segunda-feira, maio 03, 2010

acusaçao contra o grupo do santana lopes, psd

continuação da analise dos apontamentos da conversa com a zeza, e acusação contra estas bestas aqui referenciadas e contra o tal do santana e contra o santana lopes e todos os cabroes do estado português que os cobrem, pr inclusive, o tal do escritório dos advogados,

c on tin ua sao es da am al ise, sed dos ap ponta tamen t os da conversa com da primeira da ze za, e ac cu sc corte zorro dp do cao do contra e stas das bestas primeira do quadrado da onda da ire ref fe ren ci ad as se do contra, o t al do santana, é contra do circulo do santana lopes se todos, os cabroes do estado português que os cobrem, pr inc lui serpente vaso e,


secretaria e escritórios de advogados, me lembra o aqui vizinho fillho do zodiaco, que as paginas tantas se tornou motorista do que parece ser um dos maiores escritorios de advogados, comprado por uma firma espanhola, o rapaz amigo do vizinho de cima,casado com a tal peituda sonia, provavelmente um dos grupos que aqui entra para alem de toda a outra espionagem, que portanto devera desaguar nesse grupo de advogados

sec rea t ria é es c rito tor io s de ad vaso o gato dos,da me lem br cao aqui v izi in hi circulo das onda do lodo do filo do zo di aco, q ue as pa gina s t antas se torno vaso do motorista do q ue pa refe ser um dos maio ratos es es fc rito rio s de ad v o g a o ds, cao q ue pa rece com mp prado por uma firma es pan da hola, o ra p az amigo do vizinho de cima, ca sado com a t al peituda s on ia, pro ova ave lem n te um dos g rupo s q ue a qui en t ra para a lem de toda da primeira da outra da espionagem, es p ei on a ge maior , q ue porta n to d eve vera de sa g ua rato ness e g rup o de ad vi o gados dos advogados

suas putas, deixem de ser terroristas e assassinos e cumpram a lei a que são obrigados pelo regulamento interno da vossa ordem, ou pareceis esquecer que me trazem sonegado o direito que me assiste de queixa contra essa puta da vossa ordem de bandidos e cúmplices de pedófilos

serpente da ua, ep pr ren te serpente das putas, dei x e maior de ser te rr o rato ps ista se dos assasinos e cu mp ram primeira da lei, primeira quadrado da ue da sao ob br riga gados p elo re gula lam am men to inter no da vaso os sa da ordem, ou pa rece is es quadrado da ue ser, quadrado da ue da me t ra ze mao maior s one gado do circulo da fac de direito, quadrado da ue da me assis, ps, teresa dec quadrado do vaso ix da primeira do ac on cruz ra, essa puta da vossa ordem de bandidos e cu mp l ice es de pedo fil, o os serpente

vamos lá aver se entendem quem aqui está dentro das lei e quem está fora dela!!!!

vaso amos primeira acento ave rato ps se en t en dem q ue ema maqui e stá d en t roda serpente da lei, é quadrado da ue maior e stá for primeira ad dela!!!!

maldição sobre vós todos, brochistas à casa do soares e ao ps da merda !!!! que cada beijo que dem vos envenene o coração sem remissão!!!!

ma al di sao es s ob re vaso do ó s todos, bro roc hi sta sa c asa casa da putas do soares, é cao ps, o da merda !!!! quadrado da ue c ad da primeira do beijo, quadrado da ue de maior vaso os en v ene neo circulo do cora raçao sm sw rata da emi da miss serpente sao!!!!

falava eu de relações entre o rapaz do zodiaco e a tal firma de advogados e me bate o pai à porta a perguntar sobre umas infiltrações de agua que lhe apareceram em casa, acompanhado de dois outros assim disfarçados de operários de construções diversas, certamente, que vinham arranjar mas não sabiam o que ao certo, me pergunto o que irão na verdade arranjar

f al lava ava europeu de rato ps dela ac aco ço es en t reo ra p zorro do zodiaco, é primeira rat da t al firma de ad vo gados e me bate do circulo do pai , primeira da porta, cds, a per gun tar s ob re umas in fil t raçoes es de agua quadrado dp da ue primeiro he ap ar e ce ram em casa, aco mp ana hd , circulo de dois outros, as si maior di s fr aça ad os de o pera rios de c o ns t ru ç o es di ver sas, q ue da vinha ar ran j ar mas n cao s ab bia iam am circul 101 quadrado da ue cao ce rt o, me per gun to do circulo q ue irao na ver dade ar rana jr

