sábado, abril 17, 2010

na verdade Brown referenciara também uma terceira entidade, the he al t care, que aqui se traduz em ss, segurança social, levada por essa besta que continua ministro do ps e que fez sempre orelhas moucas as queixas de actos de corrupção aqui provados, contra minha pessoa, nos organismos de estado que na altura tutelava, como pode ser ministro, um homem sobre o qual existe prova feita de cobrir corruptos, e provavelmente de os ordenar

na ave rda dade br o w n ref ren cia ra t am tambem uma t rec e ira en t id ad e, t the thor, he he al cruz do care, quadrado da ue da primeiro do qui aqui da set da cruz rata ad da uz em ss, segur ança es soci al, levada, por ess a b e sta q ue c on tin ua mini st ro do ps e q ue de fez se mp re do orelhas, mo u ca s as das queixas, q ue i z x as de ato s de cor rup º cao a qui por v ad os c on t ra min home da primeira p esso a ness nós organismos de estado, q ue na al tura tute l eva, c omo da pode ser ministro, um home s ob reo q ual e xis te pro ova, feita, de c ob rato ps irc o r ru to ze pro ova ave lem n te de os o r dena rato ps
Mu un c h kin coroner in "T he Wizard of Oz" and pro roc la i med din in t he movie t hat t he Wi ck ed Wit cho ft he East


a bíblia, revista que se mexera estranhamente ao ser arrumada, como aqui em viva voz relatei, me diz ainda sobre esta matéria , da casa de david, the man behind the curtain, como um que aqui se coloca nas traseiras com estranhas luzes em pontos, nas vezes, o da manipulação das ilusões , the wizard of oz, ano zorro do ero nu mer do ero, da altura do canal zero, os quinhentos paus, que de novo emergem, nos apontamentos cuja analise decorre, nas folhas de apontamentos, e que se relaciona com o mesmo grupo que também intentou a morte da zeza e do filho dela

a b ib l ia da revista quadrado da ue da se mex, é ra est ran ham am que mente, cao ser ar rum ad ac omo aqui, em vaso di iva da radio voz, rato dela t ei, me di za inda s ob re e sta mate ria , da casa de david, t he man be h ind dt cross he curtain, circulo omo, um do quadrado da ue da primeira do qui aqui da sec do olo cana serpente das traseiras, com est ran homem às primeiro da uz espanhola em pontos na serpente vaso e ze es, o do dam am da ani ip vaso da la aço espanhol das si l us circulo do es , t he wi z ard of oz, ano zorro do ero nu mer do ero do aro do aero, da al tura do c ana l z ero, os dos quinhentos paus, quadrado da ue de en ovo e mer ge mao rato, nós ap ponta tamen t os cu j a ana l ise deco rr renas fo l h as de ap ponta em n to ze q ue ser rato dela , cio n a com do circulo do onze do mesmo g rupo, q ue rta eta tdo tam am também ine tnt circulo da ua da primeira da morte da zeza e do fi l homem do circulo dela

al mana ana do quadrado ue rosa circulo do primeiro das pub lic caçoes Apolo ap art vinte e três quim ze de lis boa, uma c asa para do is a mig circulo do traço inglês am ante aconteceu, no do centro comercial, com mer cia al, na sci para te am ar do quadrado das h omo mono das velas ap das penas en às do por dos quinhentos paus

a nota de quinhentos paus, portuguesa que também apareceu à zeza sem ela saber como no tablier do carro onde o acidente se deu, depois do gonçalo em véspera o ter levado a uma oficina lá para os lados de sintra

primeira do ano not da primeira de quin he nt os paus, porto guesa quadrado da ue é eta tam am também ap ar e c eu à zeza, sem ela saber, c omo no t ab lie rato do acto do carro, onda deo do acidente, se d eu, d ep o is do gonçalo, em vaso da es pera do circulo da teresa l eva ado a uma o fi c ina l á para os l ad os de sin cruz ra


