sábado, maio 01, 2010

ao pedofilo , bandido e terrorista mor de estado, cavaco silva

c av co do silva

o primeiro do maio, circulo do quarto, da cama 101, setenta e cinco. levi

01 04 05 10

4 3 8 mb, quadrado da estrela de noventa e quatro, capital da cultura, a pita da ac da dc, eua, turra, 144, outra vez, bytes, segundo do delta da cruz espanhola, na verdade de este numero, matança de este, aca br a dea ap recer na am erica num c ar t zorro do ped id dn no da primeria conde dena aç sao es do goldman sachs,

a duraçao me diz, 3 1 1, t rin a te um , onda, terceiro do onze do trinta e um da armada

hoje de manha, o espirito na rua me disse, de uma franga da manha, da primeira mentira, do luis, o que no momento me veio a cabeça, foi o luis todo bom, uma das piores bestas do aparelho do ps outrora ligado a pt tambem, donde uma putinha que mente

hom,e oje de manha, o es pe it circulo na rui ia da me di iss se , de um fr ang primeira da manha, de cruz rime da ira da manha, da prim ike ra do luis , cirulo q ue no mo men t o me do veio, jason, primeria aca b vaso dea bessa. fo io do luis todo b om , uma das po o ratos ps es betsas do ap par el ho do ps, circulo deo outrora, liga do gada do primeira da pt, don de uma put tina do ho o homem que mente

ansa, me apareceu tambem na imagem de marca de autocarros, num li, mais ou menos em frente a psp departamento de investigaçao ao lado dos locais referenciados do reflexo das amoreiras no cais , do pueblo da la reina de merida, museum,. 30 do 88 gato rb, noventa e dois noventa e tres, infinito de oitenta e cinco, 600, italia, oitente e um,747, primerio , do rp ser mail, dezasete vinte e tres, antes do natal, a da mentira, br avia kaka do infinito, psp da investigaçao

ansa, me a pre c eu e eta tam am tambem na ima ge maior de mar cade autocarros, nu ml le, mais fr, o u men os em fr en te a ps puta do departamento de investigaçao, aol ado dos l o cais refer rn cia ad os dd o ref le xo das amoreiras do no do cais , do p ue b lo da la re ina de mer id a, mu se um,. 30 do 88 gato rb, noventa e do is sm no iv en t a e t r es, in fi nt io de o it en t a e coin co, 600, italia, o it en a te um,747, prime rio , do rp ser mail, dez ase te vinte e t r es, ant es do nata ak l, a da mentira, br avia kaka ,o jo gado da dor, do infinito, psp da in v es tiga ac sao es
belo veleiro de cinco mastro está no rio ancorado, cinco as luzes vermelhas em cada um deles,e uma estranha chaminé, assim vista ao longe, nas linhas do que daqui da amurada do jardim dele se advinham , creio ter memoria de já aqui o ter visto, em Alcântara pela noite ontem, uma rapariga loira , que ao longe me pareceu ser o mesmo tipo daquela que aqui esteve em cima pernoitando, pedia com energia de seus movimentos um táxi, seu vestido de festa negro com doirados,o táxi ao momento apareceu, eu subindo a rua, ao pé da loja dos indianos, ele e ela a dar ali a inversão de mão, como desenhando uma bengala e um ângulo ansa

ab do elo obe do veleiro, rode dec on c oma st ro e stá no do ur rui rio anc cora ad o, c inc o as das l uz es verme l homem as em c ada um deles,é uma est r anha cha am mine, as si maior do vaso ista cao da discoteca longe, nas linhas doque ue daqui da am ur ad ado do jardim dele se ad vinha ham am , c rei io do circulo da teresa me mor ia de j á a qui o teresa rato vasp is to, em al can tar p el ~lan primeira do ano da noite, 2005, on teresa es tela espanhola, uma ra p riga loi rac ax onda do circulo cc q ue cao do longe da me pa receu s ero do mesmo tipo, da poda daquela q ue a qui es tev em c ima perno it ando, ped ia com ene r g ia de se us m ov ie mn t os um do grupo do taxi, s eu v est io de festa ene negro com do irados, onda do circul , o do taxi cao mo men to ap ar e c eu, eu s ub indo pri mr ia da rua, cao peda da loja dos in dianos, dele e dela, ad da ar al ia da inversao de ema mao, c omo d es ne home ando uma ben da gala, é um ang u l oa e ka

breves sexta

uma outra noticia curta, dava conta ao que parece, de uma bomba
que teria sido deitada no lago de colmo, ao lado da residencia
do actor george clonney em italia

primeiro me aparecera no yahoo, talvez antes de ontem ou mesmo
transantontem, a bela sandra bullock, com um ar muito
imquiridor, cabelinho com risca lateral muito lambidinho, e
olhos assim semi cerrados, que me avivou a curiosidade, visto
ainda à pouco tempo ter com ela um pouco aqui falado, ao lado,
a bela julia robert, a noticia da sandra, era da adopçao de um
filho, um rapazinho africano que ela elevava em sues braços ao
ceu, já nao me recordo ao certo, se os links estavam trocados,
mas depois fui dar com a bela julia, sentada no chao encostada
a uma cadeira com um sorriso que é muito belo, e assim me
fiquei a maravilhar, na verdade, mantive a pagina aberta
durante a vela, e de vez enquanto ia ver aquele sorriso imenso,
em baixo da noticia, uma outra, referenciava os elogios que o
george clonney a ela fazia, tambem concordo, falava ele da sua
beleza interior, mas eu acho ela toda bela
a rapariga vinha assim com uma ar tao luminoso em seu sorriso
de gatinha deleitada, com aqueles grandes labios que dao uma
grande vontade de ali em beijos morar, que só no dia seguinte
ao acordar me pus a pensar na imagem em seu todo
e me perguntei, mas por que é que a bela rapariga está assim
sentada, naquela posiçao assim meio desconfortavel, encostada a
uma cadeira vazia, se eu fosse cadeira, ela se poderia aninhar
em meus braços e ficaria muito mais confortavel, depois me
lembrei pela cor da carpete e pelos caixilhos da janelas
grandes que se advinhavam por detras dela, e pela propia cor da
luz, de uma outra foto dela, que aqui comentei na altura, e
de um passe que a ela se associou, o desaparecimento da minha
escova do aspirador sargento, oiro e negro, que alguem no
memento em que eu aspirava os sofas, aqui entrou e me levara,
uma casa que parecia ser ao pe do mar, mais ou menos com as
mesmas janelas grandes,que deveria ser na america

am me mer da rc circulo da cia, assim se desvelou ao escrever a
ultima palavra do paragrafo acima, na verdade nao sei se sonhei
ou se me lembrei acordado do trailer do seu ultimo filme, onde
ela faz de agente da cia e namora com um espiao de uma outra
agencia que lhe olha as saborosas perinhas no mercado, ah
amada, ves o que nasce em meu pensar, á ausencia das tuas, e
mais ainda a coisa se adençou, quando realizei que a escovinha
preta do dito aspirador, acabara de se espelhar em duas fotos
da belissima rapariga, que me apareceram aos olhos logo de
sguida a, a ter convidado para um volta no formula um, pois sei
que ela como fogo gosta de coisas depressa, numa linha da
beatie do wolfe, e de um outro rapaz de um jornal ingles que
muito se ria onde li umas estranhas linhas, relacionadas com os
mil beijos do cohen, e outras que ainda aqui nem tive
oportunidade de detalhar,

