primeiros, como provado à sacidade, e se caçar ratos pelos bons gatos, é sempre coisa boa, a prevencao, deve ser feita sempre antes, pois assim nao se manifesta o crime, como ja o deveria bem saber, mas é a senhora, como todos os do seu grupo, aqueles que há algumas luas, pediam publicamente, o apoio gracioso das gentes nomeadamente com conhecimentos de contabiliadde, para os irem ajudar, certamente, entao, gatos piores que os ratos, tipo assim a funcionar estilo integrado das misiricordias, misto de voluntarismo social, e como se prova pelos vossos proprios actos, sobretudo as omissoes, altamente qualificados para porduzirem ideias e praticas de sistemas integrados, e coisas tal, como alias se prova nas inspiradas declaraçoes recentes do terrorista mor aí desse casa, sobre os milhões, que aqui para nós, me pergunto mesmo se ele saberá quantos zeros tem um,


qa un to primeira do si da s en hora, q ue se di zorro zp pro roc ur ad o ra es pe cia l, de ix e traço inglesa me, l em br ar do traço ingles l he primeiro que cobre, co br e com de todos do os q ue se di ze mr es pe it ra primeira da lei, que giro, e perse gui iro os dos pr eva dica dor es, te rr o r ista se dos ladroes e ab usa dor es de c ria anças coretz, e de direito , fac, serpenets, c on sa g rato ps ad os nas leis, q ue au tor gato am di iv vaso e rt o ps sas pro tec o es, a os cida dao s d este ps eu dó pais, tvi, q ue as s imo é, en qua anto anda ar na mao de te rr o rato ista sd é estado,. Porta anto puc o l he t rago para di ze rato rp do para al lem do ob vaso io, p o is c omo todos sabem, n cao é serpenet do circulo ne c ess sario, uma mel hor, mais, fr, e fi c az e da moderna, a da lei, c omo ob v ie mn te, mel hor meca can is mose me iso para às pol ica s de in v es tiga ac sao es, e se ob br e tudo, mel h or fi cali z dade por p arte de en t id ase es q ue por n at ur e zorro car reia am essa fun cao, c omo d eve ria s ero do circulo do tribunal de contas, onda mais, fr, uma ave zorro t emo serpenet do circulo do o mesmo, pro ob b l ema do bicudo de sempre, c omo um do presidente, q ue é cu mp l ice a te ao moe mn to com dos roubos de autorias minhas, na qua li dade, no mi m ino de rec ep pt tor do ro vaso circulo, pode ria al g ua am vaso e zorro do quadrado da ar gara da ran n t ia de, ser f az e rum t ra b la ho h one st ov is to q ue j á o c on fr on t ei com is to h á mu it as, mu it as lu ase n en h uma r es posta ob bt ive, e a inda p el ave rt en ted o en sino, do en sin ar às g en t es e sta s mate ria s, na s fr e g ue si as, nas cam ara s, no serpente ds dos concelhos, e en nós di st rito s, p o is se as si mna cao for ,feito, o q ue primeria s en homem ro a ob bt teresa ra, se rá mais, fr, me io s para anda rem ab br rn car da primeira caça de ra ts o p elo sg gatos, q ue nest e caso sao irmao, sd os dos primeiros, c omo por vaso ad o à sac id ade , e sec aça coretz ra dos ratos, p elo s b o ns gatos, é se mp e co isa boa, a pre eve en cao, d eve se rf, feita, se mp re ant es, p o is as si mna o se em ani festa do circulo do crime, c omo j a o de eve ria b em ,saber, masé acento sea da senhora, como td osso, o do circulo do qaudrado dd, do seu g rupo, a q ue le es qua h á al gum as la s, ped di iam pub l cia am que mente, circulo do ap do oio g rac cio sao de g ene net ts noe ema dama do dam am que mente, com c on he cimentos de c on t ab bil iade, pa ar os ire em ajuda rato ps, ce rta em te, en tao, g dos atos piores que os ratos, t ipo as sima fun cio n ar est til o inte g ra ado das mi siro roc rato dia iase com o se por vaso da primeria da ap da p elo serpente vaso dos ossos pro rop p rio s ac atos, s ob r e tudo as om miss o es, al tamen que mente, q ua li fi cado s para por d uz irem id e ia se pr a t aicas de sis t emas inte g r ados, e co isa s t al, c omo alias se pro da ova nas in spi pira das malucas, dec lara rac ac ç o es rec ene ts do te rr o r ista mor aí do quadrado do esse dessa vossa casa, s ob reo os milhões, q ue a qui para nós, me per gun to me sm o se el e s abe rá qua ant os z ero s te made ria primerio,