me perguntou se eu tinha infiltrações na coluna da agua, pois ao que parece a casa dele as terá, que não, mas disse-lhe de salinizaçoes, que sempre existiram numa determinada parede, mesmo depois de picadas como foram, quando aqui me instalei , de novo apareceram, e portanto seriam infiltrações capilares, ou seja a parede exterior não está bem vedada

me per gun to use se do eu tina homem in fil t raçoes es na co luna da agua, poia cao quadrado da ue ap rece primeira aca cass dele, às teresa maior, quadrado da ue n cao, mas di serpente da se do traço ingles primeiro dele, he, de s al in iza ço es, quadrado da ue se mp re e x i rit rato maio nu ma d e te r mia anda par ee porc x ima, da dela, me sm o d ep o is de picadas c omo do foram pt, qa un dó a qui da me in s t al ei , de n ov ap ar e ce rea am, e pr t anto se ria am maior min in fil t raçoes c ap ila ares, o vaso do seja da primeira pa rede e x e cruz rato iro n cao desta, b em vaso ed ad da primeira

voltando a segunda pagina em analise, por debaixo do jaime mourao Ferreira dos publicitários e ligado ao psd esta a lena monteiro sua ex mulher, e na frente dela o traço dos quinhentos, o tal símbolo dos quinhentos e das notas de quinhentos escudos portuguesas com uma figura africana, com a data de onze de Setembro de noventa e sete, curiosa data, nota esta que foi aqui no Livro da Vida alvo de analise detalhada


v o l t ando a se gun da pa gina em anal ise, por dez dea do ab e xo do jaime mourao ferrer e ia dos publicitarios, e liga do gado cao do psd desta, da lena monteiro, serpente da ua da ex mulher,da puta teresa, e na fr en te del cao do circulo lop do t rato ps do aço espanhol dos quinhentos, o t al si mb olo dos quinhentos, é das notas de quin h en t os es cu do os porto guesas com de uma figo ur do ra africana, com da primeira da empresa da data, de onze de setembro de noventa e sete, cu rio sa da data, not da primeira desta quadrado da ue fo ia da primeira do qui aqui do ino L iv roda david a alvo de anal ise d eta alha ad a

uma serie de trasços sao nestwe desnho visiveis a volta dos quinhentos um que aprece um anel, aberto como uma mola, ou numa perspectiva tri dimensional, dimensino, os aneis que certas usam onde o ciirculo se fecha em espiral como a teresa um usava, um tralo corre na horizontal por cima dos quinhentos 4 e dias setas verticis com dois triangulos em opisçao atravessam o numero, com distintos tamanhos, a sugerir um pai e um filho, ou seja um anel que é uma mola posta a volta e um pai e de um filho

uma da se rie de t ra sç cortez os sao nest we de sn ho v isi v ei da isa da volta dos quin h en to serpente de um q ue ap rece primeiro anel, ab e r to c omo uma mol da ola, o vaso numa per s pec t iva cruz rid id dim en sio n al, dimensino, os dos aneis, quadrado da ue ce rta serpente usa sam am da onda deo do circulo, o si irc culo da se fe cha em es pira da al c omo da primeira da teresa um usa ava, um da cruz rato do alo cor rena h ori zon da cruz da al por rc circulo 101 do ima dos quinhentos, quadrado é 4 é dias, psd, s eta s ver tic is com dedo de dois angulos, em o pi s çao es at ravess sam am amo circulo do numero, n um do mer ero, com di serpente ds dos tintos tam anhos, a s u ger i rato eum pa ie de um fil ho, o vaso seja, um anel, qaudrado da ue, é uma mol da ola posta, primeira av circulo da cruz primeira, é um pai e de um fil ho da puta

sem agora detalhar os pormenores que se develam nessa linha à volta do numero dos quinhentos relacionado com o onze e setembro de noventa e sete e se calhar com o de dois mil e um, das queda das torres, por baixo dele, esta o nome dessa tal secretaria do advogado maria joao pereia, ex udp, alam tune vaso, ou al al am cruz un é eva vaso, assim aparece nos desenhos e tambem al lan na t vaso un ne eva vaso a subir, ou seja parece estar relacionada de alguma forma com uma qualquer ascensao, em s emi arco de uma bruxa do uganda, dela o diagrama das relaçoes mostra para cima os publicitarios do grupo do mandante jaime mourao ferreira, que por um amigo dele e do goncalo se cruzam com a teresa na piscina das olaias, da maria joao pereira para baixo em percentil, a relacao com o gonçalo, ex mulher dele, onde leio, é x ponto do anzol do gonçalo, filho da udp, do acidente da catarina e da zeza o traço desce e passa por onze de setembro de 2001, a aata em qua zeza começou a namorar com ele, sintra, algueirao e marinha grande, é angulo do santana lopes, uma figura de proa do grupo do santana lopes, no psd