as fotos sao espantosas, e me apareceram e seguida e ecoavam no
tratamento grafico, a historia do comboio, o video que
dedicara à besta mor, cavaco silva, relembrava ainda, bacon de
alguma forma, e trazia ela assim como dois bispos agarrados
pelo pescoço com uma corda, e ela é tao bela, que ainda aqui
publicarei as ditas fotos de lingerie onde de frente numa que é
assim meio transparente se via o belo arvoredo assim como um
velo aparado, um eco a uma imagem que me aparecera de um monte
de venus assim, que se relacionara na altura com o velo e jason
e a rapariga da barrinha e da margarida no cabelo, e as outras
linhas que aqui foram a partir dela desenvolvidas, de repente
me disse, mas esta bela forma assim artisticamente aparada,
parece tambem, a minhas escovinha que os bandidos daqui me
levaram e que muita falta me faz, fez clic agora o quadro da
indianapolis qaundo acabei de escrever, daqui me levaram
ah bela moss, vrum, vrum, na verdade me ri, pois a menina tras
na realidade seios assim como eu lhe descrevera perfeitinhas
laranjinhas, e tem um corpo muito belo, e mostrava de costas a
teia negra das cuequinhas das cordas dos dois bispos ou algo
assim, mas sabe, na verdade, acho mesmo que mais olhei para
seus olhos e a expressao deles, pois me dizia, mas é ela ou
nao, a rapariga do tal cartaz do vip lounge que de novo agora
hoje me apareceu nos textos anteriormente publicados, é ela, ou
é ela, a dizer me da tal da polonia, a de varsovia, que de
novo ontem na vela me apareceu numa outra leitura, a do
seguimento da analise dos apontamentos da zeza, que depois sera
aqui detalhada

sabe bela moss vou contar-lhe um segredo, aqueles dois pares de
lingerie sao muito belos e ficam lhe muito bem, gosto talvez
mai do de branco especialemnte por uma razao,o facto de o corte
nao ser muito cavo, como sao muitas da cuequinhas ainda
dominantes depois da menina ter começado a uasar as dos homens,
que depois evoluiram e ficaram assim um misto, que é deveras
belo a meu olhar, pois as primeiras sao assim como redundantes
em relaçao à imagem e subtanscia da femea como vaso, assim os
meus olhos o começaram a sentir ao longo dos anos, e estas de
agora assim largas nas ancas, como calcoezinhos que se tornam
como uma segunda pele, sao muito exitantes, pois de lado realça
aos olhos e ao olhar o belo monte de venus, e depois trazem
asssim nas vezes uma pequeninas rendinhas nas perinhas em forma
de asa, que dá logo muito vontade de voar, e de meter os dedos
assim muito devagarinho, e brincar ao fazer arfar desejos com
subtis pressoes, onde elas mesmas se tornam, como que dedos
maiors, claro está, somente aplicavel a raparigas e rapazes
subtis nas sensaçoes, mas deveras interessante, ah qualquer dia
quando me reformar, escrevo um tratado sobre cuequinhas, tambem
é muito belo e exitante nas vezes encaixar assim atraves delas,
bem o melhor sera escrever um tratado, da arte de bem despir
uma mulher, melhor ainda um sobre a arte de muito e bem sempre
a beijar, bem, na verdade a ideia de reforma, me faz mesmo
nenhun entido, menos ainda no acima mencionado, sabe que pode
sempre vestir os meus boxers, mas estao assim um bocadinho
usados e talvez mesmo fora das tendencias de inverno que calor
tenho eu de assim a ver, sabe uma vez encontrei uma loja só de
boxers em londres, gostei muito, e acho que alguns que ainda
trago sao dessa ultima visita em noventa e dois, ve, sou
poupadinho,sobretudo quando amo, e às coisas que amo, menos em
beijos e encaixes, mas esse nao sao com coisas, felizmente, ou
infelizmente, pois sabe, minha amada tarda em chegar, e eu
estou assim como um grande pedaço triste, por isso

na verdade quando falava consigo em voz, a conversa ,que sao
como as cerejas, às paginas tantas deu uma qualquer curva e dei
conta depois que nao expliquei a parte do passe do tal bloco
publicitario na tv na altura do ultimo natal, pois o tal frame
subliminar que puseram,entrava no outro spot, um do william
lawnsons, assim creio ser de memoria,remeteu-me para uma
precisa id, que na altura relacionei com a tal modelo, que
parece ou é a menina ou a outra que o treinador dizia ser de
varsovia na cena do pugilato com a besta do jornalista
ruivinho, diesel, assim era o significado desse frame, que foi
propositadamente assim montado, nao se tratando de erro na
montagem do tal bloco, diesel, me lembra a rapariga que muito
se ri, a do perfume

bela julia de olhar doce como infinito mel, depois ainda, sabe,
veio me a memoria pelos caixilhos, uma outra relaçao, com uma
imagem recente, a do rio, quando no edificio da marinha se
espelhou pelo sol num momento a imagem das torres das
amoreiras, pois nesse eixo, esta tambem o museu do oriente e do
outro lado da avenida reparara que o edifico , o ultimo da
esquerda quem está do rio a olhar, estava concluido, e as
janelas parecem semelhantes, me fiquei a pensar se nao estaria
a dar-me indicaçao do lugar onde estara a minha escovinha,
aquela bela que morra em venus, se souber dela, e se tiver a
gentileza de ma trazer, eu lhe dou muitas dentadinhas, assim
suaves e doces, pudemos espionar nos mutumente assim em nudez
do amor infinito

minha amada ainda nao te atirei a seta as perinhas, pois sabes
que tenho receio que te pssoas magoar, deverias chegar, e muito
me beijar e eu tambem a ti

depois, a pensar, que é coisa em que me entretenho à tua
ausencia, me disse, mas o lago, um lago me apareceu agora
tambem , na imagem da musica da bela lou rhodes a que foi em
dia recente parar, e foi incrivel, pois lou e rhodes, muito me
tem aparecido nas linhas e eu nao associava ate ao momento em
que agora a encontrei e esse encontro foi prenhe de
reconhecimentos e ecos profundos, e a imagem do lago que esta
associada a musica dela, é de um lago, que agora percebo ser o
do ceu que se aqui se expressou na altura da matança de beslan,
e dos tres cordoes, e fala ela do precioso one, que é tambem
imagem da fala do animal que uma vez outrora trasnportara o
anel que frodo foi encarregue pela aliança de no fogo da alta
montamha do negro mordor destruir, ah sois mesmo muito bela,
ou seja aponta a suma neste ponto para um anel do largo de
colmo ou para italia pertença do feiticeiro negro, e por
extensao, aquele ligado a matança em beslan, parece o lago do
ceu da boca no geres, ou seja de novo estamos na imagem do
texto anterior do tal falo do porto e das vinhas do doiro e do video do icep

br eve serpente da sexta da fe da ira, uma outra not ti da cia cu rta, do quadrado ava conta de qua cao quadrado da ue pa rece, uma b om mba ba teresa ria serpente id o do quadrado ei it ad ano lago de circulo o l mo, cao l ado da rato espanhol id en cia do ac tor geo rato ge circulo l onne y em italia

