sábado, dezembro 19, 2009

Continuaçao

.

.

e

se

prova

ao

assim

ser

que

o

forobodo

continua

e

é

grande

a

festa

..

.

e s p a a s q o f ce é g a f

f a g é e c f o q s a a p s e

e e a o m r e o a e é e a a

é se do pro da ova cao ass si ms ser q ue c irc uk o do foro rob bo do conti n ua e é gata rande da prmeria festa , f es sat

.

..

e

que

a

maioria

continua

a

ser

roubada

..

.

e q a m c a s r

r s a c m a q e

ee aa aa a ar a

é q ue primeira am maio , luis, ria pr ie mir a ser ro ub ad da primeira ro ub ad da primera ser a primeira ac conti ti n ua , primeira do quadrado europeu e

.

..

com

a

agravante

de

terem

sonegado

os

direitos

e

as

protecçoes

mesmo

de

queixa

a

quem

é

roubado

..

.

ca aa d t s o d e a p m d q a q rp da puta

d é ma a eos se s s om ee am

é circulo omo com da prim ira a g rata ps av van teresa, det teresa rem, a mais, psi, s one gado e às por rt tec cortez oe es, me sm circulo da ode da queixa, q ue ix a , primeira quadrdo eu mé rp pub ub bad segundo ad, do os do dos direitos, spa fac

.

..

e

tambem

neste

dominio

a

prova

de

terrorismo

de

estado

está

feita

..

.

e t n d a p d t d e e f

f ee dt d p a d n t e

e me aa e oe o à a

a a oe o e a a oe me

é eta tam am tambem, nest e dó mino , mini ino , primeria pro vaso ad é te rr ori is sm mo da ode de es t ad circulo , feita, f ei it primeira

..

.

que

nos

endivida

permanente

a

todos

os

filhos

e

nos

obriga

assim

a

ter

a

canga

de

bois

pobres

mas

honrados

.

..

q n e p a t o f e n o a a t a c d b p m h

quadrado ne ep epa, gel ad circulo ado, do pato do acto f en noa , feno, aa t ac cd circulo gato ritos, bp pm homem

q ue dos nos, ob br riga , que no ps en di vaso id primeira, ida, per mane en t as sima primeira de todos fil hoem os ob br riga gado , primeria ap por n nos a canga, de b o is p ob br es da ma serpente do honrado, a puta que a teresa paixao colocou na latina para controlar o lentes de contacto, o home dos bigodes, e depois autor de livros infantis, noblesse oblige, dos broches feitos a vergados, circulo do homem, do quadrado os do bigodes, big goes, big god es , e d ep o is au tor del iv ro sin infantis, n ob ble ess ob lige, do sb dos br roc h es f ei t os sa ave g rta gados, do circulo do homem

.

..

para

pagar

o

regabofe

de

qualidade

e

resultado

feito

por

muitos

poucos

..

.

pp o r d m q e r f p m p

pp por circulo rat dia maior quadrado maior, quadrado é rf fp do pm pmp,. por mao pro rop p ia

para pa g ar do aro, pp, do circulo do reg ab bofe, de ema qua ua l id ade é rato es suk, serpente

para pa g ar o reg a b o f e, de ema má q ual e , id ad e, e rato es sul t ad circulo do f ei it circulo por de mu it os p ovas do vaso do cos,

.

..



e

se

prova

assim

que

este

governo

como

muitos

outros

no

passado

foi

incapaz

de

prover

um

gasto

equilibrado

a

receita

..

.

e s p a e g c m o n p f i d p u g e a r

é se popr da ova ass si made ria quadrado de este, gato over rn no c omo mu it os dop no passado, louco, f do io inca cap ap az de pro ove rum, gas t op e ki libra ad circulo, da primeira receita , delta da primeira ar rec ce it primeira

.

..

e

que

o

excesso

de

peso

do

estado

tinha

sido

resolvido

..

.

e q o e d p d e t s r

r s t e d p d e o q e

ee o oe ooo a oo

é q ue circvulo deo excesso, é x c eso , ode de peso, ar g en t ina do es sat td circulo serpente id circulo rato ps es sol vaso id circulo

.

..

e

que

o

controlo

foi

muito

menor

do

quer

se

apreguou

..

.

e q c f m m d q sa

a s q d m m f c o

o oe o r o r e u

é quadrado europeu do circulo do controlo, c on t rolo, f do io mu it circulo men circulo rt ato , do que rato se ap prego, pre gato vaso duplo em circulo

.

..

e

que

assim

sendo

pela

natureza

da

cioso

coisa

dos

actos

e

da

omissoes

muitos

assim

beneficiados

..

.

é q ue as si em ms s en do p el a na t ur e z a d a , cio s o c o isa do os actos, e da

om miss o es mu it os as si em b ene fi cia ad os

.

..

em

favor

por

favores

diversos

..

.

e fp f d

d f p f e

mr rato ss

ss rr m

a homem oto toe ery

e q a s p n d c c d a e d o m a b e f p f d

d f p p f e b a m o d e a d c c d n p s a q e

e q ue ass si ms en dop el ana t ur e za ad a cio serpente cierculo co isa do is dos actos e da om miss i oes ass se em b ene fi cia ad os , primeiro homem ot hot, t oe rato delta, em f avo rp por f avo rato es di v ero s versos, quadrado iv e rato serpente os

.

..

porque

tal

sempre

assim

se

monta

se

as

leis

e

o

governo

trazem

as

portas

abertas

e

favoraveis

aos

ladroes

e

aos

que

abusam

..

.

cao 9, cao nono

por q ue t al se mp rea as si em se monta, se as das leis, é circulo do governo, as portas , ab bertas rta se f avo ra ave is primeira do os dos ladroes, e cao os nono ab bus usa sam am

.

..

so

fechando

a

porta

e

o

caminho

tal

nefasto

fazer

se

aparta

..

.

s f a p e o c t n f s a

a s f n t c o e p a f s

serpente circulo fe ch andi dio do io circulo da primeira porta, é circulo ca minho , cruz al ne g\f as to f az we rato se ap art rta

.

..

como

disseram

tambem

recentemente

aqueles

que

trabalham

na

justica

as

chefias

nao

trazem

as

necessarias

competencias

..

.

c d t r a a q t n j a c n t a n c

c n a t n c a j t q a r t d c

om me se ma as s om s ss

c omo di isse se ram tam am tambem, rec cente te mn te de aqueles, na justica, as sd che fia sn cao cruz rato az ze ma sn ne c ess sarias, co mp pet en cias

.

..

dito

de

medo

e

com

medo

que

nunca

augura

a

seguranca

da

democracia

e

da

republica

e

dos

seus

cidadaos

..

.

dd me c m q n a a s dd e d r d s c

c s d e r d e d d s a a n q m c e m dd

dito, de me do quadrado oe com medo, q ue nuca , nuc primeira au gata ur primeira ase segur ur anca da demo c ra cia é a republica , e d o os se us sica dada dao os

.

..

e

sem

isto

primeiro

resolver

e

suprir

nada

do

que

se

fara

tera

assim

forca

de

raiz

bastante

ou

necessaria

..

.

e s i p r e s n d q s f t a f d r b o n

n o b r d f a t f s q d n s e r p i s e

e mo o r e e o e e a am a e z e ua

e se can tora, is to primeiro, raro es solver, é s up pr rie ie nado, do que se f ar a, fara da te ra as si made ria forca, for rca, de tai zorro ba st ante circulo do vaso ne c ess saria

.

..

eu

a

mim

sem

nada

disto

esquecer

ou

desistir

continuo

a

ficar

suprendido

pela

beleza

poetica

do

mestre

..