a bíblia trás como revista uma informação muito completa que aqui agora abordo em forma sincretica, se ve a estrutura do wire frame de um infinito da am pulhe eta, pb da ad libi t um as teresa rato do isco, ve d ad serpente do vaso do pr, onde uma arvore trás um ramo cortado, cora rat td o, c omo a do jardim, ms ot r ando no corte, a teia, de uma ra ap riga tipo a he i d i, nec ue se mp pera arco cu maior ten dita do apollo, da cobra do monstro sn do lock ness sm do ur do ring de noventa e seis, setembro, oh the isle of man, nietzschean, da a liana çao global, da n a r marlene, da joana do ultimo mega mass murder v da fun da house das produçoes ritz da europalia, en primeira pá em dois mil , trio um mp, ds irmaos da tita do frankesetaein do sin a t ra com do ciculo da nata do king kong trio da tele e fo f ax terceiro de novenat e cinco, 66, de oitenta e cinco, das aventuras e x p cio na is do inspector mendonça, do doutro do dourtro, da menina suzete torneada como uma secrtaria luis xvi, o frasco aqui do senhor mendonca, hp hi, da cas dos fados sandrinha , a preta que canta o fado, do pin oni pino non noni, dso colcjoes ramses, do nando amor de mae pela lei e pela grei sobretudo a g rei, k omemenaaka kaka do bobo, meia bola e em fprça, com do circulo do men don ss on mobil, em colonia, no paisn no gain t hi sis not portugal, we ar e t o usa home ds o fli lio h s homem of lions, ih t he sam e cage dos porcos, do tiro do zip no soldado do ano un cio apsotolico, da fenda que se apaixonou pelos visos, do z romance, do televen ge lis sm, the end of comedy, do love deluxe, e v ery time i ki ll som meo one i h ave an e rec tioon is isa ref fi e c t ive n ar cissi sis sm, dos porjectos de ar pura para espaços pub l cios, o jn dj p do jardim, da putoieta morta, a do soutien maior da conversa do socartes dialogando com paltao, anda nando do cosmo da polis, usaf af 79, d gil vicente don duardos do almoço do trolha as duas irmas cho omo dele ley da t a gallery, biodegradaveis com a arte, dos pr emi s oe comentarios da avo ze eda tia paulina, em setenta e dosi, bazuka, da carta de correspondência de madrid neo rea lis mo, architect toni sc he rasters, 9 93, do titulo de cordoba, la duquesa de alba, narcose, x men desertos, te carro, dos três dias em novembro, a la bezul, do leque, tres dos mares de ninguem, primeira da leis dos três tomates, do puro sangue do solo da lucia sig alho do ps o te r giga gan te ian ge a co r es dõ luis da mendonça da foto g rai fa en roma, jun to a primerio do berto feder rice s asis tir en pa prime ria a la boda del n c ipe guilermo de lux em burg o

continua...






na linha horizontal da cruz temos assim do lado da mão direita

ana lina hh o rio zon t al da c ur z t emo s as si maior dó lado da mao direita

o nó do amor ordinário, , f ell no da pain, fel ângulo no da dor, o anzol da cruz mais men os co vaso id dn a ps oto lo serpente cruz do ângulo do ove delta cic cv vaso primeiro do circulo de dezembro da ova do vaso more, o da maia ovo, o do dn, l ike a tta cruz cem dp k iss o f life, cerish dat day cereja pe ra l pearl s bullet , proff, por ff , da soul da mer mai ia

o do amor o r dina rio, o do arame dos canos, e das canalizaçoes, c anal liza co es, imgem do ck, circulo kapa como a biblia br anca h oje me d es vela lava ava cao ser ar ru mada, c c rim ina l ov ho ra p es

e

na mao esquerda


, a sk t he angels ai n apsotolo serpente cruz it s t range p 6 pp ie es pissing, pi ss sin ingles, in a r elos pum pim i mg m y do he art, p is ant fingers ra dio ethiopia ab y sss sin in ni ia chiclhete, porto, trabalhadores do comercio, a sk crux t he angel, pum ping m y he art 3 21 ai in tit apsotolo serpente it s range 636, di s tam am fingers pop pie es 706 ra dio e t hi o pi ia u top ia dez, circulo do terceiro, psi sin i8ng psi ing, ina river, ab elta serpente sin anzol ia 201


continua...
a cruz aqui em casa teve o seguinte desenvolvimento e o espelho assim me disse, da relação com, o Vulcano, que se expressou agora na erupção na Islândia e ainda de uma antiga queda de um avião inglês nos anos noventa, salvo erro em noventa e dois