se maior do agora ad eta alha da ar os pro rome en hor es quadrado da w ue da se d eve lam am ness a linha, à volta do n um mer do ero, rodas quin h en t os rato dela, o do ac do cio na ado com do circulo 101 do onze de setembro, o de noventa, é ste e se cala homem rato rc om mode ode do dedo de dois mil, é um das queda das torres, por ba ix o dele, e sta one me dessa t al secreta ria do advogado da maria joao pere ia, e x u dp, alam tune vaso, o vaso da al al na am da cruz, un é eva vaso, as si maior ap ar rece nós dos desenhos, é tam am tambem al lan na cruz vaso un ne eva vaso a s ub bi ar, o vaso do seja pa rece es star rata dela , a do ac cio n ad da primeria de al guma forma, do code de uma quadrado da ual, quadrado dao vaso we rata da as c en sao es, em s emi arco de uma br ux ad o uganda, , dela, do circulo do diagrama das ratas dela ac ço es mos t ra para rac ac circulo do ima do os pub lic cat rato ps da iso do g rupo do mandante jaime mourao ferreira, quadrado do vaso da ep por de um amigo dele, é do g on cal ço es se c ruza uz zorro do dam da am com da primeira da teresa, a ana da piscina das ola is, da maria jao pere ia para ba ix o em per c en til, da primeira do tribunal da relacao com do circulo do goncalo, e x mulher dele, onda lei oe do x do ponto do anzol do g on calo al alo, fi home dez primeiro do circulo dao vaso da dp do acidente da catarina, é da ze za circulo lot cruz rato alo dec epa pa da ps sa por onze de st em bro rode de 2001, a ad dt da primeira em qua ze za co mece circulo da ua na mora rc om dele, a de sintra, al g ue irao e marina homem gato rande, é angulo do santana lopes, uma figura de pr circulo, a do santana lopes, no do psd

é angulo do santana lopes, uma figura de proa do santana lopes, o no do psd, do g rup, o dele, uma das figo ur ras de pr circulo da primeira, a dele , o u mel hor es c reve en dó pr o a dele, t ip o as si maio mai mar do ariete, quadrado da ue ser v e eta tam am tambem n cao serpente do circulo do para a fun da funda ratos dos navios, c omo ar ren tar do portas, cds, circulo do vaso en cruz rata da ar em casa al he ia serpente

continua...
e se abrira na pagina cento e três, um modelo de peugeot, também

o poema que referencio, assim reza

na riqueza e na pobreza no melhor e no pior, até que a morte vos separe

perfeitamente, sempre cumpri o que assinei, portanto estrangulei-a e me fui embora


no índice na pagina onde esta este poema, começa por falar da felina,89, entre o tigre e o eufrates, 93, noivado, desabamento 97, sejam bem vindos, 101, e casamento 103, constituindo desta forma uma sequência que em sua inteireza inclui ainda, cinegética, 77, torah, 79, joaozinho volta a casa 81 e intervalo

um outro poema que de seguida abrira, é o, o meu sósia general, el heraldo general, o do ping pong da ultima ceia com uma amiga realmente simpática, morta pelo tiao medonho com quatro 38 exactas abaixo do diagrama, isto da religião é coisa tremendamente complicada, sempre tenho dito, e a minha mãe confirma

sobre o tal cavalo do porco do porto, e da imagem dos cascos na igreja de palmela, visíveis nos vídeos do vanzeller, abordados no texto recentemente publicado, a suma do falo, complemento, cabe dizer que os vanzeler moraram ou moram ali ao pe do tal convento do beato onde agora relembrei a imagem do tal 666 com perfume alemão, do tal padre no seguimento do que apareceu no dn, que vanzeler é também a puta mor da cip, e que o filho do vanzeler, o musico, é o tal participante numa cena aqui narrada muito antiga no majong com uma rapariga do norte da europa a que aqui chamei de pitis


