sexta-feira, março 05, 2010

e não é isto nenhuma teoria de conspiração, pois na realidade tudo isto está ligado e em mim anda a memoria de um antigo caçador de nazis, que no final de sua vida fazia assim o balanço dos que tinha apanhado e sobretudo da magoa de um que lhe tinha escapado e que ele sabia ser um dos piores, e que segundo as pistas que tinha, estaria na america do sul


e n cão é s it o n en h uma teo ria de c on s o pira da raçao, p o is na r el aida det tudo is to, é stá liga do gado, é em mim da anda da priemira da m me mor ia de um antigo caçador de nazis, q ue no fina al de serpente da ua v ida f az ia as simo imo do bal anço es, do serpente q ue da tinha a p ana h ad oe, é sobretudo da mago, primeira do de um, q ue l he tina homem es capa do pado, dito, é quadrado ue dele , sabia ser um dos piores, e q ue se gun do as pit delta as quadrado da ue da tina do homem da est aria na america do sul


aqui um outro pormenor desvela ainda uma outra linha sobre as fracturas das pernas, pois uma das penas das pequeninas, que simboliza portanto um dos gansos dos tres, que elevam a menina no tripe, pois o seu anel doirado tem também tres penas, ou seja é claro na indicação que dá sobre serem três os gansos que a sustem e elevam, um deles, um pequenino tombou no chile, pois a pena aqui em cima do peixe da republica dominicana, apareceu na frincha da gaveta de cima das tres do móvel do dimensao, ou seja é clara imagem que uma das crianças mortos no tremor no chile, era um dos gansos que elevavam a menina, e o conjunto terá tremido como aqui o vi e a todos disse, e portanto para tremer foi porque algo os assustou e muito


primeira do qui aqui de um outro por men o rato ps d es vela a inda uma outra lina home s ob rea as fracturas das pernas, p o is uma das pen as das pe q eu ninas, q ue si m bol iza porta anto um dos gansos dos tres, q ue dele eva vam am am en ina no t rato ipe ripe, p o is o s eu ane l do irado te maior tambe t rato es es pen as, o vaso seja é cal ro na indica caçao, q ue d á s ob re se rem t ratos es os a gn s os q ue asus te me el eva vam am, um deles, um pe q eu nino ton bo un no do chile, p o isa pen a a qui em c ima do peixe da republica do mini caca, a ap rece eu na fr inc home ad a ga vaso te de c ima da s t re sd omo mo ove el do da dimensao, o use seja é clara rai ima mage ge maior do q ue uma das c rina aças es mortos no t remo emo mor do tremor no chile, e ra um dos gansos, casa pia, q ue dele eva vam a menina , é circulo doc on jun t o teresa ra t rato remi emi id o circulo omo a qui do io do circulo do vi , é a primeira de todos di serpente da se, e porta anto para t rem mer f oi por quadrado da ue al gato do circulo os assustou e muito


que filhos da puta sois, e alucinados e suicidas em deixaram abusar e assustar crianças!!! que o inferno vos seja quentinho, aos adultos que o fizeram!!!


quadrado da ue fil ho sd a puta s o ise al u cio n ado se suicidas em de ix xara aram ab usa re as s us star crianças!!! q ue do circulo do inferno vaso do os do seja do quadrado do vaso do en tinho, primeira do os adultos quadrado da ue do circulo do fi do ze ram!!!


fn ac, agora o uv i na rai radio, o u sej zorro, um por men o r da u l t ima imagem q ue no do chiado vic, fr, que uma crianças me d eve lou


a imagem da relação dos nazis entre chile e barcelona, ou canarias, é muito clara, recordai primeiro o que vos contei, na tarde da véspera do tremor no chile


a ima mage maio da relaçao, a do tribunal, dos nazis en t re doc chi da ile le, chile é barcelona, o vaso das canarias, é mu it circulo da clara, reco da corda, imagem da estaçao de metro de alvalade, ai ip do primeiro, circulo quadrado da ue vaso os conte ei, na t arde da ave vaso da espanhola pera do tremor no chile


que vira o filme do assasinio de nixon, ou seja o assasino que operava para nixon, onde me aparecera de novo numa linha de sequencias de perturbaçoes que ocorreram na mesma linha de tempo, estava o golpe no chile e a morte matada de salvador allende, depois de madrugada, nesse pais que se espelha com precisao a perna do bailarino ou bailarina da medusa, o tremor se deu


quadrado da ue do vaso da ira do circulo do fil me do as sa sin io de ni xo n, o use seja o as sa sin o q ue o per ava do para nixon, onda da me ap ar e cera de en ovo, nu ma da linha ed sw seq ue en cia sd e per t ur rba ço es q ue o cor r ato e ram na me sm a lina hd , é te mp o, est ava do circulo do dog do golpe no chile, é primeira da morte mata dede s al vaso da primeira da ad da dor all en de, d ep o is de mad ruf fg dag da gada, ness é pais, tvi, quadrado da ue se es p el home da primeira com pre c isa sao es primeira perna do ba ila rino o u ba ila rata ina dame am da medusa, o teresa rato ps mor se d eu


(também me diz que o rato da teresa, o do ps , o mor, cedeu, assim espero que seja, o da vera saudade e silva, verdade se não morreis todos !!!, candal, linha na antena dois esta tarde, noticiário das cinco)


as duas ondas que atingiram um navio em barcelona, no mesmo dia em que deram a noticia que cinquenta outros barcos estavam presos no gelo do mar baltico, logo depois de eu vos ter falado de novo em beslan, pois de imediato se constelou na minha consciencia ao ver as imagens do chao do navio, a alcatifa, e sobretudo a forma como foram no panico filmadas, a relaçao com uma sequencia no filme sobre nixon,


as das duas ondas, q ue a tin ing dog do giram, cantor, um navio em barcelona, no me sm o dia em q ue der am a not tica q ue cin q u en t a deo de outros barcos estav maior 101 do io pr es os no g elo do gelo gel circulo, anal, no mar bal tico, logo d ep o is de eu vaso do os teresa rf fala ado de n ov em bes lan, p o ise do imediato da se co sn telo vaso na min homem da primeira co nsc ien ia cao p ve vera as ima mage ge ns do cha, circulo dodo navio, a al cat if a, é sobretudo da primeira forma c omo foram pt no do panico fila lam am mn d as, primeira da relaçao com uma da sec da un da cia nodo fil me das madas serpentes do pn da teresa ob da ren en ix on,


a imagem do filme é a da sequencia imediatamente antes do entrada do rapaz no arco do reio x no aeroporto, onde a luz e o som aparecem quando o que vai à frente atravessa, e ele como que hesita, mas hesita em forma particular e muito clara, enjoo, ou seja uma gravidez interrompida, que nao é obviamente em fisico mas no plano psiquico, e a imagem das alcatifa remete e estabelece a ligaçao com a do barco que agora em barcelona que foi lambido por ondas de seis metros que levaram alguns, ou seja, temos o ponto e a sirene vermelha na travessia do arco, e o enjoo, que se repercute numa linha que ouvi em dia muito recente pelo espirito de alguem que me dizia ter perdido um filho, numa gravidez, ou seja se desvela assim o processo das ondas e da relaçao de quem esteve por detras da perca desse infante


