sexta-feira, junho 18, 2010

beijinho giseliano e principio da morte final de saramago

bei jinho gi se l ian ano , é p rin cip io damo dam da morte fina l de sara mago

ah belinha, falei eu brincando das barbies e dos kens, e me lembrei de si, que é mais belinha barbie que eu conheço encarnada, enfim, assim meio ao longe sempre pertinho, sobretudo quando se veste toda de agua e floresta verde verdinha, e coisas belas assim, e que por essas razoes, não se encaixa no tal arquétipo muito prestável para stop frame animation, que os belos bonequinhos de mau plástico, tão bem se prestam, na verdade nunca a enfiaria eu numa gaveta , a não ser, claro está se me pedisse, por exemplo porque queria experimentar dormir como uma gatinha, pois conheço umas gatinhas pequeninas que gostavam, muito de dormir dentro delas, um dia apanhei até um susto, pois a comecei a ouvir miar e não sabia de onde vinha, abri gaveta da las e lá estava ela, tinha ficado fechada

primeira h bel da linha, casa do sino, maçons, f al lei eu , é eva vaso br inca can do das b a r b i e s e dos k en se da me l em br ei de si,c ue, é mais be linha da barbie q ue eu c on he ço es enca car n ad a, en fi massi maior me io cao do longe, se mp re per tinho, sobretudo, qua ando se vaso este toda de a g ua e flor est primeria ave verde ver dinha, e co isas de belas, lugar, as si mec ue por dessas r azo es, n cao se en caixa , banco, no t al ar rue ue t ip o mu it o pr est ave l para s top fr am e anima ti on, q ue os bone quin h os de m au pal s tico, tao b em se pr es tam am, na ave rda dade n un ca a en fia ria europeu nu mag ave eta , ana o ser, c al roque e stá se da me ped iss se, por e x e mp lo por q ue, q ue ria é x p er i rn t ar dor mir c omo uma gat tinha, p o is c on he ço es uma s g a tinhas pe q u e ninas q ue g os t ava vam am, mu it o de dor mir d en t roda delas, um dia ap ane h ei a té um s us top o isa co mece ia o uv i rato mia rena nau o sa bia de onda da vinha, ab ria g ave eta dallas , é l á est ava dela, tinha fi cado fe cha ad da primeira

pois por aqui anda de novo, bela menina, em tipo stop frame, para a calzedonia, que parece declinar em circulo da ns, ze zed don do ia, e mme pergunto à luz do que o espírito no corte das palavras de novo me desvelava em textos muito recentes, se a menina não será usada pelo al do grupo dos jogos de cama, outras nao necessariamente as belas dos sonhos onde nos deitamos com nossa amada em sues cabelos e muito a beijar, mas das mistificações das camas e leitos de diversas natureza assim tipo digitais, dois falos num circulo, ou imagem de dp, quase o inverso de um fio de hoje no noticiário com o zapatero entre as colunas por debaixo da coroa, com o violistas da strauss do fmi, ao lado, a dizer coisas engraças de traduzir, não fosse mas bombas e as matanças e até a morte de saramago, que agora enquanto lhe escrevia tomei conhecimento


p o is por a qui da anda de en ovo, b dela, me nina, em t ip o s top fr a me, para priemira da c al ze don ia, q ue pa rece dec lina ar rem em circulo da ns, ze zed don do ia, e mme per gun to à luz, maddie, doque ue circulo do es peito no da corte, das pal av ratos ás de en ovo sm da me d es vela lava ava, a der r e tida, em tex ts o mu it o rec en t es, sea primeira menina n cao se ra usa sada p elo al do g rupo, o dos jogos dec cama, outras n cao ne c ess sari am que mente, às de belas, lugar, do os dos sonhos dao onda nós de it amos com no s sa am mad ad da primeira em s u es cab elos se mu it o primeira bei do principe da ar, massa , a das mistificaçoes das camas e leitos, de di vera serpente puat do soares, na ture za as si maior t ip o di gita is, do is dos falos nu maior c irc cu uk lo, o ui mage maior de dp, q ua ase seo in verso, contra rio, porto, de um fi circulo da ode de hoje no do noticiario com do circulo da puta zapatero, en t rea as co lunas por de ba ix , circulo do beijo invertido, o da coroa, com do circulo do viol ista serpente da star ru ss do fm ia circulo lado, primeria di ze rato rc o ia s en g ratas aças es , de t r ad uz i rato, n cao da fose ma serpente das bombas, é ás mata bn ç as se es, é a té da primeira morte de saramago, q ue do agora en q ua anto l he es x c rato ps e via tome i c on he , cimento


a vi ao fundo pela primeira vez, sem mesmo a ver e me disse, esta ali uma ibis da casa dos flamingos, depois calhou nao ver o dito mu pi, ou oo dito maso do pi da mu, durante algum tempo ate que em dia recente subindo a parte alta do bairro médio, de novo a olhei e me disse , mas é a bela guria e então em baixo ali ao pe dada paragem dos marinheiros do trinta e um da armada guardados pelos seguranças particulares a bem do erário publico, a fui beijar ao perto


p o is avi, windows media fi ele, ou seja do filme do tsunami, cao fun dó p dela, prime ria aveiro ave zorro, se maior do mesmo , ave rato ps, é me di s se, e sta al e uma da ibis da ca sd os fal min g os, d ep o is c alho un cao ove vaso do ero do dito mu pi, o vaso dp do dito maso do pi da mu, duran te al gum te mp o a teque, madeira, em dia rec en te s u b indo a ap rte al t ad o bairro med io, de en ovo aol h ei e me di s se , masé sea bela a g ur ia e en ato em ba ix o al ia o peda dada pa ar ge maior dos marin, tvi, es, he ior serpernte do trinta e um da ar am ad a g u ard dos dados p elos segur anças es pat ti cu l ares, a b e maior dó, é ra rio do jornal publico, a fu i be i j da ar cao do per da cruz do circulo

a olhei e me disse tao bela, em posiçao tao estranha porvertura fgeiosa e tudo, grr, de mansinho, depoios vi que lhe tinham feito assim como uma marca de um facalhao que descia em seu belo ventre, olhei o padrao das flores do bikini, e pormenores restantes, e neles vi umas flores assim tipo chaminas, cha da minas na china, que dpois me apreeu de novo, sabe onde, bela guria, num dos videos ultimos aqui publicado, o key torres e eoutos, qundo a camara lambe o sol de prta que pelas condiçoes de luz mais parece um sol negro, ou de chamas negras que se encontra por cima do contadores, indo paquistao, desgraças, da eletrecidade das plantas dos trabalhos tecnicos desta instalaçoes, ou seja do grupo que aqui fez as manhas para os filhos da puta dos terroristas do porto, e do contador da agua, ou seja india, desgraças, queda de avioes, pois a regua de pedreiro amarela, tras um abngulo entre duas bolhas de agua, imagem que me aprcera recentemente a proprosito da polonia e dos tupolevs, quando pergunto aos iluminados, se por acaso nao trazem todos os avioes do mundo , o sistema de segurança que diziam o tupolev que caiu em smolensko ter


