segunda-feira, janeiro 25, 2010


Taithi



esquisso de soluçao tecnica anti sismica, de acordo com a natureza das casas , de um pré existentes se tal se lhes pudesse em propriedade chamar, blocos de borracha, cravados na terra com um parafuso que aparafusa à estrutura metalica, das casas, cheio por tijolos, tipo lego, ficando assim o chao da casa ligeiramente elevado do solo


es quadrado do vaso iss sode sol , vaso çao es tec nica anti sis mica, de ac cor do circulo om oma ana ture za das c asa serpente , pr é, e xis t en t es se eta al se l he es p do vaso desse em pro rop da p da rie dade dec circulo do ham am mar, b l circulo cos de bor rac aca primeira homem, circulo ra vaso do quadrado do os na terra com um para fuso, quadrado ue primeira da ap do par da primeira do forte usa, primeira de est ru tura met al ica, da ac circulo sas, che io por ti j olo serpente cruz st ipo le g o, forte ica can do às sismo, serpente imo cha, circulo da casa da lige ira mente el eva ad o do sol o



Hoje no jornal a puta do sampaio, que recebeu mais um prémio qualquer na companhia da besta terrorista do supremo, que é preciso ter cuidado para não se cair em julgamentos na praça publica, mas existem alguns julgamentos de acordo com as leis nesta terra, neste pais de homens merdosos como o senhor, que mesmo me conhecendo se mantém no ignominoso silencio, face ao crime que me fazem e a meu filho, sua puta, desejo-lhe que morra, em julgamento pelo espírito, blá e blá e blá sem nada, que sempre esteve na linha da frente pela lutas dos direitos humanos, ve-se pelo vosso silencio com que se cobrem uns aos outros, tão grandes são os crimes que tem nas mãos os seus amigos e camaradas do ps

Home do oje no do jornal, primeira puta do sampaio, quadrado da ue rec cebe eu vaso oi mais, fr, um pr emi do io quadrado da ual do quadrado da ue da av rata ana da companhia da besta terrorista do supremo, quadrado da ue é pr e circulo do 101, o do dente, c iso teresa cu id ad circulo do ado, para n cão sec air em julgamentos na praça publica, programa da tv, a primeira da tv, mas e xis te made ria al gun ns dsj dos julgamentos, de ac cor doc om ás das leis nest primeira da terra, nest é pais, tvi, de h ome men en ns mer do os do circulo do sc omo do circulo do senhor, q ue me sm circulo da me c on he c en do circulo da sé man te mno i gn om ino osso do silencio, face do cao do crime, quadrado da ue me f az em me primeira a m eu fil ho, serpente da ua da sua puta, desejo do traço inglês do primeiro, he quadrado da ue mor ra mora, em j uk l gam en to p elo es pi rito, bl acento da primeira é bl á e b lá acento se mna ad da primeira, q ue se mp r e es teve na linha da fr en te, programa de radio, do que se foi, p el al lutas dos direitos humanos, vê traço da inglesa mg 0 se p elo vaso do osso do silencio, com do mes, com q ue sec ob br rem un são os de outros, tao g rand es são serpente do circulo dos crimes, q ue te mna serpentes mao s os se us am i gose cama rato ad ás do ps

aqui esta o carro, cuja chave , em parte, vem do arnold em Copenhaga, a restante parte aparecerá como escrevi antes, no local certo do quarto capitulo

primeira do ki aqui, é sta do circulo do carro, cu da princesa circulo homem ave, me da p da arte, eve em dó do arno primrio do quadrado em cop pen en homam primeira gata, primeira ar espanhola cruz ante p arte ap pr par rec ce rá, circulo omo, espanhol, circulo rato é vicente ant espanhola, o primerio o c al, ce rt circulo doc au art circulo lobo apit pit vaso dez primeiro do circulo



a restante chave está em correlação com a descrição deste ponto nesta carta

ar es sat do tnt , é circulo homem ave, é sta acento em co rato da relação, com da primeira da ad quadrado espanhol sc ric são, do quadrado ds dd este ponto, nest net da p rie can tora mira desta carta, ca rta

em versão abreviada, para bom entendedor, meia palavra basta

em vaso e rato sao ab br e viada, para b om en ten dedo da do dor da, de dior, me ia pal av ra ba sta

lou cortez iro, o elevado do sala, rr, do serpente do fá do veludo enca car n ad a, da tpa do pete da s ala, tap pete preto e be ge do sala, can di iero elavdo do sala, tec to da j antar, tap pete maconico, es circulo do rito do porto, est ant g rande es circulo rato rito tor rio io dois mil, mo ove el ap para da dor do hall, da cade ira da verga, primavera, leito, mesa, madrid, cozinha, frigo gor rif ico dos seicentos, italia, ch a ise do longue, do leito, dos dois mil, s o u t ia


onde ele sem seu sincronismo, com a escritas e as visões, na altura poisou como referenciado no post anterior, desenhado o sinal , letra gerga da suma, pelo para choques da frente, embora este ângulo não muito favoreça esta leitura real, ou seja que aponta uma relação com a Grécia, o carro é feito na malasya

onda dele, se ms europeu doc sincronismo, sin c ron is mo, com da primeira es circulo das titas, é às do vaso iso espanhol na al tura. p o is vaso c omo ref fr ren cia ad don circulo, no do post, jornal, ante do dior iro, ps, dez zen z en homa da primeira do ab bdo io do sin da al, le cruz ra grega, ger gata primeira, da serpente uma, soma, rem, p elo do para do cho q ue es da fr en te , em bora , este angulo nau, mu it circulo favo rato ps eça, é sta lei tura real, circulo do vaso use seja quadrado da ue da ap da ponta, uma da relaçao, tribunal, rato el elevada sao, com da primeira da gre cia, circulo do carro é, feito, na ma onda onze la serpente delta da primeira

Salvo erro , na noite de seguida ao tremor provocado no haiti, de cuja ultima contagem que me apercebi, ia já nos duzentos mil mortos, visto ter deixado de ver televisao, ou o que seja das noticias, sai para a rua pela noite alta a ver o que o espirito me desvelava sobre este acontecer

Serpente al vaso do circulo do ero, rr circulo, nano it e de se guida cao tremor por vaso do circulo do cd do don do circulo do homem da primeira da it do hi do io da onda i, dec vaso da primcesa do vaso do primerio do tim da conta da tage do ge da made ria quadrado da ue da me da ap do per da cebi, vaso is to teresas de ix ad oi de eve rata da televisao, o u o quadrado da ue sej da qa das noticias, sa ip do para primeira da rua da p do el da lam primeira ano da noite, al ta ave ero quadrado da ue do circulo do espanhol do pi rito da me do quadrado da espanhola da vela da lava ava, serpente ob re e quadrado, quarta, sta ac on tec, ser

curioso numero, que ressoa estranhamente no numero da primeria conta do tremor em dois mil e cinco, sudoeste asiatico, e tambem é multiplo da matança em madrid

cu iro roso, italia, nu mer do ero, q ue rato esso da primeira est ra n ham que mente, do no do numero do mer do ero da prime ria da conta do tremor em dois mil e cinco, vaso do este de asis primeira tico, serra, é eta tam am tmbem, é mu primerio da cruz do ip do primeiro do circulo da matança em madrid

ali estava no canto do muro da esquina do prédio fumando um cigarro e olhando o infinito quando um taxi chegou e parou ali mais abaixo na rua, um senhor saiu, caminhou pela rua acima, e parou por um instante ao pé de um poste de luz, onde etava um peugeot azul, dos pequenos, com o nome de, xa, e uma referencia ao ano da expo, pensei, para meu botao,sera que foi ali verter aguas, mas não, como depois verifiquei

al le est ava no can to, o dom ur do circulo da espanhola do quadrado da ova do vaso do ina do pr rei do io fu man do um cig garro, é circulo do primeiro homem anda do circulo dao do in fi ni it o, qua anda de um do taxi, bando do porto, che gato do circulo ue pa aro do vaso ali mais, fr, ab ix on primeira da ar da rua, um serpente da en hor sa i, ca minho vaso p el ar ua ac ima, e par aro vaso por onda de um in st ante cao do pede, um p circulo lobo do ste de luz, onda e ts av um peugeot azul, dos pequenos, com circulo lobo no med xa, e uma refer en cia ao ano da expo, pen serpente ei, pr a me eu b ota tao,se ra c ue fi ali verte rato das aguas, ma sn cão, circulo omo d ep o is fu ive rata primeira

não há muito tempo, tinha eu aqui referenciado, uma historia de marlboros, em marrocos, uma cena de amor de corpos e partilhas de cigarros, fios da ultima complexa imagem que começara na cimeira da onu, a da sede, e ali em frente ao peugeot do xa azul, uma pedra da calçada e um pacote de marlboro, vermelho, que peguei para ver o que lá tinha dentro

n cão home da primeira acento, á mu it o te mp circulo da tinha do europeu aqui, refer ren en cia ado, uma hi s tor ia de mar primerio bor os, em mar roco sm cena de amo mor de cop pro rose p art til delta das ilhas, dec cigar garros, quadrado da ue da vinha de uma da linha da belgica, no se gui men to dos fi os dao vaso da primeira cruz ima co mp lex a ima mage made ria q ue com e ç ara ana rana ci me ira da onu, a da sede, e ali em fr en tea do circulo do peugeot do xa azul, uma p der rda da cc al circulo corte da ad da primeira, é um paco ted ema do marl bor circulo , verme el ho, quadrado da ue pe g ue ip do para ave ero q ue la acento da tinha, do quadrado da en cruz ro