prime rio da me ap ar e cera no yahoo, cruz alvez ant espanhol de on te mo vaso do do mesmo trans an ton te ema, ab dela, primeira do sandra do bul ll lo ck, com um ar mu it im quadrado da vaso do iri dor, circulo abe linho com rato da isca la te rata da al mu it o lam bid in ho,é olhos as si ms emi ce rr ad os, quadrado da ue me av io ua circulo ur rio io serpente id dd e, vi serpente to a inda ap o vaso do co te mp o teresa com dela, um p o vaso do coa primeira do qui aqui serpente us kim, f al ado, cao aol ado da primeira da bela julia ro be rt, primeira do ano do not ti cd da ia da sandra, e ra da ad dp sao espanhol de um fil ho, um ra p az in ho a fr i circulo ano quadrado da ue dela, dele eva ava circulo omo cao circulo eu, j á n cao me record o cao ce rt o, se os l in k serpente est ava vam am cruz ro aca do sm as ed dp p o is fu id da ar com da primeira da bela julia, serpente en cruz ad ano cha circulo en costa ada a uma da cade da cadeira da ira com um sor rato iso dela, quadrado da ue é mu it o b elo, e as si maior da me fic ue ia mar av ilha rato ps, na ver dd e, man cruz ive a pa gina ab e rta duran teresa primeira ave da vela, e é eve zorro en qua nt o ia ver a quele sor rato iso i men serpente o, em ba e zorro do xo da do ano do not ti cia, uma refer ren en cia a os elo gi os quadrado da ue circulo do geo rato ps doge ge circulo l onne y primeira dela, f az ia, cruz am tambem circulo on cord o, f al lava ava da serpente ua bel e zorro inter iro masse eu do cho dela , toda bea al da bela

a ra p riga vina homem as si mc om de uma rata do circulo do lu mino osso em serpente eu sor rato iso sode da gatinha del ei it ada,com daqueles g rand espanhol l ab iso quadrado da ue da uma g rande von a td e de al ~e em bei j os mor da ar, quadrado da ue serpente ó no dia seguinte, rtp, cao aco rda rata da me do pus, a p en serpente ar na ima ge maior em serpente eu todo e me per gun cruz ei, mas por quadrado da ue é quadrado da ue da primeira bela ra pa riga, é sta as si maior, serpente en cruz ad ana naquela po siç sao espanhol as si maio me e espanhol circulo on fi o rta ave el, en co ns cruz ada a uma, cade da ira v az ia, se eu da fosse cade ira, dela se pode der ria anin homem da ar em me us bar çortez os e fi car ia mui vaso do to mais circulo on f orta ave dele, do quadrado ep o is da me lem br ei p el acor da car pete e p elo serpente caixilhos da janelas, g rand espanhol quadrado da ue se do quadrado ab in homem av maio mo por dt ra serpente dele, é primeira pro rop p do ia cor da luz,de uma outra da f oto dea quadrado da ue a qui co men teia al tura e de um passe quadrado da ue da primeira dela , se ass soci cio vaso, o de spa rec ie mn to da min homem a espanhol x circulo ova do a serpente pi rato a do quadrado o rato serpente ar g en to, o iro e negro, quadrado da ue al g ue m no meo mn to em quadrado da ue e vaso as pira ava os sofas, a qui en cruz ro ue me l eva aram ram ,uma circulo asa quadrado da ue par e cia se ra o pedo do mar, mais, fr, o um en os com as me mas homem j ane l as g rato do anes, pj, quadrado da ue do quadrado eve ria ser na am ,mer cia am me mer da rc circulo da cia, as si maior da se do quadrado espanhol v elo lou cao espanhol circulo re vaso ra vaso do l cruz ima pal av ra do pa rag rafo ac ima, na ave verde dade n cao se is da se serpente on homem ingles io o use me lem br ei aco rato dado, dot cruz rai da ler do serpente eu vaso do l cruz imo fil me, onda ed dela f az e a gente da cia, e na mora com um espanhol pi cao de uma o put ra a g en cia, quadrado da ue l homem ingles o l homem da primeira as serpente ab o rosas pe rinhas, a homem am ad a, vaso espanhol do circulo quadrado da ue na sc e em me vaso p espanhol na primeira au use serpente en cia das tua se ema massi a inda da primeira ac aco co isa da se ad en co vaso, qua ando rea al ize se ei quadrado da ue a ed dc ovinha pr eta do dito a serpente p i rato a do quadrado o rato, aca br a e se espanhol p el home da ar em du as das fotos da bel iss ima ra par da riga quadrado da ue da me ap ar e ce ram a os olhos l ogo de sg guida, primeira teresa circulo on v id dao para um v o l cruz ano for mula um, p o is serpente ei quadrado da ue dele circulo omo fogo g os sta de circulo o isa do quadrado ep press ano um numa da linha da bea tie do wolfe, é de um outro ra p az de um jo rn al ingles quadrado da ue mu it o se da ria onda del li, uma set rato anhas das linhas, rato dela , do ac cio n ad as com os mi l bei j os do cohen, e de outras quadrado da ue a inda a qui ne maior cruz iv e oporto uni dade de do quadrado eta alha da rr ar,
as f oto serpente sao espanhol p anta os, e me ap ar rece ram e sg guida e eco ava vam am do no cruz rata tamen to grafico, a primeira da historia do com boio, o v id deo quadrado da ue ded ica ra à besta mor, do cavaco silva, rato dele di gi ta da al e lem b ac cv vaso da primeira , ainda do bacon de a l gum primeira forma, e cruz ra zorro do ia dela, as si mc omo de dois bispos a garra ad os p elo p espanhol coço espanhol com uma co rda, é del, é tao bela, quadrado da ue a inda a qui pub lic ar rei ei as das ditas f oto serpente, de l ing e rie onda de fr net numa quadrado da ue é as si maio me do io do cruz ra sn do parente da se da via,ob elo ar v o red o as si maio circulo omo um v elo, um e co a uma da ima ge maior quadrado da ue da me ap ar e cera ed um monte de eve en us ass si maio ap a ar ad o, quadrado da ue se rato dela , ac cio n ara na al tura com do circulo do ove do velo, é jason, e primeira ra pa riga da bar rina homem ingles da margarida no do cab do elo, e as de outras, o vaso do y ra serpente das linhas quadrado da ue a qui do cc do foram pt,primeira ap art tir delas de serpente en volv id as, e de rato ep en te me di iss se, mase sta da bela da forma as si m ar art serpente it ica cam am que mente