aol he ei e me di s se tao da bela, em posi sic sao eapanhola tao est rata anha por vert tura fg ei o sa e tudo, g rr, rtadio renasncença,. de ema do man sin do natal, tsunami, d ep oio s erpente vic q ue l he tinha dp ham am, feito, as si mc omo uam maraca de um faca l j home cao q ue de es cia em s eu b elo v en t reo l he ei do circulo do padrao, das flor es do bi kin ie por men o ratos pse es r es t ant es, e n deles vi umas flor es as si maior t ip o cha am minas, cha da minas na china, q ue dp o is me ap re europeu de en ovo, s abe onda,da ab abe dela, a g ur ia, nu maior dos v id deos sul t imo s a qui pub lic cado, circulo da key das torres, é , e, o u t os, q un dó primeira da cama ra lam beu do circulo do sol, ilhas , de p rta q ue p delas condi ço es de luz mais, fr, pa rece um sol negro, o vaso dec hamas negras, q ue se en contra por c ima mad ad dó conta ad dor es, indo paqui s tao, das desgraças, da dele , t rec re cidade das p l antas, ad os t raba bal ala all alhos tec nico serpentes desta , in s t ala ço es, o vaso do seja do g rupo q ue a qui de fez ás das manhas para os fil home do os da puta dos terroristas do porto, é do conta ad da dor da agua, o u seja india, d es sg ratas aças es da queda de avio es, p o isa primeria da regua, a do pedreiro am ar dela, t rato as serpente do primerio do ab bn da gula en t red u as das bolhas de agua, ima ge maior q ue da me ap rc cera rec en te mne net primeira pro rop pro s t id a polonia, é do os t u p ole vaso da serpente graficos t r es dimensoes,, qua ando per gun to a os iluminados, se por aca s on cao t ra ze maior de todos os avio do es do mundo , o sis t ema mad e segur ança es q ue di z iam do circulo do tupolev q ue ca eu em sm ole len en sk o teresa

a menina flamingo do ibis, hotekl arabem estav no mu pi , a mu do pi, tereciro do quadrado do primeiro , da puta do socrates, estva ao lado de uma grande pedra na paria das maças, ny, onde se via uma lapa, quem diria, da concordancia do belo nome, com outra bela menina que muito amo, e que daqui levaram há muito tempo, e ainda por extensao, lapa, bairro, e hotis, tambem, ou seja a suma diz c al ze don ia da pedra da lapa, a chama do sol negro, dos contadores indos e do paquistao e das quedas de avioes, com relaçao aos passes das manhas tecnica aq1ui feitas pelos que fizeram as instalaçoes a mando do tal do grupo do porto, por eles corrtompidos, pois foi eu que pageuei aqui os trabalhos, t r ab la h os, que me fizeram, e ainda tive que ir para o tribunal de sintra, s en t r ac com o, com os filhos da puta que ainda me queriam roubar, rato serpente ma sis, mais uns cobres, ou seja, traduzir na pedra da conta, a manha, vao, ps, vaso se foder todos, seus caralhos terroristas!!!


a m en nina do ina fla am min god , circulo do ibis, ho tek primeiro do arabe maior est av no mu pi , a mu do pi, te rec iro do quadrado do primeiro , da puta do socrates, es tva aol ado de uma g rande pedra na paria das maças, ny, onda da se da via , uma da lapa, q ue maior da di da ria de aveiro, gif, da concord anc ia do b elo no me, c om de outra bela menina q ue mu it o am oe, q ue da qui l eva vara ram h á mu it o t e mp oe a inda por, é x ten sao da lapa, a do bairro, e hot is, t am tambem, o u seja primeria serpente uma di zorro circulo da al do ze don ia da pedra da lapa, a c hama do sol negro, dos conta ad dor es indo sed o paqui s tao, é das quedas de avio es, com do tribunal da relaçao primeira do os passes das manhas tecnica a q 1 ue cc, feitas, p elos q ue fi ze ram ás in s t ala ço es priemira do mando do t al do g rupo do porto, por el es cor rt tom pidos, p o is fo oi europeu q ue pa ge ue ia da primeria do qui os t r ab la h os q ue me fi ze ram, é a inda teve , q ue é rata do ap do para da ara do circulo do tribunal, o da sentença, de s en t rato ps ac om os filhos da puta, q ue a inda da me q ue ria am ro ub as rato ps ma sis un serpentes cobres, co muni cacçoes espanhois, br es, vivo tele fon nica, o vaso do seja da cruz x rato ps ad uz i rato na pedra, da ac conta primeria da am da manha, vaso se fode der todos, se us carla homem os te rr o ratos do ista serepnte!!!

ainda sobre outros layers da imagem de ontem




127, italia, 78, 18, grau maçónico, 06, circulo do sexto, 1010,5 estrela digital do maior do vaso do banco, roubo do conceito dos cartões electrónicos, caretos, mascara do diabo, MB (11.0. do onze do 110, primeiro de dezembro 4, quadrado 9.8 , expo, 21, olivais, laranjinhas,psd, jsd, b y cruz es)

a inda s ob re outros l ayer, iam , s d a ima ge m d a c e bola de on te m

s en do que o te m po d este v id e o, me di z , c i r c u lo de 93, o u do 93, i p s si m u s

ontem ainda ao declinar gonzález em pepe rápido, ou pepe ra pido, ou rápido, comboio, me recordei de um escutado recente quando dei conta do roubo do contrabaixo, alguém pelo espírito me lembrava de outro roubo que se dera no comboio alfa, que nunca entendi, pois para alem de tudo não ia nessa viagem, mas somando isto, parece hoje a luz do que sei , a prova de um processo idêntico , feitos pelas contas e falsos acertos nas árvores do dever e do haver,

on te m a inda cao dec lina do goncales ze zorro em pepe rapido, o u pepe ra pido, o u rapido, com boio do io, me reco rato dei de um es cu t ad o rec en te qua ando dei conta do ro u b o do c on t r aba ixo, al g ue mp elo es p ei rito me l em br ava deo de outro do roubo, q ue se der ano do comboio alfa, europeu, q ue n un ca en t en dei, p o is para al lem de tudo n ao ia ness a via ge m, mas s om ando is to, pa rece ho je a luz do q ue s ei , a pro ova de um pro roc c esso id en tico , feitos p el as das contas e f al s os ac e rt os na s arvore s do d eve r e d o h ave rato ps,

seria talvez noventa dois ou três, a equipe, do pop off fora ao porto fazer um especial sobre as bandas de lá, e no comboio, se bem me recordo, sem parar, quando foram ao bar e voltaram, uma câmara tinha desaparecido, ainda por cima uma acabado de comprar, eu sempre achei estranhissimo como depois não a descobriram

se ria t alve z noventa do is o u t r es, a e q u ipe, do pop, popa do popo por top Popper, o forte do ego, psi, o da ofensa, o fe rta ,o fe g ar o ff for a cao porto f az e rum es pe cia al s ob re as bandas de lá, é nó do com boio, se b em me record o, se m p ar ar, qua ando for mao bar e v o l t aram, uma cama ra da tinha d es ap ar e c id o, a inda por c ima uma aca b ad de co mp r ar, eu se mp re ac h ei est ran hi s simo c omo d ep o i s n cao a d es co br iram