br eve s tec e ira, a inda s ob re mo cam bique na v e rda dade, c omo dig on ov id é circulo , o do l iv ro do roque qaudrado da ue da me ap ar e cera na mao, ness a al tura for a, o circulo dos contos dog in - toni circulo, o vaso do seja gato in traço ingles do toni, gutierres, circulo

e se ab br rato da ira na pa g ian c en to e t ratos es, um mode elo de p eu ge ot, t am tambem

circulo da onda sobre o circulo do p o ema refer rn do cio, e q ue as si mr za

na ric uza e na p ob r e z am ni o mel hor e no pi o rato ps, a té q ue da primeira morte vaso do os s epa par da ar, pe rf e it tamen am , a que mente, se mp re c u mp rio, porto, q ue ass sin ine ei, porta anto est ran gule ei do traço ingles da primeira e me fu i em bora no in di ice na pa gi mna onda desta, de este poe ema, co meça es por f al ar da felina,89, en t reo circulo do tigre, é circulo do eu fra t es, o de 93, no iva ad o, de saba men to 97, sej am b em vaso indos, 101, e ca sam en to 103, co ns ti u indo de sta da forma, uma seq ua anc ia q ue em s ua inte ire za inc lui a inda,cine g etica, 77, tor a home de 79, joaozinho ove da volta a casa em 81 e ine inter t r eva alo al circulo, um outro poe ema q ue de s guida ab rato da ira, é circulo da me do sosi primeira general, el her aldo g ene rato ps da al, o do ping da p do ong da ultima ceia, com uma a am mig, a rea l m w en te si mp pat ica, morta p elo tia circulo do medonho, com quatro 38 e x acta s ab aixo do dia g rama, is to da r ed dele da religiao é co isa t rem n dam am que mente, co mp lic ad a, se mp re t en ho do dito, é primeira, min homem da primeira mae c on firma, s ob reo t al c ava alo do porco do porto, é da ima ge maior dos cascos na igreja de pal me la, v isi vaso ei is nós dos videos id dodo do vanzeller, ab o r ado s no tex to rec en te mn te pub lic cado br a s uma do falo, co mp lem n to, c abe di ze rato ps q ue os v a bn ze da ler mora ram o u mor ram al ia o pedo do tal convento do beato, onda agora rato ps dele em lem br ei a ima ge maior do tal 666 com per rf um cc, onda é alemao do t al do padre no se gui mn to do q ue ap ar receu no do dn, q ue do van ze da ler é eta tam tea am tambem, primeira puta mor da cip, é quadrado da ue do circulo do fil ho do van ze da ler, o mu sico, é circulo da t al p art tic pan te numa c en a a qui na r ada mu it o antiga no do majong com uma ra pa riga do norte da europa, primeira q ue a qui c ham ei de pit it is
breves segunda, ainda sobre moçambique

br dp eve serpente se gun da, a inda s ob re mo çam es do bique

a todos dou conta de um outro elemento do passe destas putas em moçambique, na ultima viagem de socrates, como narrado no ultimo vídeo e nos textos adjacentes

primeira de todos, do quadrado do circulo do vaso dao conta de um outro dele, el lem nto do p asse de ste ás das putas em mo ç am bique, na ultima viga e me do socrates, c omo na rr ad o no u l t imo v id é circulo oe nós tex cruz, os ad j ac en t es

o passe do Y, do delta do y p o i s i p o iso,pois acabara eu aqui de retornar em texto dessa altura de novo ao Y, e concretamente ao Ípsilon, o suplemento do publico e de um passe antigo feito com a cumplicidade destes terroristas de estado que propositadamente atrasaram o metro, na estação de avalade, com uma rapariga que apareceu e se esfumou com um passe num jornal, desse suplemento do publico, que na altura remeteu para a rice, ou seja também arroz, ou seja também desgraças na china