ap ar ada, pa rece e eta tam am tambem, o mina homem espanhol circulo ovinhas quadrado da ue os dos ban dido serpentes daqui, da me l eva vara ram e quadrado da ue mu it da primeira f al cruz a me f az, fex circulo lic do agora do circulo do que dd ed roda in diana da polis qa un dé aca ab bei de espanhol circulo e rato ps e vaso do rato tor, da quadrado da ue ei id da da me ida, l eva vara ps ram a homem b dela moss, v rum, v ru mna ver dade da me rato ip o isa menina cruz ra serpente na rato dela id ade se iso serpente ass si maior circulo omo eu l homem ingles do quadrado espanhol rato e vaso do ra per rf e it tinhas laranjinhas,psd, e te maior, um cop om vaso do it o b elo, e mos cruz rata ava dec costas , primeira da teia negra das circulo ue quin homem as das cordas, dos dois bispos do circulo dp circulo ual de goa , ss si maio, ma serpente sabe, na ave rda dade, ac ho me sm o quadrado da ue mais, fr, o l homem ei para se us olhos, é primeira e x press sao ed di gita da al deles, p o is me di z ia, m a sé dela o un cao, primeira pa riga do cruz al do cartaz, o do vip l o un ge quadrado da ue de en ov do agora ho oje me ap a rece eu nós tex to serpente ante rio rata que mente pub lic cados, é ela, o ue acento e, ela primeira e rata do cruz do ponto dame da cruz al da pol oni a de eva varsovia, quadrado dop da ue e en ov on te mna eve da vela me ap ar e circulo eu nu am de outra lei it da tura , ad o se gui men cruz o da anal ise sed os ap ponta tamen cruz os da ze za, quadrado da ue do quadrado ep o is se ra do qui do quadrado eta ala homem ad da primeira, sabe, bel dea dela moss ovo vaso circulo on cruz ar do traço ingles l homem ingles um se g red o, daqueles dois par espanhol de l in ger ie da sao mu it o b elo se f icam.l homem ingles mu it o b em, g os todo de branco espanhol pe cia al lem n teresa por uma ar za o,o f ac ato deo corte n cao ser mu it o circulo avo, circulo omo sao mu it as da circulo ue quin homem asa primeria inda do mina st espanhol do quadrado ep o is da menina teresa circulo ome meça cado espanhol as ua serpente do ra dos homem om en serpente, quadrado da ue do quadrado e p o is e o lui iram e f ica rato mao as si maio, um mi st o, quadrado da ue é eve vera ps ra serpente sb b elo primeira am me vaso o l homem da ar, p o is as primeiras da sao as si mc omo red dn dante espanhol em relaçao, à ima ge me serpente ub cruz sn cida da femea circulo omo ova vaso, as si imo sm eu serpente ol ho serpente o cm e ç aram a serpente en tir cao l ong o do ss serpente do ano se e stas e de agora as si maior l argas nas ancas, circulo omo circulo al coe xin j os quadrado da ue set rato onda ro n am circulo omo uma se g vaso do bn do quadrado ap dela, sao mu it o e x it ant espanhol, p o is del ad o rato dela aça a os olhos e cao o l homem ar aro b elo monte e venus, ep o is cruz ra serpente ze maior ass si mna serpente v e z espanhol uma pe quadrado da un ina serpente ren din homem as nas pe rinhas em forma de asa, quadrado da ue do quadrado á l ogo mu it o von cruz ad e de v o da ar, e de met ra os deo do as si maior mu it o serpente mar tie espanhol do quadrado eva gar in ho, e bric cna com subtis press o espanhol, onda ed delas mesmas, da se tor na am, circulo omo quadrado da ue dos dedos maio rato serpente , circulo al ro e sta desta serpente om e men en que mente, ap loi circulo ave da onda da vela dela, ra pa rig gas e ra p az espanhol subtis nas serpente en serpente aç o espanhol, mas do quadrado eve vera sin teresa rato ess ante, a homem quadrado da ual quadrado da ue rata do dia qua ando me ref for dp do rmar, espanhol circulo rato e vo, um ara td o serpente ob re circulo ue qin homem as, tam am tambem, é mu it o b elo e e x it ante na serpente v e ze espanhol enca ix ar as si m at rato av espanhol ed delas,b emo circulo do mel hor se ra espanhol circulo reve eve rata psi, um cruz rata ado, da arte ed b em do quadrado espanhol p ei rum a m ul her, mel hor a inda, um serpente ob rea primeira da arte ed mu it oe e b em se mp rea ab ei j ar, b e mna vera dade, primeira da id e iad ad e ref forma, me f az me sm on en homem um da ms en cruz id o, en os sa inda no ac ima men cio n ado, sabe, quadrado da ue pode se mp re v espanhol tir os me us b ox e rato serpente, mas espanhol tao as si maior de um bo cadinho usa sados e eta alve me ms o for ad as tendencias,italia, de i n ver no quadrado da ue circulo alo rato cruz en ho eu de as si oma ave rato , sabe, uma ave z en circulo on cruz rei uma da loja serpente ode b ox e rato serpente em londres, g serpente ot ei mu it o, e ac ho quadrado da ue al gun sa quadrado da eu a inda cruz rago sao dessa vaso do l it cruz maior av isi sita em noventa e dois, ve serpente o vaso do sobretudo qa un dó am oe às co ia serpente quadrado da ue am amo, men os em b ei jose enca ix espanhol,mase esse n cao sao com co isa serpente, f el liz m w en te, o vaso do in fel i z mente, p o is , sabe, min homem a am ad a cruz ard a em che g ar, e eu est o vaso do as si mc omo um g rande peda aço espanhol cruz rato iste, por iss on ave rato dd e qua ando fala ava co ns sig o em voz, a circulo on ver sa quadrado da ue sao circulo omo as cer j as as pa ginas cruz anta serpente do quadrado eu, uma quadrado da vaso do l quadrado da ue rata da circulo ur v a e dei conta, do quadrado ep o is quadrado da ue noa e x p lic ue ia p arte do passe do cruz al do bloco de esquerda, pub l cita rio na tv na al tura do ul cruz imo natal, p o iso cruz al fr a mne serpente ub li mina rato quadrado da ue en cruz rato ava no outro da spot, tvi, um do will iam la w n serpente on sas si mao mc circulo rei o sede me moira, e reme te eu vaso inglesa me do para de uma pre cia id, quadrado da ue na al tura rato dela ac cio ne ei com da primeira da tal modelo, quadrado da ue par ce o vaso do é a menina o ua de outra rac do fo do quadrado da ue o cruz reina ad dor di z ia ser de vaso cv via ia da primeira cena do pug gil ato com da primeira besta rui vinho da diesel, as si maio mer e ra do circulo do i gn if cc, id dao de ss e fr am e, quadrado da ue fo ip o rp o sita dam am en te, a que mente, as si maior do montado,
n ao set rata ando de e rr on a mona cruz g em do cruz ak l bloco, di espanhol dele, mel me br a ar ap a riga quadrado da ue mu it to ze ria ado per fr fu me da cc, b dela , a julia, tvi, de o l homem da ar do ce circulo omo in fi n it om el, do quadrado ep o isa inda, sabe,veio da me, primeira me moira p elo do ps, o dos caixilhos, uma outra da relaçao, com uma ima ge mr e circulo en te, ad o rio, qa un dó no ed if cc fi do cio da marinha se espanhol p dele , ho p elo sol nu maior mo men to primeira ima ge maior das torres das am o rei das iras as p o is nesse e ei ix o , e sta cruz am tambem do circulo do museu do oriente e do outro rol lada, da ava en ida rato epa rata da ara quadrado da ue do circulo do e di fi co em rec cup pera da raçao, o vaso do cruz l imo da moda espanhol quadrado da ue rata da quadrado da ue maior oe desta, primeira do do rio, a aol homem da ar, est ava circulo on circulo lui id o, e ás sj das jane la serpente pa recem seme l hant espanhol, me fic quadrado da ue ia p en serpente ar sena nau est aria ad ar do traço da inglesa me indica do caçao dol vaso do gato da ar da onda est tara primeira am min home da primeira, espanhol circulo iv in homem primeira do, a quadrado da vaso do dela , a da bela quadrado da ue mor ra em v en us, se serpente o uber dela, e se cruz iv vera en til e za de ma cruz ra ze reu eu l homem ingles do vaso do mu it as ed dn cruz ad dinha serpente, as si maio ms serpente ua ave espanhol se doc espanhol, pu demos espanhol pi on ar nós mu cruz au mant teresa as si maior em nu dez do amo rin fi n it o
mi j hh am ad a a inda n cao teresa a tir ia serpente eta as pas pe rinhas, p o is serpente ab espanhol quadrado da ue cruz en ho rec ie o quadrado da ue te ps serpente o as mago ar, do quadrado e v ria serpente che g ar, é mu it o me b ei j ar e eu cruz am tambem primeira das ti
do quadrado ep o isa pn serpente ar, quadrado da ue é co isa em quadrado da ue me ena cruz rt e cruz en ho a tua a use rn cia, me di iss se, maso do lago, um lago me ap ar e f eu do agora tambem , na ima ge maior da mu js sica da bela lou rato homem ode espanhol, a quadrado da vaso fo ie maio dia rec en te p ar ar, e f oi inc rato iv dele, p o is lo ue rato ho ed ds, mu it o me te m ap ar e circulo id donas linhas e eu nº cao as soci ava, primeira te cao mo men to em quadrado da ue do agora da primeira , en circulo on cruz rei e esse e cnc ot rato rf fo ip ren homem ingles de rec on homem ingles cie mn to ze, é cos por rf un dé sea pr ie ira da ima ge maior do lago quadrado da ue desta , as soci ada a m vaso do sica, ela, é de vaso do ml ago, quadrado da ue agora per ce bo serpente ero doc eu quadrado da ue sea qui se expresso un a al tura da dama da matança, é bes lan, é dos tres cordoes, e f al ala dela, do pre circulo isi us one, quadrado da ue é eta tam am tambem ima ge maior da f ala do animal, goncalo, quadrado da ue dd de uma ave zo ur o rato rell time cruz ra serpente n porta ra do circulo do anel quadrado da ue fr o do fo i enca rr e g ue p el a al ina aça espanhol de outrora, e no do fogo da alta da mont am homem ado do negro mordor do quadrado espanhol cruz rui ra homem serpente o is me sm o mu it ob dela, o vaso do seja ap pao n ta a serpente uma nest e ponto para um ane l do l argo de colmo, o vaso do para italia per cruz en ç ad o feiticeio negro, e por e x cruz en sao, daquele liga gado a matança em bes lan, pa rece o la god doc circulo eu da bo circulo ano geres, o vaso do seja de en ovo est am os na ima ge maior do tex cruz o ante rio rato do cruz al do falo do porto e das vinhas do doiro,