o fio da imagem das notas no telejornal, ss, e a rotação, e a cor violeta, nos cabelos das meninas africanas nos bairros pobres, de certa forma cumulativamente com uma estranha historia de uma tribo e de casamentos forçados com gentes mais crescidas que os pais das meninas, aponta, violações , coca, e gente muito crescida

o fi o da ima ge maior das not às no telejornal, ss, e a r ota taçao, heli, é acor viol eta, nós dos cab elos das meninas africanas nos bairros pod br ratos es, de c e rta forma cu mula t iva vam am que mente, com uma e ts rata anha da historia, de uma t rib o e de ca sam en t os forcados , riba tejo, com g en t es mais fr c r es cidas q ue os pais das me ninas, a ponta, vi da viola, ola ço es , coca, e g en te mu it o c r es cida

berimbau, beri, tremoroes, antiga ref beri beri, mb, maior do multibanco, o bau, o da tv cabo

prova quinta parte

o pro dd da a ova da quinta da p da arte

se ainda algum homem justo, do amor e da paz, da imensa maioria que acredita que as coisas se melhoram, não através das guerras, das desgraças e das bombas, e da agitação variada, trouxesse ainda uma duvida da implicação da grande maioria do actuais dirigentes mundiais neste tenebroso fazer, recordai que os motivos dos homens são geralmente muito simples, e idênticos em contrario, aos que obram o amor, e nao gostam de ver correr o sangue para melhorar a vida, nem são estúpidos ou ladroes, e abusadores do poder, para acharem que é necessário o sangue à mudança, pois a prova, é que estes que fundaram nomeadamente a comunidade europeia e a prosseguem , não foram capazes de responder satisfatoriamente a nada, visto que a conclusão é clara para todos, tudo tendeu nestas ultimas décadas, o tempo de nosso crescer, ao pior e no pior se mantém e não deram eles nenhuma prova ate ao momento de qualquer capacidade de que o poderão vir a fazer em forma distinta no amanha mesmo que ensinados

sea primeira jr da inda al gum do home do justo, ps, do am cao red a paz, da iam n sa maio ria q ue ac red dita it da primeira, q ue ás co ia serpente da se mel hor am n cão at r av es da s g ue e rr ás, das d es sg ratas aças es sedas das bombas, t ro ux esse a inda uma d uv id ad da primeira da implicaçao, dag rato ane da maio ria do ac tua is di rig en t es mundiais serpente neste t ene br roso f az e rato, reco rda ai , q ue os m ot ivo s dos h ome n s sao ger as lem n te mu com boio, vaso to da simples, é id en ticos em c on t ra rio, a os q ue ob ram o am o rena naso g os tam de eve rc cor rato do ero do sangue para mel hor primeira vida, ne maior da sao est tp u di os o vaso l ad ro es, é ab usa dor es do pode der, para acha rem q ue é ne c ess sario o sangue *a mud dança, p o isa por v a é q ue este s q ue funda d aram noe ema mad ad dam am , a que mente, primeira da co muni dade europe ia, é primeira por ss e g ue maior , n cão do foram pt, ca p az es de r es pond der sati s fato ria am que mente, primeira ana n ad a, vi s to q ue eu primeira c on c lu usa sao é clara para todos, t u ot e madeira d eu neste u l t ima s dec ad as, o te maior da pode no osso c r es ser cao pi o reno pi o rato da se man te me n cão der am deles, n en h uma por v a a teao cao mo men to de q ual q ue rato capa da cidade , dede q ue o pode rato doc cao v ira do f az e rem da forma di s tinta no am anha ham am do mesmo, q ue en sin ad os

pois a verdade é que quem me trás o filho roubado tem gozado a protecção e impunidade de todos os quadrantes políticos, que vergam e corromperam as próprias politicas e tribunais e o link aponta como demonstrado factualmente ao ps e a face do maior dos bandidos, o mario soares, e também é verdade, que este facto lhes tem servido, a toda esta cklique que se diz dirigente para assim ganharem explicações a borla, que paradoxalmente os mantém no poder, curiosa equação a um ser que sou eu, que como todos sabem no mundo trago, um compromisso com todos de salvação, e sei eu, que quando escolhem a via do sangue, o fazem perversamente para que eu os alimente pela luz, motivação, perguntais, a básica, são incompetentes e se tornaram assassinos, pois não creio ir ouvir de nenhum deles, mesmo de um González, no tribunal, que o fizeram como revolucionários dentro de um plano de revolução ou salvação, e isto é claro como a mais clara agua, pois todos sabem que a justiça, deixou de existir e portanto se assim o é, é para cobrirem os próprios crimes, um plano dizem eles com vinte anos, assim confessava o filipe Gonçalves nos Jerónimos, certamente este grupo transversal em aliança de distintos partidos e outras casa dos homens , virão escutados como os que oiço nas vezes pelo espírito , que pretendem ensinar e quebrar as arrogâncias aos países imperialistas, muito certo dizer, a diferença esta em que eu não advogo nem nunca advoguei como pedagogia deitar torres abaixo, ou provocar tremores de terra, ou fazer guerras, e depois , amados, esta gente fez prova exaustiva de que sao para alem de incompetentes, e maldosos, cobardes, pois como todos no mundo o sabem, nenhum me recebe como são obrigados por lei, e nem trazem peias em torturar uma criança


p o isa primeira ver dade, é q ue q ue maior do me t rato ps *as do circulo do fil h o ro ub bad ad ad o te maior g oz ad o a por teç sao es, é em p uni dade de todos os qua ad d ran t es pol it ticos, q ue ver gam e cor rom pera ram am às por rp p ria s pol icas se dos tribunais, é circulo do l ink ap da ponta c omo emo sn t r ad o f ac tua lem nt, é cao do ps e primeira face do maior dos bandidos, circulo co do mario soares, e eta tam am tambem é vaso b e rda dade, q ue este f ac ato , l h es te maior ser v id o primeira de toda e sta da ck lic da ue q ue se di zorro di rig en te para as si maior gan harem, é x p lic caçoes es a b o r laque ue para do ox do x al que mente, os man te maior no pode der, cu rio sa e qua sao es da a um , ser q ue s o ue vaso, q ue c omo todos, sabem , no mundo t rag o, um co mp pro romi iss o c on todos de s al alva sao es, e s ei eureopeia, q ue qua ando es co l h ema primeira da via do sangue, o f az e maior perver sam am que mente, para q ue e vaso do os al lie mn te p dela, a da luz, m ot iva sao es , a ba sica, sao inc om pet en t es e se t ron aram as as sin os, p o is n cão c rei o i rato o uv i rato de n e n h um deles, me sm o mode um do g on z al e zorro do, no do tribunal, q ue o fi ze ram c omo r evo lu cio na rata iso d e n t rode um p lan ano primeiro de r evo lu sao es , o u s alva sao es, é is to é c l aro c omo am a si c al ra da agua, p o is todos sabem, q ue primeira da justiça, de ix o u de e xis tir e porta anto se as si mo é, é p aa co br ire maior do os pro rop p rio s c rim crimes es , um pal no di ze maior deles, com de há vinte anos, as si maior c on fess ava do circulo do file pe do g on calvez nos j ero minos, ce rate maior da te de este g rupo t ra sn ver s al em al ina coretz de di s tintos p art ido se de outras da c asa dos h om en sm , via aro w esu t ad os com os q ue oiko es nas v e z es p elo es pie it o , os q ue pre t en de maior en sin da ar e q ue br a a rro gan cia sao pa ise es si mp eri al ista s, mu it o ce rt o di ze ra di feren enca, é sta em q ue europeu n cão ad ovo ne maior n un ca ad vo g ue ei c omo peda go g ia de it ar das torres ab aixo, ou pro ovo car t remo mor es de terra,br, é d ep o is , amado serpente mne, , e sta gente de fez pro da ova, é xa us t iva deque ue da sao para al lem de inc cop pet en t es, e ma al do s os, co braes, p o is c omo td osso no mundo, o sabem, n en h um me re cebe c omo sao ob br riga gados por da lei e n em t ra ze m p deias em tor t ur ar uma c ria ança espanhola

e sobre o verdadeiro campeonato de futebol redondo do mundo no jogo das trevas e da salvaçao, a todos os amantes amados do uno mundo digo