circulo do p as sed do circulo do Y,suplemento do publico, bandidos do kanguru, ak kan do guru, o dog ur vaso do delta do y p o i s i p o iso, p o is aca br primeira eu ar rato ps do ip do europeu da primeira do qui aqui, id de rato e tor na cruz em tex to de ss a al tura de en ovo cao do Y, e c on creta tam am, o que mente ao Y psi lion, o s up lu men to do pub lic oe, e de um passe antigo, feito, com a primeira cu mp primerio id a cidade est es terroristas de es sat td qaudrado, quadrado da ue pre ep posi sita it ad dam am, a que mente at ra ss ar mo metro, mna est aç sao es é alva lade, com uma ra p riga quadrado da ue ap ar e c eu e se es f um no vaso com um p as se nu maior jp pr rn da al ,o do suplemento do pub l cio, quadrado da ue na al tura reme teresa eu para primeira da a rice da terceira, o vaso do seja tam segundo me do arroz, o vaso do seja t am também das d es sg ratas ps aç ases na china

pois logo de seguida uma sincronicidade entre esta evocação se deu, com essa puta mor dos pedófilos socialistas, o socrates, na visita de moçambique, visível nas noticias, pois dava ele ao que parece um prémio a um jovem escritor moçambicano, e o prémio era nem mais nem menos, um enorme Y feito em acrílico, falei eu no vídeo da necessidade de irrigação naquela bela terra, e me lembrei agora também da matanças que lá se deram através dos processos dos que operam as cheias


p o is primeiro do ogo de se guida, uma sin c ron i cida dade eñ t re e ws, o invertido do sw, cruz primeira evo caçao da se do quadrado eu, com dessa puta mor dos pedofilos socialistas, circulo do soc dao onda dos rat es, na vaso isi da sita de mo ç am bique, v isi vaso el, nas not ti cia serpentes, p o is d ava dele cao q ue pa rece um pr emi io circulo da primeira mir da a um do jovem es c rito tor do moçambicano, é circulo do pr emi, circulo era ne maior mais, fr, ne mai rato men os, um en o rato da me do Y , feito, em ac rato ps e lic o,lam bia, f al ei eu no v id é o do circulo da necessidades, ne c ess sida ad espanhola, de i r riga são es naquela bela da terra,br t, e me lem br ei do agora também dama das matanças q ue l á se der am at rav es dos por c esso sd os quadrado da ue do circulo do pe do ram às das c he ia s

o delta que apareceu na imagem, quando abro o livro de um outro escritor em moçambique, ou seja como a imagem fala, o do ponto elevado de um delta tombado, aparentemente , uma mão com sangue de uma criança que foi morta

circulo do delta q ue a p a rece un da prime ria ima ge maior, qua ando ab ro do circulo do l iv rode um outro escritor em moçambique, o vaso do seja circulo omo da primeira, ima ge maior do fala, o do ponto el eva ad o de um delta tom bad ad o, ap ar ren te mn te , uma mao com do sangue de uma criança quadrado da ue fo imo moda da morta da rta

hoje o espírito me confirmou, que eles sabiam da necessidade de um sacrifício, que filhos da puta sois, porque não morreis vos antes, seus filhos da puta perversos!!!!

h oje do circulo do es pi do rito me c on fi rato ps mo vaso, q ue deles s ab bia iam am, a da necessidade de um s ac rif cio, q ue fi l h os da puta, serpente do circulo is, por q ue n cao morris mor do reis , vaso os ant es, se us fi l ho sd da primeira puta dos perversos!!!!
breves

curiosamente, a suma de um dos aspectos abordados na conversa com moçambique , as ervinhas tipo keef, avivou-me a memoria do passe com a relva aqui atrás numa das janelas de um dos prédios, aqui narrada no tempo de seu acontecer, e que relacionei de alguma forma com o produtor de series americanas, que tinha um pequeno talhão no seu escritório, saído numa reportagem da revistas dos bandidos do dn, mais ou menos no tempo da bela rapariga que com ele trabalha do fato e banho das conchinhas doiradas

cu iro rosa sam am net, a s uma de um dos as pe ct os ab o r dados na c on ver sa c om mo çam es bique , as das ervinhas t ip o k ee f, av ivo u traço da inglesa me primeira me mor ia do passe com a relva aqui atras, nu mad as das janelas, jane el as, de um dos pre di os, a qui na rr ada ano te mp o pode s eu ac on tec, é rato ps, é q ue rato dela ac cio ne id e al g ua m forma com do circulo lobo pro du tor de se r ie es am erica ana s, q ue da tinha, um pe q un o t alhao no s eu es c rato e delta tori o, sa ido nu ma r e porta tage ge maior da revistas dos bandidos do dn, ma sio vaso men os no te mp o poda bela rapariga, q ue com ele t r aba bal alha do f ato de banho, factos de banho, rodrigo, mar, das c on chinhas do iradas serpentes