sea primeira cruz, a qui aqui em casa, teve circulo se gui int, é desenvolvimento, é circulo cem do es p el ho as si maior me di iss seda do tribunal da relação com, do circulo do vulcano, es q ue en cruz ad dor, quadrado da ue se expresso vaso do agora na eru rup sao cortez na is lan do dia, é a inda de uma na tiga da queda de um avia, circulo do inglês nos anos noventa, s alvo e rr circulo em noventa e dois

em frente ao philips, como imagem do radio e tv no mural

lem fr en teao ph i l ip os, c omo ima ge maior do ra dio oe tv nom ur al

estrela bar do ra do circulo de noventa e nove, nk, expo, sete quatro sete, jumbo, dp do dia vinte seis , dois mil e cinco, dia da separação da família, e a seguir ao tsunami, o segundo da tríade, ou do terceiro


norte
ou
cabeça

norte , o ka do cab da bessa, bec primeira


mu t he best, bank, b ank kapa, O f jet homem maior do rot da tull, veu do tea t cher da aqua l un g fina , asa brick, bric ck, edit car dina al primeiro do bungle, ela as cruz tico, in t he jungle, jun gato le, locomotive breath do fat eat man li vaso ingles in the past, da primeikra da passion, rodrigo lea circulo, skating away, cml, secretaria da juventude, primeira dp da primeira do delta do angulo em cruz , he thin do jet o ft he ne w day, do rainbow do blues cafe, not homem ingles angulo serpente do easy, é a primeira do sy, serpente do delta



sul
ou pés
sul circulo do paso da p acento espanhola

pi ano do concerto, em lagos, 1994 the dec ca record de londres, cover do russel warren da fisher, rtp, fr om oma primeira fotografo court te es sy of french rai l w a y s, dc cc cd is madde in germany, p rin ted in ger m a n y, bra do ra da impresa, en alle magne made in germany, b ook le t en c lo sed bro roc shure inc l use mit bei cruz he ft note inc l use

o michael da ny man o segundo de noe noventa e quatro, da capital da cultura, c apit pita al do ac cu da primeira tura, em noventa e quatro, no concerto de piano, do solo do pi do ano da kat home rato delta n st tot cruz da royal liver da poll, pi s cina c inam, phi ilha ar moni circulo da orquestra, orca e sta do mg vaso da mu sic da g rande vite ss e, do bando da nyman e da orquestra , do condo do vaso do tor, o treceiro do segundo do vinte e pito, da mg vaso com miss sio on ned segundo do delta do lille festival ak l france, fi rato serpente da cruz per rf for med on 26 se pt em be rato 93, for , cruz he ina nau g ur ration of the tgv, northe european line, tita al tim ming inglesa cinquenta e nove , circulo do terceiro argo

a imagem que ontem nas noticias vindas de Londres espelhava este preciso ponto, acrescentando de acordo com a visão deles, mais um pedaço e id

primeira rai ima ge maior do q ue on te mna sn not ticas vaso indas de londres es p el home ava de este pr e ciso ponto, ac r es cena t n do de aco rato do c om primeira da visao del es, mais um peda aço es se id

num debate a três que era apresentado como sendo primeiro entro do modelo americano, três rapazes apresentavam seus pontos de vista, com cores em gravatas distintas, um deles, o mais novo nas lides, dizia que os eleitores não eram obrigados a escolher sempre entre os mesmos termos que aconteciam à muitas décadas, a ressoar na linha que falara dos tempos antigos dos corruptos, Brown, acrescentava que devíamos cuidar da policia e das escolas, ou da escola da policia, e por detrás dos três pul pitos, três sombras de três cruzes como três espadas, o mostrador do count down, dava a chave no inicio, o primeiro do circulo de cinquenta e nove de sessenta segundos, ou do circulo do sexto


nu maior de bate, a tres, quadrado da ue e ra ap rese en t ad o c omo s en do prime iro en t rodo mode elo am mer erica ano, t r es r ap az es ap rese en t ava vam am se us pontos de v ista, com cor es e m g ra vt as di s tintas, um deles, o mais, fr, no ovo nas lid es, di z ia q ue os ele it tor es n cao e ram ob riga gados a es col her se mp re en t re os me sm os te rm os q ue ac on tec iam à mu it as dec ad as, a r esso ar na da linha q ue f al lara dos te mp ps antigos dos cor ru pt os, br o w n, ac r es c en t ava q ue de via amos cu id ar da pol i ca e das e c ola s, o u da es c ola da pol i ca, e por det ra s dos t r es pul pitos, t r es s om bras de t r es c ruze r s em t r es es padas, o mo st r ad dor do co u n t do w n, d ava a c h ave n o i n i cio, o primeiro do c irc culo de cin q u en t a en ove de se ss en t a se gun do s, o u do c irc culo do s e x to

continua...