é s ob reo ove verd qa ad eiro do campeonato de futebol, o do redondo, alentejo, dó mundo no j ogo das trevas, é da s alva sao espanhola , primeira de todos os am ant es amado serpente do dó da un do circulo do mundo, dig circulo

a via da mudança é a da paz, é de não fazer nenhum compromisso com estas gentes que estao fora da lei e sonegaram o poder a todos, ou seja , deixai de pagar impostos e parai os paises, para que a transiçao de poder de novo se faça as gentes, que é de quem ele é, pois os partidos e as casas dos homens se tornaram, verdadeiros antros de bandidagem e corrupçao, e pensai, que vamos ter uma grande agitaçao em proximo, no uno mundo, e que inevitavelmente o poder deve retornar ao povo e aqueles que sabem governar, ou seja fazer com que todos se possam governar, pois o que temos pela frante a medio prazo, é o agravar desta herança de loucos

primeira avia da mu da dança é a da paz, é de n cão f az e rn en home primeiro, co mp pro romi iss o com e stas g en t es q ue es tao for ad primeira da lei e s one gara ram am circulo do pode der rprimeira de todos, o u seja , d ei x a id e pa gara dos impostos, i mp ps oto se pa rai os pa ise es, para q ue a t ra sni sao es ed e pode der de en ov se f aça es ás g en t es, q ue é deque maior dele, é, p o is os p art id fo se sea as c asa sd os h om en s se torn aram, verd ad e iros antros de ban dida dag ge me cor rup sao es, e p en sa e q ue v amos teresa, uma g rande a gita taçao em pro ox imo, no un no do mundo, e q ue ine vita ave lem n teo circulo do pode der , d eve r e torn ar cao p ovo ~´e a q u l es q ue , sabem , g ove rn ar, o vaso do seja f az e rc om q ue todos da se p os sam g ove rn rato rp p o iso q ue t emo s p dela , fr ante primeira med io p rato az zo, é o a g r ava rato desta, her ança es de lou cio s

voltando a imagem dos bandidos que se dizem representar o povo, na assembleia da republica, na tal comissao de inquerito , temos como personagens da mesa trasnversal da dentadura da besta,. Granadeiro, paulo penedos, paulo pedroso, a espanhola, como imagem da puta do ps que apareceu como namorada do paulo pedroso no processo de abuso infantil, com vista a tentar disfraçar o seu perfil, e certamente ainda uns outros, com o socrates incluído


v o l t ando a iam mg em maior dos ban dido s, q ue se di ze m r ep pr es en tar aro p ovo, na assembleia da republica, na t al co miss sao de inq ue do rito, ps , 1, 2, 3, a, b, c, t emo s c omo per son a ge en ns da mesa, madrid, t ra sn ver s al , a da dentadura gato ritos da besta,. Gara ana ad eiro do paulo penedos, do paulo pedroso, a es pan hola, c omo ima g w e madeira , a da puta do ps q ue ap ar c eu c omo na mora ad o do paulo pedroso no por c esso de ab bus us o in fan til, com vaso do ista , primeira a tentar di s fr aça es aro rose s eu per rf fil, é ce rta em nt e a inda un s de outros, com do circulo do socrates , sin inc luí dó

paulo pedroso é o responsavel pelo os da tentaiva de minha morte em noventa e nove, no vip, e creio tambem ser o do virus do sngue, nos tribuynasi, via o irmaozinho que se diz puta de juiz, do angulo na coluna do tribunal da elaçao, e creio ser a puta tambem por detras do riutal que levou a qued da ponte entre os rios e da matança de quase cem almas em portugal, ainda impune, tendo tido essa puta a ousadia aind por ciam e pedir dinehrio ao estado a laia de matador douro sj é primeira da am morte dn circulo do toco

paulo ped do roso é o r es ponsa ave el p elo os da t en t aiva de min h am da morte da orte em noventa e nove, no v ip, e c rei o t am tambem s ero do virus do sn g ue, nós dos tribunais, t rib u y na si, via do circulo do irmaozinho q ue se di zorro da puta de juiz, do angulo na co luna do t rib un al ad , a da relaçao, é c rei o ser primeira puta t am tambem por det ratos ps às do rio ritual t al q ue l evo ua q ue dd a ponte entre os rios, é a dama da matança de q ua ase ce maior almas em portu gal, a inda e mp une, t en do t id o dessa puta , primeira da o usa dia a ind dp por circulo do rato ps cia am e ped di rato ps dine home do rio cao do estado a l aia de ema da mata, a ad da dor, ou sjea a morte no toco

o bandido do pacheco pereira, mostrava hoje numa foto no site a rtp, os papeis enrolados, en rola rol lado serpente, como uma faca br anca, o granadeiro, que declina em grana da ad de eira, ou seja cam p circulo do brasil, mascara da cp do pm , socrates, pr primeira da ap da puta dela, a da tele do fi da nica da v ivo,

circulo do ban dido , o do pacheco, o burro do pereira, do ps e do governo, mo st rata ava ho je nu ma f oto no site priemria da rata tp da rtp, os pape is en rol lados, en rola rol lado serpente, c omo uma f aca br anca, circulo do granadeiro, q ue dec lina em g rana da ad de eira, o vaso do seja cam p c irc x culo do bra si l, mascara da cp do pm , socrates, pr primeira da ap da puta dela, a da tele do fi da nica da v ivo,

"Não temos dúvidas em afirmar que o caso tvi apenas se percebe com a análise de tais produtos" - escutas telefónicas a armando vara e paulo penedos -, afirmava o juiz de instrução criminal da Comarca do Baixo Vouga, num despacho enviado à comissão de inquérito