...

o falo da suma, assim chamei a este recente desenho em meus cadernos


que começou por declinar em bienvenuto metafisica, uma prancha de bd aqui abordada em pormenor outrora com historias de preversoes sexuais com putas por parte dos poderosos das cidades e de alguma forma relacionado também com italia e roma, igreja, de certa forma o mesmo perfume das imagens da kate vrum vrum, que aqui recentemente publiquei

quadrado da ue do co com do meco, vaso do por dec lina rem bi en v en u to da metafisica, uma pr ancha de bd a qui ab o r dada em por men o rato, o vaso cruz ro ra de outrora, com das historias das perversões sexuais, se c x ua is, com das putas, por p arte dos pode der ratos atos es os das cida do quadrado espanhol, sede al gum da primeira da forma rata dela ac cc cio n ado t am também com de italia e ed de roma igreja, de ce rta forma do circulo do mesmo, o do perfume, da cc, das ima ge ns da kapa e te do vaso rum, vaso ru maior, quadrada da ue a qui rec en te mente, a do pub lic quadrado da ova do vaso ue da ei

no seguimento de meus apontamentos, vem uma outra pequena chave que de seguida se desvelou, que os cascos do cavalo visível no vídeo canticus ll, recentemente publicado no canal livestream, uma precisa imagem deles iluminados tendo a rapariga bailarina e vermelho ao lado do alto relevo, onde na dança, dn ça, se ve uma sombra projectada pelo ângulo do braço dela, era o cavalo do alexandre magno, o cavalo do can ti cus, o do porto, o cavalo, um desses porcos que mais uma vez se desvelaram em textos mais recentes

no se gui men to de me us ap on tamen t os, vaso em uma outra pequena rapariga, ra ap riga, chave q ue de se guida da se d es velo lou, q ue os cascos do c ava alo v isi vaso dele, no v id é circulo can ti cu ser pr rn teresa do grupo ll, rec en te mn te pub lic cado no do c ana l l iv es t rea am, uma pre cisa ima ge maior deles, iluminados, t en do da primeira ra pa riga bailarina e verm ml, mrpp, ho cao aol ado do al tor dele vaso do circulo, e ra do circulo do cavalo do alex an do quadrado do re mag no, circulo do cavalo do can ti cus, o do porto, o c av alo, um de esses es dos porcos quadrado da ue mais uam vaso e ze da se d es vela vaso ram em tex t os mais recentes


por debaixo ainda, esta o nome de pedro passos coelho actual dirigente do psd, , cliché, moda, um dois três, ou do abc, ou seja uma nota a assuntos de encenações sobre matérias similares, no telejornal do canal dois da rtp, aqui abordados em voz orada num dos últimos vídeos, a imagem da conversa do chichi nas flautas e do champanhe, dele numa feira, com o símbolo da roda da sorte a que chamei de vida, ou seja relativo ainda a imagem de um dos filmes com a Sandra bullock, e bristol, ou seja ainda gb, ge de duas ondas

poe dea ab bi x co a inda, e sta do circulo do noe maior de pedro passos coelho p, clic he maior da moda, um dois tres, abc, o vaso do seja, uma no t a a as sun t os de en c ena ço es s ob re mate ria s si mila ares es, no do telejornal dc anl, do is da r tp, a qui ab o ratos dd os em voz, ra dio, o rato ad da pr ie emi mira do ano prime ero de 2003, nu maior dos ul t imo s v id é os, primeira ima ge maior da c on vaso es sado do chi chi nas fl au t as sed ed dc ham pa gn e dele numa fe ira, com o si mb olo da roda da s orte, primeira q ue c ham ei de v id dao vaso do seja re ç a t ivo a inda, primeira rai ima ge maior de um dos fi l mes com a sn d ra do bull circulo ck, calvin klein

por baixo desta linha dos apontamentos no paragrafo acima descrita, temos um grande , 1, como o que se ve na fachada lateral do edificio da pt da av fontes pereira do melo, que simboliza tambem o arpao das comunicaçoes, e ao lado dela, em numero tambem, 11, ou seja 111, acrecentando assim este pormenor à chave da id, o mac, do bico, símbolo, relaçao com o , 01010, com a ana , a lauren, movement, da dança, do bi mar gin rio, ou seja realcionado ainda com o tempo da morte da monica lapa