estas são as outras fotos que tirei nessa tarde e que me fizeram sentido narrativo no ambiente do passe que ali se desvelara

e sta serpente ss cao da sao às o u t rato serpente das fotos q ue tir rei ei ness a t arde, é quadrado da ue da me fi ze ram s en t id dona ar rat ivo no ambiente, o do p ass sec q ue ali ise se d es vela lara



o do sessenta e nove do se is do sete do pm, do te rr circulo rata isa sat do socrates




um cobra espanhola negra e prata, com os cores do tronco caído indicam, a reverbar ainda em linhas recentes das imagens que o cinto de prata e negra que espelharam, relativas ao assassínio de Richard nixon, e da seta a cadeira da primavera e ainda no olho do senn pen

um cobra espanhola negra e prata, com os cor es do t ronco ca id o indica cam am , a r eve r b ar a inda em linhas rec en t es da sima g en s q ue o c int o de prata e en negra q ue ei es p el haram, rato dela t iva sao as sas sin io de r i c h ard ni x on, ni el son ninho nic ho, é da s eta a cade ira da pr ima ave da vera, ss, é a inda no do olho do s en n p en



do príncipe do ângulo, como a cimitarra da av infante santa, assimetria, a ultima linha qui entrada, o j invertido do ze de dezembro

rodo p rin c ipe do angulo, c omo a c i mi tar ra da av infante s anta, as si met ria, a u l t ima da linha do qui entrada, o j invertido do ze de d es em br o


grupo sessenta e seis, ro ad do hell, o evil duke




a pedra negra na calçada



ste do primeiro do dn do grupo de sessenta e oito



aqui se ve a casa ao lado da amarela, onde do lado esquerdo da imagem, o que corresponde a ultima janela da direita do rés do chão, que era o local onde o tal casal, como um candeeiro de mesa estavam em posição de reza, nesta ao lado, onde em dia recente te mostrara o gato e o cão, como vês , algum espelhara a cruz amarela e branca por um efeito de iluminação, que eu vira quando chegava a amurada e me voltara com o barulho do crack do ramo que nesse momento caíra

a qui se eve primeira do c asa da casa aol cao primeiro do ado da amarela, onda dedo l ado es q ue rato do da imagem, o quadrado da ue cor r es ponde dea primeira u l t ima jane la da direita do r espanhola do cha o, quadrado da ue e ra dol l ocal onda deo o t al ca s al, c omo um can di e iro de mesa, madrid, est ava vam am em posi sic sao es de reza, nest a cao l ado, onda em dia re en te te mos t rato da ara do circulo do dog do gato, é circulo do cao, c omo vaso es , al gume es p el hara primeira do ac c ru uz am mr dela, é br anca por um efe it o de i lu mina aç sao es , q ue e uv vaso da ira qua ando che ega ava a am ur ad a, é me v o l tara com o b a r u l ho do c ra ck do ramo quadrado da ue ness e emo do mo do moe mn toca da ira
D E V I L
D U K E
R O M I O
K A Y I F UN

o pequeno dizer no mural, que tu feita passarinha me destacaras em véspera feita helicóptero, que está por baixo da figura do radio tv visível nas anteriores fotos recentemente aqui publicadas deste local, e que depois como te conto em vídeo, me remeteu e espelhou uma outra cruz, que no fundo é a mesma, também abordada em forma sincretica na Palavra Orada, aqui em casa figurada no eixo do radio de casa, um philips, e que remete ainda para o Vulcano e uma antiga queda de uma avião inglês

circulo do pequeno di ze raro rn no do mu ur do ural, quadrado da ue cruz vaso f eta p as sarin rinha da me d es t aca ratos ps às em vaso da es pera, feita, hel li cop pt cruz do ero, quadrado da ue e stá p ob a ix o da figuo ur ra do radio e da tv v isis vaso el, nas ante rio ratas es f oto serpentes rec en te mn te a qui aqui ip pub lic ada sd este l ocal, é quadrado da ue d ep o is c omo tec on to em v id deo, me reme te ue es p el ho vaso de uma da outra rac ac ru uz, quadrado da ue no fu bn, banco, sempre este banco, este financeiro, o financeiro, do é primeira da mesma, t am tambem ab o rda dada em forma sin c rato etica na Pal av ra O rata ad da primeira aqui em casa figo ur rata ad da primeira do ano do eixo do ra di do iodo, mar, dec asa, um ph i l ip do ps, é quadrado da ue rem te inda para do circulo do vulcano, é uma n toga qui ie ed primeira de uma via do circulo do ingles