la dentro, duas caixas de pastilhas trident azuis e brnacas, enroladas uma na outra como duas ondas de furacao, fr esh, fr é es ser cruz en te homem, angulo do quadrado sd circulo chave do nove do onze, traço ingles treceiro do traço ingles do treze, quarenta e tres, bar do ra do primerio de oitenta e quatro, dez ase is quadrado se is bebe estrela, e por baixo um envelope da gis parques, ou seja sis parqué serpente, sis gi serpente is do chao circulo da serpente, do planemaento e gestao de estacionamento sa, do antonio do aguiar, referente ao passe na ar, como dedo e o anel, e outro fio depois do eurodeputado, primero de noventa e dosi, circulo do primeiro de noventa e quatro, capital cultura, de lisboa, com uma multa no parque da cidadela, , vinte seus, seis, be, vinte, pelas quinze e cinquenta e icno, zona vermelha, , pelo vigilante zacarias, na verdade o espirito me disse depois que o home do taxi, que por aqui passou a isto deixar, era uma especie de polica do issi, dos taxis,

primeiro da ad en cruz ro, d ua s ca ix as de p as til das ihas t rid en t az u ise br na aca s, en rola ladas, uma na outra c omo du as das ondas de fur racao, fr esh, fr é es ser cruz en te homem, angulo do quadrado sd circulo chave do nove do onze, traço ingles treceiro do traço ingles do treze, quarenta e tres, bar do ra do primerio de oitenta e quatro, dez ase is quadrado se is bebe estrela, e por ba ix o um en v el do lope da dag do is par q ue es, o vaso ise seja sis par q vaso, é serpente, sis gi serpente is do chao circulo da serpente, do p lane ema en to e g es tao de eta ac cio na men to sa, do antonio do aguiar, ref rec en tea do circulo do passe na ar, circulo da p omo do dedo, é circulo do anel, é outro do fi do io d ep o is do eu rode puta ado, prime ero de noventa e dosi, circulo do primeiro de noventa e quatro, c apit pita al cu lu cruz ra, de lis sb boa, com uma mu uk primerio da cruz do ano do parque da cidadela, cascais, a cida dela, vinte se us, se is, be, vinte, p el ás quin ze, é cin quadrado da ue da en cruz primeira, é icn circulo, rua, zon primeira ave vermelha, p elo vi gil ante zacarias, na ave verde dade do circulo do es pi rito me di iss se d ep o is q ue do circulo do home do taxi, quadrado da ue por, ra da primeira do qui aqui, do ip da p ass circulo da ua is to de ix da ar, é ra uma es pe cie de pol ica cado, br, iss si, id os dos taxis,

no jardim, um passaro me conduziu o olhar e os passos e assim me contou, me mostrou o cabo do mastro do palácio das necessidades que pelo vento me figurou uma vela latina, depois subiu para a varanda ao lado do cabo das comunicaçoes que se encontra pendurado na fachada, já uma vez aqui descrito, que tem em seu final como um terminal, ou borne de ligaçao ou barata chip, negra, se colocou no quarta lança, figurado nos ferros da varanda, por cima dele, ao lado direito de frente, e mais a frente, na esquina do edificio do outro lado, o das comunidades lusofonas, alguem deixara no chao, uma vareta talvez com um palmo , prateada, que apontava a esquina onde se lia, juve en, à leitura o sentido fora juve, de leos, futebois, ingleses, assim alguem fizera o remoto

no do jardim, um p ass aro rome me do condo, o do vaso do zorro do io vaso do circulo primerio homem da ar, gama,ps, é os p ass os dos loucos, é as si em me conto vaso, me mo st ro u circulo do cabo, do m astro do pal cio das necessidades, quadrado da ue p elo do ove do vento do en to, me figo ur o vaso de uma ave da vela latina, d ep circulo do iss sd serpente ub bi vaso do para primeira da varanda, aol ado do cabo das com uni caçoes es, q ue se en c on cruz ra pen d ur ad dona f ac home da ad da primeira , j á uma ave zorro do qui id quadrado do espanhol circulo do rito, quadrado da ue te me da onda em serpente eu fina al circulo do omo de um teresa mina ina al, o circulo 101 de borné, de liga ac sao espanhola, negro, se c olo co un circulo da qa ua da rta lan ç a, figu ur ad dn nós ferro, ps, serpente da varanda, por circulo do ima dele, aol ad circulo da fac de direito, de fr en te, e ema mai isa fr en te, na esquina do edificio do outro lado, circulo das comunidades luso fon ás, al g ue em de ix xara no cha circulo, uma ava vaso ar eta tat alvez com um pal mo , p arte ad a, q ue ap ponta ava , primeira es q ue ina onda da se l ia, j da uve en, à lei it da tura, circulo serpente en t id do circulo da for primeira da j uve, del leo s, fute boi s in gato l es es ingleses, as si em al guy em fi ze ra circulo do remoto, rem oto

em alcantara, nesses dias, um fio que vem de tras ainda não totalemnte transcrito, que se prede com o eco da imagem do atentado da delta, e tambem com questoes gregas, teve um desenvolviemnto na noite seguida, em frente ao talho, de um lada da rua, do outro, o bar do tejo, cento e vinte e cinco, vvvvv, ref de uma noite da vareta da trimph, alguem deixara pela noite, uma banco tripe daqueles de apoio a algume que trabalha em pé nomeadaemnet a um balcao, e ao lado, um suporte para cahpeu de chuva em estanho,.em fora de vesica, e por cima do bar do tejo, era visivel, numa casa ainda, uma ravore de natal com um estrela vermelha, na loja indiana, onde comprei antes do atentado o café deltam, um dios rapazes, dava pancadas no seu maço de marlboro, a meu passar, na vespera na imagem nas necessidades, quando olhei o lado, ao lado do tritao das tres horas, um quadrado de cartao vermelho e uma cobra vermelha, ali estavam, a boiar

em al can da tara, ness espanhol da puta do dias, psd, um fi do io q ue eve em made ria det ra serpente primeira inda n cão tota lem n te t ra ns circulo do rito, quadrado da ue da se pr rede com do circulo, é cod da primeira rai ima mag ge made ria do atentado da delta, é eta tam am tambem com q ue es to es gregas, teve um, rtp, d es en v o l vie mn ton primeira do ano da noite, no ite, se guida, em fr en tea co circulo do talho, dot al alho, de um lada da rua, do outro, o do circulo do bar do tejo, c en t oe vinte é circulo inc onda do circulo, vvvvv, ref de uma man it te d ava rt varta , é a da t rim mp home , al g ue em de ix xara p el primeria da lan do ano da noite, uma do banco, cruz rato ps ipe peda daqueles dea ap oio da onda primeira al gume, quadrado da ue t ra aba bal da alha em p, é no me primeira da ad, a em net a um do bal doca cao, é aol ado, um s up orte para ca hp eu dec home da uva durao, em est anho,.em for ad eve vaso es sica, e por cr ima do bar do tejo, é ra vaso isi vaso do el, numa casa da primeira inda, uma ra av circulo do lop da rede do natal, com um da estrela vermelha, na loja indiana, onda dec co mp rei ant espanhola do atentado, do circulo do ca fé del tam am , um di os rato ps da ap dos az espanhois, da ava pancada sn circulo do serpente do eu maço de marl bor circulo, primeira am do eu p ass ar, na vaso ave espenhola pera na ima ge mna serpente das necessidades, qua anda o l he io l ad o, aol ado do t rita, circulo o das tres hor as, um quadrado dec circulo da art tao verme el ho, é uma cobra vermelha, ali est ava vam am, primeira do boi da ar

depois do tremor, um sincronismo se deu, e espelhou uma outra realidade, pois a ouvi pelo espirito a primeira ser imagem real do real, ou seja, na grecia, perdera a equipe de basquetebol francesa, e o under line disto, que me fizera tambem sentido, fora que a equipe de nba francesa tinha terminado, no seguimento do tremor no haithi, ou seja a equipe dos cavalos e afins que marcam cestos pelos ares, até em outros continentes e lugares distantes, não a que joga no quadrado, obviamente

quadrado da ep do circulo do is do tremor, um sin cor rin is mo se d eu, e es p el ho vaso numa outra rea l id ad e, ep o isa o uv ip da p do elo es p ei rito, a primeira ser ima mage mr el ad circulo do real, o use seja, na gre cia, per der aa q eu ipe de ba s q ue te bol fr anc es a, é circulo un der primeiro ine di serpente to, do toc do quadrado da ue me fi ze ra rta tam am tambem s en t id o, for primeria quadrado da ue, primeria é ei circulo da nba fr anc es primeira tinha teresa mina ado, no se onda gui men to do tremor no haithi, o vaso use seja primeira da q eu ipe dos c ava l serpente do oe afins, q ue mar cam set serpente do os p elo se rt tp pen te ares es, primeira té em outros conti n net es e lu g ares di st ant es, n cão da primeira do q ue jo gata ano qua dr dó , ob via am que mente

pois um perfume sentira eu ao ver a imagem da menina meia esmagada pela derrocada, um perfume a maia, ou seja, a imagem arquetipo da filha da majorie, que esteve outrora em port au prince, ou seja, os macons franceses, e um passe feito certamente por favor a puta mor dos socialistas mario soares, que como o espiirto me desvelava em dia recente, em vez de ter sido uma davida, seu aparecimento em minha vida, fora antes, uma tentativa de emparamento, ou seja de me manter na tumba, ou seja, uma espia, indirecta, assim as putas maconicas, como a puta mor do soares, sempre actuam, pela calada, ou seja, ainda, um perfume de um passe frances, tambem se develava do tremor, se bem que outros, como o que acima descrevi, nomeiem ainda outras origens, ou seja confrontos diversos em abc reacoes, como de costume