.

e a m s n d e o d c a f s p b p d m

m d p b p s f a c d o e d n s m a e

u a m m a o r u r o o a r o aa a o e

europeu primeira mim se mna do quadrado di s to, es q ue ser , vaso circulo de es sis teresa conti nu circ ulo a fi car s up pre ren dido p elo beleza, cv, poe tica etic primeira do mestre, q ue se mp pre por iss circulo ad mir ei, é ee made ria qua anto por iss circulo me r ec on h eca

.

..

que

sempre

por

isso

admirei

e

em

quanto

por

isso

me

reconheco

..

.

q s p i a e e q p i m r

r m i p a e e a i p s q

e e r o i e p r p e o

q ue se mp rep por iss circulo ad mir ei , é em qua ant circulo por iss o m me rec em he co, eco,

.

..

e

se

com

dor

por

saber

que

alguns

suspeitam

de

males

que

eu

terei

feito

a

entes

deles

queridos

..

.

e s c d p s q a s d m q e t f a e d q

a d e a f t e q m d s a q s p d c s e

e m r r r e s m e s e u i o a ss s

e se com da dor pot, saber, s abe rato, q ue al gun ns s us sp pe itam mal es q ue europeu te rei , feito, primeira en t es del es querido , paulo, serpente



nao

altero

eu

a

percepcao

do

manto

do

mestre

e

do

respeito

..

.

e ba e a p d m d m e d r

r d e m d m d p a e a n e

e o o ua o o oe e oo

en cao al reto, europeu primeira per rc cep cao do man to do mes t re é do r es pei to

paulo querido, o rapaz que namora com uma juiza,o rapaz ligado á rede, sendo dois os fios que a ele se ligam, um primeiro com algumas luas, uma visita de socrates a um armazem onde um grupo de blogger e twitters se reune e opera com computadores, uma reuniao à porta fechada, assim se viu na reportagem, apresentada como o socrates la tendo ido para, puxar as orelhas ao jovens, mas provavelmente tera sido mais o seu contrario, ou seja, uma accao concertada com ele e com os deles que assim foi na altura nesta capa apresentada na noticia, dissimulada, pois nao é todos os dias nem por natureza da razao invocada, que um primeiro ministro, se dirige a uma associacao ou o que for, e sendo ainda que na linha do tempo, esta visita se ligou de alguma forma às perturbacoes publicas que ocorreram no iram nas eleicoes,



paulo querido, circulo do ra p az q ue do namora, com de uma juiza, circulo do ra p az liga do gado da primeira da rede, s en dó do is os dos fi, os q ue da prmeira dele, se liga am, um prime iro com al gum as l ua serpente, uma vaso isi da sita de socrates a um, arma ze made ria da onda um mg gato rup , circulo da ode ddeo b lo g ger e t w it teresa rato serpente se r eu ne, é opera com co mp ua td dor es, uma da reuniao, tvi, a porta fechada, as si em se vi un primeira r ep porta rta tage em, ap r es sn we t ad ac omo do circulo do socrates, la t en dó do oi id o pr a, p ux ar às do orelhas, rtp, cao j ove en ns, mas por v ave lem tete ra s id o mais, fr, o s eu c on t ra ad do rio, o use seja uma acc cao c on se rt t ad ac om dele, e com os del led sd ds q ue as si em f oi ina al tura p el a capa ap rese sena td ana not ti cia, di s si mula ad a, p o is n x cao, é todos os dias, psd, ne mp por n a t ur e z a da r aza circulo in v o c ad da primeria, q ue de um do prime do io do pm, ministro, se di rig e às uma da as soci ac cao ouo q ue da for, e s en do a inda q ue na da linha. do te mp o, e sta v isi sita é li g o u de al g ua dag da forma ás per rt ur rba ac o es puy b lic as q ue o cor r e rea am no ia aro, nas el ei co e rat ps serpente,

depois em dia mais recente, um antiga notícia de novo emergiu, a tal fundaçao para as novas tecnologias, onde ao que parece fundos elevados do erario publico e comum, sao administrados em forma discricionaria, isto é , de acordo com a vontade do governo, de apoiar quem quer, com transferencias de verbas orçamentais feitas pelo ex ministro lino, e acrescentava uma outra linha, esta noticia, a memoria de que esta fundacao fora criada pelo durao barroso, him self, ou seja , estes apoios do governo vem desde há muito atras, tinha eu acabado de publicar palavra onde de novo falo dos roubos de ideias, e me pergunto, se muitas delas nao teram sido incubadas e apoiadas financeiramente, atraves desta fundacao, sendo que o facto dela vir desde o tempo de durao no governo, que como se recordarao foi muito breve e essencialemente trampolim, para outros voos, se esta fundacao, não servirá tambem de diveras maneiras para escoar, diversas vampiragens, mais uma vez o magalhaes vinha a lume na mesma noticia, um velho conceito meu, talvez com dez anos, em que eu expliquei, que uma das formas de combater a exclusao tecnologia, seria produzir pcs a baixo custo e que tal era passivel de ser feito já na altura, e recordo de ha algumas luas, ver o rapaz numa foto do dn, levantando-se da cadeira, como dizendo que de alguma forma, um meu lugar ali seria, ou seja, a imagem me disse do reconhecimento de que sabem e portanto outros o saberao, do roubo desse conceito,



do quadrado da ep o is em dia, ferreria, mais, fr, rec en te, um antiga not ti cia de en ovo e mer givaso da ua da tal fundaçao, tal fun dc cao, do para ás das novas tec no lo gi as, onda deao q ue pa rece fun d o sd el eva ad os do e ra rio do publico, jornal, e com do primerio, sao ad mi st rato ps ad os em forma di sc ric cio na ria, is to , e de ac o r do com da primeira da von t ad e do dog do governo, de ap o ia rato ps quadrado da ue em q ue rc com das t ra sn f ar r eni cia sd e eve rba s orca cam men tais, br, feitas, p elo e x ministro lino, e ac rato es c en t ava uma outra da linha primeira desta, a da noticia, a m emo ria deque e sta fun d ac cao for ac riad a , p elo do durao barroso, hi ms elf, gasolina francesa, o use seja , este s ap oio sd circulo do dog do governo vaso em de sd e home da primeira am mu it o at rato ps as serpente da tinha europeu, acabado, de pub l cu ia rato ps pala av ra onda de en ovo do falo dos roubos de ideias, e me per gun to ze mu it as delas, n cao te ram serpente id do circulo das inc u bad ad ase a poia ad as fina ac eira ram am que mente , at rav es de sta fun da ac cao, s en doque do circulo do ac do facto, del a vi rato d e sd deo te mp, o de durao no do governo, q ue c omo se rec cor da arao f oi mu it o br eve e es s en cia lem n te t ra mp o li m, para outros v o os, se esta fundacao, n cao ser vaso da ira rat ps t am tambem de di vera serpente sm mane ira s para es coa ar, di vera s vam pira rag ge en ns, ma si uma ave zo magalhaes da vinha da primeria da a um lume , mena me sm a not ti cia, um velho c on ce it o me u, t alvez com dez ano serpenet , em q ue di ss, é q ue uma das formas de c om barte e ra e x c lu usa sao te no lo g ia, se ria por d uz i rp c sa ba ix o cu st oe , e q ue eta t al e ra p ass ive el de ss e r f e it o j ana al tura, e rec o rod de homem da primeiera al gum as lu as, vaso do ero do circulo ra p az nu ma das f oto do dn, l eva van t ando do bar do ra da se da seda cade ira, c omo di zen doque dd dele, al gum a forma, um me u lu g ar al i se ria, o use seja, a ima ge made ria da me di iss é do rec on he cimento deque, sabem, e porta anto de outros do circulo o saberao, do ro ub o de esse c on c ei rt circulo