o agente provocador
o a gente por ovo cado br ad da dor
da revista CG
da ar vaso ista do com puta da dor graficos.
o artigo no jornal ingles da beatie wolfe, me disse ainda, sa e delta 02, da rata ad do dio da radio ox i gn e io, da oxigenio, delta circulo do vaso as serpente sk kapa, nno pet, he roy al do alberto h all foice fo ice, pan c ra s ro da ad din in one, o da igreja velha, wolfe c apit vat ing sin ger cos t ur rei rinha, ak, w2 it masses o f un br i d l ed, da energia, ra dio, o james da mu onda do primerio ing é rato Cg ,a ediçao do cio com a raparigaruiva e a alexandra lencastre, for home is st un ning b est bea tie t ie bel kim ashes,

breves quinta

uma imagem do porto no dn, se via a praça do municipio, um rectangulo deitado com uma torre ao centro como um falo,que me remete de imediato para o ultimo que aqui publiquei, ultima imagem dos meus apontamentos, quinta feira, o falo da suma das outras imagens anteriormente publicadas,relacionadas com diversas matanças, e um senhor numa varanda de uma janela, de um predio do lado direito, cuja face parecia o primeiro aqui comentado da pt na telenovela da casa do putedo, o que pelo que dele vi e ouvi, disse ser sado, ao lado uma noticia da visita do papa, onde se destacava, dao, vinhas, homem de melo por estensao, a suma diz, o falo do homem do municipio do porto, depois de ter aqui ontem e de novo convocado o rui rio, na historia de aveiras, do bristol e do spike, o sp pi spi ike, como sendo entao o do falo do dao, do doiro, relacionado com a igreja catolica, e por extensao, assim me diz o meu dedo mindinho, braga, de novo tambem a noticia do ultimo miudo morto aparentemente nas aguas, para alem de todos os reflexos de assinaturas que ali se tem dado, como as quedas das carruagens

br eve es serpente da quinta, doiro, uma ima ge maior do p oto no do dn, se da via da pr ie emi da mira por aç es do muni cip do io, um rec tan home do vaso dez, primeiro do circulo deitado com de uma torre do cao do c en to c omo um f al a do falo, f alo, , quadrado da ue da me reme teresa de imediato, para do circulo do u l t imo q ue a qui pub lic quadrado da ue ei, u l t ima ima ge maior dos me us ap ponta tamen t os, quinta fe ira, circulo do falo da s uma das outras, sima mage eb en ns ante rio rato que mente, pub lic ad as,rato dela, a do ac cc cio n ad as com di ver sas matanças, é um s en hor nu ma ava da varanda de uma jane la, de um pre di do io do l ad o direito, cu j a face par e cia do circulo do primeiro a qui com en t ad o, o da pt na tele en ove vela da ac às do putedo, o q ue p elo q ue dele v ie o uv id di iss s se ser sado, aol ado uma not ti cia da v isi sita do papa, onda da se d es t aca ava, dao, vin h as, homem de melo por est en sao, a s uma di zo do circulo do falo do homem do municipio do porto, d ep posi de teresa qui on te me n ovo c on vo cado do circulo do rui rio, na hi s tor ia do br s it tol é do spike, serpente do circulo do spi ike, circulo do omo s en dó en tao do circulo dodo f alo do dao, do iro,dela , o do ac cio n ado com da primeira da igreja catolica, é por extensao as si maior da me di zo mue dedo min din homem do circulo,o de braga, de en ovo tam b ema not ica do u l t imo do miudo morto, ap ar en te mn t en às das aguas, para al lem de todos os ref fel xos das serpentes de as sin a tura serpente q eu al ise sete maior do dado, circulo do omo ás quedas das car rua ge en ns
breves quarta

folhetim da pt na casa do putedo da naçao, de mao a piau

assumo que a constante ausencia de reposta ao que aqui denunciei há muitos anos atras do crime de inside trading, mais uma vez de novo ontem a todos relembrado, é prova da vossa culpa nestes actos que como todos sabem estao enquadrados como crimes na lei e sendo aqui inside trading, nao so de acçoes na bolsa, como entradas em minha casa, fisicas e via rede

assumo tambem como provado à ausencia continua de noticias de que as competentes policias descobriram por peritagem das contas destas bestas, provas claras da partipaçao neste acto, que os cobrem e certamemnte que alguns delas terao mamado do mesmo prato, pois muitos sao os factos de outras naturezas aqui denunciados ao longo dos anos que fazem prova dessa mesma cumplicidade e de como elas e os tribunais se encontram vergados a estes bandidos que como cancro dominam há quarenta anos o aparelho de estado em diversos niveis


hoje o titulo da noticia do jornal dos bandidos,o dn, mostrava um dos administradores da pt, o granadeiro com uma enigmatica frase

que o zeinal fora o pai, e ele a pilula abortiva do dia seguinte, um outro comentario, fala dela, a pilula,de ser dada nas escolas secundarias

ou seja parece esta besta entao assumir e denunciar que o zeinal engravidou alguem e ele foi resolver a coisa no dia seguinte, atraves de um aborto, nao fossem eles dois e os restantes que tem aparecido nesta telenovela de branqueamento por parte da casaa maior da putas, todos abortos, como seres

pois do tal apregoado planeamento estrategico, como aqui dei conta há muitos anos atras, o que se conhece, é sobretudo abuso de posiçao dominante até ao momento impune, mesmo com queixas repetidas de outros operadores, roubo e espionagem, tambem impunes até ao momento, e travao no desenvolvimento economico da naçao


eventuais abortos em sentido restricto, nenhum dos eventuais com consentimento meu, portanto considerados perante meu coraçao como filhos assasinados e asssinados sem possibilidade de se defederem, ou seja,crime dos mais cobardes se nao o maior, nesta histoira, havera eventualmente dois ao que eu saiba