ao tribunal penal internacional e as policias internacionais, inglesa, interpol, e espanhola, visto aqui se desvelarem ligacoes tambem com a queda da ultima ponte no norte de espanha, peço investigacao detalhada ao que aqui se desvela, visto que em portugal nada há a esperar das policias e dos tribunais, e sendo, que ao terrorista que se diz ser presidente da republica e aos bandidos fora da lei da ar , exigo a demissao imediata dos que trazem cargos publicos e que aqui se desvelou trazerem sangue de muitas mortos nas maos, bem como acuso todos os aqui nomeados, e igualmente toda a direcçao da spa, que em dia recente pelo espirito, me confirmou estarem todos implicados no roubo de meu filho, bem como o to ze brito, universal e bmg



a o t rib un al p en al inter na cio n al e as pol ica s in inter rn de n ac cio na is ingles, inter pol rato, es pan homem da ola, vaso is to a qui se d es vela rato ps das liga co es t am tambem com da primeira queda da ultima ponte no norte de espanha, pe co in v es tiga ac cao d eta alha ad a aoc ue a qui se d es vela, vi st o q ue em portugal n ad a h a a es pera rato ps das pol ica se d os tribunais, e s en doque da primeira do circulo do terrorista, q ue se di zorro ser pr es sd id dente da republica, e os dos bandidos for ad primeira da lei da ar , e x e goa d emi miss sao da imediata, do s q ue t ra ze m c argos publico se, jornal q ue a qui se d es vaso lou t ra ze rem sangue de mu it as mo rta sn às das maos, b em c omo ac us o top do s o saqui no me ad os, e i g ual lem n te toda da priemria direcao da spa, q ue em dia rec en te p elo e psi ei tome ,confirmou, est ar rem todos im p li cc cado, serpente do no do roubo de meu filho, b em c omo do circulo do to ze brito, es universal é b mg


abri os olhos, gentes deste pais, pois mais umas conclusoes se devem tirar desta fantochada da puta que se diz ministro das finanças, pois se como todos perceberam, o que ele diz sem dizer asssumir, nao é o defecite do plim, entao é de outros, como aqui descritos que falamos, de sangue e de mortes matadas, e portanto outra realidade é de deduzir, que sendo encenaçao, nem necessariaente os valores do que dizem ser o defecite, serao reais, ou seja , tambem assim manipulam a opiniao publica, é tempo que vós exigeis aquilo a que tendes integral direito, a publcacao no site do ministerio da conta corrente com actualizacao permanente , do que cada um e todos contribuem, e de que forma é aplicado, ou entao, é de continuar a nao pagar impostos, enquanto o contrato social, continuar a ser pervertido por estes bandidos ate ao memento impunes


ab br rio s ol homem do j os sg gentes d este do quadrado do pais, tvi, p o is ma si uma sc on c luso es se d eve em t ira ar de s t s f ana tc home do circulo da puta, q ue se di zorro mini st roda ser ep net s finca s ça, qp ois se c omo todos per ce be ram, o q ue el e di z se m di ze r ass s u mir, n cao é circulo do d efe , ramon fon, c it é do plim, en tao é deo de uu t rosco omo a qui d es c rito s q ue f al lam am mos, de sangue e de mo rt es mat ad as, e porta anto de outra rea al id ad e é de d eu zorro irc ue s en do en c ena ac çao, ne m ne c es sarie m t no os dso valores, doque di ze made ria serpente ero d efe cite, ne c es saria am que mente da se ra do circulo dos reais, o use seja , t am tambem as si m m ani ip p u l am primeria o pi ni do circulo da primeria da publica, jornal, é te mp o q ue vaso ó s e x i ge isac q ue ilo da primeira q ue t en d es inte gral do direito, a pub l cia cao no do site do min site rio da conta corrente, c om ac tua al iza ac cao per mane en te , doque c ad a um, e todos conti nu em, o u en t o a, é de c on tin ua ra a na cao pa g ar rim mp ps oto s, en qa ua anto do circulo do contrato sc o is l, c on tin a ur a se do pervertido por destes bandidos, a te ao meo made ria da cruz do no oi mp un es