a ima mage ge maio do fil, me é ad a seq u en cia i meda it am que mente, ant es do en t rato ps ad a do rapaz no do arco, escola, pedro cabrita connection, do rei do circulo do ox do x no aero rp ot do porto, do one da en neda da al da uz do ze do circulo do s om , ap arc e em qua ando do circulo do q ue eu vaio cabo da serpente fr en te at ravessa, é dele circulo omo q ue he x da sita, ma serpente he sita em forma p art tic cu do primeiro da ar, é mu it o da dc clara, en jo do circulo, o use vaso do seja de uma g ra vi e zorro inter rato do om pida, q ue nº cao é ov via am que mente em fi sico ma serpente do no do plano psi quico, é primeira ima mage ge maior das alcatifas, campo de ourique, reme teresa e stab e le ce a liga ac sao es com da primeira do barco do agora em barcelona, quadrdo da ue fo do oi lam bid o por ondas de se is dos metros, quadrado da ue l eva vara ram al gun serpente, o use seja t emo serpente do cio do ponto, é a sir ene vermelha na t rave ess ia do arco, madrid, e o en jo circulo, quadrado da ue se r ep per cu te numa da linha, quadrado da ue o uv vi em dia mui to rec en te p elo es p ei it ode al g ue maior do q ue da me di zorro do ia teresa rp per dido um filho, nu ma g ra v id dez, o use seja se d es sc da cela as simo por c esso das ondas , é a do tribunal da relaçao de que we em est teve por det ra serpente da perca, do quadrado do esse ibn fan teresa


ou seja os mesmos porcessos, que se viveram em paises distintos em epocas distintas desvelam um mesmo e comu porcesso de alteraçao de comportamentos psiquicos e portanto é clara a deduçao da existencia da herança de saber e um mesmo grupo, que como se prova pelo atentado de jk kennedy é transacional, sempre o foi, é como o resquicio dos conhecimentos e organizaçao nazis que vem desde a segunda guerra


o use seja os me sm os por c esso serpentes, q ue se vive, ram em pa ise es di serpentes dos tintos, vin h os, em ep poc às di s tintas d es vela lam am um me sm moe oe com do vaso por c esso de al te ra º cao de comportamntos psiquicos, é porta anto e é clara primeria dedu ºcao da e xis ten aida her ança de, o saber, é um me sm o g rupo, q ue circulo do omo se pro ova p elo atentado de jk kennedy, é trans ac cio n al, se mp reo fo oi, é circulo omo o r es qui cio dos c on he cimentos, é o r gam niza ac sao espanhola nazis q ue eve maior de sd dea primeira da segunda guerra


continua, para analise mais detalhada dos dois edificos e do que eles desvelam,








seu filho da puta de terrorista do ps candal, a verdade é sempre clara, como a mais clara agua, tem este vídeo 110, 96, ou seja você é o cabrão do grupo do jogos de cama do onze em noventa e seis, morra sua puta !!!



s eu fi lho da puta de terrorista do ps candal, primeira ave rda dade é se mp re da clara, circulo do omo primeira da am mais. fr, da cal ra da agua, te maior de este vaso id deo 110, 96, o vaso do seja, vaso do circulo da ce, é o cabra , o do circulo do dog gato do rupo do jogos dec cama am do onze em noventa e seis, mor ra serpente da ua da puta !!!

e me diz mais 1, 93, mb, o primeiro do noventa e tres oto do banco , o do multibanco, ou seja relacionado com chile, cgd

e me di zorro mais 1, 93, mb, o primeiro do noventa e tres oto do banco , o do multibanco, o use seja rato ps el ac cio n ado com do chile, chi da ilha da latina europa, euro ap, o da cgd

esse cabrao do niza, do ps da spa, dos ladroes de direitos e de tuod, quero o desde já afastado de todo e qualquer cargo publico

esse do cabrao do niza, do ps d primeira da spa, dos la d ro es de di rei to ze , universal, de t vaso do circulo do quadrado, o tal do psd, quadrado do vaso do ero circulo de sd e j á a fa st ado de todo , é quadrado da ual do quadrado do vaso da ue rc argo do publico
as fracturas das pernas, continuação da verdade sobre o tremor no Chile


as fr rac ac turas das pernas, c on tin ua ac sao espanhol al da ave rda de s ob reo do circulo da cruz remo mor dop tremor no chile


começando pela que se manifestou há mais tempo atras, é a imagem de um sincronismo que com um episodio da serie fringe e que fala assim simbolicamente de um homem e de uma mulher unidos pelo amor, uma mulher na america, que esta de alguma forma ligada à investigaçao da queda das torres, e um homem aqui que tambem reflecte sobre o mesmo assunto entre muitos outros, e sendo que em particular esta imagem expressou concomitantemente uma outra imagem, e um atentado, a imagem da delta airlines, e de mais um atentado contra a minha pessoa que se deu nessa mesma altura, sendo que estes fios, já se encontram em parte aqui no Livro da Vida Abordados


co meça es anndo p el primeria do lac q ue se am ni f es to u h á mais te mp o a t ra sé a ima ge madeira de um sic n ron is mo que se man ani if est o u com um ep pi iso dio da se rie fr ing e e q ue fala as si maior si mb o lic cam am que mente, de um home e de uam mul her un id os p elo am mor, uma mul her na am erica, q ue é sta de al g ua am forma liga gas gada da primeira da investigaçao da queda das torres, é um h om e ema maqui q ue t am b em ref for mula one le c te s ob reo do circulo do mesmo, ass un to en t re mu it os outros, e s en doque eu em p art tic u l ar, é sta ima ge maio se e x rea c on co m it ante mente, uma outra rai ima ge me uma t a en t ado, a ima ge made ria da delta air l ine es, e de ema mais de um atentado cn t ra primeria da am min h a da pessoa, q ue se d eu ness s sam am es ma al tura, s en do que estes fi os, j á se en c on t ram em p arte a qui ino L iv roda daVid a Ab o rato dos dados, ap ps ot as das apostas


um outro fio na sequencia do ponto da linha do tempo do atentado a delta e a mim, que ainda nao esta transcrito do tal quarto capitulo, reflecte outros fios que se relacionam com a sagraçao da primavera, bailado e peças do ballet russo, ou seja beslan e abusos infantis, que vem desde o antigo regime, os chamados ballets rose, ou seja em suma, a imagem fala tambem de beslan e de abuso infantis, que foi o que lá aconteceu e tambem, uma das formas, da preparaçao da matança