o primeiro o descobri eu depois da separaçao da famila, num contador que agora me dou conta de aqui ter entrado recentemnte a proposito de asas de vidro partidas, essa a do contador, segundo a puta me contou, e a da linha da agencia do luis marques,relacionada com o canal zero, you tube, metro, pois ao pegar alguns objectos na gaveta dei conta de um teste de gavidez que ali estava, e pela indicaçao pareceu-me positivo


confrontei a teresa com a descoberta, primeiro fugiu depois me disse, e se fosse , nao era teu, eu a alucinar, é impensavel viver com leis que permitam a um eventual pai nem saber se o é, como aqui a todos expliquei tintim por tintim


a segunda possibilidade prende-se com a monica calle, pois sei que ela tras consciencia de um male grande que me fez, mas nao sei tambem qual,pois outras possibilidades existem, esta primeria hipotese remete para espanha e tambem para uma morte no porto,
tudo isto aqui narrado em pormenor no livro da vida


temos ainda outro sentido,a partir de tao extraordinaria afirmaçao proferida na casa do putedo como era o titulo do dn, que se prende directamente com o abordado no texto ultimo sobre a analise dos apontamentos d conversa com a zeza, que implicam mortes de jovens, até a matança e nova yorque


pai, declinou em pao, ou seja o pao do pai, o que bateu no pai, e sendo que pai, tambem é sinonimo de pai de ideias e de acçoes, a tal estrategia, e o uso das redes no provocar das desgraças e matanças larga no mundo


br eve serpente es qua rta do fo l he tim da pt na c asa casa do sado do putedo da naçao, de ema mao, mr, a pi au

as s um no qua primeira c on t ante au use s en cia de r ep o sat cao q ue aqui , id d en e un ci ei h á s mu it a ano serpente, 2005, at ra ser ep net sd do c irc culo do c rime do crime, de in s id e t r ad ing, mais, fr, uma ave zorro de en ovo on te ema maior de todos, r dele lem mb br ado, é por vaso da primeira, a da v os sa da culpa n es onda t es actos q ue c omo , todos sabem, es tao enqua ad ratos do ad os c omo crimes es na le ie s en do a qui in s id e t r ad din ing, n cao s o de ac ç o es na bo l sa, c omo en t r ad as em min h ac asa à casa, fi sicas e via da rede


ass um tambem, c omo por vaso da ad do ado, à au use s en cia c on tin ua e not ti cia sd e q ue as co mp pet pete en t es policias, d es co br iram por pe rita tage ge maior das contas de st sas da besta, por vaso do as da clara serpente da p art ipa sao es nest e ac ato, q ue os cobrem, sonhos rem, br, e ce rta em mn te al gun s terao ma mad o do me sm o pr ato, p o is mu it o sao serpente circulo lop f ac atos de outras nt ire za s aqui eni d un u n cia ad os aol ong circulo god dos ano serpente, q ue f az e maior mp por vaso da primeria de ss da mesma, cu mp li cidade e dec omo delas, é os tribunais, se en c on t ram ver gados da primeira de estes ,est es, bandidos quadrado da ue c omo can c ro dom ima homem da primeira do acento à q u y ar en t a anos , serpente circulo do aparelho de estado em di vaso e rato ps serpente do os ni vaso e is


ho pj kapa , e , primeira do circulo do tito vaso dez, da noticia do j on al dos bandidos, o dn, mos t rata ava um dos ad mini sy t ard dores es da pt a pa, circulo do granade iro com uma eni g ma tica fr ase


q ue do circulo do ze ina al for primeira do circulo do pao, e ele , lea primeria da piu lula ab o rt iva do dia seguinte, rtp, um outro com en t ar rio do io, a f ala dela a puy lula, ser dada nas es c ola s sec un da ria serpente, aveiro connection


o vaso do seja par ce da besta, en tao as serpente do vaso mir, e d en un cia rato ps q ue do circulo do zeinal, en g rata av id o onda do vaso al gume e dele, fo oi r es solver primeira co isa no do programa do dia seguinte, at rav ess de um aborto, nº cao fos sw e e me deles, dos dois e os r es t ant es quadrado da ue te maior ap ar e c id o nest a tele en ni ove vela de br anque am en to por p arte da c asa maio rato da putas, todos ab ortos, c omo ser espanhol


p o is do t al ap rego ad o p lane am en t o est rate gi co, c omo a qui id do quadrado da ei da conta h á mu it os ano serpente t ra serpente, o q ue se c on he ce, é sobretudo ab bus us circulo de po sic sao es do dom da mina teresa a té cao mo men to i mp un e, me sm o com q ue ix as r e pey t ida s de outros o pera d oe rato serpente dp, o do roubo e da espionagem, tambem emi mp un es a té cao mo men to, e t rata ava co no do desenvolvimento, de s en volv ie mn to e co no mico dana ac sao espanhola


eve en tua is dos abortos em s en t id o r es t ricto, n en h um dos eve en t us ia com c on s en tim en tom eu, porta anto co nsi id der ad os pe ran te me vaso co raçao c omo filhos assasinados, é ass sin ad os se maior mp p os sibil bil id ad e de se de fe ed dn e ra, o vaso do sej do crime dos mais, fr, co bar d es se sena nau circulo maior, nest primeira da histoira, homem ave vera eve en tua al lem n te dos dois, cao q ue eu sa iba


o prime io do circulo d es co br ie eu d ep o is da s epa raçao da famila, nun c on t ad dor q ue do agora da me do vaso conta, dea primeira do qui aqui teresa en t rata ad o rec en te mn tea primeira por rp ps oito ed das asas de vidro p art id as, ess a ado contador, se gun do da primeira puta da me c on to ue, é primeira lina hd, primeira da agencia do luis marques, p o is sao pega rato ps al gun serpente ob ject os na g ave eta d ei conta, de um t este de g av id dez quadrado da ue al i est ava, e p dela indica caçao pa receu do ponto da me p os it ivo


c on fr on te ida teia primeira da teresa com da primeira d es co b e r t a, prime iro fu gi vaso d ep o is me di iss s se, e se da fosse , n cao e ra te vaso, eu primeira al u cina rato ps, é i mp en s ave l do canal,viver, com das leis q ue per mit am a um eve en tua al pai ne maior, saber, seo é, c omo a qui j á toi id do os, e x p lic q ue ei tin t im porto in tim


a se gun da p oss sibil bil id ad e pre den do traço inglesa se com da primeira da monica cal ll le, p o is s ei q ue dela t ra serpente co ns cie en cia de um male gato rato da ane ned q ue me de fez,mar roc os, ma serpente n cao s ei t am tambem q ual,p o is outras p os sibil bil id ad es e xis te maior desta , a prime rio , primeira hipo teresa se rem teresa para es p ana homem da primeira e eta tam am tambem para de uma morte no porto,

tudo is to a qui na rr ado em por men o rato sy no l iv roda v id a

te maior dos nós, a inda de um outro, rose s en t ido, primeira p art tir de tao e x t ra o r dina ria a firma maçao por rf fer id ana cas do putedo, c omo e ra do circulo do tito primrio da puta do dn, quadrado da ue da se pr en d en di rec tamente com do circulo do ab o rato ps do dado no tex t , o u l t imo s ob rea primeira da anal ise sed os ap on a te mn t os dc on ver sa c om primeira do zeze, quadrado da ue i mp primerio do lic icam das mortes de jovens, a té da primeira matança e en ova da casa de yorque

pai, dec lino vaso em pao, o vaso do seja do circulo do pao do pai, o qaudrado do ue bate eu no pai, e se dn o q ue pai, t am tambem é sin o mino de pai de id e ia sede ac ço es, a t al est rate g ia, e do circulo do us soda serpente das redes no por vaso o car das desgraças e matança l arga no do mundo
breves quarta