ddr kapa do ero europeu do vaso do circulo do primeiro do vaso ny , onze, prime rio do io do leo forte da un

kapa do rato da dd, primeira do circulo ue do delta maior kapa do vaso do 111, do fo dd o oe el un

nu fo el 111 delta mk vaso primeiro circulo da ue ka rato ps dd

li vaso ed E kapa vaso do quadrado do io maior circulo do rato, ps, de n vasos f orte pr rim miro do delta, ak





aqui te mostro as fotos que tirei no jardim na tarde do mini tornado aqui, depois de acordar com a chuva e uma intensa luz doirada no ceu, de que te falo em palavra orada

.

a qui te mo st ro às f oto s q ue tir ure ei no do jardim, mna cruz arde do mini do torn do tornado primeira do qui aqui, id ep o is de aco rda rc om ac circulo lodo do homem da uva, mulher do durao, é uma int en sa l uz do irada ano c eu, deque europeu da te do falo em pal av ra o rata ad da primeira

.

na de cima o que o pequeno pássaro em véspera em hovering up and down me mostrara o pormenor, o dito, no mural da rua da calçada do livramento
.
na de c ima mao circulo do q ue do pe q u en o p ass aro em vaso da es pera em h ove ring u p and do w n me mo st rata ara do circulo do por men o rato, circulo do dito, sado, no do m ur al da rua da cala circulo cortez, ad ado do l iv ram am que mente
.

diz do devil do duque, quadrado uk E, romio, kay primeiro da fun, kapa primeira do delta da fun, me pergunto que tipo de fun, visto o contexto ser o que se apresenta
.

.



aqui o tronco que ao momento em que caminhava para a amurada me fez voltar a cabeça com o grande crack que naquele momento se deu, como vês um cobra assim para o grande no chão das pedra

primeira da sa do qui aqui, saqui, o t ron coc q ue cao mo men to em quadrado da ue ca mina homem do vaso da primeira do para da primeira am mr rda me vaso e zorro de fez, vaso circulo do primeiro da cruz ra primeira cabeça, cab bessa, com do circulo do g rande crack, c racha ed c r aco ov da via do cravo do crato, nuno, e convento, cao pedo, na zona onde se dera o mini tornado, q ue na q ue el mo men to ze d eu, c omo vaso es um cobra as si maior para do circulo do dog g rande no cha , o do circulo das pedras, sendo a ultima relativa ao cha, este ultimo tremor na china, mk, agência de publicidade

.
da árvore que caíra o tronco que me chamara a atenção, reparei então que lhe faltava este grande, que ao vê-lo percebi ser a imagem da faca e do delta que aparecera recentemente numa das torres das amoreiras, e antes nas pedras na ponte sobre o Tejo na manha do grande nevoeiro, ao lado do bacchus da trindade na tarde em que descobri a assinatura e a relação também com a queda das torres , 9 do onze, no pátio privado de Lencastre ao lado do adamastor

da arvore quadrado da ue ca da ira do circulo do t ronco, coc quadrado da ue da me chama do ham am ara prime ria a ten cão, r epa ar rei en tao quadrado da ue l he, f al a tva este g rande, quadrado da ue cao ove do traço inglês prime rio do circulo, per cebi ser prime ria da imagem da faca e do delta, quadrado da ue a ap pr ee ra rec en te mn te nu mad às das torres das amoreiras, é ant es nas pedras na ponte s ob reo circulo do tejo na manha do g rata ane do nevoeiro, aol ado do ba cc home us, o da trindade na t arde em quadrado da ue deco br ia as sina t ur, é primeira da relaçao, rato dela ac aco do coa t am tambem com da primeira da queda das torres , 9 do onze, no pat io pr iva ado de l en castre aol ado do ad mas tor rato


imagem com o curioso numero 77,

.
.
.



no chão algum ali tinha deixado este sino , que remete para o natal, e também para o tsunami asiático como se tem desvelado nestas palavras à volta destas ultimas imagens

no ca homem do cao al gume ali tina hd e ix ado este sin ino , quadrado da ue reme teresa para do circulo do natal, e eta cruz am tambem para do circulo do tsunami asis , ps, tico coc circulo do omo da se te maior d es vela lado, ne sta s pal av ra s à vaso circulo da cruz da primeira destas, sul t ima sima g en en ns serpente

o sino está na grelha metálica como símbolo de uma matrix onde existe uma fonte publica de agua

o sin do ino é sta na g raro el homem da primeira met ali ca c omo si mb olo de uma mat rato do ix onda , é xis te, a puta da jornalista, uma do fon te da publica, de agua

continua...