e nao deixa de ser curioso o trajecto do tal magalhaes apoiado pelo governo financeiramente, pois há tempos, se recordarão, de ver na tv imagens da linha de montagem, muitissimo manual, que era apresentada como vantagem da criaçao de empregos, ali estavam, talvez cinquenta jovens, apertando placas e parafusos, para uma producao, mensal salvo erro de trezentos, com vista a dar resposta às encomendas que o proprio governo arranjou, e eu pensara para meus botoes, curta a janela, do magalhaes, e nada no entretanto se sabia ou soube, se, outro passo estrategico, estaria na enimência de ser feito, e custa o magalhaes quinhentos euros, e agora saiem os, e pc, e semelhantes a trezentos euros, e me ponho tambem a pensar se estes rapazes apoiados pelo socrates nao serão os que lhes fazem o favor de desviar a minha correspondencias e de espiar todas as minha navegacoes, no tal processo de vampiragem para melhor se vestirem dos feitos alheios



e en cao de ix ad e, ser cu rio s o o t ra ject o, do t al maga gal h a es ap o iad o p elo g ove rn o p fina ac eira ram mente, p o ia homem da primeira, te mp os, se rec cor rda arao, de eve rato psi rem na tv. Ima ge en ns da l ina hd e mon tage em, mu it iss imo manu ual, q ue e ra ap r es en t ad a c omo van tage made ria da ac c ria cao de e mp pregos do rego ,s a li est ava vam am cruz alvez cin q u en t a j ove en ns, ape rta ando das p das lacas e epa ra fusos, para uma por duc cao, men s al s alvo e rr ode trezentos,br, gre cia, com vaso do ista da primeira da ad da ar rata da es ps ota às das en comendas, q ue do circulo do pro rop p rio do ovo do governo, ar ran jo ue eu pen sara, para me us boto es, cu rta primeira jane la, do maga gal homem da primeira es, e en ad ano en t r eta anto da se sa ab bia, o us o ub e, se deo de outro passo, louco, es t ra te gi co, es t aria na in ni men cia de ser rf eti oe cu sta do circulo do magalhaes, quim n h en to s e ur ero rose ps do agora sa ie emo do os é pc e s eme l h ant espannhola, e me p on ho t am tambem, primeria pen s ar se de estes, r ap az es ap o iad os p elo socrates, n cao se ram os q ue l he es f az emo f ava o rato de d es via ra am min home da primeira da cor r es ponde dec cia, é de e spi ar todas às das minhas navega a co es, no t al por rc esso de vam amo pira gata rem para mel hor se v es tir rem dos f e it os al he io os

.

..



certamente

a

frase

que

ontem

na

proximidade

da

tv

pela

proximidade

a

minha

alma

ouvi

em

pelo

menos

igual

a

ele

se

aplica

..

.c a f q o n p d t p p a m a o e p m i a E s a

a s E a i m p e o a m a p p t d p n o q f a c

ce rta tam am que mente, primeria fr ase quadrado eu on te mna, por roxi ox m\em id a de , primeira am min home da primeira da alma, circvulo vaso vi vi, em p elo men os e gato ual,. prime ira EL le se ap lica

.

..

benevolente

dizer

acrescente

se

..

.

bd a s

s a d b,

e r e e

ee re

b ene ebo vaso ele ole lente en te, di ze rato ac rato es sc cente, en t e se

.

..

ouvi

cronemberg

que

hoje

por

um

instante

vi

e

ouvi

..

.

c q h p u i v e o

o e v i u p h q c

g r e r m e i e i

i e e m p e r g

circulo ro one em berg, q ue rato home oje, por umis sn cruz ante vi iva vaso ei

.

..

logo

pela

sua

inteligencia,

ine net lige en cia

ficou

a

morar

em

mim

..

.

l p s i f c a m e m

m e ma f i s p l

o s u a u a r mm

logo, pe hapa primeiro serpente s au inet lige n en cia fi co ua am mora rem mim

.

..

e

li

eu

a

mosca

alguns

anos

antes

de

ver

o

seu

filme

e

outros

com

outras

versoes

..

.

e l e a m a a a d v o s f e o c o v

v o co e f s o v d a a am a e l e

e i u a a s s s e r o u e e s m s v

E, li, europeu primeira mosca, al gun ns ano serpente ant es de eve vaso ero s euorpeu filme, e outros, com outras versoes, vaso e rato s s o es

.

..

declina

o

nome

tambem

em

goldwin

agora

recentemente

entrada

o

deus

das

moscas

.

..

d o n t e g a r e o dd m

m dd o e r a g e t n o d

a o e m m n a e a o ss s

ded ina circulo no me eta tam am tambem, em gol d w in, agora rec cente te que mente, circulo de us da serpente das moscas, , goldwin, tambem uma moto ao lado do bar do tejo em noite , aqui relatada, na queda de uma vareta ao lado de vvvvv

.

..

o

homem

que

movido

pela

descoberta

por

acindente

se

trasnforma

em

animal

por

nao

o

saber

sm

si

dominar

..

.

o h q m p d p a s t e a p n o s s s d

d s ss s o n p e t s a p d p m q h o

om er o a ar e e a m l r o o r m i r

circulo do homem q ue emo mo ov id o p e l a d es co berta rta por ac in de te se

t ra sn forma em animal por n caom, o,saber, sm si do min ina ar

.

..

profunda

metafora

da

natureza

humana

.

..

p m d n h

h n d m p

a aa aa za

pro funda met for primeira ad dana natureza, nat ur reza za da humana

.

..

como é obvio neste preciso moemnto da trasncricao deste texto neste ponto uma pequena mosca aqui me visitar, e me disse, nec mu l ti s y inc da cunha sg li g t h s dentro do circulo das beatas quimadas, do circulo do toito da marinha grande, bico das aguas da onda, fu um do mar da mata, f os foros sete

.

..

e

que

pior

nao

consegue

c on se guy

voltar

à

sua

natureza

humana

é

levado

por

amor

a

se

suicidar

..

.

e q p n o c v a s n h e l p a a ss

sseap l e h n s a v c o n p q e

e e ro rop oo u a a aa e o rr a e r

é q ue p ior n cao circulo cna otr nse se guy, vaso circulo primeria da tar da ar, primeira serpente ua natureza, da humana, e el eva vaso ad circulo pro amo mor primeira ase se s vaso e c id ar

.

..

imagem

tambem

de

nutacao

de

virus

da

mensagem

da

data

do

apocalipse

no

mundo

de

que

fomos

avisados

..

.

it dn d v d m dd d a n m d q f a

a f q d m n a d d d m d v d n d t i

ima ge made ria t am tambem de nut ac cao de virus, vaso oi ru s , da m en sage made ria da data , ap o cali ip pse do no mundo deque eurpeu f omo s a vaso isa sados

.

..

se

pensarmos

bem

temos

sido

avisados

muito

tempo

..

.

s p b t d s a h m t

t m h a s d t b p s

e s ms io sa sao oo

se pen s ar mos serpente hiome ave eta b e mi o r c ru z em sd di s id circulo av isa sados home da primeria antiga, mu it circulo te mp circulo

.

..

assim

deixamos

todos

subir

o patamar

alcancar

o

muro

.

..

ad t s o p a o m

m o a o p s t d a

m s s rr ro o

ass si em de ix am amos todos, s ub bi rato circulo pa cruz tam am mar, al can c ar circulo om mur ur rio do io

.

..

que

a

todos

nos

nos

prende

..

.

q a t n n p

p n n t a q

e a ss se

es s s a e

q ue da priemria de todos, n'os n os pr ren de

.

..

onde

tudo

o

que

nao

for

livre

tendera

a

desaparecer

..

.

o t o q n f l t a d

d a t l f n q o t o

e o oe or e a a r

onda de tudo, circulo q ue n cao for liv r e ten de ra , pr ie mr ia do quadrado es sapa par recer

.