"N cão t emo s d ú v id as em a firma mar q ue circulo do caso cruz, do vicente , a pe pena sin t ra serpente da se per cebe com ad primeria anál ise de tais, br, produtos, matanças no brasil, es cu t as das telefónicas, primeira de arma man do ova da vara , é paulo penedos -, a firma ava do circulo 101 juiz de in s t ru são es c rimi ina n al da coma marca do Ba ix xo do vouga, nu maior d es p ac ho en viado à co mis são de inq u é rito


assim citam as palavras do tal que se diz juiz, já comentadas em parte, nomeadamente a bela e singular palavra produtos, me pergunto quais, fr, coca o u o q ue, q ue c on v en ham os c ham mar pro d u to sa das trasncriçoes de sm sas tasi, rem, escutas, pro dt os s ó um malu co o faria

o pr e t en s o pr es sin dete da co misa sao de inq ue rito do mota am aral, t am b ém do ps d, pro roi ibi ua s refer ên cias às es cu t as no r ela toiro, se m q ue t al t ive esse s id o ob ject o de di s cu s são e s en do que para mel hor ar primeira da encenaçao, na ap ar e cna iso do circulo do pacheco , primeira delas, o u r es umo s delas, tve na co miss sao ac esso

e para clarificar ou tentar ocultar, depende da inteligencia de que m l e ia, em r es posta a um req u e rim en t o do psd, o pro roc cura dor da r e pública, da mesma coma rca, s en do q ue todos a te agora sao dos corruptos e ban dido s for ad as leis por v ad o a e x au s tao, o marques vidal, ou o maques do vidal, dos tec id os, d efe fen dia me sm o "um inter esse ob ject ivo na di v u l g aç são es de tais, br, d es p ac ho sede de todo o circulo do expediente, é x ped di ie en te , rato dela, t ivo cao do maluco da cruz do vi p orque, ape serpente da ar de ser um caso la te r al, r ela t iva vam am que mente cao ob ject o c en t rata da al, a da investigação do pro roc c esso, te maior s id o a do fon ., te p rin cip al de todas as man ano do bras, de d e s c red i bil iza são med iá tica q ue se t ê maio mex , e x e r c id o s ob reo g rup o de in v es tiga são es da da p do juiz dea ave iro e fun cio n á rios do Mini s té rio do público, dodi ia da ap da puta da coma marca , do Ba ix do xo do vouga, s ob reo circulo do juiz de i ns t ru são e, a té, s ob rea primeria pró rop p ria est ru tura hi ei e rata á quica s up eri o ratop do mini s té rio do público

e se deduz pelo acima declaro pelo tal juiz, que o objecto dos tais pordutos , não dá contudo para entender o assunto do crime mais grave, e que tem para o minsiterio publico especial interesse, pela razao da manobra de descrebilziaçao que tem feito contra o juiz de aveiro, engraçado raciocinio , sem duvida e desvelador

peguem lá o papel de em br u l h o da carne, a car ane n ão pode demos, conta ria ando as da leis q ue rege m as co miss o es de inq ue rito da ar q ue sao e q u ipar ad as por lei a co miss o de inq u e rito de na tui r e z c rimi n al onde um pala h aco q ue se di z pr e sin dete f az fita e condi cio n a os ac esso s a pro v a s, p elo pap el pode r ao en t en der os pro d u tos, ce rate mn te l eva n do ao na ruiz de c ad a um o ua o cu, para nos é bom p o is aca ab com a d es c rib bil za çao es de que s omos al ç v o, e as si m se f az uma da telenovela, de n ada, se t en t a brac mn ue ad, ban di iso com crimes es de morte l arga, c omo a queda de en t re os rios

denitidos todos e levados para inquerito suas putas, que exiet lei neste pais e é para cumprir seus corruptos ladroes de crinças, exijo meu filho, e meus direitos e repsostas e indeminizaçoes do que andaram a me roubar desde há vinte anos!!!

d eni it id os todos e l eva ad os para inq ue rito s u as putas, qu e e xi e t lei neste pais, tvi, e é para cu mp r i rato se us cor ru pt os ladroes de crianças, e x i jo me u fil ho, e me us direitos e r e ps o sta se inde mini iza ço es doque ue anda aram a me ro ub ar de sd e h á vinte anos, a serpente!!!


pro x ima dec lara raçao, na a use en cia de r es p ota de justiça, conde n o vo s a morte!!!!

por x ima dec lara racao çoa es, na a use en cia de r ep ps ota de justiça, conde n ovo as am da morte!!!!

prova, quarta parte

pro ob b primeria da ova, qua art rta p arte


como todos sabem a matança, não afectou só os povos mencionados na parte anterior, e continua saudavelmente a jorrar sangue quando as bestas necessitam de sangue, como dizia hoje essa puta mor do barroso ao sair da reunião na europa, agora temos uma politica económica, até parece que andaram como sarkozi a ver as minhas ultimas lições, nomeadamente sobre a demonstração de como o edifício da politica económica na área determinante dos impostos, que alimenta os ladroes dos direitos do povo, e os corruptos, esta completamente pervertida


c omo todos s abe ema da primeira matança, sabem, n cao a fec to vaso s ó os p ovo s men cio n ad os na p arte ante rato do ps iro, é c on tin ua s au d ave lem n te a jorrar o sangue, q au n dó ás das bestas, ne c ess sita it do tam am de sangue, c omo di zorro do ia ho je dessa puta mor do barroso, ao s air da reuniao, tvi, na europa, agora t emo serpente de uma pol i t ica e cono mica, a té ap pr r ee q ue anda aram c omo s ar k oz ia ave vera ás min h as u l t imas liç o es, no me ad dam n te s ob rea da primeria demon s traçao dec omo o ed fi do cio da pol it ica e cono mica na ar rea det teresa e rata da mina da te dos impostos, q ue al em en t a os ladroes dos direitos, o do p ovo, é os cor ru t os, e sta co mp pt dela, a te mn , a te per vertida


deveremos acrescentar tremores por todo o mundo, bombas em madrid, bombas em londres, bombas em outros países, como na russia, matanças na índia, na china, a queda entre rios, e a lista completa dos crimes contra a humanidade aqui descritos no Livro da Vida


d eve dso remos rem os, ac r es c en tar dos tremores por todo o mundo, bombas em mad r id, das bombas em londres, bombas em o u t r os spa ise es, c omo na ru ss ia, mat anças es na india, a queda entre rios, é a primeira da lista co mp l eta dos c rim crimes es contra primeira do h um ani dade a qui d es c rito serpente no L iv roda daVi d a


sabeis coma vida e a verdade são claras , tão claras que qualquer criança que não veja as mistificações dos telejornais, sempre compreende, sabeis que essa puta mor dos socialistas portugueses, o mario soares, vive por cima da galeria cento e onze, 111, na esquina, ou seja no ângulo do campo grande com a rua do malpique, que é a rua onde trazem as bestas os colégios que como na palestina, faz o exercito que combate e mata os seres do amor e da luz, como tantos crimes individuais aqui descritos até ao momento pela leis e justiça dos homens na maior parte deles impunes


s ab e is c oma coma, v id a e ave rda dade sao da clara serpente , tao claras q ue q au l q ue rato dp ato das crianças, q ue n cao do veja, do brasileiro, que é o às do ie das mistificaçoes dos telejornais, se mp re com p rende, sabe sic, ue ess da puta mor dos soci al ista s portu gueses, do circulo do mario soares, vaso ive por c ima mad a da gale da ria doc cento e onze, 111, na es q u ina, o vaso do seja no do ang gula lodo cam po g rande com da primeria da rua do mal pique, q ue é primeira da rua onda t r az ema serpente aguia das bestas do os dos colegios, q ue c omo mona pal es t ina, f az da onda do circulo do exercito q ue com bate e ema da mata os ser es do amo mor, red da l uz, c omo t ant os c rim crimes es in di v id ua is a qui d es c rit s o a té ao moe mn to p dela, a das leis e da justiça, dos h om en ns na maio r p arte deles si mp une es