p o is um do perfume, s us kin, s en tir da ira do europeu vao ave vera, a puta advogada, ima mag em made ria da menina me ia es maga gada, p el a der roca ad a, um perfume, cc primeira das maia, o use vaso seja, a ima mage em arquet ip poda da filha da majorie, quadrado da ue espanhola da te vaso de outrora em port au p rio em ce, o vaso use seja, os macons fr anc es es, é um p ass se, feito, ce rta em n te por rf avo ra primeira puta mor dos socialistas do mario soares, quadrado da ue circulo do omo do circulo do es p ei rt tome do quadrado da onda espahola da vela lava ava em dia recente, em vaso e zorro det teresa s vaso, id circulo, uma david , id da primeira, serpente do eu ap ar rec ei em n to em min home da primeira vasp ida, for primeira ant espanhola, uma ten tat iva de em par am en to, o use seja de me man ten primeira da tumba, o use é j a, uma es spi do pido ia primeira , in di ire é cta, as si sima as das putas maconicas, circulo do omo da primeira puta mor do soares, sempre, ac tua am, ep la da ac da cala lada, calada, teresa, o use seja, primeira inda, um per rf, um me de um ap ass e frances, t am tambem sed eve lava do t rato mor do tremor, se b em q ue o u t ratos ps serpentes dos circulo, c omo circulo q ue ac ima d es c ratodo ato é vicente, no me ei ia ema inda de outras o rig en ns, o use seja, c on fr ron t os da di iv dos versos em abc rea ac aco es, c omo dc cos cruz , circulo ru uz primerio me

vicente, o do publico, o jornalista, a tal puta do ps, que o ps cobre pois sabe estar directamente implicado tambem no tremor do sudoeste asiatico, e tambem neste, entao, o que se desvela num dos ultimos textos, sendo que entao, a sandra felgueiras, o sabe desde que cobriu o tsunami em dois mil e cinco, e sendo que os porblemas que o ps criou à mae dela, a fatima felgueiras, dirigente autarquica que teve que fugir para o brasil, se prende tambem certamente com esta cobertura, que filhos da puta sois, cabroes do ps, que alguem aqui vos venha pegar, visto que vergam a justiça nesta terra, e tambem certamente os ps usa o sabem não é assim obama, por isso dois pesos e duas medidas, quando o senhor disse há já muitas lua, que na america, o que me faziam aqui e a meu filho, seria considerado , conspiracao, e contudo, não o resolvem os senhores por solidariedade com estas putas do ps, aqui, não é verdade, e me pergunto, para que vos ajudo, eu entao, que tanto vos tenho protegido e salvo, chega.

Vic en teo circulo do publico, circulo do jornalista, a t ak primeira da puta do ps, quadrado da ue do circulo do ps do cobre, comunicaçoes, p circulop do is, o sabe, es star di rec cta em n te edi ei mp lic cado br tam am tambem no do norte, cruz remo mor do tremor do sudoeste asiatico, é onda dc da cruz maior mb em nest e, en tao, o quadrado sd da ue se de evel vaso da primeira num dos sul t imo serpente tex cruz os, s en doque ue en tao, primeira da sandra fel gui ie ra serpente, o sabe, de sd e q ue o cobriu, circulo do ts un ami em do si mi da ile cio en co, é serpente do en dó do doc quadrado da ue os por rb bel masque do circulo do ps, circulo do rio, br, ua primeira da mae dela, primeria fatima fel gue ei ra serpente sd di irre rei da onda da gente, impala, au t ar quica q ue da teve, q ue fu gi rato ps para do c irc fu uk lo do brasil, se pr den de eta am tambem ce rta em ondas sn te com esta, coibe rt tura ur ram am, q ue fil ho s da puta s o is, cabro es do ps, q ue al g ue em ema maqui vaso os vaso en homem da primeira pega ar, vaso vicente is toc ue eve g rama da sj justiça nest primeira da terra, é eta tam am tambem ce rta tam am que mente, os ps usa o sabem, n cão é as si em obama, onda por iss circulo 101 dao ups circulo do ps do si do ip dos pesos , é quadrado da ua men dd dias, quadrado do vaso w dn no do circulo do s en homem ro sd see rato ps, home da primeira ra do acento cabo à mu it as da lua, quadrado da ue na am mer rc cia, circulo do que me fa az zorro iam qui ei, é primeira am me eu fil ho, se ria c on s id der ad o , cio ns pira da racao, é circulo on tudo, n cão do circulo rato ps es solve em os s en hor es por sio primeirio li id quadrado do ari, rie ei é dade com es sat do circulo das putas do ps, primeira do qui aqui, n cão é verde ad e, e me per gun to do top para q ue vasp os da ajuda, eu en tao, q ue t am to dos ovos da cruz do en ho pro te gid, id do oe serpente alvo, che da dag da chega dos bois.

Me diz a intuiçao que a sandra felgueiras que de novo aparecia em imagens no sudoeste asiatico na altura do tsunami de dois mil e cinco, que o sabe, e para o saber é porque lá terá encontrado evidencias, ou provas de estadias, me recordo neste momento de uma linha muita antiga aqui referida, de viagens com passaportes falsos, ou outras

Me di za em ny tui sao espanhola, quadrado da ue da primeira da sandra do fel fg ue ira serpente quadrado da ue de en ov ap par rec ia em ima mage en ns no do sudoeste asiatico, na al tura do tsunami, id de dois mil onda é circulo on coc fr, quadrado da ue, o sabe, é para do circulo, saber, é por quadrado da ue primeira do acrnto da tee rá en c on t rato ps ad o e vi id en cia serpentes , o vaso por, vaso do as de est ad do dias, psd, me record em nest de este, moe mn to de uma da linha muita antiga, a qui ref fr rei ida, de viagens com p ass ap os rato ps e ts f al serpente do os, circulo do vaso de outros, circulo do vaso da cruz rato ps sd

e sobre o publico, diversas referencias tem aqui se desvelado face a um conjunto de pseudos jornalistas que la trabalham tanto no jornal como em suplementos, e mantem este orgao como todos os outros um iniquio silencio face ao meu caso e de meu filho, portanto, muitos estaráo vergados aos mandantes, pedofilos e abusadores de crianças e foras das leis, e certamente alguns do grupo farao parte

é serpente ob reo do circulo 101 do publico, di vera serpente ref fr ren cia, serpente te maqui ise se d es vela lado da face a um, c on j un da cruz da ode ps eu dó sj jornalistas q ue la t rato ab aba do baal ham da manha, t ant ton fo do circulo do jornal, circulo omo em s up ll em n to ze man te made ria de este orgao, falo, circulo omo ti io do os dos outros, um em ni qui do io do silencio, fr, face cao me eu caso, louco, é de meu filho, porta ant circulo, mu it os est ara cáo ove rato ps dos gados aa os man dant es, pedo filo, icam, sé ab usa sado dor espanholas de c ria anças, es, e for às das leis, e ce rta em n te al gun sd do circulo do quadrado, o dog do rup do circulo lop f arao, a p da arte

depois aqui em casa se manifestou uma imagem no escritorio ao adormecer, uma sombra , de um enorme elefante , por detras do computador, novo velho, que veio de espanha, se projectou na parede onde está o quadro do sir richmond blake, a imagem da rapariga que recentemente associara à sandra, pela forma como ela aparecera, assim muito bela com o cabelo em forma identica, antes uma outra sombra se manifestara na parede oposta, onde está a north star, uma vela latina em angulo no tecto, relacionada com a leitura do o pt ti lex gato do x seiscentos, italia, vinte, tripe maconico,

d ep o is isa a qui em c asa se man if e ts o u uam em mage mno es c rito ria cao ad dor mecer, uma s om br a , de um en o r me elefante por det ra s do co mp puta ad da dor, n ovo do velho, q ue da ve do veio de espanha da se do pro do ject do circulo da un primeria da parede onda espanhoal do sta do circulo do qa vaso quadrado da roda do sir ric homem do mond bal al kapa e, primeira ima mage made da ria da rapariga quadrado da ue da rec da en te maior net ass oi cara à da sandra, p el primeira da forma co omo dela, o da ap da ar e cera, as si maior da mu do it ob dela com do circulo do cab do elo em forma id en tica, ant espanhola de uma outra, do circulo do ur rta serpente do om br ase man if etara na parede , deo do circulo da posta, onda espanhola sta ano nort home star, sat, uma ave da vela latina ema primeira gula no tec to, rato ps el do ac do cio sion ada co do pm , socrates, ap da primeria lei it tura do circulo do pt ti lex gato do x serpente do ei ws cento, italia, vintem cruz rato do ps, o do ipe, o maconico,

a primeira sombra, que aparecera como vela latina ou triangulo de fogo no tecto , seus vertice apontava a grelha das lampadas flurescentes, ou seja imagem dos tubos, metros, ou seja, alema philips, t l cinco, o maestro do duplo vaso de oitenta e quatro, he , made holanda

a pr time da ira s om br primeira, q ue ap ar e cera c omo da vela latina, restaurante em lisboa, primeria da cruz da iba, o vaso t rina gula de fogo no tec to , se us ver rt ice ap pao n t ava primeira dag r el homem da primeira das lam das padas fl ur es c en t es, o vaso seja imagem dos tubos, metros, o vaso sj é ã primeira alema p hi l ip do ps, cruz angulo da estrela, o do maestro, vinte e oito, do quadrado do pulo ova do vaso da p de oitenta e quatro, o he , da made hola lan de