..

linha

depois

acrescentava

uma

linha

(do t t ari)

um

rapaz

a

conduzir

empurra

a

rapariga

para

fora

da

estrada

..

.

d a u l d t a u r a c e a r p f d e

e d f p r a e c a r u a t d l u a d

s a a a t t i m za ra a a a a a a

quadrado ep o is ac rato es sc cent ava , uma da linha dot da cruz ari, um rapaz, primeria ac condo vaso zorro e rr rem mp ur ra primeira rapariga, para for da primeria da ad da primeira est ra ad da primeira, estrada rea



continua.....


primeira imagem , a de cima
prime me da ira rai ma gema ad dec ima


segunda imagem referida no texto, a da cimeira de cophenagen
se gui gun da ima ge made ria mr refer rid primeria, id primeira do ano no te x to, a da ac si me ira de dec cop homem en da priemira garra inglesa



Ainda sobre a imagem na estacao de alvalade, a dos azulejos do macaco ruivo puxando as meninas de lisboa, abordada no texto anterior


A inda s ob rea imagem na es tacao de al v al ad e, a dos az u le j os do macaco ruivo p ux ando às das meninas de l is sb boa, ab o rato dada no te x to ante rato ps, ior, antonio costa


o macaco ruivo que me apareceu no momento da escrita do ultimo texto, num jornal, em foto tipo passe, com cara de quem tinha sido apanhado, foi o orey, o mais novo, sendo que ali no cais de sodre, muitas visoes constam aqui do Livro da Vida, e inclusive , a morte de uma rapariga cabo verdiana, ou seja trazem crimes de sangue nas maos


o ma caco circulo do aco do ruivo, q ue me a p ar e c eu no mo men to da es c rita do u l t imo texto, nu maio , o do jornal, em f oto t ipo p ass e, com cara de que em tinha s id o apanhado, f oi do circulo do orey, o ma sin ovo, s en doque al ino cais de sodre, mu it as vaso iso es co ns t am a qui , id o L iv roda V id a, e inc lu si vaso we , pr ie mr ia da morte de uam rapariga cabo verdiana, o use seja t r aze em c rim es de sangue na serpente das maos


me pergunto se existiu efectivamente um tremor de terra em portugal, pois muitos dos fios descritos nos textos anteriores, apontam fortemente para estar mos perante uma ilusao, uma ilusao com um certo exito, e a se-lo, prova tambem de como estas bestas todas da comunicaçao social portuguesa estão concluiadas para as criar, e de como a informacao destes meios, já nao vale nem um tostao furado


me per gun to ze, brito, e xis ti vaso do ramon fon, efe ct iva ab vam am que mente seobre o primeiro tremor de terra em portugal, p o is mu it os dos fi os d es sc crito serpenet nós te x t os ante rio rato ps es, ap da ponta tam am, f orte mente para es star mo s pera n te uma il usa sao, uma mai lu usa sao com de um ce rt o e x it o, e a se do traço ingls primeiro do circulo em dezembro dois mil e cinco, por vaso da priemira do tam a tambem, dec omo é sta serpente das bestas todas da comunicaçao soci al, porto gi es a es serpenet do ato top, c on c lu id às para da primera serpente do ac ria rede dec c omo a in for macao do quadrado de este, me iso j á n cao do vale, a puta em londres, ne made ria primeiro t os tao f ur ad circulo


pois na imagem escrita em texto nterior na cimeira, quando as gentes batiam as pernas no chao, um outro pormenor se via, uma senhora com um tipico chapeu andino tocava uma flauta andina, ou seja a imagem no seu todo, pareciam dizer, as gentes, que o tremor em causa na cimeira, os da china, foram provocados por frequencia, como a todos tenho sempre dito, sobre os processos operativos, e nao esquecendo que tambem na america do sul, um houve, com uma chave que li na altura na revista do dn, e que depois me desapareceu, ou seja, alguem ma levou


p o is na ima ge made ria es circulo da rita, em texto ante r ior na ci me ira, qua anda as sg en t es bat iam às pernas sn cha circulo, um outro rop por men orato ps da se da via, uma s en hora com um ti ip pico ca hp eu andi di ino toca ava uma fla uu t a and ina, o use seja primeria ima ge mno s eu todo, par rec ia di ze ra s g en t es, q ue o t remo emo mr remo mor do tremor, em c asu ana cimeira, os da ch ina, for a p pro ovo cado, br, por fr e q u en cia, c omo da primeira de todos, t en ho se mp red do dito,sado, s ob reo os dos por rc esso s opera rat t ivo sena circulo ed q ue c en do q ue é eta tam am tambem na america do sul, um homem o uve, com de uma ch ave q ue l ina al tura na revista do dn, e q ue, depos, me de sapa par rece ceu, o use seja, al gume a l evo vaso


ora, se eu vi a imagem de seguida na mesma noite do pretenso tremor, ela tera sido gravada antes, donde, das duas uma, ou faziam assim uma especie de teste para o provar, ou entao sabim já da manha que a comunicaçao social se preparava para fazer e assim o anunciavam


cir ru lo circulo do ra, se eu via primera ima ge made ria de se guida dana mes sam am do ano da noite, do pr e t en so t remo mor do tremor, ela, teresa ra serpente id circulo g r av ad a ant espanhola, don de, da sd ua serpente da uma, o vaso do f az iam as si em uma es pe cie det este, para o provar, o u en tao s ab ima j á dama am ana, q ue a com unica caçao da soci al, sic, se preparava para f az e re as simo anu un cia ava vam da manha


depois quando a casa tremeu por uns breves segundos, nessa madrugada, o que tremeu na realidade, foi uma só parede do meu escritorio, com um estranho som que aqui descrevi em pormenor, que nao pareceu ser de nenhum tremor real, e antes ouvira eu pelo espirito que a minha casa estaa rodeada de alta tecnologia, ou seja, entendi, isto, mais uma vez com alguem que pelo espirito me confirmava que a casa é vigiada com meios de tecnologia sofisticadaos, ou seja, é provavel que tenham feito o tremor em casa por som, emitido mesmo do predio, pois na realidade alguem entrara no predio antes


d ep o is qua anda da primeira do circulo da asa da casa, t reme do vaso por un sb r eve es se gun do s, ness primeira dessa madrugada, o q ue t reme un a rea l di iade, f oi uma serpente do acento no circulo da ema da elle, fr, ó, parede do me vaso do es c rito do rio, porto, com um es t r anho s om q ue da priemira do qui aqui, id es c rato ps e vicente, em por men circulo do rato ps gb, q ue n cao pa receu ser de ne en h um do tremor real, e ant es o uv ira eu p elo es pi rito q ue primeira am min homem da priemira ac asa casa, e sta a ro de ad a de al t a tec no lo g ia, o use seja, en t en di, is to, mais, fr, uma ave zorro com al gume, q ue p elo es pi rito me c on firma ava q ue primeira da casa é vaso gi ad ac om me iso de tec no da ligia, companheira do ramon fon, e aicep, sofi st ica dao serpente, o use seja, é pro ova ave el q ue t en ham am , feito, o t remo mor do tremor em, mr casa por s om, emi t id o me ms o do pre d io, p o is na rea l id ad e al g ue em en t rato da ara no predio da ante espanhola, ou seja a mae dos gemeos, do predio ao lado


depois ainda diziam as putas aldrabonas, nomeadamente na capa do correio da manha, que o tremor fora de grau seis, ou seja, se tivesse sido de grau seis,a desgraça teria sido grande, e nada do que mostraram assim o demonstrou


d ep o isa primeria inda di zooro do iam às das putas aldrabonas, no me ad dam am que mente na capa do correio da manha, q ue o t remo mor do tremor r for a de g rato au se is, o use seja, se t ive esse s id ode g rato ps au se isa primeira desgraça, teresa ria s id o g rande, e en ad ado doque ue mo st r aram as simo demo sn cruz ro do ovo do vaso