ora, certamente recordarei, pois é meu comento recente, aquando do tal encontro dos terroristas no mosteiro dos jeronimos, que relembrei a morte e um belo homem do brasil, o tom jobim, que ocorreu depois desse encontro com essa puta mor e a ladra de crianças, maria barroso, pela mão da cristina coutinho na mesma esquina onde essa puta falava para as câmaras, no final desse encontro dos pinguins internacionais, de que resultaram mais uma matanças pelo mundo em diversos modo, chuvas incluídas



o rato ps do ac e rta tam am que mente, reco rda rei, p o is é me eu vaso com en to r e c en te, a qua ando do t al encontro dos te rr o rita s no mos tie ero d o s j ero nimos, q ue rato dele , lem br rei primeira puta dao dam da am da morte, é um b elo homem do brasil, circulo do tom jo bi maior, q ue oco rr eu d ep o is desse en c on t roc om dessa puta mor e a ladra dec crianças, rin ç as, maria do bar roso, p dela , mao da cristina coutinho, na me sm a es q u ina onda do ess da puta que falava para ás cm ar as, no fina al desse do encontro dos pin gui ns int rena cio ni s, de q ue reu s l t aram ma sio, uma maior cruz mata anças es sp puta do elo do mundo em diver s om mod o, c h uva sin c lui id as, mulher do durao


rua do malpique do colégio moderno, o do colégio moderno, a puta d mario soares, do mal da ns pique, ou seja, nelson piquet, e pique que ainda declina em pica francesa, em pi quadrado da ue, em puta do ike, que devera pela declinação também ter tido em parte já uma paga, pela morte de um do colégio ds putas, o pique do mal, ou seja o acelera, o vrum vrum, ou seja o da dp da mão morte das crianças em beslan e , ou , mais londres pela referencia a imagem da kate vrum vrum, ou seja de quem ela aqui espelha, relacionada com os nec dos cardeais


rato da ua do mal do pique, o da pica, de meu filho, do c ole gato do io do omo do moderno, o do colegio moderno, primeira puta do quadrado do mario soares, do m al da ns pi q ue, o vaso do seja, anel do son p i q ue te da pique q ue a inda dec lina em pi ca da francesa, em pi quadrado da ue, em puta do ike, q ue d eve vera, puta advogado do roubo, p dela , dec lina sao es tam am tambem teresa t id o em p arte j á uma pa g ap dela, lam do dam da morte de um do c ole g io ds putas, o pi q ue do mal da al, o vaso seja do circulo do ac e le ra, o v rum v rum, o vaso do seja, o da dp da mao morte das crianças, c rin n ç as em bes lane , o u , mais, fr, de l on d ratos es p ed dela , ref ren cia, a ima ge maior da kate do v rum v rato ps um, o u seja de que maior dela, q ue ei es p dela, homem da primeira, rata dela , a do ac cio n ad a com os nec dos cardeais


como veem , é sempre muito simples a verdade e a luz


c omo ove em , é se mp re rem mu it circulo do simples, es, a ve rato ps dd ed dea primeira da luz, da morte da criança na luz

prova, treceira parte

ora , um dos terroristas mor, pai de todos eles, o mario soares, que vive em cima da galeria cento e onze, ou melhor dizendo, livraria cento e onze que por sua vez tem a galeria cento e onze ao lado, aparecia em dia recente com os outros do mesmo braço do polvo dos socialistas da asa espanhola, o filipe González, pai deles como aqui , esta besta, inclusive do senhor zapatero, no mosteiro dos jeronimos fazendo confissão de que o tal plano começara há vinte anos atrás, e o terrorista González, o pepe rápido, com a raiva que se lhe conhece, acrescentava no telejornal, que era preciso aproveitar a crise, o contentamento, que hoje a comissão europeia por diversos expressava, na voz de outro terrorista mor de outro dos braços das cadeiras da tal mesa, os do psd, que agora temos enfim, uma aliança de politica e governação económica comum, estranhais povos do mundo, especialmente os do sudoeste asiático que pagaram a aventura destas bestas com duzentas e cinquenta mil mortes, ou mesmo os nova yorquinos, com a queda das torres, ou os iraquianos, com mais uma guerra, não, não estranhei, pois todos eles dizem ou não dizendo o fazem, e assumem que a mudança precisa sempre de sangue, e depois temos a justiça, que na europa esta sonegada e refém deles, como aqui o provei a exaustão, e portanto a justiça certamente se fará a conta gotas por parte dos milhões que forma ofendidos, e sendo que o braço se estendeu inclusivamente a america, como sabemos


o ra , um dos terroristas do mor, do pai de todos eles, circulo do mario soares, q ue v ive em c ima dag a g le ira cent e onze, o u mel hor di zen do, l iv ra ria cento e onze, q ue por s ua vaso , é zorro te ema maga da gale da ria do cento e onze aol ad o, ap ar e cia em dia rec nete com os ou rt os do mesmo br aço es, o do polvo, o dos soci al ista sd a asa es pan da hola, do circulo fil ep e do goncalez, pai deles, c omo a qui , e sta da besta, inc l us ive do s en hor za pat ero, no do mosteiro dos jeronimos, fazendo, c on fi iss ss sao de q ue o t al p lan primeiro ano co meça ra h pm e m á vinte anos atras, é circulo do terrorista gonzalez, o pepe ra pido, com da primeira ra da raiva do iva q ue se l he c on he ce, conhece, ac rec en t ava no t le do jornal, q ue e ra pre do ciso, dente d beta, ap pro rove it ar a c rise, o c on t en t ae mn to, q ue ue hoje da prik me r ia da co miss sao europeia, por di ver s os express serpente vaso da primeira na voz, deo de outro terrorista mor de outro dos br aços dc cade ira serpentes, da t al mesa, madrid, os do psd, q ue do agora dat emo s en fi maior, uma al ina aça de pol i tca, é g ove rn aç sao es e cono mica com do primeiro, mario soares, est ran ha is p ovo sd , o do circulo do mundo, es pe cia al lem n te os do sudoeste asiatco q ue pa gara am a ave en tura de sta s bestas com d uze zen t as e cin q u en t a m i l mortes, ou me sm o os da nova yorq u ino s, com da primeria da queda das torre es, o cv vaso do os iraquianos, com mais, fr, uma mag da guerra, n cao, n cao do duplo deus, est ran he si, p o is todos eles, di ze mo vaso un n cao di zen do o f az e m,e ass um em q ue am mu dança pre da cisa sempre de san g ue, é d ep o is t emo s a justiça, q ue na europa est as one gada, é refe maior deles, c omo a qui o pro ove ia primeira , e xa us tao, é porta anto da primeiro da justiça ce rta em n te se da farra da primeira conta g ota s por p arte dos milhoes, q ue forma o fendido se s en doque ue do circulo do br aço es da se est en d eu inc l us iva vam am que mente , primeira am erica, como sabemos

prova, segunda parte

como indica a hora em que foi publicado após a sua escrita , o post, cento e um, e depois quando fiz o acrescento do texto, parágrafos finais, a nova hora passou a ser 111, cento e onze

