segunda-feira, abril 05, 2010




tirei te muitas fotos para te mostrar

o irmao de asas

me dizia

olha 
uma
imagem 
do
teu
desejo
dela


acho que ele se ria como quem gozava o prato




se chama esta foto de mae dois, pois duas versoes deste fotograma fiz

na verdade se pode dizer que existem sempre duas mães

pois é Mãe as Mães das Mães

em Londres, eu ao colo dela,

uma flor a ti amada





tinha eu entre as dez e as doze horas, há cinquenta anos atras

como agradece o amor ao amor

com
amor

pela rua teu espirito quanto teu, me diz, não te resta o amor, não trazes dele nem mais uma gota em teu sangue

assim seria o grau de teu desamor em mim
na impossibilidade em que te mantens
aqui te deixo as cores da primavera