sexta-feira, julho 09, 2010

algumas guidelines de caracter obrigatorio

al gum as guide id del u ine sd e dec cara rac t ero ob br rig gator, ob riga rig ria gato do ato do rio, o rato do io



quando parei a câmara o tempo exacto no visor era 33, 31, 12, ou seja medico, do trinta e ur da armada, dez, do ze, primeiro do circulo do segundo

qua bn do p ar ei a ac aca cama ra o te mp o é x acto no v iso sor, e ra 33, 31, 12, o vaso do seja medico, do t rin t a e ur da armada, dez, do ze, prime iro do c irc culo do segundo

34,1 MB (35. 8 1 8.7 98 b y t es)

que surgiram decorrentes de alguns dos aspectos abordados neste
texto em transito, sobre a acusação aos conspiradores

q ue suri giram deco r ren t es dea al gun ns dos as pe ct os ab o rda dados nest nestor é t xo em t r as it o, s ob re a c usa º ao primeira dos conspiradores,cop ns spi sp pira ad dor espanhola


basicamente, o dinheiro não pode ser movido, sem de novo a cidade por leis regular e garantir que aos actos que se fazem através deles, não esteja a responsabilidade que lhes é inerente por natureza, na medida em que nenhuma moeda se investe ou reproduz por vontade própria, isto é, é necessário casar de novo o valor do acto ao valor da moeda, e das acções que com elas se fazem, e repor as verdadeiras traves nestes domínio, pois se assim não for feito, nem os actos de terror acabam, nem nenhuma economia recuperará

ba sic a am a, a que mente, o dine hi iro n cao da pode ser m ov id o, se maior de n ovo da primeira cida de por leis re gular, é gara ran tir q ue a os actos, q ue se f az e ma iro at r av es deles, n cao es seja a r es ponsa bil id ad e q ue, madeira, l he es se é ine ren te por na t ur e za, na me dida em q ue n en h uma moe da se investe, o u r ep pro d uz por von t ad e pro rop p ria, is to é, é ne c ess sario ca s ar de n ovo circulo do valor, o do acto cao valor damo ed a, é a das acçoes, q ue com delas se f az e me r ep por as verd ad e iras t r av es nest es do mini iso, p o is se ass si m na o for feito, ne maior os actos de terror aca bam, ne m nen h ua am e c on o mia rec cup pera rá

acusaçao contras os conspiradores, ll

ac cu sasa sao es,.contras , do os com co ns maria sobral spi pira ad das dores espanholas, ll

continuação,

como também provado à exaustão, quem comanda e paga estes bandos dos jornais e das televisões, visto a conspiração passar por todos os meios de informação, usa os próprios que se dizem jornalistas para constantemente inventarem historias sobre a minha pessoa e meus actos, e de igual modo como aqui amplamente demonstrado, pagam a diversos outros para susterem esses mesmos ditos , sendo que o espirita me desvelou em dia recente que muitos deles trazem contas em off shores, através dos quais são pagos regularmente por este continuo diabólico fazer para me tentar incriminar de tudo e de nada

c omo tam am tambem pro ova ad o à é xa us tao, q ue m c oman d a e pa gata da primeria de , este, s b ando sd , os dos jornais e das televisoes, vi serpente to primeira da co ns pira raçao p ass ar por todos, os meios, meios, quer tambem dizer para quem não saiba, publicades, de in for maçao usa os pro rop p rio serpente q ue se di ze maior dos jornalistas, para co ns tan te mn te in v en t arem hi s toiras s ob rea~primeira min homem da primeira da pessoa, é me us actos, é de i g ua ak l mod o c omo aqui, am p lam am que mente, demon serpente do tarado, pa do gama , ps, di vaso dos eros de outros do para s us te rem esses me sm mod ditos, masos, s en doque ue do circulo do es pi rito me d es velo vaso em dia recente, q ue mu it os del es t raro az ze maior contas emo do circulo do ff, dn, shor es, at ratos av es dos quais, fr, sao pa g os re gular , mente, por este c on tin vaso do circulo do diabolico, f az e rp do pr primeira me t en tar inc rim ni da ar , de tudo, é dena ad da primeira

assim operam os terroristas no mundo inteiro, e por essa razão , senhores dirigentes que se dizem dirigir, vos dou já não conselho,. mas ordem que acabe, de vez com eles ou ireis todos depois de ter qu explicar as matanças de foice larga que de novo ocorrerão nas vossas cidades, aguardo pois, uma lei aprovada , durante a próxima semana , o mais tardar!!!