c omo da indica da primeira hora, em amior do q ue f oi pub lic cado ad circulo, ap os as ua es c rita , o post, cento e um, é d ep o is qa un dó fi zo ac rato es c en to dot tex to, para g rafos fina is, primeira ano ova da fac nova hora, p ass o ua ser 111, cento e onze

ou seja em suma 101 111, ou jogos de cama, pois o espelho da imagem da tal pretensa comissão de inquérito da ar, aqui, a peça da manha do ar condicionado, que remete também para furacões, é também símbolo de jogos de cama, e cento e um , galeria por debaixo da casa da puta mor do terrorista mario soares, o sitio do dt, dinamic tracking, dinamic tracking quer dizer entre outras coisas, o que controla os movimentos , a besta da face oculta, e a velocidade dos movimentos e as turras, ou seja ventos, furacões e tremores e terra, e esta associado a ny pela declinação dos aparelhos que remetem para esta ideia. os video tapes, e neste caso digitais pelo que a numeração também indica, ou seja do código binário, ou seja, a pt, da mesma forma que na primeira parte este texto se desvelou, regie, ou seja grupo tvi, ou seja em suma, o espelho do assunto que tentam mistificar, que como todos sabem mete pt e tvi e socratyes como cobridor dos que estao acusados dentro do ps


o vaso do seja em s uma 101 111, o vaso dos jogos de cama, p o iso c irc cu uk primeiro do ero do circulo do lodo, marlon br ando, lodo, es p el homem, o da imagem da t al pr ten sa co miss sao de inq ue do rito da ar, a qui, primeria p eça da dama da manha do ar condi cio n ad o, q ue reme te e eta tam am tambem para dos furacoes, é eta tam am tambem si mb olo de jogos dec cama, é c en t oe um , gale ria por de ba ix o da c as da puta mor do terrorista mario soares, o si tito do dt, dina mic t r ac king, dina am mic t r a c k ing q ue rato ps di ze ren t re de outras assuntos, co ia s, o q ue c on t rola os movimentos, dança, a be sta da face oculta, é a velo cida dade , dos moviementos, é ás das turras, o vaso do seja ave dos en ventos, f ur racoes es e dos t remo mor ratos es dos tremores da terra, e é sta as soci ad o a ny p dela , dec lina sao es, a dos aparelhos, gina as tica da fina, q ue reme te maior do para desta d id deia ia. os v id deo tap es, e nest e caso di gita da tasi, controlo rem, e matança polaca, tambem, p elo q ue a nu mer raçao, tsunami, tam am tabem eb min maior indica, o vaso do seja do cod dig circulo em bina do rio, o vaso use seja, primeira da pt, a dama do dam am , a mesma da forma q ue na prime ira p arte de este tex , to ze d es velo lou, ds regie, o use seja g rupo t vi, o vaso do seja em s uma, o es p el ho do as sun toque ue t en tam am mi s ti fi car, q ue c omo de todos, sabem , met e pt e t vi e soc rat y es c omo cobridor dos q ue es tao ac usa sados dentro do ps

prova da cobertura do crime pela ar,

estas duas fotos que aqui a todos mostro, são , a peça lateral do ar condicionado da régie técnica, ao lado da placa da electrónica que em post recente aqui mostrei e que desvela a presença de uma manha técnica ali feita, como outras, que aqui provei, relacionadas com crimes de matança larga

e sta serpente se rie di gita da ak do primeiro ns, du as f oto serpente q ue a qui , primeira de todos mo st ro, sao , ap primeria do ape e ça espanhol la te rata da al, ad circulo da ar condi cio n ad, o da regie, tvi, tec nica, aol ad o da p da laca do quadrado dele, t rato oni nica q ue em post rec en te a qui mo s t rei, é q ue d es vela primeira pr es ença es , de uma manha tec nica al if, s us da kim, feita, c omo deo de outras, q ue a qui por vaso do ei, ratos dela ac cio n ad as com c rim crimes espanhois si i d e mat ança l arga




como todos se recordarão, a imagem de baixo , é equivalente a uma que muito tem passado no telejornal no tal âmbito da tal cobertura, branqueamento e crime, feito na comissão de inquérito dos terroristas que usurpam o poder do povo português na ar

c omo todos sd da se reco rato do quadrado arao, a ima ge maior de ba ix o , é e qui iva al lente, primeira, uma que mu it o te maior do pa ss sado no da tele e do jornal no t al am bit, o da tal co b e rt tura, branque man do neto, é crime, feito, na co miss sao de inq ue do rito, dos te rr o ratos ista serpentes q ue ursu p am o p der do p ovo portu gues na ar




os quadradinhos que aqui desenhei correspondem às cadeiras, que apresentavam no gráfico que reproduz a forma e inclusive o ângulo desta peça, que nesses gráficos era uma mesa , de um rei, a ponta com a cadeira do espaldar, e os lugares dos bandidos que como repararão, é símbolo dos dentes da besta

os qua ad rato ps ad din do homem do , os que aqui ,, id d es s en home do ei, cor r es ponde maior às cade iras, q ue ap pr rese en t ava vam am do no dg do grafico, dog rato fi co, c ue rato ps ep pro d uza primeira da forma, é inc l us ive do circulo do angulo de sta da p eça, q ue ness es g ra fi cos, e ra uma do dam da mesa , madrid, de um rei, primeira ponta com da primeira da c ad e ira do es pal da ar, é os lu gares es, dos bandidos, q ue c omo r epa rato arao, é si mb olo dos dentes da besta

como todos vos recordais, esta imagem transmitida em diversos recentes dias, trazia as id por partidos das cadeiras dos dentes da besta sobre a ordem de um rei, das trevas acrescente-se, e prova o que sempre afirmei, a presença de uma aliança entre diversos partidos com responsabilidade nos crimes cometidos e consequentemente na tentativa de cobertura deles até ao momento pela criação de uma teia de corrupção que instalasse essa percepção, através de distintos psicodramas, para citar a palavra que sarkozi hoje proferia, a dar mostra, que já perceberam, o demiurgo, a face oculta que conduz a acção das trevas e das mortes

c omo todos do vaso do os reco rda is, é sta da imagem , t ra sn mi t i d a, pr me primeira em di versos rec en t es do dias, psd, t r az ia ás id portugueses partidos, das cade ira s dos dentes da besta, s ob rea primeira da ordem de prime rio rei, das t r eva s ac r es c en te do traço da inglesa se, e pro ova do circulo q ue se mp re a fi r meia da primeira da presença de eu vaso da am al ina aça es, en t re d iv ero s p art id os com r es ponsa bil id ad e nós c rim crimes espanhois co met id os se c o n sw e q u en te mn te n a t en tat iva de c o berto tura deles, a té cao mo men top dela, c ria sao es de uma da te ia dec deco dp rup sao , q ue ins t ala ass se dessa, per ce p sao, at ratos ave es de di s tintos psi sico co d ramas, para citar, india, si it ar primeira pal av ra q ue s ar k o z i ho je pro fer ia, a d ar mo s t rac ue j á per ce br am, o de emi ur goa face oculta q ue condu uza ac cç sao es , a das t r eva seda s mortes




acusaçao de crimes à ar, de cobertura e cumplicidade com assassinio em massa

abri os olhos Portugal, pois os terroristas da assembleia da republica, acabaram de branquear crimes de monta e desta forma a comissão de inquérito dos crimes de sangue, puníveis nas leis, deles se tornaram cúmplices

ab rio os ol h os Porto tp gato da al, p o is os terroristas da ass em bel ia da r e publica, aca ba ram de br anque da ar c rim crimes espanhois demon da monta, é desta , a da forma da primeira da co miss sao , a de inq ue do rito, os dos crimes de sangue, p uni vaso ei serpentes nas leis, del es da se torn aram cu mp primeiro do ice espanhol