e me recordo de uma entrada aqui no Livro da Vida de uma rapariga pela noite em rua porxima com um passe com uma lampada semelhante a esta sem sua mao

e me record, do circulo de uma, en t rata ad da primeira do qui no L iv roda david, primeira de uma r ap par riga da p ela lan ano da noite, em rua por x ima com de um passe, com uma lam da am pada serpente pn te da emel homem ante primeira desta, se ms ua da mao

tambem ouvi pelo espirito que a sandra, não sei se esta ou uma outra irma de uma das novelas da tvi, era a sela do antonio,

tam am tambem o uv ip vip da p elo es pi rito q ue da primeria sandra, n cão s ei se e sta o vaso de uma outra irma, de uma das no ove das vlas da tvi, e ra primeria ase da sela do antonio,

ainda em dia muito recente, na capa do publico, de manha ao passar na banca, um titulo do enviado deste jornal ao taithi, ficara a ressoar estranhamente em minha consciencia, pois declinavam as palavras, em, o do mai, o do radio, ou seja da radio frequencia, o do mai, a puta do ps, que se zi ministro, o tal que comprou como aqui mencionei, quase meio milhao de euros, se não me falha a memoria de servidores, ps, que perguntei exactamente para que, como que uso e com que fim, como a dizer, ou sugerir entao, que eles os tivessem usado para provocar esta desgraça no taithi, via operacao binária sobre redes de satelites, foda-se se assim é, que o digam em forma clara, com a apresentaçao das provas que terao, pois será considerado terrorismo de estado, e se foram mais de duzentas mil almas, curiosamente, o mesmo numero da primeira contagem no sudoeste asiatico

primeira inda em dia m nuit it circulo , recente, na c ap ad do circulop do pub lic cod do circulo da de manha, cao p ass ar na banca, bancos, um titu , primeiro do circulo do envi viado , ad do circulo dd deste, o do jo rn al cao do taithi, fi ica ra primeria rato ps ess da onda do circulo da ar est r an ham am que mente, em min homem da primeira c on sc ie en cia, p o is dec l ina ava vam am as pal av ra s, emo, o do mai, o do circulo da ra dio, o use seja da ra di o fr, é quadrado da ova do vaso da en cia, o do mai, a puta do ps, quadrado da ue da se zorro em mini st ro, ot cruz al quadrado da ue do co do mp roda do pro da ova do vaso do circulo omo, primeira do ki aqui, quadrado do vaso do y i m en cio nei, quadrado da ua ase me io mil homem caa coo, de euros, se en cão me f al homem da primeira am emo mor ratao ps do ia de servidores, ps sc, q ue per gun tei e xa ac cat am que mente, para do quadrado der da ue, circulo omo quadrado da ue us oe com q ue fi maior, com io primeira di ze rato ,ero circulo do vaso serpente do vaso do ge eu ire ps ren en tao, q ue deles, vaso es sica primeira os cruz iv ess se em usa sado para pro ovo car, é we sta da desgraça no taithi, via o pera racao bia n ria s ob re das redes de satelites, foda do traço da inglesa se, se as si mé, quadrado da ue do circulo do dig da am em forma da puta da clara, com da primeira ap rato ps es en taçao das pro ovas quadrado pda ue teresa ra circulo,. P o is sw é rá c on s id der ad da onda do doc do circulo do irc vaso duplo dez, o do terrorismo de estado, e se foram mais, pt fr, de d uz en t as da mila lam lama às, circulo do ur do rio os sam am sn teo do circulo do mesmo, nu ue mr circulo da primeira conta da tage ge maior do no do sudoeste asiatico

finalmente apanhado, o filho da puta!!!!

fina, ina, do cabo da al lem n teresa , o que mente, da ap pn, o do homem do we, da ad, o do ado circulo, o do circulo do filho da puta, o do circulo do mr, europeu, da primeira conta maior do sudoeste asiatico!!!!

e uma noticia de um jornal na capa dava conta dos actos de corrupcao e má gestao da puta do psd dias, vinte milhoes em luvas e uma perca de cento e vinte milhoes ao banco de portugal, com investimentos manhosos, a fazer assim prova da corrupcao transistemica, coberta pelo psd, pela puta que se diz presidente, amigo pessoal dele, que até o levou outrora para o conselho de estado, e colega de durao, me pergunto, vinte milhoes de luvas, a quem , e para que, pois é muito dinheito, a assim confirmar o que o espirito me tem desvelado com constancia sobre esta puta maior do psd

é uma do am ano not tica , de um jornal na cap ad da ava conta dos actos de dec cor rup cao da corrupta, é ema da g es tao da puta do psd dias, vinte milhoes em l uva se, mulher do durao, uma perca, dec w en to,oe, é vinte mil ho es cao do banco de portugal, com dos investimentos manhosos, a f az e ra art do circulo lop do ps as si em por vaso ad da priemria da corrupcao transistemica, co berta rat rta p elo psd, p el ap da puta q ue se di zorro do presidente, am mig onda do circulo, russia, matança pessoal dele, quadrado do w ue ra té teo acento, l evo vaso de outrora, do para do conselho de estado, é colega de durao, me per gun to, vinte mil ho es del uva sa quadrado do primeiro ue me do para q ue do posi, é mu it circulo do dimheiro, o din onda he irt circulo, primeira as si mc on fi o rato ps do mar aro roque do circulo do es circulo do pi rt io met curz em der serpente velado com co sn t an cia, serpente ob re , é sta da puta maior do psd

nestes dias andava eu com a grecia em meu sentir e meu pensar, como que uma melancolia, que crescera em meu peito, ao me lembrar de uma voz que so uma vez ouvi, em casa do viegas, uma voz belissima grega que cantava a capela, e que de alguma forma em meu coraçao se relaciona com vassila, e tambem com a bela rapariga que me disse ser grega, de sardas qeu encontrei um dia no cabo espichel, quando filmava um video, que apresentei em lamego, e sobre o qual em dia recente, ouvi do maestro antonio vitorino de almeida, que lá se encontrava, a dizer que tinha sido uma brincadeira das irmas shuman, certamente uma capa de outras irmas, chamava ele de brincadeira, ao que fizeram com base nesse video, e eu lembro a ele e a todos, que se deram pelo menos duas mortes lá depois em sequencia, dessa tal brincadeira, para quem náo se lembre, a primeira de um policia

nest espanhol dio do dias, anda da ava europeu com da primeira da grecia, gre cia em me eu s en tir da ire, rem me eu pesa ar, circulo do omo q ue uma me lan coli ia, qaudrado dop da ue c rato ps es cera em me eu do pe it o, cao me l em br ar de uma da voz , q vaso we serpente do circulo de uma ave zo uv vi, em circulo da asa, a do viegas, uma voz bel iss sima mag rag a qu e c ant ava primeria cap dela, e q ue de al gua am forma em me vaso eu cora raçao se r el ac cio na ac om vaso do ás da sila,serpente ilha, é eta tam am tambem com da primeira da bela rapariga grega de sardas, quadrado da eu en c on cruz rei, um do dia no do cabo, es p ei shel hel el, qua ando fil m ava um v id deo é circulo leo, q ue ap r es en onda da cruz ei em lam meg oe s ob reo quadrado da ual em dia rec en te, o uv id do circulo do maestro antonio vitorino de almeida, quadrado do primeiro da ue de lá se en c on t rata ps ava, a di zorr xe rato ps q ue da tui tinha, serpente id da onda do circulo de uma br inca cade de ira das irmas shuman, ce rta em n te uma capa de outras irmas, chama ava dele de br inca de ira, cao q ue fi ze ram com base ness , é vaso id deo, e eu lem br broa, dele, é primeira de todos, q ue se der am p elo men os du as das mortes, primerio acento da primeira lá d ep o is em seq ue en cia, de essa t al br inca cade de ira, para q ue mna acento, circulo se lem br rea, a primeira de um pol i cia

e depois como se ve da foto que aqui em baixo deixo, sobre a tal carta, poisou no mesmo tempo, o carro verde electrico alface, da malasia, que me apareceu num fio de uma gravata do ex terminator, que sera depois completado no seu ponto do texto, e ali ele poisou de pernas para o ar, no fim da carta onde a puta assina bj teresa, e onde eu declino, primeiro da js, a vermelho da minha tinta, o carro desenha com o para choques da frente uma letra grega, a da soma, cujo simbolo aqui nao sei por, e portanto uma relacao se estabelecia com os eventos da grecia, desde os fogos num verao passado,

e d ep posi c omo se eve da f oto, q ue a qui em ba ix o dei xo, s ob rea t al carta, ca rta, p o iso un no mes mo te mp o, o do circulo do carro verde do eletrico , o do alface, da malasia, q ue me ap ar rec se rato zorro do cabo, nu primeiro fi do io de uma g rav ata, do oe x ter mina ina tor, do torque, se ra d ep o is co mp l eta don circulo do seprnte eu, ponto do texto, e al ie dele p o iso vaso de per na serpente spa para do circulo da ar, no fi made ria, a da carat, onda dea primeira puta as sin primeira do blow job, bj teresa, e onda do eu dec lino primeiro da js, a vaso rem mel ho da mina homem da t int tao do circulo do carro, rode de es en home do ac om o para do cho q u es da fr en te uma letra grega, primeira ad da primeira s oma, cu jo si m b olo primeria do ki aqui nap circulo serpente ei por, ep pop da o pr do rt da ant , uma do tribunal da relacao, se e stab e le cia com os e onda dos ventos da grecia, de sd e os fogos num do circulo da vera, o circulo do louco, o p da opa dfa onda as sa sd circulo, grecia, a roca do pelo da maça, agora se desvelou