de notar ainda que as putas mostraram na tv com a cumplicidade de gente do meio tecnico, mapas com estranhos comentarios onde mais uma vez nao batia a bota com a perdigota, primeiro em off que se sentiram vinte e oito replicas, e ao mesmo tempo, a puta que mostrava o grafico, falava de trinta e um e trinat e tres, como dizendo, medico do largo da aramada, o maestro,


de not ar priemira inda q ue às das putas, mo st r aram na tv com da primeria da cu mp li da ra di o cidade de gente do me io tec nico, mapas com est r an homem serpenete delta do circo com en t ar iso onda mais, fr, uma ave zorro n cao bat ia primeira bota com da primeira per dig ota, primeiro emo do circulo do lobo da puta do ff,dn, q ue se s en t iram vinte e o it circulo das rep lic ase cao me sm o te mp o, primeira puta q ue mostrava o grafico, f ala lava primeira ava do largo, l argo do trinta e um da armada,. e t rina teresa tres, c omo di zen do medico do largo da ar am mad dao maestro


sarkozi, na sua intervnçao, dizia que a frança e a europa, certamente em fala simbolica, duas raparigas, estavam prontas, e suas maos faziam gestos de ondas, para a frente, com a falar de tsunamis


s ar k oz ina s ua int ren sao es, di zooro do ia que da primeria de frança, bruni, é a priemria do grupo europa, ce rta em n te em f al a si m bol ica, du às das raparigas, est ava vam am porn cruz ase s u as maos f az iam g est os deo das ondas, para a fr ante, com a fa al rata de ts un ami is serpente


ainda sobre a cimeira, reparai que estas duas imagens trazem em alguns elementos semelhanca sufeciente para quem a segunda assim dispos, na sala, primeiro saber da existencia da primeira, que ate esta data, so se encontrava dentro de meu caderno, portanto a eles teve de novo acesso, e portanto assim tentaram estabelecer uma relacao,


ainda sobre a cimeira, reparai , b bar do ra, que estas duas imagens trazem em ak l gun ns we lem n to sa si bar do ra, s emel h anca sufe cie b barv do ra n te para q u ema segunda s s i em di sp os, na s al, prime iro, o saber, da e xix ten nica da primeira, rac q ue priemira te e sta da data s circulo da s, en c on t r ava ad en t rode meus cadernos, porta anto a el es sd da primeira da teve, de en ovo ac esso, e porta anto as si em t en t aram e stab e le ser, uma das do tribunal da relacao, do quadrado dos martelinhos dos thorzinhos, as putas juizas o quadrado dos martelos de thor


a primeira um desenho, da imagem do video onde dou a martelada no banco, onde estao figuradas as duas torres, um circulo, sic r c ulo, desenhado, hd, a vermelho amachucado, am ac u ca dao, em cima , um maca am a chu cada, por um martelo cujo cabo um delta de duas cobras, e ondas , entrançadas no horuizonte, esta forma a semelhante a da segunda foto que reproduz um enquadramento do euronews na cimeira, salvo erro quando ban kim moon, falou pela primeira vez a primeira ,


um d es en ho, da ima ge made ria do quadrdo do bra do ra do ovo do video, id deo eq, onda do ua am mar tel ada no do banco, onda es tao fu e g ur ad asas das duas torres, um sic rc culo d es ser na hd circulo da ave vermelho am ac u ca dao de cima , um da maca amachucada, por uma mar tel o cu jo cabo umdo delta de duas cobras, e das ondas , en t ran c ada s no h o rui zon te, e sta foram, pt, a s emel homem ante, a da segunda f ot q ue r ep pro do uz , prime ero enqua d ra sn to do euronews na cimeira, s alvo e rr o qua anda do ban, da kim lua, falo lou p el a p rime ira ave zorro


onde a lingua entrançada da cobra como uma kundali deitada, sai da maca circulo, e se prolonga para a direita do deseneho, ou seja esquerda real, a meia das torres, ou seja as gambas, as pernas entrancas dadas, sp, elo, pelo martelo no meio das torres, aqui em pancada em cima do banco do estirador onde outrara o peugeot trabalhava, ou seja, frances, o selim da bicicleta por debaixo, em posicao inclinada durante a queda,



onda primeira l ing ua en t rn c ad, a da cobra c omo uma klun dali deitada, s aida da maca circulo, e s por longa para primeira da direita, ado do de sen n ho, o use seja es q ue rata rda real, a meia das torres, o use seja as sg das gambas, as per na s en t ran ca sd as do mar tel on om me ei io das torres, a qui em pancada, na louca, em c ima do do banco, do est ira da dor onda deo de outra ra do circulo, o do peugeot, t ra aba bal homem ava, o use seja, fr anc es, circulo s ei lm, o selim da bi sic l eta por de ba ix o, em posi sic cao inc l ina ad a duran te priemria do cha queda, china, ch ina aqui em portugal , no livro da vida, um outro selim em queda esta igualmente representado, o da queda do carmona, em alfama, quando descia o cross das bicicletas, uma vez aqui descrito num contexto da analise de seu perfil,


ad do ado do qui aqui em portugal , no l iv roda david a um de um outro selim, em q ue da es sd sat i gula am , o que mente, r ep pr es sw en t ad o, o da queda do car mona, em alfama, qua and dp o d es cia circulo vaso ross, o das bi sic l eta s, uma ave z asqui, codigo binaria, bina do rio, d es c rt tito it circulo, num do dc c on te x to da ana lise de s eu pe rf fil,


os dizeres da primeria imagem que depois refelectiram na cimeira, diz nessa pagina, back, virgin p au use, alemao, az vinte quarenta e cinco, cd do sound machine, g ira discos, di os discos, discotecas, cd ratio e w rita ab ble, com par angulo ble, pre set el da levacao, o da eva, o cao da eva, gata rato do trinta e um da armada, caravelas, cara vv vaso el lis das descobertas, fundacao, si c alo jc, vaso angulo aguarda, aguardela, roque gameiro, e di sao do museu da marinha, cruz templario will ak ll do traco ingles, gata d rato ddo si, meia da torres, angulo do ble, angulo do trigo, angulo na russia, angulo das meninas da escola catolica, da santa cruz, o dinheiro do selim do zoo zorro da estela, cd dezembro qua tor ze, de noventa e um, primeiro de sessenta e seis, , angulo arpao da esterla, kapa oitenta e oito, duplo quadrado, ingles, vinte e quatro, natal, maconico,


os di ze rato pse es da prime ria ima ge em q ue d ep o is r efe le c tir da ira am do iram na ci me ira, di zorro ness a p a gina ba ck, virgin p au use, alemao, az vinte quarenta e cio n co, cd do sound m ac h ine, g ira discos, di os discos, discotecas, cd rat do io w da rita do ab , ble, com do par do angulo ble, pre set el da levacao, o da eva, o cao da eva, gata rato do trinta e um da a ramada, c rave lis, cara vv vaso el lis das d es c ob r eta s, fu un d ac do cao da sic alo jc, vaso angulo a g urd primeira do aguardela, roque gameiro, e di sao do museu da am mr rinha, c r eu zorro do te mp pal al do rio , will ak ll dot rato do aco ingles, gata d rato ddo si, meia da torres, angulo do ble, angulo do trigo, angulo na russia, angulo das meninas da escola catolica, da santa cruz, o dinheiro do selim do zoo zorro da este la, cd dezembro qua tor ze, de noventa e um, primeiro de sessenta e seis, angulo arpao da ester de la, kapa oitenta e oito, duplo quadrado, ingles, vinte e quatro, natal, maconico,


sobre a segunda foto, a da cimeira, a descricao respectiva se encontra descrita no textos anteriores, sobre a cimeira