um outro fi do io na sec quadrado da ue en cia do ponto da lina hd do circulo do te mp pod o atentado primeira dek , madeira, l onda da cruz primeira é primeira mim, q ue a inda n ºcao desta, t ra sn circulo do rito do t al do quarto c apit vaso dez primerio do circulo, rato efe circulo do lete de outros fi do os q ue rato el ac cio onam com da primeira da sagraçao da primavera, ba ila ad oe p eça sd do circulo do bal do let russo, o vaso do seja bes lan, é abusos infantis, q ue v em de sd dd deo do antigo regime, os c ham am mad os ba ll e ts rose, ps, o use seja em serpente uma, a ima mage ge maior do fala tambem, de bes lan e de ab bus us o in fan ti s, q ue f oi do circulo do que lá aconteceu , é eta do tam da am tambem, primeira forma da serpente ua pre epa par da raçao, da pr ep ar raçao dama da mat ança espanhola


a segunda vez foi bem mais recente e se expressou numa noticia publicada no yahoo, que aqui comentei depois do tremor do haithi, onde se via em imagens a analise da fractura dentro da falha, na regiao da ilha, melhor dizendo no mar proximo, como uma imagem de quebra e ossos de uma perna, e uma pergunta que se punha, onde seria a proxima, pois já se sabe, foi numa outra perna, no chile, e depois ainda na asia, que aponta o ano de mil novecentos e noventa e nove, ou seja a altura da preparaçao da nova ordem, e da queda das torres, como peça importante neste plano,


a se gun da ave zoro f oi b em mais rec en te e se +é x press s o un de uma not tica pub lic cad dn no y a h oo, q ue a qui com en t ei d ep o is do t remo emo mor do haithi, onda da se da via em ima mage ge ns primeira anal ise da fr rac ac da tura d en t ro da f alha, na regi cao, tvi, da ilha, mel hor di zorro ne dó no do mar pro ox do x do imo, circulo do omo , uma ima ge mader ira de q ue bra e ossos de uma per na, e, uma per gun ta q ue se p on h a, onda se ria a pro ox ima, p o is j á se ,sabe, f oi nu mao de outra per na, ano chi da ilhe le, e d ep o is a inda na asia, q ue ap ponta do circulo do ano de mil novecentos e noventa e nove, o vaso ob da onda seja da primeira da al tura, a da pre pa raçao da ano da nova ordem, é da queda das torres, c omo p eça i mp orta ante nest ep lana circulo


a imagem que se espelhou em dois mil e seis em aveiro, relativa a largada do tal toiro, melhor dizer besta, em mil novecentos e noventa e nove, ano da esposiçao mundial, water time, como a crismei se bem se recordam e todo o que for pedra e imobilidade e injustiça e injusto por Ela será dissolvido sem apelo e com agravo


a ima mage ge maior do que ue da se es pel ho do vaso em dois mil e seis em aveiro, rato el a t iva da primeira lara rag ad , a do tal toiro, mel hor di ze rato bes t a, em mil ni ove c en ts oe en ove da ave da venta e n ove ano da es posi sic sao es do mundial, water time, circulo do omo a c ri sm ei da se b em se record dam am é todo circulo do q ue da for da rp da pedra, é imo bil id ad ee in justiça, é in justo, ps tras os montes, por El a se rá di s sol vaso id do circulo da se do maior do ap do elo é com do agravo, primeira gato do tp, bum em londres, rato av circulo


a outra foi aquela que descrevi em texto recente e que o quadro do michael parker me desvelou, e que remete outra vez para um figura que pela forma com esta vestido, indica um bailarino, um bailarinho que voa com asas da medusa, o reflexo que perseu apanha em seu escudo para se porteger e que depois usa para matar o dragao marinho, tvi, es, que como todos podem ver aparece simbolizado no ultimo video no aro de prata da lupa negra que pelos visto ajuda aquele que simboliza perseu nesta luta contra o dragão


primeira da outra fo do oi daquela q ue d es c rato e vi em tex to rec en te e q ue o quadro do mic h a el par kapa, discotecas, é rato me d es velo lou, e q ue reme tee outra ave zorro para um figu ur ra q ue p el da primeira forma com, é sta vaso est id o, indica um bailarino, um bai la rinho q ue vo primeira com asas da med usa, o ref fro mula one lex xo q ue perse vaso ap anha em s eu es cu do para se por te gere rec q ue d ep o is usa para mat aro do circulo do dragao marinho, tvi, es, quadrado da ue circulo omo todos pode maior ver ap ar rece si m bol iza zado no u l t imo v id deo no do aro de pr rata ata da al u pa negra q ue p elo s vi s to ajuda primeira daquele q ue si mb o liza zap perse vaso nest primeira al luta mc on t ra co circulo do dragao, d r gato doca cc cao


remete tambem esta imagem claramente para crianças e abusos infantis, ou seja fala e confirma dos processos operativos da matança no chile, e dos processos que passam por induçoes psiquicas, nao esquecei que os nazis que fugiram aos tribunais no final da segunda guerra muitos foram para diversos paises da america latina, onde alguns foram caçados ao longo de decadas por peritos nomeadamente dos sobreviventes ao holocausto alemao, e pelo que mais se desvelou é obvia esta relaçao, tambem com a morte de jk kennedy e allende, e certamente muitas outras desgraças, passando por ligaçoes a barcelona, que remetem para o onze de setembro, visto que duas ondas gigantes agora mesmo o confirmaram


rem te t am am tambem é sta da imagem clara ram am que mente, para das crianças e dos abusos infantis, que levaram ao bum dos autocarros em londres, o vaso do seja fala e c on firma dos por c esso s opera rat iv os da matança no chile, e dos pro roc esso s q ue p as sam am por indu ço es psi quica sn ºcao es q ue c ei q ue os nazis, q ue fu gi ram a os tribunais, no fina al da se gun dag da guerra mu it os foram pt, para di ver s os pa ise es da america latina, onda al gus sn forma ca º ad os ao l ong ode dec ad as por pe ritos no me ad mente, dos s ob r e v iv en t es cao h olo c au st o alemao, é p elo q ue da mais se d es velo vaso, é ob da via e sta da relaçao, tambem com da primeira da morte de jk kennedy e allende, e ce rta tam am que mente, mu it as de outras es g ratas aça s, p as sando por liga ç oe es da primeira dea barcelona, q ue re rem met em para do circulo do onze de setembro, vi serpente to que du as das duas ondas giga gan ant es do agora do mesmo, o do circulo c on fi rato mar ram da am


continua...