quando na euronews, me apareceu uma imagem recente sobre a grecia, uma que trazia um pormenor, que me remeteu para o bar do tejo, a cervejaria, aqui neste texto outra vez mencionada, pois se via um portico, se calhar o partenon, ao longe, com uma coluna como que saindo da linha da fachada, que dava ideia da sombra do elefante, como depois a imagem aqui se clarificou, uma imensa sombra, portanto de um enorme elefante e ainda do lado direito de frente dessa coluna, se via um pinheiro, como parecendo ser um triangulo de fogo dos pinheiros, que recentemente de novo aparecera em outras imagens aqui referenciadas, ou seja , em soma, assim li, o arpao do pinheito, o dente da coluna do templo do elefante, o dente do templo, vinte , cento e sessenta, quadrado , terceiro do vinte e oito, o vinte oito, o maestro de noventa e dosi, por cima as anotaçoes dessa sequencia das noticias, onde se referencia city bank, aig, primeria sext to gi rai zorro mp pi serpenet to, cu lot , cu lo ca sin homem da primeira, viol eta do sk i o ch, do rato do isco do arpao do pinheiro, em noventa e dois,

qua anda da dona da euronews, me ap ar e c eu uma ima mage mr e cente s ob rea primeira grecia, uma q ue t ra zoro do ia, de um por men o rato ps, q ue me rem met eu para do circulo do bar do tejo, pr ie mr ac acer cer veja ria br, primeira do qui aqui ine nest teresa tex to outra vez, men cio na ada, ap o is se da via de um portico, se cala homem ar do aro do par art da ten non, cao long e, com uma co luna am c omo qaudrado da ue sa indo, da linha da faca homem da ad da primeira, q ue da ava id deia da s om br ad do circulo do elefante, c omo d ep oi isa ima mage maqui ise se clare if fio cu, da onda de uma iman sa da sombra, porta anto de um en o rato ps me el e fan te e primeira inda dol ado direito de fr en onda da te dessa coluna, se da via um pin he iro, roco circulo do omo par rec en dé, ser um t ria ian gula dez de fo, circulo do 101, o dos pine hi iro rosque, quadrado da ue rec en te mairo net de en ov ap ar e cera em emo de outras sd ima sima ge eb ns sa qui refer ren cia ondas do quadrado as, o vaso use seja , em s oma, as si ml i,o ar da primeira do pao do pin he irt circulo, circulo do dd dente da cio luna do templo do elefante, circulo do dente do t te mp dez, vinte , c en t oe se s senta, , quadrado , terceiro do vinte e oito, o vinte oito, o ma maestro de noventa e dois, do si da por cia am as ano not taçoes espanhois, noventa e quatro ou cinco, de ess primeria sec eu un cia das ni ot ti cia serepnte da onde ser efe ren cia do city n bank, aig, prime ria se x tt o gi rai zorro mp pi serpenet to, cu lot , cu lo ca sin homem da primeira, viol eta do sk i o ch, do rato do isco do arpao do pine hi do iro, em noventa e dois,

a relaçao com a cervejaria do bar do tejo, da vareta que uma noite caira, ao lado de uma mota verde inglesa triumph, é dada pelo panteao, visto que dentro do aquario que la existe, um em modelo esta, dentro da agua, inclinado, sempre que olho para aquilo me arrepio, como seu simbolismo

primeira do tribuna, rib un al, ak primeira da relaçao, com da p rie mr ia do cerve da ap da primeira do jr do p rin ciep do rato ps do ia do bar do tejo, da ava ar eta quadrado da ue uma do ano da noite, dois mil le c inc circulo do ca iara, aol ado de uma mota verde inglesa da cruz do rio no do ph,ac onda acide dez, é dada p elo pan tea io, china io, vi st circulo do q ue d en t rodo aqua ar do rio, quadrado da ue dela, é xis teresa, um em modelo, é sta, do quadrado da en cruz rode, rhodes, grecia, angulo da asa de p rta, da ode da agua, inc primerio ina ad circulo, se mp rec qaudrado dop da ue do olho, para priemira do pi aqui id, da primeira da ilo da ode de dez da me da ar do rep io, circulo omo serpente eu si em bol simo, serpente do imo

há dois ou tres dias atras aqui na rua deixaram um combo, amarelo, kango, com um pinheiro na parte de tras, ao lado de um infinito da terra, ou seja referencia ao brasil, o kangoo, me lembrou o
da teresa paixao da rtp, e o do pera,

homem do acento da primeria, a dois, au di, circuylo da ova do vaso cruz rato ps es do dias , sat at ra saqui qui ina na rua, de ix xaram um com bo, am mar do elo do kango, comunicaçoes, com um pin he rio na p arte det cruz ra sao ola lado de um in fi n it o da terra, o use seja ref fr ren cia ao brasil, o k ang oo, om do me ml primeiro do lem em br, o u o da teresa pa ix xa, circulo da rtp poe oe, é circulo do pera,

depois um passaro creio que do grupo de espanha assim acrescentou em seu ver, dell, de , o inclinado do duplo ang gula, in tel azul barnco, pent ti um, do quadrado in serpente id e, ne rie espanhola, circulo pt cruz ip lex, gato do x seiscentos e vinte, dos info com mp put teresa rato, é portugal com, da loja de informatica mais, fr, a da barata, em porto gal, cd angulo dez quadrado do infinito, com cio co om mp do dell, sino, macon, circulo, de ll do serpente ff , puta do quadrado do vinte oito, maestro, gato do hertz, das ondas de frequencia, dez , vinte e quatro, bes, vespera de natal. Mul ti do banco, segundo de oitenta, gb, combo do coa xp

d ep o is um p ass aro c rei do io q ue do g rupo, o de espanha, as si em ac r es cento vaso em s eu ver, dell, deo do circulo do inclinado, o do duplo ang gula, in tel azul barnco, pent ti um, do quadrado in serpente id e, ne rie espanhola, circulo pt cruz ip lex, gato do x seiscentos, se vinte, dos info com mp put teresa rato, é portugal com, da loja de informatica mais, fr, a da barata, em porto gal, cd angulo dez quadrado do infinito, com cio co om mp do dell, sino, macon, circulo, de ll do serpente ff , puta do quadrado do vinte oito, maestro, gato do hertz, das ondas de fr e q u en cia, dez , vinte e quatro, bes pera do natal , o maior do segundo mul ti bando do banco, bes sd , o de oitenta, gb, combo do coa xp

no mesmo alinhamento das euronews, da ucrania, em eleiçoes se lia, terceiro delta kapa quinhentos e cinco, sexto delta da cruz homem s eta circulo rava na terra, o capuchino vermelho, da roda das crianças, natal, laranja, do ze do circulo de dois mile quatro, corrupçao, dois circulos en cha ave etas , quatro degraus e um arpao, os degraus de dois mile dez, odisseia no espaco, kubrick, kapa ub cv om boio do brick, br rick, ti j olo

no mes sm mo al ina hm en to das eu ur one ws, da ucrania, em el lei ei ç o es se l ia, ter ce rio delta kapa dos quinhentos, é c inc circulo do sexto delta da cruz homem serpnete eta circulo rava na terra, o ca puc chino homem do ino vermelho, da roda das crianças, nata al laranja do ze do circulo de dois mi da ile do quatro, cor rup çao, do is c irc culos en cha ave etas , quatro degraus e um arpao, os degraus de dois mile dez, odisseia, canal espanhol, no es paco, k ub brick, kapa ub cv om boio do brick, br rick, primeiro do c irc uk o da onu do cento e vinte e nove

e ainda , uk rai ine rain, pre s iden ti al, vaso quarto, von braun, tres mais um , ou um em tres como as varinhas magicas, bce traço ingles pro russo, ot n mo natal, pinheiro, air borne, carroçaria da judia, a modelo no livro, dois mil e dez, odisseia no espaço, terceira do grupo can

é primeria inda , uk rai ine rain, pre s iden ti al, vaso do quarto do von da br au un, tyres mais, fr, primerio , o vaso de um em tres, c omo ás v ar rinas ina home serpente s mag ica sb segundo da ce do t rato do aço ingles pro russo, ot n mo natal, pinehiro, air do borne, carro roca ca ria da judia, onda primeira modelo no l vaso ro, do si mi da ile le dez, o di is seia no es paço, teresa rec eira can

taithi, radio das valvulas, spot tendencias, cem mil, setenta e cinco, sexto, treze estrela primeira, cento e vinte azul, cruz rai rova ante, terceiro quadradso sessenta e dosi, alma do mello

giorgio scott, ge io rato gato circulo do scott spot quadrado do terceiro, lamb sw circulo do vaso do angulo, gant rato made in h ong k ong her ge es shell cruz in rn no dez , do ze noventa e tres, grau oto, sc cao te rf dc eiro de setenta e dois, ca , sp ring da onda do fiel,bala anca, do circulo do ro da gina al serpente , é se is rato bra do ra segundo da estrela serpente do mex trinta e seis, clay ton do blue artic ciao, cia circulo italiano