s ob rea sg un da f oto, a da cimeira, a d es c ric cao r es pe ct ivo en c on t ra ase d es c rito no te x t o s ant eri rio rato pse es, s ob rea cimeira circulo do omo, primeira do qui aqui do ino cor rte, da s pal av ra serpenet da sed es velo do vaso do os filhos da puta da sic, t r az ze ema priemria do qui aqui, uma puta q ue l h es ro ub a os aponta tam am, en t os, te ra serpente id o por iss circulo, q ue a pa gara ram am de en ovo as u l t ima sp artes, p o is mais, fr, uma da manha do os da tinha ap anha ad o


assim traficam estas putas todas sem distincao a preciosa luz e informacao e a usam para matar outros, pois, todos sabem ja neste momento, como muitos morrem com vossos traficos e artes, seus filho da puta, que o natal vos seja infernal, meu voto a todos, bandidos terroristas e cumplices de roubos de criancas, e dizem se jornalistas, seria para rir se nao fosse de chorar as si em t ra fi do icam destas putas todas sem distincao,


a p rec cio sa da luz, e in for macao e a usa sam am para matar outros, p o is, todos s abe m j ane nest emo moe mn toco mo mu u it os mor rem com vaso dos ossos t ra fi co se das artes, s u w es filho da puta, q ue o nata l vaso do os seja in f ee rn al, me vaso vv oto primeira de todos os bandidos terroristas e cu mp l i ice es sd e de roubos de criancas, e di ze m se dos jornalistas, se ria para rir se na cao do fosse dec hor ar a


nao so roubam aqui de casa como roubam inclusive fotos do telemovel, portanto com a cumplicidade da operadora que os cobre, como mais uma vez o provaram esta semana que passou, com a entrada em cena do marques mendes, dois dias depois de ter eu tirado duas fotos sobre uma certidao da minha prisao, com a assinatura do bandido mor da policias , que se diz procurador, pinto monteiro


n cao serpente do circulo do o r ub am a qui dec asa em minha casa, com o o r ub bam am inc lu is v e f oto sd o telemovel, porta anto com a cu mp li cidade da operadora que os cobre, com o mais, fr, uma ave zo pro ova aram sta se mana q ue p ass o u, com da pr ie mir a entrada, em c en a da comida inglesa, dos buns, a do marques mendes, do is do terrorista dias, psd, d we op o is de teresa europeu do tir do irado du as das fotos, s ob re uma ce rt id dao da am min homem da primeira prisao, com da primeira as sin a tura don do bar do ra do bandido mor da policias , q ue se di zp zz do pro roc ur ad ro do pinto monteiro a cena ,


na semana passada, foi no poço dos negros, ao ir tomar um cafe na pastelaria que tem habitualmente o canal na sic noticas, uma promocao, com uma puta que se diz jornalista, de gravata amarela, e bracos cruzados, que andava em efeito ado, de um lado para o outro, no meio de uma montagem ultra rapida, com imagens de dirigentes mundiais, onde se via uma determinada sequencia, que esteve na origem do passe que me tentaram fazer


ac en primeira da cena, da ana se mana da passada, da maluca, f oi na poc o dos negros, cao oi rato de tomar, um ca fe na pa s rte l ar ia q ue te made ria h ab bit tua al em n teo do canal na sic noticas, uma pro romo cao, com uma das putas, que se dizem jornalistas, de g r ava t a am mar el da primeira e dos br acos c ru za d os, q ue anda ava em efe it o ad circulo do onze da ode, vaso do ml ad do circulo do para do circulo do outro, no me io de uma mon tage em ultra ra pida, com ima ge ns de di rig en t e sm un dia is, psd, onda da se da via, uma det te rata minada sec do quadrado ue en cia, q ue es tve na o rig em made ria do p assm, e q ue me t en t aram f az e rato ps se via a puta mor dos ladroes e dos pedofilos, mario soares, com os olhos semi serrados, de cobra em slow motion, como se estivesse a falar com o outro , da mesma casa politica, que estas putas ladras alimentam regularmente com os roubos que me fazem, o bill clinton, como se se estivessem a confessar mutuamente, e de repente sem razao interna nem logica narrativa, o bill clinton, se mexia em seu plano fixo, como um efeito de fantasma, como se se dividisse em dois, misto teletransporte da guerras das estrelas, uma imagem para induzir estrabismo, ou vulgo, miopia, as cores do spot, eram todas elas saturadas e com anormal contraste, para assim as fazer funcionar


se da via da primeira puta mor, a dos ladroes e dos pedofilos do g rup o do mario soares, com os olhos serpente emi serra ado sc omo se est iv esse a f al ar com do circulo do duplo ur reel time roda da mesma casa politica, q ue e sta serpenet das putas ladras alimentam reg gular da ar que mente com do os dos roubos q ue me f az emo circulo do lobo do bill clinton, c omo se serpente e est iv ess ema primeira ac confessar, mu tua am que mente, e de r ep en te se made ria mr aza circulo inter na ane ml da logica na ps rata iva, do circulo da dag do bill clinton, se mexia, oni, em serpente eu p lan ano f ix o, com o um efe , ramon fon, it ode do fantasma, mi st o tele t ra sn porte da guerras das estrelas, uma mai ima ge made ria do para indu zorro e rato est ra ab is mo, o ovo l g om io pi a, as das cores do spor cruz romana, e ram todas el lea serpentes sat ur ad as e com ano r ma al da norma do g rup o, do contraste, para ass ima s f az e rf un cio na ar


depois em casa ao olhar uma imagem na tv, pela relacao das dores, meus olhos entraram em estrabismo, como se fosse operado pelos ossos da parte frontal da cabeca, coisa que nunca me aconteceu, nem voltou a acontecer, portanto foi obvio a manipulacao, por parte da sic, e depois parece que alguns ainda trazem duvidas sobre as habilidades destes ladroes, e destes terroristas, e das entidades de policia e de fiscalizacao, que os cobrem , mais tarde ouvi pelo espirito, uma voz que dizia, se nao queres que te componha o corpo.., a fazer prova que o sadico desse grupo, um sadico assasino, pois se um fosse a conduzir nesse momento, se teria certamente estampado e se calhar morrido


d ep o is em c asa cao do circulo do lobo do primeiro da rop do homem da ar, uma ima ge mna tv, pela relacao, das dor es, me us o l h os en t rata ps aram em est r ab abismo, com o se do fosse opera ad o p el os ossos, da p arte fr on t al da cab bessa, co isaque n unc am me ac on tec eu, ne made ria v o l t o ua do acontecer, rtp, porta anto f oi ob vaso io da priemria manipulacao, por p arte da sic, e d ep o is pa rece q ue al g us sn a inda t r az em du v id a ss ob rea serpentes das habilidades destes aldabroes, al d ro es, e d estes terroristas, e da s en tid bar do ra ad espanhola de pol ica e de f isca cali iza ac cc cao, q ue s o os co bn br rem da bb, ma si t arde o uv ip elo es pi rito, uma da voz, v oz os, q ue di zorro do ia, se na cao q ue rato ps es q ue teresa co mp on h cao cop pro, a f az e rata ps rp da pro da ova q ue do circulo do sadico, de esse g rup o, um sadico assasino, p o is se um fosse a c condu vaso zorro roi oi rato ness e emo do momento, se te ria ce rta em n te est am o pado e se c al home da ar mor rid circulo, id circulo


e como aqui no corte das palavras se desvelou, os filhos da puta da sic, trazem, aqui uma puta que lhes rouba os apontamentos, tera sido por isso que apagaram de novo as ultimas partes, pois mais numa manha os tinha apanhado