sua puta de cacique da ilha afundada, O Cristo cospe , quando o vê aparecer com a bandeira da Cruz a seu lado, a brincar a homem preocupado, coisa que é uma impossibilidade visto o senhor nao o ser


s ua da puta de cacique da ilha a fun dada, O Cristo cos pe , qua ando o ove ap ar recer com da primeira da bandeira, da aC russia za serpente do eu primeiro lado ado, a brin cara da primeira do ho ome maior pre o cup do pado, co isa vaso q ue é uma i mp os sib li dade vi serpente to do circulo do senhor, nº cao do circulo ser


terei ouvido porventura uma queixa sobre o roque, me informando nesta altura do campeonato, depois de mais quarenta mortes, que ele é entao o cop às do seus pseudos templos de pseudos templarios


teresa rei ouvido, por vaso da en tura, uma da queixa sobre o roque, o outro, que foi por vos tambem morto, me in for man dó nest a al tura doca mp peon ato, d ep ois de mais qua rente das mortes, q ue dele é, en tao o cop da cp às do se us pse vaso do quadrado dt do temporal, te mp pol de pse o pn da onda vaso do do s te mp primerio da ar isso, canarias


sabe, o hospital onde o senhor foi parar com mais problemas cardíacos, a imagem e semelhança e esclarecimento da pseudo relação neste ponto com o bill clinton e os ecos aqui que a todos relatei, fala por si pois na fachada do tal hospital certamente privado, se ve deitadas as colcheias da CGD e do Tremor no Chile, acha que deverei rezar por ele de que forma, sua puta


serpente ab do abe, do circulo do ho spit al onda deo do circulo do senhor, f oi par da ar com do mais dos pro b l ema s car di aco sa imagem, é seme l homem da ança esapnhola e es clare rec cie mn to da pse vaso do dó da relaçao, tribunal, nest ep do ponto com do circulo do bill clinton e os ecos aqui, q ue priemeira mr ia de todos rato dela te ei, fala, es por si p o is na faca h ad ado do t al ho psi t al ce rta em n te pr iva ad o, se eve maior deitadas, as co l cheias da CGD e do Tremor no Chile, acha q ue eve rei r e zorro da ar por dele, deque da forma, sua puta,


ora setecentas e tal, menos quarenta e dois, mais quarenta e dois, deverá ser morte certa , na justiça do Céu à ausência daquela que os senhores perverteram ao longo de quase quarenta anos, espero que seja o próximo!


Oura, algarve, sete c en t ase set t al, men os qua da renta e do is, oui mais qua renta e do is, d eve vera puta saudade, rá ser morte certa , na justiça do C eu à au s en cio a daquela q ue os sen hore per ce rte ram ao long o dec quadrado use qa ur da enta ano serpente , do espanhol pero q ue do seja do circulo do pro ox do x imo!


nao tinha a Palavra já o desvelado com insistência nestes últimos tempos, ou nem mesmo sabeis ler


n cao da tinha primeira Pal av ra j á o d es vela ado com in sis t en cia nest es sul t imo s te mp os, o un em me sm o s abe is da ler
Com as tretas habituais em que vos deixeis continuamente entreter para mascarar o continuo desgoverno, e com tremores de novo, parece que ninguém deu importância, para alem de uma noticia de uma linha de rodapé, de que se soltou um glaciar cuja dimensão corresponde, a quantidade total da agua potável que toda a humanidade consome num inteiro ano


Com do às das tretas habituais, eta homem ab bit ua os, em q ue vaso os de ix ei is c on tin ua que mente, para en t r e teresa rp do para maca rato do ar as do continuo d es governo, e com dos tremores de novo, en ovo, pa rece q ue nin g ue maior d eu im porta anc ia, para al lem de uam not ti cia de uma lina hd e roda da ape, deque ue se sol to vaso um gal cia rato ps cu j a da dimensao cor r es ponde, a qua ant id dd e tota l da primeira do fg da ua p ota ave l qu e toda a h uma ni onda da ed c on s ome num inte iro do ano


ignorantes e alucinados com andeis entretidos com todo os tipo de telenovelas, não vos devereis nem mais lembrar dos princípios básicos da acção das temperaturas sobre as superfícies e fendas, e depois achais estranho cada vez mais tudo tremer, e não vos esqueceis para vos entreter nesta recta final, de forma a que a pilhagem não comece cedo, a por exemplo tomar este factor também da subida das aguas para reforçar os diques antes do próximo inverno, se é que lá chegueis


e gn oara ant es e a lu cina ado s com anda e is en t rato e t id os com todo os ti ip da pode, tripod, br, tele no das velas, n cão vaso os d eve rei es ne maior do mais lem br a rato dos p rin cip io s ba sicos da ac çao es das te me pr a turas s ob re as das superficies, super mercados, macro, e d ep o is acha is est ar rn ho c ada ave zorro ma si tudo t reme r en cão vaso os es q ue ce is para vaso os en t rt e te rato rn nes t ar rex cta fina al, de forma primeira q ue a pi ilha lage ge mnaº cao p com eçe ce dó, a por e x e mp lo too om oma mat este factor, t am b em made ria da s u bid, a das aguas para r e for çar es s o dik ue ant es do pro ox imo do inverno se é q ue l á che g eu iso


ou prendei de vez os responsaveis pelos crimes, o que deve ser assim tipo de piada maxima em regimes onde a justiça foi totalmente pervertida, e os bandidos campeiam, portanto será mesmo melhor ficar a espera do fim, se assim o achais


circulo do vaso pr en dei de eve zo os r es ponsa ave is p el os crimes, o q ue d eve ser as si m t ipo pode pi ad a maxima, em reg gimes onda dea da primeira da justiça, f oi tota, banco. lem n te pervertida, é os bandidos ca mp ei am, po rat tnt o se rá me sm o mel hor fi cara primeira da espanhla pera do fi maior da se as simo acha is


não é senhor da ruba calda, ou do rubi ou lá do que for, combater bandidos tem muita piada, não tem, olhe prenda o cavaquinho que por Barcelona anda a solta, a dizer que Portugal ira de novo vencer, e coisa e tal, deve estar a falar de concursos de televisão, certamente


n cão é s en hor da ruba calda, o vaso do rubi, o vaso lá doque ue da for, com bate rato rb andi ds o te maior mu it a pi ada, n cáo te maopr , mol he da prenda do circulo do cavaquinho, q ue por bar cel on a anda da primeira sol t a, a di ze rato q ue portugal ira de n ovo v en ser, é co isa e eta al, do quadrado de eve es star primeira fala rato de concursos de televisao, ce rta em n te

parte publicada na sexta feira dia cinco, março, pelas sete da manha

p arte pub lic ada ana sexta feira, dia se is c inc o, mar ço es, p el as sete dama da am manha


e a Toda a Humanidade, Vos Digo, na Verdade me Obrigueis e Obrigueis uma Pequena Parte, Muito Pequena, a Viver a Grande Maioria num Continuo Hospício que se Encontra em Vias de Fechar de Vez para Limpeza Geral da Casa Face ao Descuido Continuado em Que a Tendes Deixado, ao Arrepio do Que Sempre em Paz Vos Tenho Como Pai Repetido, e se Cansam, o Pai que é Mae, e Esposo e Esposa e Filho e Filha e Irmão e Irma, num Determinado Momento, Quando os Filhos, Não Entendem as Palavras Bondade de Paz e de Amor, Assim Reza no Eterno Sempre a Historia da Família