me perguntava em dia recente, de onde seriam as torres, em semi circulo que estavam figuradas no spot das tendencias e que mais tarde se reflecte no spot da dior protagonizado pela charlize, a primeira referencia fora a de um hotal na america, numa das photos abordadas, e num filme onde entrava tambem o arnold, como um elevador por fora da fachada onde ele ia com um menino, e que qause se despenhava numa historia de combate a mafia, quando dei por mim frente a entrada das amoreiras a ver as belas nas capas das revistas, a primeira que me chamou a atençao pois a tinha acabado de a mencionar em forma indirecta, ali estava com sua face tranquila, em postura inqusitiva, olhando ao lado, como que me perguntando, o que achas, assim incialmente o percebi, e entao olhei ao lado, e lá estava outra bela, com ar de india, ah como eu brincaria as tendas de indios com a menina, e com um estapafurdio texto, onde parecia que estavam assim a modos como que avaliar a rapariga com prepositos de venda, ou de compra, eu logo fiz grr, por dentro, estava bela como sempre é e será e trazia assim uma saia tipo nuvem, que mais reforcava a ideia de indios dançantes fazedores de mau tempo e coisa feias congeneres, depois ao lado , mais ao lado, ainda, outra bela, de saltos, agulha, arroz, como se estivesse dizendo galinha do chichi, e muito se rindo às bandeiras despegadas, eu a olhei e me disse, mas o que é que esta bela rapariga namorada do homem aranha, me está assim a dizer perdida de riso, antes em vespera, ainda outra bela de meu coracao, que tambem tinha acabado de mencionar em texto recente, olhos pintados, carregados, com ar de quem caminhava decidamente como se fosse a sair da capa para meus braços que a olhava, e um estranho titulo, fresh start, eu estava muito intrigado com a comunicaçao que vinha ali daquele kisoque onde mora um senhora com uma lua tatuada, depois em casa, nessa noite os premios bafta, onde a primeira bela rapariga, recebia uma estatueta, com um ar assim meio fatigado, dizendo , sao tantas as personagens que já fiz, que nem mais sei quem sou, na verdade, as personagens se colam a pele, e se misturam, eu a trazia misturada com um estranho filme dela que passara recentemente tipo everglades, amores à procura de novos prazeres, que acabava com um gemeo morto, uma coisa deveras estranhas,

me per gum t ava em dia rec en tede onda se ria am às das torres, em s emi c irc u lo q ue es dt ava vam am figu ur r ada serpente do no da spot, tvi, das t en den cia sex ue ma s it da trade , se ref fro mula one le c te no spot da dio rato rp pro tag oni z ad o p el ac h ar l ize, a primeira refer en cia for a ad, é um ho t al na america, nu am das ph oto s ab bor dada se de um fil me da onda ent rato ava t am tambem do circulo do arnold, c omo um el vaso da ad da dor por for, primeira, a da fachada onda dele ia com um menino, e q ue q au use se d es pen h ava numa hi s toira de com bate a mafia, qua ando d ei por mim fr en te onda p rim keria en t rato da ada das amo mor rei das iras da amoreiras, a ave vera ra serpentes de belas, local, na seprnte das capas das revistas, a primeira rac do quadrado dd da ue me c ham o ua at en çao p o is tinha ac bad ad ode dea men cio n ar em forma indi re cta, al i e ts av com s ua face t ra q n q u ilo, em ps circulo da tura inc us it da cruz rui iva, o l h and o aol ado, c omo q ue me per gun t ando, o q ue ac x chas, as si m in cia lem n t eo per cebi, e en tao o l he we ei aol ado, e la es t av outra bela, com ar de india, a h circulo do omo eu b rin ca ria as das tendas, de indos , com da primeira menina, é com um est ap paf fur ur dio tex to, onda par ac ceia q ue est ava vam am as sima am mod os c omo q ue ava li ar primeria rapariga com pre posi to sd e eve da venda, o p u dec compra om pr a, eu logo fi zorro gato renascenca, por d en t ro, e ts vaso da primeir bela, c omo se mp re é e se rá e t ra zorro do ia as si em uma s a it ipo nuvem, q ue mai ref orca ava primeira id deia ia dos de indios dançantes f az e dor es de ma au te mp oe poe co isa fei as c on generes, d ep o is sao l ad o , mais, fr cao aol primeiro da ad o, a inda da onda de outra bela, de s al t os, agulha, ar r oz, c omo se est ive esse di zen do g al linha do chichi, e mu it circulo do to ze rato indo às das bandeiras, d es pegadas, e ua olhe ei e me di iss se, ema masoc da ue desta bela rapariga, na mora ad a do homem aranha, me e sta as sima di ze rato, per dida der iso, ant es em v es pera, a inda o ur rta da bela de meu coracao, quadrado da ue da eta do tam am tambem tina homem aca bdo da ode do men do cio em ar em tex tor da rec en te, o l home do os pin cruz ad os, carregado serpente com da ar deque em ca min home ava dec id dame dam am que mente, circulo do omo se fosse asa air da capa para me us br aços quadrado sd da ue primeira do circulo da dol do homem ava, é um est rato do anho titu lo, fr es sh serpente da tart da art, eu espanhoal da tva mu it circulo int, da riga do gado com da primeria da com un cia ac çao es qui ie da vinha ali, da lida daquele do kapa do k i d a iso soc quadrado dop da ue onda demo mor, um serpente da en hora com uma lua tata ua ad a, quadrado da ep do circulo do is em circulo da asa, ness ano da noite os prime io ss ba ft a, onda dea da primeira bela rapariga, rec e bia uma es tatu eta, com um ar as si em me io fati gado, di zorro do en dó , sao dat c ru x z anta sas persona ge en ns quadrado dop da ue j á fi zorro, quadrado dd ue ne em ma sis ei quadrado da ue, e ms serpente do circulo da un primeria ave verd dade, as persona ge ns sec da ola lam am da primeira do pele, br, e se mi is tura ram am europeu primeira rat da cruz do ra zorro do ia da misturada, com um es cruz rato do anho fil med dela quadrado da ue da ep da p do ass da ar rec en te mn, te t ip hipo da eve rata gata la ad es, amo mor es à por rc cura, é de e n ovos dos prazeres, quadrado da ue aca do bava, zon, com um ge meo mor to, uma co isa ad eve vera serpente es cruz das ratas anhas, ge, gato ene rato da al, o electrico

ora somando em forma abreviada as linhas desta belas de meu coraçao, que em longo, lhes daria beijinhos sem fim, a imagem das torres no spot das tendencias que desenha um vaso a volta de uma rapariga, é tambem das amoreiras, ou seja uma rapariga do vaso da amoreiras de muitas iras, como no paragrafo acima se devela, relacionado com um tipo ex terminator, que como todos sabem é rapaz duplice, primerio quer matar o boy, depois aparece para o salvar no segundo episodio, ou seja no minimo um maluco provavelmente imagem de um esquizofrenico, um ecustado no espirito aqui narrado no tempo de seu acontecer, que remetia para o home da zara das amoreiras, onde tambem se encontra as instalaçoes da agencia de pub mc cann

circulo do 101, dos jogos das pie das fodas, ra s oma ando em forma av rat ps e viada às das linhas do quadrado da es sta de belas, de me vaso do cora elevado cao, q ue em l ong o, l he es da ria bei jinho serpente em fi ima primeira mai ima mage made ria das torres no do spot, o das tendencias q ue de zenha um vaso da primeira do laço, de uma rapariga, é eta tam am tmbem das amoreiras, o vaso do seja, uma rapariga do circulo da ova do vaso da am mor eira da moreias, de mu it às das iras, c omo no para rag raf o ac ima se d eve la, r el ac cio na ado com um t ipo e x ter mina tor, q ue c omo todos sabem, é ra p do az du p l ice, prime rio q ue rato mat aro do circulo do boi do delta, d ep o is ap ar e ce para do c irc uk lo serpente alva rato do nó se gun dó e ps i id o dio, o use sd seja no mino mo um ma u lo pro ova ave lem n te i mage made ria de um es qui zo fr eni cao um é , cu st ado no es pi rito a qui na rr ado no te mp ode serpente do eu ac on tec ser, é rato da art circulo, que rem mne tia para do circulo do home da zara das amoreiras, onda eta tam am tambem see circulo do non curz ra primeira do sin st ala ac cortez oe es, a da agencia de pub mc cann

as iras passam pela feitura de nuvens carregadas que certamente muitas desgraças climatericas fazem occorer em todos os lugares do mundo, e a rapariga parece entao ser namorada do tal batman, o morcego, bacardi, dos desafios, e tem uns saltos de agulha que provacam duplas divisoes, porvavelemnte sudoeste asiatico e na china, e tras ainda um qulqur linh com miami, ou por aí, edo furacao do sweculo passado como se chamou, aparce ainda um levador, mafia, indios dancantes, um leo com dois lugares aqui, belas, a chave da tuiberculoese no mundo, ba do ft primeiro, as putas das tendecias, sej, uma linha antiga relacionad com salgado senha, moreira serpente, mne, bombas em londres tambem, e carregado, tambem uma terra qui ao perto de lisboa, spot, fr rupo tvi, e uma lua que foi tatuada, ou seja marcada, porvavelmente a da elle, a imagem do rio tejo, e uma simetria recente, a charlize, como sendo a sandra, ou seja a sela do antonio, e ainda o chichi que remete para linha da queda do papa em roma, que sera abordada em pormenor neste capitulo, sobre a questao dos inquisidores, e de um fio de frança da casa das meninas, ao pe da pont neuf, e ainda uma outra simetria, entre o meu sentir interior sobre a grecia, e a tal modelo, assim creio ser, que me disse no cabo espichel ser grega, e que penso ser espanhola e que não deixa de ser parecida com a bela menina de uma destas capas, a que muit se ria de cocoras, como se estivesse fazendo chichi, como a desvelar entao de um passe por semelhança, feito atraves da outra, e do qual resultaram duas divisoes