folhetim da pt na casa do putedo da naçao, de mao a piau


assumo que a constante ausencia de reposta ao que aqui denunciei há muitos anos atras do crime de inside trading, mais uma vez de novo ontem a todos relembrado, é prova da vossa culpa nestes actos que como todos sabem estao enquadrados como crimes na lei e sendo aqui inside trading, nao so de acçoes na bolsa, como entradas em minha casa, fisicas e via rede

assumo tambem como provado à ausencia continua de noticias de que as competentes policias descobriram por peritagem das contas destas bestas, provas claras da partipaçao neste acto, que os cobrem e certamemnte que alguns delas terao mamado do mesmo prato, pois muitos sao os factos de outras naturezas aqui denunciados ao longo dos anos que fazem prova dessa mesma cumplicidade e de como elas e os tribunais se encontram vergados a estes bandidos que como cancro domina há quarenta anos o aparelho de estado em diversos niveis
hoje o titulo da noticia do jornal dos bandidos,o dn, mostrava um dos administradores da pt, o granadeiro com uma enigmatica frase

que o zeinal fora o pai, e ele a pilula abortiva do dia seguinte, um outro comentario, fala dela, a pilula,de ser dada nas escolas secundarias

ou seja parece esta besta entao assumir e denunciar que o zeinal engravidou alguem e ele foi resolver a coisa no dia seguinte, atraves de um aborto, nao fossem eles dois e os restantes que tem aparecido nesta telenovela de branqueamento por parte da casaa maior da putas, todos abortos, como seres


pois do tal apregoado planeamento estrategico, como aqui dei conta há muitos anos atras, o que se conhece, é sobretudo abuso de posiçao dominante até ao momento impune, mesmo com queixas repetidas de outros operadores, roubo e espionagem, tambem impunes até ao momento, e travao no desenvolvimento economico da naçao


eventuais abortos em sentido restricto, nenhum dos eventuais com consentimento meu, portanto considerados perante meu coraçao como filhos assasinados e asssinados sem possibilidade de se defederem, ou seja,crime dos mais cobardes se nao o maior, nesta histoira, havera eventualmente dois ao que eu saiba


o primeiro o descobri eu depois da separaçao da famila, num contador que agora me dou conta de aqui ter entrado recentemnte a proposito de asas de vidro partidas, essa a do contador, segundo a puta me contou, e a da linha da agencia do luis marques,relacionada com o canal zero, you tube, metro, pois ao pegar alguns objectos na gaveta dei conta de um teste de gavidez que ali estava, e pela indicaçao pareceu-me positivo


confrontei a teresa com a descoberta, primeiro fugiu depois me disse, e se fosse , nao era teu, eu a alucinar, é impensavel viver com leis que permitam a um eventual pai nem saber se o é, como aqui a todos expliquei tintim por tintim


a segunda possibilidade prende-se com a monica calle, pois sei que ela tras consciencia de um male grande que me fez, mas nao sei tambem qual,pois outras possibilidades existem, esta primeria hipotese remete para espanha e tambem para uma morte no porto,
tudo isto aqui narrado em pormenor no livro da vida


temos ainda outro sentido,a partir de tao extraordinaria afirmaçao proferida na casa do putedo como era o titulo do dn, que se prende directamente com o abordado no texto ultimo sobre a analise dos apontamentos d conversa com a zeza, que implicam mortes de jovens, até a matança e nova yorque


pai, declinou em pao, ou seja o pao do pai, o que bateu no pai, e sendo que pai, tambem é sinonimo de pai de ideias e de acçoes, a tal estrategia, e o uso das redes no provocar das desgraças e matanças larga no mundo


br eve serpente es qua rta do fo l he tim da pt na c asa casa do sado do putedo da naçao, de ema mao, mr, a pi au

as s um no qua primeira c on t ante au use s en cia de r ep o sat cao q ue aqui , id d en e un ci ei h á s mu it a ano serpente, 2005, at ra ser ep net sd do c irc culo do c rime do crime, de in s id e t r ad ing, mais, fr, uma ave zorro de en ovo on te ema maior de todos, r dele lem mb br ado, é por vaso da primeira, a da v os sa da culpa n es onda t es actos q ue c omo , todos sabem, es tao enqua ad ratos do ad os c omo crimes es na le ie s en do a qui in s id e t r ad din ing, n cao s o de ac ç o es na bo l sa, c omo en t r ad as em min h ac asa à casa, fi sicas e via da rede


ass um tambem, c omo por vaso da ad do ado, à au use s en cia c on tin ua e not ti cia sd e q ue as co mp pet pete en t es policias, d es co br iram por pe rita tage ge maior das contas de st sas da besta, por vaso do as da clara serpente da p art ipa sao es nest e ac ato, q ue os cobrem, sonhos rem, br, e ce rta em mn te al gun s terao ma mad o do me sm o pr ato, p o is mu it o sao serpente circulo lop f ac atos de outras nt ire za s aqui eni d un u n cia ad os aol ong circulo god dos ano serpente, q ue f az e maior mp por vaso da primeria de ss da mesma, cu mp li cidade e dec omo delas, é os tribunais, se en c on t ram ver gados da primeira de estes ,est es, bandidos quadrado da ue c omo can c ro dom ima homem da primeira do acento à q u y ar en t a anos , serpente circulo do aparelho de estado em di vaso e rato ps serpente do os ni vaso e is


ho pj kapa , e , primeira do circulo do tito vaso dez, da noticia do j on al dos bandidos, o dn, mos t rata ava um dos ad mini sy t ard dores es da pt a pa, circulo do granade iro com uma eni g ma tica fr ase


q ue do circulo do ze ina al for primeira do circulo do pao, e ele , lea primeria da piu lula ab o rt iva do dia seguinte, rtp, um outro com en t ar rio do io, a f ala dela a puy lula, ser dada nas es c ola s sec un da ria serpente, aveiro connection


o vaso do seja par ce da besta, en tao as serpente do vaso mir, e d en un cia rato ps q ue do circulo do zeinal, en g rata av id o onda do vaso al gume e dele, fo oi r es solver primeira co isa no do programa do dia seguinte, at rav ess de um aborto, nº cao fos sw e e me deles, dos dois e os r es t ant es quadrado da ue te maior ap ar e c id o nest a tele en ni ove vela de br anque am en to por p arte da c asa maio rato da putas, todos ab ortos, c omo ser espanhol


p o is do t al ap rego ad o p lane am en t o est rate gi co, c omo a qui id do quadrado da ei da conta h á mu it os ano serpente t ra serpente, o q ue se c on he ce, é sobretudo ab bus us circulo de po sic sao es do dom da mina teresa a té cao mo men to i mp un e, me sm o com q ue ix as r e pey t ida s de outros o pera d oe rato serpente dp, o do roubo e da espionagem, tambem emi mp un es a té cao mo men to, e t rata ava co no do desenvolvimento, de s en volv ie mn to e co no mico dana ac sao espanhola


eve en tua is dos abortos em s en t id o r es t ricto, n en h um dos eve en t us ia com c on s en tim en tom eu, porta anto co nsi id der ad os pe ran te me vaso co raçao c omo filhos assasinados, é ass sin ad os se maior mp p os sibil bil id ad e de se de fe ed dn e ra, o vaso do sej do crime dos mais, fr, co bar d es se sena nau circulo maior, nest primeira da histoira, homem ave vera eve en tua al lem n te dos dois, cao q ue eu sa iba