é primeira de todas , a H um ani dade, em dd dig on primeira v e r dade me ob rig ue ise ob rig u eis , uma pe q u en a p arte, mu it o pe q u en a, primeira do viver, primeira g rande maio ria nu primeiro conti nu do circulo do ho serpente do pico, dos malucos, q ue se en c on t ra em via sd e f e c homem da ar de eve zorro do para da l i mp e za psea, ger al da ac asa à cas face cao dec u id o c on tin ua ado em q ue da primeira das cruzes t ene es de ix ado ,cao ar rep io do q ue se mp re em Paz vaso serpente pn te do circulo ds, o t en ho c omo Pai rep pet ido, e se can sam am o Pai q ue é Mae, e Es posa e Es poso e Fil ho e Fil hoam da primeira, é Irao e Irmao, nu maior det teresa rato minado mo men to, qua ando os filhos, n cão en ten ene do quadrado maior as das Pal varas, ps , ra serpente Biõn dade é de P az cruz é de Am morA s si maio mr R e za ano E terno Se mp rea primeira da Hi s tor ia da F ami primeiro do ia


E Em Verdade Verdadeira a Todos Digo, Pois A Verdade É Simples e Verdadeira Como Toda a Luz e A limpida Agua


E E maior da Vera ad e Ver dade da ira primeira To ds Dig o, P o isA Vera da e É Si mp l es e Ver dade ira C omo To da a L uz e A l i m pi da Agua


Pois no Universo Onde Sempre Vivo, Olhando Á Volta qualquer que Seja a Escala ou Direcção, só vejo malucos a dizerem que gerem o hospício, e a Verdade que Vos Todos Sabeis É que Eu Trago Um Filho, Sou Pai, e Me Trazem Negado Esta Qualidade Com o Sacrifício de Meu Próprio Filho


P o is nodo do univer serpente do circulo da onda se mp re v ivo, 0l homa anda à volta quadrado da ual do quadrado da ue do rato ps quadrado da ue dop Seja da primeira Es cala do circulo da ova do vaso da Di rec sao es, serpente do circulo do acento da ó , do ove do vejo malu cos primeira di ze rem quadrado da ue ge rem emo do ho spi cip io, é primeira, vaso é rata dade quadrado da ue V os Todos Sabeis, É quadrado da ue E eva vaso da cruz do rago de Um Filho, Serpente doc circulo do vaso do Pai, e MeT onda da tc cruz ra ze maior do mne Ne do gado E sta Q ua li dade Com do circulo do S ac rif fi cio de Me u Pro rop p do rio Filho, filho da puta do rio


e Vos Escrevo à Longa Data e Nenhuma Resposta Trago de Algum de Vos, e Tenho Que Concluir que Nem Homens nem Mulheres Mais Sois, Pois Nada Sentis, Nem Em Todos Vos Mora Um Pingo de Honra ou Decência e Que Vos Haveis Assim Tornado Todos Vermes, Rebaixados A Tudo e a Nada, Com O Acrescento do Pecado Mortal da Vossa Arrogância


é Vaso os Es r evo a Long primeira da Data, e N en h uma R es posta T rago de Al gum deVo se Ten ho Que onc lui rato ps fr q ue Ne m Ho om do mnes ne maior das Mulheres Mais Sois, fr, P o is N ada S en t is, Ne maior Em Todos V os Mora Um Ping ode Hon ra o u Dec en cia, é Q ue V os H avi es As s i m Tornado Td os Vermes, R e baixa ad os A Tudo e aNa da, C om O Ac r es c en to do Pe cado Mortal da V os sa Ar ro gan cia


Vos Disse a Palavra em Dia Recente que da Mesma Forma Que Nem Sabeis Cuidar, De Igual Modo Nem Sabeis Matar, e Todo o Hospício Se Desvela Nesta Simples Frase


V os Di s sea primeira Pal av ra em Dia Rec en teque, madeira, da Me sm a Forma Q ue Ne maior ms S abe is Cu id da ar, De I g ual da Modo Ne maior S abe is Mat ar, é Todo o Ho psi ps do cio da Se D es vela Nest a Si mp l es FR ase


Aqui A Estas Bestas Fantoches Bandidos e Pedofilos e Ladroes e Abusadors de Crianças, Vod Digo Mais Uma Vez, Vossos Proprios Filhos Enquantos os Tiveres, Vos Negaram e Vos Negarao, Pois Vós nem Como Pais Vos Sabeis Comportar e Sabem Eles Todos Neste Preciso Ponto, Como Vos Sois Vermes Neste Caso e Axioma e Trave Que é o Roubo de Meu Filho, de Meus Direitos e do Meu Rendimento


Aqui A Est as das Bestas Fan toc he es Bn dido se dos Pedofilos e La d ro es e Ab usa dor s de Crianças, V o d Dig o Mais Uma aVe z, V ossos Pro rop p rios Fil ho s En q ua antos os Ti v e r es, V os Ne gara ram am P o is V ós ne m C omo Pais, TVI, V os S abe is Comporta, setubal, rato com do porta, é, Sabem Eles Todos, Nest e Pre do ciso Ponto, C omo V os S o is Vermes Nest e Caso, é Axi oma e T rave Q ue é do circulo do Roubo de Meu Filho, de Me us dos Direitos e do Me eu Ren di dim men to


E A Todos de Todos Os Lugares Digo, Nao parecem Ter Nada Aprendido Sobre o Capital e Suas Relaçoes, A Luz das Grandes Matanças Nestes Ultimos Anos e Continuais Todos a Fazer Orelhas Moucas ao Que vos Esclareci e Ensinei e a Preparar Assim a Proxima Cama da Grande e Fatal Desgraça


E primeira de Todos de T o do s Os Lu gar ares Dig o, Nº cao pa rece maior Teresa N ad a Ap ren dido S ob reo do Capital e S u as R el la aç co es, A Luz da s G rand es Matanças Nest es sUl t imo s Ano se C on tin ua is Todos da primeira F az e r ato do Orelhas, Mo u cas dao Q ue evo vaso os Es clare cie En sin ei e a Pr epa rato da ar As sima Por x ima Cam ad a G rande e Fat al D es sd g rata aça es


chile continuaçao


e breve pensamento da rica semantica portuguesa e sua imagetica, sobre o sinopse das palavras significantes no ultimo video, a qual acrescento uma outra linha muito desveladora sobre negocios criativos, bananas, e somague, e belmiro, ou seja s om oma magu eu das bananas como falos do bel, sin os , sino , cascais serpente, do miro,


e br eve pen sam am a eu mente, a da rica se man tica portuguesa, é s ua ima g etica, s ob reo sin do psoe , das pal av ra s sig ni f ican t es no u l t imo v id deo, a q ual ac r es c en to uma outra da linha mu it o d es vela dor a s ob re ne g o cios c ria t ivo s, bananas, é somague, é belmiro, o u seja s om oma magu eu das bananas como falos do bel, sin os , sino , cascais serpente, do miro,