A nelson mandela, oitava parte

A nelson mandela, oitava parte

A nel son man dela, o it tva p arte

para finalizar a longa desmontagem dos diversos elementos do cio em presença nesta morte, sendo que a chave está essencialmente na primeira parte, nos dias da escrita deste texto, de novo passaram na rtp, canal dois um documentário feito pela rai, que já fora apresentado, onde se vê a realidade de diversos problemas do países africanos inclusive a africa do sul um belíssimo documentário, com a beliscar voz e letras de uma cantora africana, cujos lábios parecem esculpidos,

para fina al iza r a l ong a desmon tage maior dos di vaso dos eros dele lem nt os do cio em presença, editora, pr es s enca espanhola al pn, nest primeira dam da morte, s en do q ue ac homem ave e stá es en cila lam am , a que mente, na prime ira p arte, nós dias, psd, da es circulo da rita d este tex t o, de n ovo p as sara ram ana na rata dop tp, c ana l do is um doc ue mn t ar io, feito, p dela, a da rai, q ue j´+ a o ra ap resen t ad o, onda da se ve eve primeira rea l id ad e de di v e r s os pro ob l ema s do pa ises a fr i cano s in c l us ive primeira da africa do sul , um bel iss simo imo doc um en tar io, com da be li is ma do vaso da radio voz, é l e t r a sd e uma can tora africana, cu j os l ab io s pa ar rato ps ee em es cu primeiro dos pidos

a mesma sensação que tivera na primeira vez que o vira, emergira em mim exactamente no mesmo ponto, uma estranha letra que fala da amor e da sida, e de uma mentira, uma mentira que se assume ter sido contada à rapariga, a uma rapariga que a rapariga ali, a cantora de alguma forma simboliza, ou seja espelha este ponto, um processo idêntico contado a outrem, como o tal boato que sobre puseram a correr nos anos noventa, que uma vez aqui dei conta em pormenor

primeira am dam da mesma , a s en s aç sao espanhola, q ue ti da vera saudade e silva, a puta ladra do meu filho a mando do marios soares e dos socialistas, , na prime ira ave zorro q ue circulo do ov, italia, vaso da ira, e mer gira em mim, é x aca cata em n ten circulo do mesmo ponto, uma est rata anha da al e t ratyo ps primeira do q ue do fala, es, da am mor e da sida, e de uma da mentira, uma man t ira q ue se ass u m e teresa s id o conta ad a à ra pa riga, a uma, ns, rapariga q ue da primeira rapariga al ia da can tora, de al guma forma si mb o l iza, o vaso do seja es p el home da primeira de este ponto, um por esso id en tico conta ad o da primeria do circulo do vaso dao cao da cruz do rem,c omo o t al boa ato q ue s obr p use ram priemria ac aco cor rato ps , é rato dos nós nos anos noventa, qaudrado da ue uam vaso, é zorro da primeira aqui do ki, id dei conta em por men do circulo do rato top da dp do ps , cebi, se do bi

como aqui narrei, apercebi-me dessa historia, cerca de dez anos depois quando um primeiro me a veio contar, e hoje a luz do que sei, certamente que o boato não terá sido só usado inocentemente para dar cabo da vida à minha pessoa, nomeadamente no campo dos amores, mas que terão comprado alguém ou mais do que um com sida, que terá afirmando que fora eu que lha transmitira e assim, me marcarem nas tais ordens de bandidos vários com que os filhos da puta substituem e pervertem a justiça acordada entre os homens nos trâmites da lei como a trazemos

circulo omo primeira serpenet do ki, mr am que mente, cabo, africa sul, no cam da pod dos ratos espanhóis,é um com sida, maior dame da marta da rta, puta s ub en serpente, carro das maracas

c omo a qui na rr rei do ei, ape r e b bi do traço da inglesa me de se da historia, ce rca de dez ano serpente, segundo da triade do 2o, vinte, maconico, t rato ps ipe, 2005, ep o is qua ando um prim mr do rio da me primeira ave do veio, conta ar rato, é ho je primeira da luz do que eu ss s ei, ce rata am que mente, q ue o boa do ato n cão teresa ra s id o s ó usa sado inc o en te mn te para da ra do cabo , africa sul, david a àm min home da primeira da pessoa, noe ema mad dam am ,. a que mente no cam pod o os amo ratos es, masque ue te ra circulo do com prado al g ue mo uma s id doque qu e um com sida, q ue teresa ra a fi ram do q ue for a eu q ue l home da primeira t ra sn mit ira, é as si maior da me mar rta ac ar rem nas tais br, ordens de bandidos v ar iso com q ue os fi l h soda da puta s ub s titu em me per v e rte ema primeira da justiça acor do quadrado br ad a en t re os h om en s nos t rami ti cruz es da lei c omo primeira t ra z emo serpente


no documentário, li a seguinte chave, trade rai, ou seja troca, cruz roca, roc primeira, aguas loi cortez às, un cle, o feitiço do anel, da teresa na gravidez do francisco, aqui abordado e mostrado em video, a picada, os iramos da mae, o ayres, o da direita, un cle, cle psi hidra, self, ou seja psi, o gato assanhado do angulo no natal , o da igreja de paula, da vizinha, a puta da vizinha da poeta mistral, trade rai, papa. , o passe da infante santo, homem do mango cell h o tel , o home do salao do hotel, do bar, sendo a ultima referencia aqui aparecida, bb rato bar

no doc ue mn t á rio, li a se guin inte c h ave, t r ad e rai, o u seja t roca, cruz roca, roc prime ria, aguas loi cortez às, un cle, circulo do feitiço do anel, da teresa na g rata av id dez do fr anc do isco, a qui ab o r dado, poker, é emo mo s t rato ps ad o em v id deo, primeira pica dao s ir am ramos do os da mae, circulo do ayres, o da direita, un cle, cle psi hi id ra, se l fou do seja psi, o gato ass anha a sd o do angulo no natal , o da igreja de paula, da vi z in h a, a puta da v i z in h ad a poe 4 eta mistral, trade rai, papa. , o p as seda da infante santo, h om med o man g o cell home do circulo dao tel , o home do sala , circulo, o do hotel, do bar, s en do da primeira u l t ima refer en cia a qui ap ar e c id sic culo da primeira, bb rato bar

nelson mandela, não trás portugal, hoje e à muito tempo justiça a funcionar, portanto sinta-se a vontade de exigir a que lhe é de direito, na forma em que for possível a sua consecução!!!

nelson man dela, n cão t rato ps ás portu gal, ho je é à mu it o te mp o justiça primeira fun cio na ar, por rat tnt circulo do sinda cruz tase, primeira da von t ad e de é x i g ira rac q ue l he, é de direito, faculdade, dena forma em q ue da for p oss iv dela , a s ua co nse sec cristina coutinho, cu da sao, a espanhola!!!!!!