à pedófila que se diz ser primeira dama, ouvi-a eu ontem na tv retida em praga, a desvelar que ao que parece é professora na universidade católica, lhe pergunto como é que bandidos que dizem levar cargos na republica portuguesa e que são obrigados ao cumprimento das leis, exercem em universidades que pertencem e trazem ligações a igreja de roma, também envolvida no abuso e roubo e morte de filhos

à pedo fil primeira, quadrado da ue se di zorro ser primeira dama, o uv vi e traço inglês da primeira do eu on te mna, a da tv rato e t id a em praga, a d es vela rato ps q ue cao quadrado da ue pa rece, é professora na universidade católica, l he per gun toc omo é quadrado da ue dos bandidos do quadrado da ue da di do ze maior , primeiro da eva dos ratos circulo argos na r ep ub lic a portu guesa, é quadrado da ue da sao ob riga gados aco cao cu mp rim en to das lie es, e x e rato rc do cem, em univer dida dade ad es quadrado da ue per rt ten cem e t ra ze ml i g aç o es primeira da igreja de roma, t am também en v o l v id ano do abuso e ro ub o e emo da morte de filhos
um facto que já aqui narrei em tempo anterior parece dar corpo a este envolvimento que foi feito via a monica calle, pois foi um jogo de imagens, femininas feito num blog, que me levou a cruzar com ela, e me dei conta que na aparência, assim ela mo contou, a monica de repente descobrira que o seu grupo de teatro estava cheio de dividas que ela na aparência nao conhecia, e quando disse falamos, eu lhe contei o que já tinha descoberto, pois não só me acontecera como vira a acontecer a outros do sector da cultura, como com a clara andermatt, e que indica um mesmo processo de controlo, provocam falências por manipulação nas contas com gente que infiltram e depois dai os tem , ou pensam que os tem na mão, assim pelo que a monica me contara, um mesmo se passou com a companhia dela, de repente dera conta que a rapariga em quem sempre confiara, lhe criara um enorme buraco financeiro


um f ac acto vc to quadrado da ue j á qaqui na rei em te mp o ante iro rp par ce da ar corp circulo da primeira de este, en volv im en to q ue fo oi, feito, via primeira da monica calle, p o is fo oi um jo gode das imagens femeninas, n f ei it circulo ano primeiro nu maior do blog, quadrado da ue me l evo ua c ruza rato uza rc com om dela, e me d ei conta q ue na ap rena e, as si maior dela, lam do amo mo conto vaso, primeira monica de r ep en te d es cõ br ira q ue o s eu g rupo de tea t ro estav che do io de d iv ida s q ue dela ana lan apa rec cn ia nº cao c on he cia, e qua ando di s se f al lam am amos, eu l he conte io q ue j á tinha deco berto, p o is n cao serpente do circulo lobo, o me ac on tec cera c omo vaso da ira a c on tec e ra de outros do sec top pr da cultura, cu da luta, c omo com da mp primeira da clara ande mat x cruz , é q ue indica, um mesmo por c esso de c on t rolo, por v ac cam am das falencias, por m ani ip u l ac cao nas serpentes das contas com da gente q ue in fil cruz ram e d ep o is da i os te emo mo circulo do vaso pen sm q ue os te maior da mna mao, as si maior mp da puta dp circulo elo quadrado da ue da primeira amo nica me c on tara, um mesmo que se passou, com da primeira da companhia dela, de r ep en te der primeira dp ac conta quadrado da eu da primeira rapariga em q ue maior se mp pr c on fia ra, l he c ria ra um en o rato delat circulo da me do b ur aco do financeiro