o outro é sobre os rapazes da fac da reitoria que subem a torre de suruman e tem um olho mau , que somando a malvaed deles mesmos, dá cegeuira certa no auxilio as gentes desempregadas no meio da vida, frase que a mim me remete para sintra e monte da lua e princisa lorenin, pois a oscilaçao comentada, salto e escala, pelo uso dos instrumentos, micro e macro, declina tambem em mic do ro macro, que sendo supermercado, não deixa em frances, de ser proxeneta, ou seja o pro do beijo invertido da primeira ane do ene eta, a primeira da redwe


circulo do outro é, s ob re os ra p az es da fac da reitoria q ue s ub ema primeira torre de suruman, o feiticeiro maldoso, e te maior do primeiro do olho mau , quadrado da ue s om a ando am al vaso primeira do ed deles, mes mo sd á ce ge u ira ce rta no a ux el do lio do io as ge bn net s de se mp r gas do qudraddo do fo do ano me io david a, fr ase q ue da za mim da me reme teresa para de sintra e demo do monte da lua, e prin cie sa lo ren enin, p o isa asco lia acs sao es com en t ad, s al toe é es cala, p el o us o d os in s t rum en t os, mic aro ema do macro, dd dec l ina tambe em mic do ro macro, q eu s en do s u per mer cado, n cão de ix a em frances, de ser por x ene eta, o u seja o pro do beijo in v e rt id o da primeira ane do ene eta, a prime ira da red we


voltando a matança no chile cuja conta em já ia em mais de setecentas almas, a prova do encaixe do espelho entre os dois edificos, fez-se em minha consciencia, quando ouvi as declaraçoes de um aparente morador daqueles predios, como cubos lado a lado, é aqui o edificio da caixa geral de depositos, o que nao batia certo era a cor das paredes que aqui como sabem todos, os bancos sao pobrezinhos, e portanto usam marmore, mas um outro elemento é claro neste espelho, as tais colunas como semi colcheias montantes que o edificio à semelhança do do chile tem em sua fachada exterior


vaso do circulo do primero meo cruz do anda da primeira matança no chile, cu j a ac da conta é m j á em ma s id e sete c en t as al masa por vaso do ado enca ix, é do es p el h o, espelho magico, en t re os do is e di fic os, fez do traço inglesa se em min homme da primeira co ns cie en cia, qua ando circulo do vaso do vicnte as del car rc ço es de um ap a rente mora dor da ue l es pr e di os, c omo cubos l ad o al ad circulo, é primeira do qui do io, ed di fi do cio da caixa geral de depositos, o quadrado da ue noa bat ia ce rt o, e ra primeira cor das a pr red es q ue a qui circulo omo , sabem todos, os bancos sao po br e zinhos, e porta anto usa sam a, mar mor e, ma serpente de um outro e lem en to, é c l aro nest e espelho, a s at si co luna c omo s emi mic co l c he isas mon t ant es q ue o e di fio a seme la homem n ç ado, es br, do chile te maior em s ua f ac h ad a, é x da teresa rato ps do iro


acabou de cair aqui em cima da mesa um mosquito, em cima de um papel que assim diz, portes co do io, valor debitado, duzentos e cinquenta, estrela do circulo mercedes, ou seja a estreal da mercedes, ad dor, ad da dor em cobra dosi mil e seis castanha da linha dos telefones atlanticos, parce ter duas antenas assim dispostos como cornos espetados para o ar, quem diria, dos cornos do outro, o cabrita, ou na cabrita para haver concordancia com o acordo orto grafico luso portugues qualquer coisa, orto amada, faz me sempre lembrar coisa relacionadas com a tua rosa, o dito mosquito, primeiro apareceu como uma borboleta, vi-o pela sombra projctada na parede de furinhos ao lado do indiana polis, depois bateu na luz halogeneo da direita por cima da coluna da jb do angulo e assim como acabei de te contar, caiu


aca ab o u dec air a qui em c ima d mesa, madrid, um mos q u ito, em c ima de um pap el q ue as si maio di z, p ortes co do io do valor debitado, d uz en to ze cin q u en ta, estrela do circulo mercedes, o use seja a est real da mercedes, ad dor, ad da dor em cobra do si maio da ile se is da castanha da linha dos telefones atlanticos, par ce teresa du as das antenas, as si maior di s post os c omo cornos es peta sd os para do circulo da ar, q ue em di da ria dos cornos do outro, o cabrita, o un primeira cab br rita para homem ave rc on cor dan cia com do circulo, o do acordo o rt o grafico luso portugues q ual q ue rc o isa, o rt o am mad ad a, f az me se mp re l em br ar co isa r el ac cio na ad as com da primeira do tua, doiro, rosa, o dito mos q u ei it o, prime iro pa receu uma bo rb o l eta, vi do traço ingles do circulo, p el a s om br a pro j cta ada da ana da parede, de f ur rinhos cao aldo do in diana da polis, ep o is bat te vas na luz, praia, h alo g e neo da direita por c ima da co luna da jb do ang gula ez e as si m c omo aca b ei de tee sa c on tar, ca io do vaso


a linha fora desvelada pelas minha palavras antes do tremor no chile se dar, sendo que ontem mais um se deu,


However, a 7.6-magnitude temblor in central Taiwan in 1999 killed more than 2,300 people. In 2006 a 6.7-magnitude quake south of Kaohsiung severed undersea cables and disrupted telephone and Internet service for millions throughout Asia.


Primeira da al linha for ad es vela lada p el as min home da primeira pal av ra s ant es do t remo mor do tremor no chile seda da ar, s en do que eu on te maior do mais um, se d eu, Ho w eve vera, ra 7.6-mag ni t u de te mb primeiro o rin c en t rato da al de Taiwan in 1999, cá esat a linah do tal toiro que saira das gardes em mil novecentos, o ts, é ano de noventa e nove, da imagem em aveiras em dois mile seis, ki ll ed mor e t h an 2,300 pe o p le. In 2006 a 6.7-mag ni it u de quake south of Kao h sio un g s eve red un der sea cables and di s rup pt ted telephone and Inter net ser v ice for millions t h ro u g h o u t Asia, cruz primeira asia cia


pois em palavra orada falara a porposito dos mineiros aqui , que reclamavam não so aumentos de salarios mas tambem a obvia consagraçao nas leis do que se considera profissoes de desgate rapido e de elevado perigosidade, oq ue pelo local, alentejo, me remete obviamente para a monica lapa, ou seja o que se alapou na monica e portanto o que a terá morto, vide outros fios da sua id, já desevelados neste livro da vida