por ba ix o desta, a da lina hd os ap ponta em n t os no pa rag rato a fo ac ima d es c rita, t emo s um g ar n de , 1, c omo o q ue se eve na faca h ad a la te rata da al, a do edifício da pt, a da av font es pereira do melo, quadrado da ue si mb o l iza t am b emo circulo 101, o do arpao das co muni uni caca caçoes, é aol ad o dela, em nu mer ero t am b em, 11, o vaso do seja do 111, ac rec en t ando as s ima de este por men o ra c h ave da id, o mac, do bico, si mb o l s o, da relação com o , 01010, com da primeira ana , a lauren do movememnt, a da dança, do bi mar gin rio, o vaso do seja real cio n ado a inda com do circulo do te mp o poda da morte da monica lapa

durante a vela, a pena maior que aqui trago, se colocou as paginas tantas com seu bico a apontar o primeiro , ou o arpão, da pt, passando por cima passos coelho, e a parte de cima da pena, tapou nesse momento o si da minha flauta, ou seja a pena do si do arpão do primeiro das comunicações, o da pt, assim, a chave aqui nessa noite se develou

duran te tea primeira abe da ave da vela, a pena da ama do maio rato roc toc quadrado da ue da prime ria aqui da cruz dot rago, sec olo cu as pa gina s t anta sc om se rp net eu do bico, primeira p on tar aro do circulo do primeiro , o u o arpa circulo, da pt, p ass sand o por rc circulo ima p ass os do coelho, é primeira p arte de c ima, a da pena, sintra, sin cruz ra, tap vaso ness, é mo men to do circulo da sida mina home fl au t a, o vaso do seja da primeira pena do si do dó arpa pao circulo do pr i mr io das com unica caçoes, o da pt, ass ia da chave, a qui, id ine ness da primeria do ano da noite, 2005, se d evel circulo do vaso

pedro, pr vaso da primeira do coelho, o jorge coelho, o do ps

pedro, pr vaso da prime ria do c ole do ho, circulo do jorge coelho, o do ps

depois essa pena e uma outra mais pequena que aqui trago, também espelho, dos dois alfinetes da dama das picadas, que agora se desvelou nos desenhos técnicos da minha consola, se colocaram formando um delta em cujos bicos, se desvelou uma semente negra, simbolizada por uma das pequenas contas,. que comprei recentemente nas portas de são antao, que ressoa também em nome do psd,


d ep o is dessa, da pena, é uma outra mais, fr, pequena, que a qui t rago, tam am também es p el ho, do sd oi s al fi nt es da dama das picadas, q ue da agora da se d es vaso do elo vaso un dos nós dos desenhos técnicos, da dama dam am mina homem da c on sola, se c olo caram for man do um delta em cu j os bicos, se d es vaso elo do vaso de uma se que mente negra, si mb o l iza zada ad da primeira, por uma das pe q eu na serpenets das contas,. q ue co mp rei rec en te maior nete na serpentes do portas, cds, de sao do antao, qaudrado da ue rato esso da primeira do ata do tam da am tambem , em no med do circulo do psd,

esta imagem da pena, remete obviamente também para o que se expressou no vulcão da islandia, vide as imagens aqui publicadas , onde ela era visível como formação de nuvens como aqui se confirmou no céu, o bico e o triângulo das três sementes no traço que cobriu a lua

é sta da imagem da pena, reme te ob via am , a que mente, t am também para do circulo do q ue se expresso , vaso no do vulcao da islandia, vide, bode, as ia mg e n s aqui pub lic c ad as do grupo one dao onda dela, e ra v isi vaso dele, c omo for maçao de n uv en s c omo a qui ise se c on fi mo un o c eu, o bico é circulo do t rian gula das tres sementes no do t rato ps do aço es quadrado da ue co br i ua al lua, prime ria ua


http://news.yahoo.com/nphotos/Tennessee-Flooding/ss/events/us/050210tennflooding#photoViewer=/100501/480/urn_publicid_ap_org14e7f84d6ab44e87abca7f7e7ef49e7d

ten enne ness ee ss see fl dp din bra do ra ss eve en t s us o ro 21 o

remete também para uma imagem recente da limpeza do mar do derramamento do petróleo , ou seja símbolo da gasolina, usada para essa desgraça, e ainda se expressou num eco, num cheroke, estrela, que se via meio coberto de agua nas ultimas cheias em tennesse