é c omo primeira do qui aqui no di ino cor rte das pal av ra s se d es velo vaso dos filhos da puta da sic, t ra z em, a qui uma puta, q ue l he es ro ub bao os ap on tam dag en t os, teresa ra s id o por iss circulo, q ue a pa gara am de en ovo as sul t ima s p art es, p o is mais, fr, numa manha os da tinha da ap dao pan da anha ad circulo



tirei eu fotos de um papel que trago assinado pelo pinto monteiro da altura da minha prisao nos anos oitenta, que ja referenciei em voz Orada, uma vez para demonstrar que esta puta sempre foi o pau mandando dos que sempre me perseguiram


tir ire rei ei eu f oto sd, um pap el q ue t rago as sin ad o p elo pinto monteiro da altura da minha prisao nos anos oitenta, q ue j a ref fr en cie ei em vaso do os zz ave sic, pr ie mr ia hora , O rato ps ad a, uma ave z para demo sn t rato ps da ar q ue e sta da puta, e sempre f oio p au man dand o do s q ue se mp reme perse gui iram


ate as publicar hoje, nao as enviei a ninguem nem para nenhum lado, mas mesmo assim muitos as conheceram, a prova disso, foi o aparecimento dois dias depois do marques mendes, psd, que como todos sabem andava arredado das televisoes ha imenso tempo, ou seja, numa imagem onde por detras dele, se viam, dois gorilas, a reproduzir um delta de agua, como o que aqui comentei do principe charles na cimeira,


primeira rat da teresa às pub lic ar homem do jornal de oje, n cao danau as envi ei a nin g ue mne em made ria do para ne en homem um lado, mas me sm o as si em mu it os as c on he ce ram, a pro da ova di iss o, f oi o ap ar e cimento do is dos dias, psd, d ep o is do marques mendes, psd, q ue c omo todos sabem, anda ava ar red ad o da serpentes das televisoes h a e men s o t e mp o, o u seja, nu ma ima ge made ria da onda por det ra serpente dele, se vi am, do is gor ila sa r ep pro d uz ira do rato primeiro do delta de agua, c omo o q ue a qui com en t ei do pr inc ipe c h arle s na ac si da me ira,


ao mesmo tempo apagaram partes de ficheiros ja escritos, e um pormenor, ainda tiveram a lata de deixar, mudaram as datas de criaçao dos ficheiros, como sendo do ano de dois mil e dez, foi por ai que percebi a manha, pois, a puta do marques mendes, que tambem foi um dos advogados ligados a minha e de outros prisao, aparecia saindo do vacuo e do ceu, a dizer que o governo se devia concentrar era no orcamento de dois mil e dez, como entao insinuando desta forma subtil, que lhe permitira sempre negar a relacao, que se referia , que em seu entender, me deveria, eu, entao focar nos tais ficheiros que estas putas ladras, do seu proprio partido me apagaram e alteraram em parte


a om es mo te mp o a paga ram p art es de fic he iro sj a es c rito se, um por men o rato, a inda t ive ram prime ie ra can lata de de ix ar, mu da ar ram as das datas de c ria ax cao dos fic he iros, c omo s en dodo ano de do is mi ile le dez, f oi por rai ai, q ue per rc cebi primeira da am manha, p o isa primeira puta do marques mendes, q ue e eta tam am tambem, f oi um do s advogados lio dos gados, primeira am min homem da primeira e de outros pr isa sao, ap ar e cia sa indo do v ac u oe doc ceu eu, a di ze rato q ue do circulo do dog do governo, se d e via c on cn t rato ps ar e ra no orca cam men t ode do is mi le dez, c omo en tao in sin ua anda de sta forma, s ub bt do til, q ue l he per mit ira se mp r ene gara da primeira do tribunal . t rib un ak l da relacao, q ue da se refer rato ps do ia que em s eu en ten der, me d eve ria eu en tao foca rato nos tais, br fic h e i ro as q ue, a primeira das ts putas ladras, do s eu pro rop p rio , psd porto, p circulo home ave eta art id o me ap a gara am e ala te rata ps aram em par da rte mne ne g ue is to, s ua puta e al gum de s ua f ami primeiro do ia mor do rato, ps, ra nest da en nata al, as si ml he por met circulo , o do europeu


ouvira eu pelo espirito, que estava ao contrario, ou seja , segundo os ladroes, algo nas fotos esatria ao contrario ou ao contrario faria sentido, e assim o fui ver,


o uv vaso da ira eu p elo es pi rito, q ue est ava cao c on t ra rio, o use seja , se gun do os ladroes, al g on as f oto s es sat ria cao c on t ra rio o ua o contra rio do manuel faria, s en t id o, e as simo fu ue eve rato ps,


ao tribunal penal e as gentes, acusacao contra o terrorista de estado que leva as vestes de procurador geral da republica portuguesa, pinto monteiro, bem como todos os implicados nesta manha que passou pela cimeira em copenhagen


ao t rib un al p en al e às sg gentes, ac usa ac cao c on t ra do circulo do terrosista de estado, q ue l eva às do vaso de este, sd é o procurador geral da republica portuguesa, pinto monteiro, b em c omo todos do os , i mp lic ada serpenet da net do ts desta manha q ue p ass o vaso pela cimeira em co pen homem da primeira do gato en


como se fez prova exaustiva pelas descriçao de uma serie de eventos resultantes dos contactos com a procuradoria geral da republica, todos, eles, se comportaram contra os ditames da propria lei portuguesa, ao mentir, arrastar e por fim arquivar as minhas queixas apresentadas nos conformes da lei, e sem que até ao momento me tenha sido dada quaqeur explicaçao que minimamente o tentasse explicar, portanto se deduz contra oprocurador e a procuradoria, e igualmente contra à policia judiciaria, acusaçao de corrupçao, de cumplicidade activa e passiva no roubo de meu filho e de meus direitos e do direito de queixa que pela lei me assiste, e consequentemente a natureza desta acusaçao, é de terrorismo e abuso do poder de estado


com do circulo da se de fez , marrocos, largo do trinta e um da armada, por vaso da primeira , é x au st iva p dela s d es c ric çao, es, de uma se rie de eve en neto, psd, serpenet r es sul t ant es dd os contactos com da primeira da procuradoria geral da re pub l cia, todas, elas, se comporta, lugar em portugal, aram c on cruz ra os dita am es da pro rop da ap da puta do ia da lei portuguesa, o cao men tir, ar ra star e por rf fi mar mr, q baso iva ra seprntes min homem às das queixas, ap rese sena td as sn sc on for me sd a lei, é se made ria q ue prmeira té, cao moe m t no me ten h da primeria serpente id do circulo, dada, q au q le eu ur, é x p lic caçao q ue mini ima am nete do circulo t en t asse e x p lic da ar porta anto se ded us contra o pro roc ur ad da dor, é a primeira da procuradoria, e igaul le lem n te à pol cia judiciaria, ac do cu da acusaçao na america, de rc cu mp lic cade,br da revista activa, é p ass iva no do roubo de meu filho, é de me us direito, fac, sed o di ie rt circulo dao ode da queixa, q ue ix za q ue p el a lei me do assis, ps te, da misericordia, team assis, e co nse sec q ue ern te men net primeira da ana tur e za d eta ac usa çao es da acusaçao face a america, é de terrorismo e ab us o do pode der de es sat td circulo


ao tribunal penal internacional bem como a todos os amados amantes, neste ultimos textos, ainda incompletos dei conta de mais um conjunto de ligaçoes e crimes que sao cobertos pela procuradoria, e fiz prova de como o pedofilo e terrorista de estado pinto monteiro, é cumplice de crimes diversos de corrupçao e terrorismo de estado, e resposta, como de costume, nenhuma, ou seja o silencio dele, aqui fez a prova que faltava, se ainda alguem tivesse duvidas


ao t rib un al pena al int rena ac cio na al b em c omo primeira de todos os amado, mne, s am ant es, nest e u l tim serpente do circulo dos textos, a inda inc om mp le to s d ei conta, de ema mais, fr, um c on j un td e liga ac ço es e crimes, q ue sao co berto s p el priemira por rc ur ad ria, e fi zorro por vaso da ad é c omo do circulo do pedofilo e terrorista , é es sat td o p int do monteiro, é cu mp l ice dec crimes es di verso de c cor rup çao, es, é terrorismo de estado, é rato da es posta, c omo mode cos t um me, ne en h uma, o use seja do circulo do si len cia, circulo dela, primeira do ki aqui de fez , priemria por vaso da primeria que fala tva, sea priemira inda al gume ti ve sse d uv id ás