p o is em pal av ra o rat y o ps, a da fala, es, ra a por rp posi it to dos mine iros rosa saqui , q ue rec lama ava vam am, n cão serpente do circulo dos au men t os de sal rio, porto, s mas t am tambem ema primeira ob da via c on sa gato da raçao nas leis, doque eu se c on s id der a pro rof fissoes de de serpente do gate ra pido, é de el eva ad o per rig o sida dade, o q ue p elo l ocal, al en tejo, me reme teresa ob via am que mente, para primeira moni ca da lapa, o use seja o q ue se ala p o un da primeira moni ca e porta anto o q ue a te rá morto, vide ,outros fi os da s ua id, j á d es eve lado s nest el iv roda david primeira


dera a Palavra o exemplo da luta da monica face a estas bestas que dizem governar e nem entendem o basico das profissoes, e precisara a Palavra , ainda mais, ao usar como imagem, que se por exemplo uma baliarina partisse a perna, a sua carreira podia ser terminada, isto como exemplo não so de carreiras de desgaste rapid como de elevado perigo e consequencia, caso seja o caso, e da necessidade das estrutura da segurança social e medica o prever, ou melhor o ter regulamentado


der a a ap la vaso p ra oe, é x e mp lo da luta dam am moni ca face primeira destas bestas, quadrado daue di ze mg g ove rna rene ene em en t en demo ba sico das por fissoes, é pre cisa sara a inda mais,fr, cao usa rc omo ima ge maior, q ue da se por é x e mp lo uma bal ia da rina p art isse sea perna, a s ua car rei da ira pod ia ser te rato minada, is to c omo é x e mp lo n cão sode car rei das iras de d es gas te ra pid dc omo de el eva ado per rig goe oe co nse q u en cia, caso sej o da primeria do cic do circulo do caso, é da necessidade, mne, das est ru tura da segur ança soci al, é medica do circulo do pr eve ro do ero vaso mec kapa primeiro do hor do circulo da teresa reg gula u lam en t ad circulo do estado


este fio que decorre desta palavra, pantano, tinha acabado de vir da usa a proposito de um canal, em nova yorque, que é pelo estado em que a incuria o deixou, uma especie de pantano, ou seja é imagem dele, e fala portanto a luz da sequencia, tanto da queda ds torres, como do futuro nessa mesma terra, sendo que será o inicio do fim, a acontecer


este fi do io q ue dec cor rede é sta pal av ra do pantano, tinha aca bad ad c irc uk lo lode vi rat da usa primeira por rp ps oo ti ode um ca sn al, em nova yorque, q ue é p elo estado em q ue da primeira inc cu do rio, psd, circulo de ix o vaso, uma es pe cie de pan da cruz do ano, o vaso seja é, ima mage ge maior dele, é fala porta rta anto da primeira da luz , da seq ue en cia, t anto da ue da ds torres, circulo do omo modo fu do tiro nessa mesma teresa ra, s en do que se rá o inc cio do fi ima do acontecer, ac on tec ser

tambem vos disse que em dia recente que a minah pormessa a Deus, tinha acabado e que dentro do pacote nao trazia eu obrigaçao de gerir um hospicio,


tam am tambem vaso os di serpente da sec q ue em dia rec en teque, madeira, a mina hp por mes sa ad eu s, tina homem aca bad ad o , e quadrado do vaso d en t rodo paco te n ºcao t ra zorro do ia do eu o br riga sao es de ger e rum ho spi do cio,


e a toda a Humanidade, em digo, na verdade me obrigueis e obrigueis , uma pequena parte, muito pequena, a viver a grande maioria num continuo hospicio que se encontra em vias de fechar de vez para limpeza geral da casa face ao descuido continuado em que a tendes deixado, ao arrepio do que sempre em Paz vos tenho como Pai repetido, e se cansam, o Pai que e Mae, e Esposa e Esposo e Filho e Filha e Irmao e Irma, num determinado momento, quando os filhos, não entendem as Palavras Bondade de Paz e de Amor, Assim Reza no Eterno Sempre a Historia da Familia


é primeira de todas , a H um ani dade, em dd dig on primeira v e r dade me ob rig ue ise ob rig u eis , uma pe q u en a p arte, mu it o pe q u en a, primeira do viver, primeira g rande maio ria nu primeiro conti nu do circulo do ho serpente do pico, dos malucos, q ue se en c on t ra em via sd e f e c homem da ar de eve zorro do para da l i mp e za psea, ger al da ac asa à cas face cao dec u id o c on tin ua ado em q ue da primeira das cruzes t ene es de ix ado ,cao ar rep io do q ue se mp re em Paz vaso serpente pn te do circulo ds, o t en ho c omo Pai rep pet ido, e se can sam am o Pai q ue é Mae, e Es posa e Es poso e Fil ho e Fil hoam da primeira, é Irao e Irmao, nu maior det teresa rato minado mo men to, qua ando os filhos, n cão en ten ene do quadrado maior as das Pal varas, ps , ra serpente Biõn dade é de P az cruz é de Am morA s si maio mr R e za ano E terno Se mp rea primeira da Hi s tor ia da F ami primeiro do ia


E Em Verdade Verdadeira a Todos Digo, Pois A Verdade É Simples e Verdadeira Como Toda a Luz e A limpida Agua


E E maior da Vera ad e Ver dade da ira primeira To ds Dig o, P o isA Vera da e É Si mp l es e Ver dade ira C omo To da a L uz e A l i m pi da Agua


Pois no Universo Onde Sempre Vivo, Olhando Á Volta qualquer que Seja a Escala ou Direcçao, só vejo malucos a dizerem que gerem o hospicio, e a Verdade que Vos Todos Sabeis É que Eu Trago Um Filho, Sou Pai, e Me Trazem Negado Esta Qualidade Com o Sacrificio de Meu Proprio Filho


P o is nodo do univer serpente do circulo da onda se mp re v ivo, 0l homa anda à volta quadrado da ual do quadrado da ue do rato ps quadrado da ue dop Seja da primeira Es cala do circulo da ova do vaso da Di rec sao es, serpente do circulo do acento da ó , do ove do vejo malu cos primeira di ze rem quadrado da ue ge rem emo do ho spi cip io, é primeira, vaso é rata dade quadrado da ue V os Todos Sabeis, É quadrado da ue E eva vaso da cruz do rago de Um Filho, Serpente doc circulo do vaso do Pai, e MeT onda da tc cruz ra ze maior do mne Ne do gado E sta Q ua li dade Com do circulo do S ac rif fi cio de Me u Pro rop p do rio Filho, filho da puta do rio


e Vos Escrevo à Longa Data e Nenhuma Resposta Trago de Algum de Vos, e Tenho Que oncluir que Nem Homnes nem Mulheres Mais Sois, Pois Nada Sentis, Nem Em Todos Vos Mora Um Pingo de Honra ou Decencia e Que Vos Haveis Assim Tornado Todos Vermes, Rebaixados A Tudo e a Nada, Com O Acrescento do Pecado Mortal da Vossa Arrogancia