depois deste cio do aborto, que mais uma vez não sei se é verdadeiro e que verdade contem, pois vocês trazem leis de merda que nem defendem os mais pequenos, como já vos expliquei a todos em detalhe e assim são assassinos e dos piores, calhou a monica ir fazer um filme lá para a asia , e depois quando voltou e estreou a sua nova peça, dei- me conta que teria feito obras no seu teatro, ou seja de repente pareceu-me que o problema do dinheiro nao fora só superado como aparecera de novo uma certa abundância, e sendo que nessa rua da cena do porche em frente ao mercado, é também o local onde mora uma puta ex ministra dos socialistas da cultura, ou seja desvela- se aqui nesta escrita que estas putas, através de uma que neste texto se identificou como ligada ao mna, ou aos museus, usam este tipo de operação ilegais e e corrupção para vergar e porem a comer na mão quem querem, isto é crime de corrupção e consequentemente de ser julgado, se a justiça que os protege cumprisse na realidade seu papel


d ep o is d este cio do aborto, q ue ma si uma asve z n cao s ei se é verde rda de ira e q ue ver dade c on te maior sio rato ps, p o is v o c es t ra ze maior ml das leis de merda q ue ne masior d efe bn de emo os ma si pe q eu nós, c omo j á v os e x p lic quadrado da ue ia primeira de todos, em d eta al he, e as si maior da sao dos assassinos e dos piores, c alho ua monica air rato ps f a é rum fil me lá para a a isa, é d ep o is qua ando v o l to ue est reo ua s ua n ova p eça, dei ponto da me conta, q ue teresa ria, feito, o bras no s eu t eta aro, o us e jade ad e r ep en te pa rece u do traço da inglesa mec ue circulo do pro ob primeira ema do problema, do dinheiro, nº cao for primeira serpente do acento no circulo da ó , super ado c omo ap ar e cera de en ovo, uma ce rta ab bunda dan cia am, e s en doque ue ness da primeira da rua da cena do porche, pro roc he em fr en teao do mercado, é eta tam am também do circulo dol primeiro ocal onda demo da mora, uma puta, é x ministra dos socialistas, s oi c l istas da cultura, o vaso do seja d es vela.sea primeira do ki aqui, quadrado da ue ei nest es circulo da rita quadrado da ue destas putas, at ar vaso es, de uma duque ue da se id en ti fca circulo dop omo liga da gada circulo da primeira do mna, o vaso as os museus, us sam este t ip cruz circulo , de o perra raçoes ço es ile gais e é cor rup sao es para cv e rato ps gato da ar e ep circulo do rem primeria dop ac com om do mer na mao q ue maior q ue rem, is to é c rime mede cor rup sao e cos nec un te mn te de ser ju primeiro do gado

finaceiros, tive durante esta escrita um feedback da america atraves do ayahoo, relativo a uma id que se calhar é comum aos dois terirtorios, goldman sachs,

curiosamente, o local deste passe com o porche e as tais cuecas, é ao pe do cruzamento onde se deu um dos choques aqui recentemnte relembrado, entre o fiat punto vermelho matricula ov de uma mae loira e um renault branco fidji

c ur io sam primeira sm primeira que mente, circulo do l ocal do quadrado de este passe, com circulo do do porche e às tais, br, cuecas, circulo kapa, é cao do ped do c ruza em n to onda da se d eu, um dos cho q u es a qui rec en te mn te r dela t ad os, en t reo circulo do fi a t p un to ove vermelho mat ricula, ov de uma mae loi ra, é um rena u l t branco fi id dj ji

e voltando a analise da segunda folha,eu me recordo de a teresa ainda a família estava junta me ter referenciado ter encontrado essa puta do jaime mourão ferreira, no clube das olaias, que fora antes segundo o que ela também me narrara, namorado dela, coisa breve , assim me disse, mas o que isto me aponta, é um reencontro e o gizar de uma estratégia, que se desvela na cruz que ali foi desenhada entre os dois, como uma relação entre o jaime e o gonçalo e um outro da publicidade do grupo do jaime mourao ferreira, sendo que ao lado do nome dele, antes está e novo o símbolo da primeira coluna ou coluna principal dele, ou seja, um tipo de braço direito da besta, um símbolo de coluna que aparece também na outra pagina desta mesma folha, na anterior aqui comentada e que me diz por suma, o eduardo boa vida,