à puta pinto monteiro, como aqui se fez prova, o senhor, nem senhor é, o senhor é uma besta terrorista e lambe cus e brochista, a diversos, de diversas casas do poder politico, como o espirito me desvelava em dia recente, que a besta que sois, servia a duas casas, pressumo eu, a durao barroso, pelas suas ligaçoes de lugar e pertença, e tambem a alguem do ps, certamente


primeira dao cento da puta pinto monteiro, circulo omo da primeria do ki aqui da se de fez por vaso da primeira , o sn hor, ne made ria ms sen hor é, o s en hor é uma besta terrorista e lam bec se dos bro roc hi ista sa ad iv e rato serpenet do circulo dao da ode di vera , a puta do soares, ca sa sd do circulo dop do poder politico, com oo es puta do rito me d es vela lava ava, em dia rec en te, q ue da primeira besta q ue serpente do circulo do is, ser via da primeira das duas do cic rc culo doc da editora asa, pr es sumo europeu, primeira de durao barroso, p el as s ua s liga ac ço coretz espanhol del prmerio do vaso da gare, atocha, per rt en ça, e eta tam am tambem da priemria al gume do ps, ce rta em n teresa


depois como aqui se prova , a besta que sois, me conhece desde longa data e esteve como aqui todos podem confirmar, envolvido na minha prisao, ou seja, pela ligaçao a durao, entao tenho que concluir que esta puta mor, está tambem ligado a ela , e concluo tambem que o senhor é o cao constante da perseguiçao que me fazem, para alem de muitos outros na porcuradoria e na policas, bem como nos tribunais


d ep o is c omo da priemria do ki aqui da ise se da por vaso da primeria , ab bessa q ue s o is, me c on he ce de sd e l ong aad da priemria da data, é es tev com o a qui todos pode em c on fi rato ps mar, en v o l v id o na minha prisao, o use seja, p el a liga da ac sao esapanhoal priemira do durao barroso, , en tao t en h oque c on c lui rato ps q ue e sta da puta mor, é stá acento t am tambem da liga do gado da priemira dela , é c on c lu do circulo ota t am tambem, q ue do circulo do s en hor, é circulo do cao co ns t ante da perse gui sao es, q ue me f az em, para al lem de mu it os de outros na procuradoria e na pol ica sb em c omo no serpente dos tribunais


e vós, suas putas politicas, presidente da republica, governo, ar e tribunais e policias, continuareis na vossa postura de bandidos fora de leis e cobridores de pedofilos e dos que tudo roubam inclusive filhos e os sujeitam assim a actos de tortura, que filhos da besta sois todos, em vosso inquio faz de conta


é vaso os serpente da ua serpente das putas politicas do presidente da re pub l cia do dog do governo, da ar e dos tribunais, t rib un asi e pol ica s, conti nu ar reis e is na vaso os sa p os tura de ban dd ios for priemria da ad e das leis, é co br id dor es de pedofilos e dos q ue tudo ro ub bam am inc lu ive fil homem seroente do oe, os s u j ei tam as sima primeira dos actos de tortura, qu e fil homem do os da be sat sosi todos, em vaso do osso inc do ki ui io do f az de dec conta, cabroes, quase meio milhao de mortos em vossas maos,morrei, !!!!


cabroes, que Deus vós de a todos neste natal, por companhia na mesa dos vossos e de vossos filhos a morte em proproçao justa a vossos crimes, é meu voto em Deus, por Deus com Deus!!”!!


ca ab br ato ps oe es, q ue De us vaso do os dea primeira de todos nest do natal, dois mil e cinco, por rc om mp pan m bia ana dama do dam na mesa, madris, do serpente do vaso osso e devo ss os fil homem do os a mao da morte da rte , em pro rop pro sao es ju a t a av ossos c rim es dos crimes, é me vaso vv oto em De us, por De us com De us de duas serpenet etas cravadas na terra,. Br, em noventa e nove, duas serpentes c rato av ad das na terra, portal br


filhos da puta, sem coraçao !!!!!!


o cabrao do marques mendes, o carimbo, dele , como advoado salvo erro do fernando soares






cruz tercerio do sex to de sessenta circulo do quadrado, as putas do psd da sic, do trinta e um da armada, lis sb boa, bo da primeira , vaso da cruz dos dosi per cen t il, um do circulo do quadrado e outro do trinta e um da armada, ou seaj crimes de sangue


x mo do io do circulo elevado do ponto do s en hor director, irc c tor da policia judi ca iria, da judiciaria de lisboa

a puta do min s it e rio do minsiterio publico, juiz, vaso doio do zo circulo criminal, c rim mina min da al, del lis sb do ze duplo circulo da dag da lis boa


o detalhe, como diz o povo, no detalhe mora o diabo, pois como o disse em voz oraa, quando me referi reentemnte a este terrorista de estado, o pinto monteiro, neste papel que ele esceveu e assina, fugiu-lhe certaemnet o destino para averdade, pos qaundografa policia, ficou poli, cia, noventa e tres , a puta ipssisimus, da oto, circulo da dol da ar serpente do circulo do quadrado da en sed de tomar, dos templarios

circulo da ode do quadrado da etado alho da al , he, c omo di zorro do oz da p do ovo, no d eta alhe al , he, mora do circulo do diabo, da cc, cristina coutinho, trinta e um da armada, diabo, jornal da extrema direita, p o is circulo do quadrado iss se em vaso oz circulo ra da primeira qua anda do me rato efe f eri, re en te mn te primeira de este , terrorista, de esatdo, circulo do pinto monteiro, nets pape el q ue dele ec c eve eu e as sin priemria, fu g iu do traço ingles ce rta em net circulo do qaudrado espanhol do tino, bna, navarro, para ave rda dade, p os qua ando dog raf primeira policia, fi co vaso poli cia, de noventa e tres, primeria puta op ps sis si mu sd da primeria da oto, do circulo do lobo, dos templarios, da dol da ar, serpente doc irc culo do circulo do quadrado , da en sed de tom ar, dos te mp la ar rio porto po os serpente


serpente os , os circulo do primeiro ob dos jet os enc ca ia abs mel for e le ga ac sao esapnhoa. do maria elevaa do juiz, do traço do fernando, ponto, ou seja do filho do fernand
o

cao quadrado da ual da se da junta f oto tec, actos, en c on t ra es traço inglesa em espanha, primeira do mel hor espanhola, cu mp pr rim men t os do m do circulo do juiz, circulo secreta rio do pinto monteiro , pina,


f aco circulo do forte avor, de eato esapanhoal posta, f az ze traço fn ren maconica cia segundo es ac ima, circulo do nono , a c primeria maconica lica de tomar, onde se bem se recordam morreu um mecanico

trinta e um da armada, terceiro do per cen til, anzol do traço sobre o onze, novembro, do traço per cen til de oitenta e um

noventa e tres sm doc terceiro sex to sessenta e um, da sida do primeiro do delta invertido com dop de oitenta e um traço ingles,


serpente homem laço do angulo de noventa etres, dos olivais, oitenta e um, s c ll nono vaso rai zorro segundo

do grupo do nuno , eduardo, e do miranda e do gomes
quadrado ua ard circulo tavora, sida laço circulo do gomes, da silva