ás irs das vaso das iras p as sam p el primeria f ei it da tura de n uve en ns espamhola do car rega da serpentes q ue ce rta em n te mu it as das desgraças c lima te ric as f az em o cc cor e rem todos os lu gar ares do mundo, serpente we, é primeira rapariga pa rece en tao ser na mora ad o do t al bat man, omo mor circulo do ego, psi, ba car di, do os de safios, se t em un s s al t os de agulha q ue pro ova aca do cam , d up l as di vaso iso es, por v ave lem n te sudoeste asiatico e na c h ina, e t ratos asa primeira inda, um quadrado do vaso do primeiro do quadrado do ur da lin homem com mia ami, o vaso do por rai aí, e do fur do ur da racao do sw , é culo do passado c omo se c ham o vaso, ap ar ce a inda um l eva dor, ma fia, in di os dan can t es, um leo com do is lu g are s aqui, belas, primeira c h ave da t u ibe rc u lo es e n o mundo, ba do ft primeiro, as putas das ten dec ia s, sej, uma da linha, antiga, r el ac cio na ad com salgado s en home da primeira, moreira serpente, mne, bombas em londres tambem, e car rega gado, t am tambem uma da terra, do qui cao per to de lis boa, spot, fr rupo tvi, e uma lua q ue f oi tatu ad a, o use seja mar c ada , por v ave l mente, primeira da elle, a ima ge made ria do rio tejo, e uma si mne t ria rec en te, primeira charlize, c omo s en dó da primeira sandra, o vaso use seja primeira sela do antonio, é primeira inda dao circulo do onze do chichi q ue rem te para da linha da dop quadrado w ue dado papa em roma, q ue se ra ab o rato ps dada em por men o rato do neste c apit u lo, s ob rea primeira q ue es tao dos inc u is sd dor es, e de um fio de fr ança da cas das meninas, cao aco da peda do pont neuf, é a inda uma outra si met ria, en t reo mne eu vaso do s en tir inte rato do ior , s ob rea gre cia, é a t al mode elo, as si mc reio ser, q ue me di s se no do cabo es pi circulo do hel ser grega, e q ue p en serpente do circulo ser espanhola, e q ue n cão de ix ad e ser par e cida com a bela menina de uma destas capas, a q ue mu it se da ria de coc coco ra serpente sc omo se es tui ive esse do fazendo chi chi, c omo a d es vela ar en tao de um p ass e por s emel h ança, feito at rav es da outra, é dó q ual r es sul t aram du as di vaso do iso espanhol

estas notas bem como as do taithi no final deste texto estao todas no reverso da carta da teresa

eta serpente not às be mc omo às sd do circulo do t ai t hi no fina al de este tex to es tao todas no rato da eve do rato serpente do circulo soda carat da teresa

Voltando a analise da carta que aqui publiquei, e dos numeros da carta obtenho ainda as seguintes somas, em sentido de operaçoes que não sao, só somas

Vaso c irc uk lo prime rio da cruz anda , primeira ana lise dos numeros da carat, agencia, q ue au ip ib lio circulo l ip ue ei, ob bte ten do natal, primeria inda as se gui int es s oma s em s en t ido de opera elavada sao do o es q ue n cão sao serpente do circulo das somas, serpentes da oma serpente

setecentos e dezasete , quarenta e quatro, s te cento to ze dez ase sete , quarenta e quatro,
setenta e um sete da gb , o da ester la, a estrela lava , primeira lava , chi duplo do sudoeste asiatico, ester la, a judia de la

ouvi mais uma vez pelo espirito que a puta sempre pertenceu ao grupo do tinhos, a questaao, é csaber qual deles, o maior, pois muitas tinhas se tem desvelado neste livro da vida, e algumas delas, porvavelemnet a maior, se desvelada ainda nem trasncrita em seu contexto, mas que remeteu para o cabo usb, us onda sobre a primeira aguia, um do museus, o da moda e do design

uma especifica frase nesta carta,... teres manifestado vontade..., me ficou a ecoar em minha consciencia, uma palavra que me avivou, outras linhas escutadas antes, depois da morte de michael jackson, sobre a vontade, de alguem que depois questionava, esse facto, que dava como adquirido, que o michael jackson teria manifestado um acto de vontade, e a questao prendia-se entao, com as que seriam as suas condiçoes quando a manifestara, um estranha linha, pois a vontade sempre existe nas condiçoes da vida de um ser, sejam elas quais forem na forma que se apresentem em cada momento, pois antes disso, a vontade, entendida como sinonino da natureza mais profunda e autentica de um ser, é por assim dizer a sua espinha vertebral, o alicerce de seu coracao consiencia, e portanto, sempre esta presente, antes e alem das condiçoes, por asssim escrever conjunturais, sem negar que todo o acto é sempre inter relacional, ou seja, que obviamente o resultado se manifesta nessa correlaçao com as circunstancias pesssoais de cada um e não só, pois um não existe sozinho no universo, esta questao sobre o michael jackson e seu eventual acto de vontade, expresso se bem me recordo do que entendi nas entrelinhas por volta de noventa e dois, se levantava tambem no contexto do apuramento das eventuais responsabilidades terceiras sobre a sua morte, e consequentemente, desta conversa não deixava de se elevar um eventual perfume de assacar ou escamotear responsabilidades,

uma es pe cif ica fr ase nest a ca rta tam am,... teresa rato ps es man if do estado, do ovo da vontade..., me fi co ua , é coa rem min home da primeira co ns cie en cia, uma pala av rac q ue da me avi ivo vaso, de outras das linhas, é cu t ad as ante, de pop is da dam am da morte de michel, j ac kapa son, s ob rea primeira da vontade, de algume maior q ue d ep o is q ue we es ti on ava, esse f acto, q ue d ava c omo ad qui rid o, q ue o mic he da onda l j ac kapa son teresa ria man if do estado, uma ct ode devo da vontade, é primeria q u es tao pr deni a do traço da inglesa se en tao, com às q ue se ria am, as s ua s condi do circulo elevado do oe espanhol, qua anda da primeria man if es tara, um est r ana home primerio ina hp o isa vontade, sempre é xis te nas condi º oes david, a de um ser, sej am delas quais, fr, for rem mna forma q ue se az pr es en t a em c ada momo neto, p o is ant es di ss o, a vontade, en t en dida c omo sin o mino da mna ture za mais, fr, pro funda é au t en tica de um ser, é por ass em di ze ra s ua es pe in h ave rt e br al, cao al ice rc se de s eu cora cao c on sic en cia, e pro rota anto, se mp re é sta pr es en te, ant es e al lem das condi ç o es , por ass si m es c reve rc on jun tura urais is, se mne g ar q ue todo do circulo do acto, é se mp re inter r el ac cio n al, o use seja, q ue ob via am n teo circulo do reu l st ad o, se man if e tsa ness primeira do ac co rr el a ºcao com do às circulo do sir do irc da un s tan cia sp ess s circulo do ai sd , é circulo da ad a um, en cão serpente do canto no circulo ó, ema nu da elle, p do circulo do is, um n cão, é x iuste serpente do ox in ho no do univers circulo, é sta quadrado da ue es serpente do ato, serpente dop ob reo mica do hel do jackson, é serpente dop eu eve en tua al do acto de vontade, expresso, jornal, se segundo em me record circulo, do q ue en cruz da en dinas, en t rato do el in hi omem às do por da volta, laço, de noventa e do si, se l eva do van da tva da cruz do fo do oz do x dat da am tambem no circulo cup ip don tex t o, o do ap ur am en to das eve en tua is r es pop ps n av bil di iade es terceiras, das ilhas, s ob rea s au da morte, é cio nse sec q ue en te mente, de sta cio n ver sa n cão de ix ava de se e dl le da eva ava do vaso es sic primeira do vaso da ar , um eve en tua al do perfume , per do rf de um da me, ser +penet da us kin, de ass ac car aro u es cam o tear rato do espanhol da ponsa da as do ab ao bil , id ad espanhol,

na verdade me apareceu iuste, andres, yuste, agora aqui e antes numa sesta, destas estranhas que me parecem ser induzidas, estava eu ao telefione com ele, num tempo em que eu ainda produzia, aqui nestas instalacoes, ou seja a secretaria da asa onde agora está por baixo a maça mordida, e depois enquanto estava ao telefone, entrava pela grade da porta, a tal da manha dos falsos e não só, tremores de terra, o dente da vaso da cobra, que sera detalhado em outro parte deste capitulo, entrava como uma cobra, eu espantado ao telefone, desligava e ia ver essa puta, que trazia um nariz de porco, castanho que tirava, trazia um coli, abria-a e nada estava lá dentro, a não ser um envelope, que não soube o que continha, se algo continha, mas a embalagem do coli, era um cubo, talvez com trinta centimetros, ou seja am quadrado, e estava vazio, trazia um nariz de porco palhaço, depreendo ser entao uma palhacada, ou seja uma confirmaçao da falsidade da historia da ups, e sendo que, coli, aparecera em texto recente anterior

na ave verd ad e me ap ar e circulo eu dio do iuste, andres, y us te do agora da primeira do qui aui, ie ant es nu ma s es sta, de sta s es t r anha s q ue me par e cem ser indu z id as, es tav eu xa o tele fi one com dele, nu m te mp o em q ue eu a inda por d uz ia, a qui nest as instalacoes, o use seja primeira secreta ria da asa, editora, onda dea do agora es sat por baixo, primeria da maça mordida, e d ep ois en a q un to est av cao tele fon one, en t r ava p el a g r ad, é a da porta, a t al da manha dos falsos, e en cão serpente do circulo dos tremores de terra, circulo do dente da ava vaso da cobra, q ue se ra d eta al h ad o em outro da rop da p da arte do quadrado de este cap apit pitu vaso lo, en cruz rata vaso do ac omo uma cobra, eu es pan t ad o xa o tele fon one, d es liga ava e ia ave rato dessa puta, q ue da cruz da rai aia, um n ar i zorro de porco, castanho, q ue ti o r ava, t r az x ia um coli, ab ria do traço ingles da primeira, e n ad a es tva la d en t ro, ana cão ser um en velo do lope, q ue n cão s o ub e o q ue conti da tinha da se al gato do circulo c on tinha, massa em bala lage azores ge ma sd we do coli, e ra um do cubo, t alvez com t rin t ac en tim metros, o vaso do sej am q au d r ad o, e3 se es tva v az io, e t ra z ia um nariz de porco pal h aço, dep re en dó ser en tao uma pal h aca ad a, o us e ja um c on fi r maçao da f al sida dade dag h s it tori, primeria da ups, e s en doque eu do co do lio, ap ar e cera em tex to rec en te ante rato ps do ior