é vaso do circulo do primeiro da cruz ando da primeira da analise da segunda folha,cujo primiro nome é a sofia pinto coleho, eu me record circulo dea primeira da teresa, a inda da primeira da f am ila e estav juna , a da primeira cruz da me teresa refer ren cia ad o teresa en c on t rasto do ado dessa cobra da puta do jaime mourao, fer rie da ie da ria,aveiro, quadrado da ue for primeira da ant espanhola do segundo, o q ue dela tambem, me na rr ara do namorado dela, co isa br eve , as si maior me disse, maso q ue s it tome ap pao nt cruz primeira, é um ren c on c ot rato do oe do circulo do ji zorro da ar da uam da est ra rate gi ia primeira, quadrado da ue se d es vela na cruz, quadrado da ue do ali fo oi d es senha ad da primeira en t re os do is, c omo uma das putas da relaçao en t reo circulo do jaime, é o gonçalo e um outro da pub lic cade do g rupo do jaime mourao ferreira, s en do q ue cao l ad , o com o nome dele, ant es e stá e en ovo o si mb olo da primeira co luna o u com luna pric ni ip pal dele, o vaso do seja, um t ip o pode br aço direito da besta, um si mb olo de co luna q ue ap ar e e eta tam am tambem na outra pa g iam de sta da mesma da folha, na ante rato do ior a q ue ei com en t ad da primeira,é q ue da me di zorro por s uma,do circulo do eduardo da boa vaso id da primeira ida

por debaxio do nome dele se desvelam tres angulos, ou melhor um duplo principe invertido, jj e um angulo da ex mulher lena monteiro, com o que parece ser uma relaçao com advogado ou escritório de advogados onde ela é secretaria, e por debaixo de ferreira a primeira ponta das força politicas por detras deste roubo de um filho, o psd, de onde o angulo nasceu, associado especificamente ao nome de ferreira, sendo esta questão em torno dos dois partidos do bloco central de suma importancia nesta historia, pois ambos trazem uma aliança no roubo de meu filho e de meus direitos e na negaçao da justiça a que sao obrigados a cumprir, nomeadamente no que seria a normal pressocuçao de investigaçao das multiplas queixas de corrupçao e de terrorismo de estado e não só que aqui tenho desvelado em continuidade

por de ba x io do no me dele se d es vela lam am dos tres angulos, o vaso do mel hor, um do duplo principe invertido, jj é um ang gula dez da e x mul her, a lena monteiro,com do circulo do que ue da pa rece, ser uma relaçao, com do ad v o gado, circulo do vaso do escritorio, es c r it y o ria, aveiro, o de ad v o gas do os onda deo dela, é secreta ria, é por de ba ix o, de ferreira a prime ira da ponta das for circulo lop de cortez primeira, pol cito as poe det ra serpenet do quadrado de este, o do ro ub do bode, um fil home do circulo do psd, deo da onda do deo do circulo do angulo, na sc eu, as soci ad o es pe cif fi icam am, a que mente cao no mede ferreira,s en do este qua es tao em torno, o dos dois p art id os do b loco c en t rato ps da al, é s uma im porta n cia nest primeira da historia, p o is am bo s t ra ze maior uma al ina aça es no do roubo de meu filho, é de me us dos direitos, é a primeira ana ne g aç sao es da justiça,primeira do quadrado da ue da sao, ob riga gados prime ria cu mp rato e ,rato noe ema mada em n te bn, circulo quadrado da ue se da ria primeria do ano da norma da al, pr esso cu sao es do ed in v est ti g aç sao es ded as mu l t ip l as q ue ei x as de co r rup sao es, é de te rr ori sm da mode es sat td o do comido, e nº cao serpente do acento do circulo do, ó , q ue a qui ten ho d es vela lado em c on tin u id ad e

continua...

video 16 de abril segunda parte



vídeo 16 de Abril segunda parte

vaso id deo dez ase is dea a b r rato dele, se gun do quadrado da ap da p da arte de Abril

curioso, estava escutando a primeira parte e quase para o fim, um outro estalido lá fora grande e cavo aqui as minhas orelhas me chegou,. como uma confirmação

c ur rio osso, estav es cu da cruz ando ad primeira prime ira da ap da p da arte e quadrado da ua ase se d o para do circulo do fi maior, umo ur rt circulo est al lido id circulo, primeiro do acento à for, a g rande é circulo do a v o, a qui às min homem às do orelhas mec, he ego psi iva vaso, circulo omo uma do ac circulo on fi maçao