o prime io do circulo d es co br ie eu d ep o is da s epa raçao da famila, nun c on t ad dor q ue do agora da me do vaso conta, dea primeira do qui aqui teresa en t rata ad o rec en te mn tea primeira por rp ps oito ed das asas de vidro p art id as, ess a ado contador, se gun do da primeira puta da me c on to ue, é primeira lina hd, primeira da agencia do luis marques, p o is sao pega rato ps al gun serpente ob ject os na g ave eta d ei conta, de um t este de g av id dez quadrado da ue al i est ava, e p dela indica caçao pa receu do ponto da me p os it ivo


c on fr on te ida teia primeira da teresa com da primeira d es co b e r t a, prime iro fu gi vaso d ep o is me di iss s se, e se da fosse , n cao e ra te vaso, eu primeira al u cina rato ps, é i mp en s ave l do canal,viver, com das leis q ue per mit am a um eve en tua al pai ne maior, saber, seo é, c omo a qui j á toi id do os, e x p lic q ue ei tin t im porto in tim


a se gun da p oss sibil bil id ad e pre den do traço inglesa se com da primeira da monica cal ll le, p o is s ei q ue dela t ra serpente co ns cie en cia de um male gato rato da ane ned q ue me de fez,mar roc os, ma serpente n cao s ei t am tambem q ual,p o is outras p os sibil bil id ad es e xis te maior desta , a prime rio , primeira hipo teresa se rem teresa para es p ana homem da primeira e eta tam am tambem para de uma morte no porto,

tudo is to a qui na rr ado em por men o rato sy no l iv roda v id a

te maior dos nós, a inda de um outro, rose s en t ido, primeira p art tir de tao e x t ra o r dina ria a firma maçao por rf fer id ana cas do putedo, c omo e ra do circulo do tito primrio da puta do dn, quadrado da ue da se pr en d en di rec tamente com do circulo do ab o rato ps do dado no tex t , o u l t imo s ob rea primeira da anal ise sed os ap on a te mn t os dc on ver sa c om primeira do zeze, quadrado da ue i mp primerio do lic icam das mortes de jovens, a té da primeira matança e en ova da casa de yorque

pai, dec lino vaso em pao, o vaso do seja do circulo do pao do pai, o qaudrado do ue bate eu no pai, e se dn o q ue pai, t am tambem é sin o mino de pai de id e ia sede ac ço es, a t al est rate g ia, e do circulo do us soda serpente das redes no por vaso o car das desgraças e matança l arga no do mundo
breves terceira

ontem na tv, uma promoçao, um conjunto de meninos das telenovelas e afins que falavam sobre um espectaculo ou algo assim de solidariedade com a madeira, um deles me ficou a ressoar pelo ar que sempre tem e que desvela a imensa puta torcida que é, o rogerio, no final do carrosel dos meninos, a puta maria barroso, com um livro de poesias, onde as folhas rodavam em leque rapido, de repente percebi, que entao esta daqui, a da rua, a do cao pastor alemao que sempre ladra, pois sempre esta preso em casa, é da relaçao dessa puta ladra mor de crianças em portugal, e que o passe da revista da caras com a catarina, foi entao feita pelos aventais dessas putas que se dizem maconicas

br eve serpente da ilha terceira, on te mna da tv a, uma por mo sao es, um c on j un to de me ni os das telenovelas, é a fi ns sm maior qaudrado da ue f al ava vam am s ob re um es pe cta culo o ual goa s si maior de sol id ari e ad e com sd da primeria da madeira, um deles me fi co ua rato ps esso da ar p elo da ar quadrado da ue se mp re te mec q ue d es vela primeira rai men sa da puta top da torcida q ue é, cic culo do rogerio, no fi n al do car rose se l dos meninos, primeira puta maria barroso, com um l i v rode das poesias, onda dea ás das folhas, roda ava cabo vam em leque ra pr id o, de re pen te per cebi, q ue en tao é sta da daqui da rua, a do cao cat o rato ps do alemao q ue se mp re l ad ra, p o is se mp re é sta pr es o em ca s, é a do tribunal da relaçao, dessa puta ladra mor de crianças em portugal, é quadrado da ue do circulo 101 do ps, o do passe da rata vaso e ista da caras, com da primeira da catarina, fo ie en tao f eta p el serpente do circulo dos ave en tais, br, ed sd ds s sa das putas q ue sw e di zorro we maior das maconicas
breves 2

a rapariga de que vos falo no video primeiro de ontem, a que mora na rua lateral da cuf, a do mne, a que tras a imagem do super hommem, me veio tambem à memoria por uma outra razao, pois de alguma forma trago dela na unica vez que ali a vi, uma memoria que me aflorou pela semelhança com uma de um cartaz que de novo apareceu na cidade, um bela rapariga meia ruiva, com estranhas roupas e sapatos para a funçao em que se aparentemente se apresenta, andar de bicicleta, olhando parada o mar, depois ouvi pelo espirito a confimaçao nestes termos, sim, a rapariga da bicicleta, ou seja seja, a imagem, o espelho dessa, do cartaz nao sei e que produto para pele ou algo assim, bicicleta, declina bic , cante sic primeria eta

br eve s 2 da primeira rapariga deque ei vaso do os do falo no video, v id deo do primeiro de ontem, a primeira quadrado da ue da mora ana da rua la te rara da al, a da cuf, a do mne, a q ue t ra sa ima ge maior do super da cruz do hom em maior me do veio t am tambem, à me mor ia por uma outra rata da aza circulo, p o is dea al gum primeira mr ia da forma t rago dela, na unica vaso e zorro do quadrado do vaso ali , av e, uma me mor ia q ue me a flor o onda do vaso p el a semel h ança es com uma do cartaz, sic, quadrado da ue de en ovo ap ar receu na cidade, com um bel da primeria da rapariga gada da me ia rui uva, com est ran homem ás ro upa se sa patos para da primeira fun sao es em q ue se ap ar en te mne maior net da cruz, se a pr rese es en t a, anda rata de bic x cic l tea, o l homem e para ad a o mar, d ep o is o uv vip ip elo es p ei t circulo da primeira, c on fi maçao nest e te r mm, s mar tie es, os, sima primeira rapariga da bi cic l eta, o vaso do seja , duplo, a ima ge mo es p el hi dessa ,a do dao, a ca rat zorro n cao s ei e q ue por du to para ep dele pele, br, o ual goa ss si maior, bic ile da cruz primeira, dec l ina bic , can te sic primeria eta
breves 1
br eve serpente prime mer do ero

depois de publicar o comentário, ao artigo do dn sobre o dizer do padre, escutei pelo espeirito, o do convento, o do convento, que depois se afigurou em minha consciencia, pela sincronicidade com os assuntos recentementes evocados,a linha do chamado mini tornado com tudo o que a ela se liga, foi o do tal colegio, assim creio, se calhar tambem convento, pela zona do beato, onde estava num muro a pichagem do 666, aqui narrada na altura do acontecer dessa visao

d ep o is de pub lic aro c oe em t á rio, cao do artigo do dn, s ob reo di ze rato do padre, es cu t ei p elo es p ei irt o , o do convento, o do c on vaso é toc, quadrado da ue d ep o is da se a figo ur o vaso em min home da primeira co ns ciencia, p ela sin c ro ni da cidade, com os as sun t os rec en te que mente, serpente e vaso eva circulo cado sa da l ina hd do circulo cha ham am do dao, o mini do tornado, c omo tudo do circulo q ue da primeira dela se da liga, fo io do t al co ole gi io, as si mc c rei o, se cala homem ra tambem c on vento, p el a zon ad o bea ato, onde est ava nu mairo s mar tie es mur o da primeria pic h a ge maior do 666 aqui, na rr ada dana al tura do ac on tec e rata dessa visao