andres, aparecera tambem na analise de uma das photos sobre o furaçao do seculo passado, e de certa forma, este tremor agora, se relaciona com os furaçoes, não so este como o que afectou nova orleans, o katrina, kapa ka da crux rata ina, e ao aparecer de novo este fio , agora, de novo se reforça a relaçao entre os que afectaram america, e portanto e plausivel pensar que este tremor veio da america, como um acerto de contas, se bem que saiba pelo espirito como o escrevi de reacçoes com franca e inglatera e tambem agora por extensao, espanha, pois de novo aparecera o periodico, abc

andre serpente da ap da ar, é cera rata tat cruz x dam am , am t am tambem na ana l ise de uma das ph oto ss ob reo do circulo do furaçao, o da sec do cu lodo, do passado, o louco, é de c e rta forma, este t remo mor do tremor de agora, se r el ac cio naco om os furaçoes, n cão serpente do circulo deo de este, circulo do omo, o q ue a f e ct o un ova o r el lea ns, o k t rina, kapa ka da ac c ru ux rata ina, e ao ap ar e ce rato de n ov deste fio , do agora, de n ovo se ref orça es primeira da relaçao, en t reo os q ue a f e cta ram america, e porta anto, é p la us iv el p en sarque, t ub barao, de este t remo mor do veio da america, circulo omo mode, um acerto de contas, se b em q ue sa iba, nl, p elo es pi rito toc omo oe es sc vaso ei id, é rea ac ç o es com franca e inglatera e eta tam am tambem do agora por es sx t en sao, espanha, p o is de n ovo ap ar e cera o per io dic circulo do co do abc

mas voltando de novo à carta, é a tal frase da, vontade, como que a ressoar , ou pior, insinuar um acto de vontade, e a pertença a um grupo, ao que acresce ainda no mesmo periodo, desde que por tua iniciativa a deixaste no dia 1 de janeiro deste ano

ma serpente evo l t ando de n ovo à ca rta, é atla fr ase da vontade, c omo q ue primeria rato ps esso da ar , o vaso do pior, in sin vaso da ar, um do ac ato devo da vontade, é primeria per ten circulo cortez primeria, a um, mg gato rupo, cao q ue ac es ce a inda no me sm o pe rid o, de sd, é q ue por do tua, in ni cia da cruz iva, primeira de ix as te no du ia 1 de jane iro dee de este ano

tudo isto uma treta e uma armadilha, pois o espirito me desvelou, a puta , ter sido sempre do grupo do tal verme, que se diz ser da oto, portanto, um acto como ele via ela combinada, tao simples como isso,

tudo is to, uma da te rta , é uma ar mad da di da ilha, p circulo da iso es pi rato do irt circulo do tome , me d es velo vaso da primera puta , teresa s id o se mp red do circulo do g rupo do t al verme, q ue se di zorro ser da oto, porta anto, um ac ato c omo dele da via dela, com bina ad a, tao si mp onda do primerio es circulo do omo iss circulo,

das operaçoes, leio ainda, que o primeiro de dois mil é o da di da visao de dois mil e quayrto, que porvocou a divisao nesse ano, o do onze de dois mil, o mesmo da cruz em dois mil e tres, gato ual, primeira da ua do tor do ze, do cento e quarenta e quatro, largo de s paulo, duplo circulo do terceiro, terceira do circulo da estrela, da divisao dos cem da cruz do terceiro quadrado da curz do circulo treze da cruz quadrado do circulo, terceiro da esterla do x do terceiro do quadrado do circulo , a cruz tripla, da tuber culose do onze do nove, italiano, cruz esterla dos duzentos, , dez ase do sete dos cem, vinte do bra do ra do quadrado do tercerio da estrela, francessa, do s emi do arco do maconico do quadrado do circulo , vinte, dez, quadrado, o maconuico da divisao do quadrado da estrrela, g ual, o sexto de noventa e conco, e em oitenat e sete, maio, o luis maio, o segundo do circulo do duplo quadrado, é o segundo do primeiro do seis, seis seis, e que dez de dois mil, o ste primeiro da divisao, do ze qaurenta e rtres, duplo circulo do terceiro, de noventa e dois, a estrela do jumbo, do elefante, que o de noventa e dosi, e o medico do tercerio de de oitenta e seis, do treze de noventa e oito, da expo, da minha morte, , e que o ovo do mag neto, é dez , oitenta e dois, segundo de setenta e dois, segundo set de setenta e cinco

das serpentes das opera do elevado , do oe es, lei o a inda, q ue o prime iro dedo is mil é o da dida da visao, de dois mil e qua delta rt circulo, q ue por vaso do oco ua di visao ness desse ano, o do onze de dois mil, o mesmo da cruz em dois mil e tres, gato ual, primeira da ua do tor do ze, do cento e quarenta e quatro, l argo de s paulo, duplo circulo do terceiro, terceira do circulo da estrela, da divisao dos cem da cruz do terceiro quadrado da curz do circulo treze da cruz qaudrado do cirfculo, terceiro da esterla do x do terceiro do quadrado do circulo , a cruz tripla, dat uber cu lo sed do circulo do onze do nove, italiano, cruz ester la dos duzentos, dez ase do sete dos cem, vinte do bra do ra do quadrado do ter ce do rio da estrela, fr anc ess ad os serpente can tora, do arco do maconico do quadrado do circulo , vinte, dez, quadrado, o maco nui coda dadivisao do quadrado da est rr dela, g ual, o sexto de noventa e conco, e em oitenat e sete, maio, o luis maio, o segundo do circulo do duplo quadrado deo do circulo do segundo do primeiro dos seis, se is se ise quadrado da ue dez de dois mil, o ste primeiro da divisao, do ze qau renta e rt rato es, duplo circulo do terceiro, de noventa e dois, a estrela do jumbo, do elefante, que o de noventa e dosi, e o medico do tercerio de de oitenta e seis, do treze de noventa e oito, da expo, da minha morte, é q ue do circulo do ovo do mag neto, é dez , oitenta e dois, segundo de setenta e dois, segundo set de setenta e cinco, o das operaçoes

as notas no anverso da carta, como que a dizer da implicaçao destas bestas, escondidas por detras dela e das operaçoes, diz ainda

as das notas no anvers, a sao da carta, c omo q ue primeira dizer da i mp lic do caçao de sta s bestas, es condi didas por det ra serpente dd dela, é a das operaçoes, di za inda

no haithi, junk dois mil e quatro, euros, fur aº cao do haithi, angulo da cobra circulo xx, alvalade terceiro da cuz, tui lit dez, sex to euro serpente ka ge anka, ce ps da bobine , do sem fim, para fuso

em duas camaras que captaram o momento do tremor, contei eu das duas vezes vinte e um tremores, ou seja, o autocarro dos olivais, o autocarro, da imagem da historia do tahithi, e aqui tambem , que narrei em texto recente sobre o taithi, e ainda olivais, laranjas, ou seja do grupo do psd, x no circulo do angulo branco, tipo helice de tras de um helicoptero azul vermelho e branco, pedra castanha moto, o pastor alemao do arpao da onu, o elfo, ia maria com mais uma perninha, polica da onu socorrido, duas ventoinhas, vinte paus, ge ry fischer, us doctor horus, sene ae le le cru bar do ra do vaso pe , a rapariga africna que cantava ao pe do da polica, do chiado, em dia recente, um misto de dor, e de encantamento em frente ao tl bar da air italia, ba, bra bambolenate, obma , imagem, pernas bambas trindade, xx, miami, traço ingles dc

em du ás das cam aras q ue cap pt aram circulo moe mn to do tremor, c one net ei eu da serpente do quadrado do vaso do as, vasp e ze sm vinte e um tremores, o use seja, o au toca cc carro do sol iva is, o au toca aro, da ima ge made ria da hi s tor ia dot a hi it, hi,ie a qui it tam am tambem , q ue na rr rei em tex tor da rec en te s ob reo taithi, é a inda olivais, lara anjas, o u sj do g rup, o do psd, x no circulo do angulo branco, t ipo hel primerio do ice de t ra sd, é um hel i cop pt cruz ero azul vermelho e br anc o, pedra castanha m oto, o elfo, ia maria com mais, fr, uma per nin homem da primeira , pol ica da onu soco r rid o, du as da serpente do vaso en toi, can tor, em homem as do vinte paus, ge rato do delta da fischer, us doctor horus, sene ae le le cru bar do ra do vaso pe , a ra pa rig a a fr icn a q ue can t ava x cao pedo da polica, o do chiado, em dia rec en te, um mi s to ode dor, e de en can t a e mn to em fr en te cao ot cruz primeiro bar da air italia, ba, bra bambo lena te, ob mai, ima mage mp pernas bam bas serpente do trindade, vitorino, os, ps, xx, miami, t rato do ps aço ingles de dc

continua...