é Vaso os Es r evo a Long primeira da Data, e N en h uma R es posta T rago de Al gum deVo se Ten ho Que onc lui rato ps fr q ue Ne m Ho om do mnes ne maior das Mulheres Mais Sois, fr, P o is N ada S en t is, Ne maior Em Todos V os Mora Um Ping ode Hon ra o u Dec en cia, é Q ue V os H avi es As s i m Tornado Td os Vermes, R e baixa ad os A Tudo e aNa da, C om O Ac r es c en to do Pe cado Mortal da V os sa Ar ro gan cia


Vos Disse a Palavra em Dia Recente que da Mesma Forma Que Nem Sabeis Cuidar, De Igual Modo Nem Sabeis Matar, e Todo o Hopsicio Se Desvela Nesta Simples Frase


V os Di s sea primeira Pal av ra em Dia Rec en teque, madeira, da Me sm a Forma Q ue Ne maior ms S abe is Cu id da ar, De I g ual da Modo Ne maior S abe is Mat ar, é Todo o Ho psi ps do cio da Se D es vela Nest a Si mp l es FR ase


Aqui A Estas Bestas Fantoches Bndidos e Pedofilos e Ladroes e Abusadors de Crianças, Vod Digo Mais Uma Vez, Vossos Proprios Filhos Enquantos os Tiveres, Vos Negaram e Vos Negarao, Pois Vós nem Como Pais Vos Sabeis Comportar e Sabem Eles Todos Neste Preciso Ponto, Como Vos Sois Vermes Neste Caso e Axioma e Trave Que é o Roubo de Meu Filho, de Meus Direitos e do Meu Rendimento


Aqui A Est as das Bestas Fan toc he es Bn dido se dos Pedofilos e La d ro es e Ab usa dor s de Crianças, V o d Dig o Mais Uma aVe z, V ossos Pro rop p rios Fil ho s En q ua antos os Ti v e r es, V os Ne gara ram am P o is V ós ne m C omo Pais, TVI, V os S abe is Comporta, setubal, rato com do porta, é, Sabem Eles Todos, Nest e Pre do ciso Ponto, C omo V os S o is Vermes Nest e Caso, é Axi oma e T rave Q ue é do circulo do Roubo de Meu Filho, de Me us dos Direitos e do Me eu Ren di dim men to


E A Todos de Todos Os Lugares Digo, Nao parecem Ter Nada Aprendido Sobre o Capital e Suas Relaçoes, A Luz das Grandes Matanças Nestes Ultimos Anos e Continuais Todos a Fazer Orelhas Moucas ao Que vos Esclareci e Ensinei e a Preparar Assim a Proxima Cama da Grande e Fatal Desgraça


E primeira de Todos de T o do s Os Lu gar ares Dig o, Nº cao pa rece maior Teresa N ad a Ap ren dido S ob reo do Capital e S u as R el la aç co es, A Luz da s G rand es Matanças Nest es sUl t imo s Ano se C on tin ua is Todos da primeira F az e r ato do Orelhas, Mo u cas dao Q ue evo vaso os Es clare cie En sin ei e a Pr epa rato da ar As sima Por x ima Cam ad a G rande e Fat al D es sd g rata aça es


não sei porque ainda gasto meu tempo com vós mas por amor aos que no chile mais uma vez cairam, não deixarei de acabar de vos explicar esta imagem e desvelar que por dela esteve


n cão s ei por q ue a inda gas to m eu te mp o c om v ós mas por am mor a os q ue no chile mais uma v e z ca iram, n cão de ix ar ei de aca bar devo da ova do vaso os , é x p lic da ar desta ima ge me d do quadrado da es vela rato do toc do quadrado dd dp do circulo da ue da por dela da es teve


esta imagem da perna partida tras quatro ramificaçoes, tres delas abordadas em parte e uma ainda nem transcrita, do que chamei de quarto capitulo


e sta ima ge made ria da perna p art id a t ra s quatro, tvi, rami fi caçoes, t r es delas ab o r dada s em p arte e uma a inda ne maior az t trans ra sn circulo da rita, doc ue circulo do ham do ei, id, de quarto, circulo da apit vaso dez, primeiro do circulo 110


continua...



e também te digo rosinha e a todos digo, essa sua vertente da mesma tecla do ódio entre a mulher o homem, se é para tentarem justificar pela enesima vez o roubo de um Filho a um Pai, que sou eu, e que como sabe trago o meu roubado, tirai de vez o cavalinho da chuva e sabeis todos, que o blog da rosa Leonor mulheres e deusas é espelho de um outro blogue do br, com o mesmo endereço mulheres e deusas, e que a subtileza esta mesmo na direcção do da rosa Leonor, pois trás o nome no endereço


e ta tam am tambem te dig o ros ina sin h a e primeira de todos dig o, ess a s ua ver t en te da me sm a tec la do o dio en t rea primeira mulher do circulo lod dos homens, se é para t en t ar rem ju s tif cia r p dela ne s ima ave zo do roubo de um Filho a um Pai, q ue s o u eu, é quadrado da ue c omo sabe, t rago om eu ro ub bad ad o, ti rai de eve zo c ava da linha da x home da mulher do durao, uva, e sa be is todos, q ue o b lo gato da rosa leonor mul her se de usa se, é espelho, de um outro b lo g ue do br, com o me sm o en der reç sao es mul her es e de usa sec q ue a s ub bt do tile e zorro desta mesmo, na di reç sao es dó da rosa sada da leonor, p o is t ra s o no me no en der reç sao es
muito curioso rosinha, abri agora pelas tres o teu blog, e vi o eco a imagem que me apareceu hoje pela tarde, a de um cogumelo atomico, é brevessimo, como um sopro, encaixa bem no cheiro a pântano, onde hoje estava uma senhora que senti como espanhola no breve instante em que a vi, e vi também em sua face uma estranha preocupação, ali estava ela em jaguar de prata ao contrario no meio da passadeira da loja da telecomunicações, hoje os rapazinhos da pt, pareciam todos alucinados, pelas cores como se estivessem dentro da toca, cá fora as imagens sempre as mesmas, o primeiro do arpão,

mu it o cu rio s o ro sin h a , ab r e agora ep la s t r es o tu b lo ge vi oe co a ima ge m q ue me ap ar ce eu h oje p el a t ra e, a de um cog u melo at om mico, e br eve s s imo, c omo um s o pro en caixa be m no che iro a do pantano , pan cruz do ano , onda deo do h oje est ava uma s en hor a q ue s en ti c omo es pan da hola, no br eve in s t ante em q ue a vi, e vi t am tambem em s ua face uma e ts ran h a pre o cup aç sao es, al i estav dela, em jaguar ed pa rta cao c on t rai, o do porto, do rio, psd, on o me io da p as sade da ira da loja da telecomunicaçoes, h oje os ra pari zin h os da pt, par e cia am todos al u cina ado s, p el as cor es c omo se est ive ess em d en t roda toca, c á for a a s ima ge ns se mpr e as mesmas, o pr i mr io do arpa o,