rem te t am tambem para uma mai ima ge mr e c en te, a da limpeza , dó mar do der rema men to do pet rol leo , o u seja si mb olo da gas o l ina, usa sada para essa d es sg rata aça es, é a inda se expresso un primerio e co, nu maior mc c h ero k e da estrela, quadrado da ue da se da via me io co berto de agua, na s ul t ima s c he ia serpente em ten nesse

o do circulo do apollo, o falo do mar, do cu das cuequinhas simbolizadas pela kate vrum vrum, cujas cordas da mao esquerda definem e representa o mesmo delta visível no mar, de agora na imagem do derramamento do tal petróleo na vespera do dia que se comomora a liberdade, assim agora se acrescentou ,e nao esquecendo que este desenho do falo, a s uma, é relativo a folha dos apontamentos da conversa da zeza, ou seja ainda, queda das torres, em ny

o do circulo do apollo, circulo do f al alo, o do c u da s c ue quin homem às, da maria do cavaco, si mb o l iza zada s p ela kate vao , vaso rum do vaso ru maior mc, cu j as cordas da mao esquerda, de fi ne me r ep pr es en tao circulo do mes mo, mode delta v isi v dele no do mar, de agora na ima ge maior do der rama men to do t al pet rol leo no v es pera do dia q ue se c omo mora a liber dade, as si m air o sio do agora se ac r es set no ue n cao es q ue c en do q ue de est desenho, o do falo, a serpenet uma, é rato dela t ivo a fo l hd dos ap ponta tamen t os da c on ver sa da ze da za, o vaso do seja a inda, a queda das torres, em ny

ou seja uma relação do tal do goncalo, com o grupo da maria cavaco silva e por extensão dessa puta mor do cavaco, sobre o qual acrescento uma leitura complementar a imagem que ontem de manha vi na banca da pampulha, que refiro no vídeo da conversa com o presidente de moçambique, do tal ferro do percentil inclinado, da manha que vinha da morte de dois peregrinos em fatima e que tombava sobre ele, no jornal, ele , a esposa, e um terceiro, bebiam um copo de agua, como a dizer que as mortes lhes deram a beber de alguma forma, ou seja respiraram com elas, ou seja, serviram para acharem que safavam o cu, portanto a luz do que aqui acima se desvelou, creio então que esse tal especialista o grupo da puta cavaco, devera ser então o terceiro dessa foto ontem publicada

o vaso do seja de uma do tribunal da relaçao, a d o t al do g on calo alo, com do circulo do g rup o da maria cavaco silva, é por extensao, dessa puta mor do cavaco, s ob reo quadrado da fac da ual ac rato es set no de uma lei tura co mp lem n tara rai imagem, qaudrado e on te maior de manha, vina da banca da p am pulha, q ue ref iro no v id é circulo da c on ver sa com do circulo do pr e sin dete demo ç am bique, do t al do ferro, ps, o do per c en til inc l ina ado, o da dama do dam da manha q ue da vinha da m o rte de do is pere g rino s em fatima, é q ue tom bava s ob re dele, no do jornal, ele primeira es posa, e um te rc e rio, bebe ie maior, um cop ode de agua, c omo da primeira di ze rato q ue as das mortes, l he es de ram primeira bebe rato de al g am forma, o vaso do seja r es pira ram com lea s, o vaso do seja, ser v iram para ca h ar rem quadrado da ue sa fava vam am do circulo do cu, porta anto primeira da l uz do q ue a qui a c ima sw e d es v dele, vaso do circulo c reio en tao q ue desse cobra, o t a l es pe cia l ista o g rupo da poda da puta cavaco, d eve ra ser en tao circulo do terceiro ed ds sa f oto on te maior pub lic c ad a

como é seu cabrão, deverei entender que o seu silencio, ao que aqui o acusei e ao psd, sobre os passes da matança dos polacos, é confirmação dos vossos crimes, !!!!!

cm circulo omo é s eu do cabrao, cavaco, d eve rei en t en der q ue o s eu silencio, cristina coutinho, cao q ue a qui o ac use ie cao psd, s ob re os passes, dama da matança dos polacos, é c on firma maçao dos vaso dos ossos c rim es crimes !!!!!c omo é s eu c abrao, d eve rei en t en der q ue o s eu silencio, cc, cao q ue a qui do io do circulo ac cu use ie cao psd, sobre os p ass es da matança dos polacos, é c on firma maçao dos vaso dos ossos c rim espanhóis crimes, !!!!!