ass si maior az cao circulo da ova do vaso da ire reis ue de en ovo, primeira da ad do durao barroso

ass si maior opera circulo dd pera ram maio do os terroristas no mundo inte rato do iro, é por dessa r az cao , s en hor es di rig en t es q ue se di ze maior di rig gi rato ps, vaso do os do quadrado do circulo do vaso j á nã cao do conselho. maso da ordem , q ue aca be, de eve zorro com deles, o vaso ire reis todos, d ep o is de teresa quadrdo do vaso, é x p lic da ar ás matanças de fo ice l arga q ue de n ovo oco rr e rato cao nas v os sas cida d es, a g ur ad o p o is, uma lei ap por vaso da primeira da ad do duran, barroso, te primeira cha por x ima se mana , o ma massi t ard da ar!!!

porque pensais que alguém devera colaborar na prevenção do que chamais de actos de terror, se é real que a base deles, o que os permite, os sistemas de financiamento, como agora vos relembrava sobre o Afeganistão, vos mesmos os mantém assim, criando objectivamente as condições para que as desgraças aconteçam, e fazendo por extensão à face da lei dos homens, desses mesmo actos, de vós, cúmplices!!!!

por q ue pen sa da isque ue al gue maior iro do quadrado da eve da vera, c ola bo rato ps da ar na pre eve en çao es , doque c hama is dd e actos de terror, se é rea l q ue a bsae deles, o q ue os per mit e, os s sis t ema s de fina n ciman, sic, t o, c omo do agora vaso do os rato del lem br ava s ob reo a fag gn is tao, vaso os dos mesmos, os man te maior massi em circulo ria ando ob ject iva vam am , o que mente, às condi ço es para q ue às d es sg ratas aça es serpentes aco one c es s am, é fazendo, luis, bloco de esquerda, por é x t en sao primeira do acento da face, a da lei dos h om en s, d esses mesmo, actos cu mp lic do ice es!!!!

subindo na hierarquia de comando dos conspiradores, só neste ramo da podre árvore, os jornais e em particular estes dois, onde trabalham em constante uma inteira legião, encontro um mesmo grupo, uma mesma sociedade, uma mesma personagem, um homem que fuma charutos como o fernandes ferreira escrevia em recente e aparente enigmático texto sobre a queda das torres em nova yorque, a propósito de um financeiro que por ter vindo fumar uma a rua, terá na altura sobrevivido

s ub indo na hi e r ar qui sd da primeria de comando dos conspiradores, serpente ó nest ramo da pod rato ps e arvore os jornais, e em p art ti cu primerio da ar destes dois, onde t rata aba bal ham al da manha, em co ns t ante uma da inte da ira legiao do encontro um mesmo, g rupo, uma mesma dd da soci, ed ad e, uma mesma persona ge maior, um homem q ue fu ma c h a ruto s c omo do circulo do fernandes ferreira, es c rato ps e via em reen te e ap a ren te eni gm a tico tex t o s ob r e a primeira da queda das torres em nova yorque, ap por o rp ps oito, de um fina ce iro que por teresa vaso indo fu mar, uma da primeira rua, teresa rá ana rana al tura s ob r e vaso do iv, id circulo

um grupo que se expandiu a partir exactamente dos futebois, por uma operação ilegal face as leis , nomeadamente da concorrência, pois via a televisão publica lhe foi atribuído na década de noventa por ajuste directo, a representação, comercio e exploração dos direitos televisivos das exibições de todo ou grande parte dos futebois, para que fique claro, sem concurso de espécie alguma, ou seja, provando isto que esta operação teve na altura o beneplácito, do governo e consequentemente do parlamento, que não a contestou, ou seja , provando isto, que entre muitas casa politicas foi este acordo feito, e que portanto todos de alguma forma foram pagos por este negocio, e isto é crime, como aqui uma vez há muitos anos o contei, o que seria motivo por si só para que me fizessem desde logo combate, combate incorrecto, visto que são bandidos e o que eu vos disse na altura ser a verdade de acordo com as leis que trazemos na cidade

um dog gato do ato rup, o q ue se e x pan di ua primeira p art tir, é xa ac tamen te dos futebois, por uma opera pera raçao ile ge al face ás das leis , no me ad dam am , a quem mente, a da c on cor ren cia, p o is via da primeira da televisao publica, l he fo i at ratyo ps ib u id dona decada de noventa, por a ju ste di rec t o, a r ep resen t y ac sao es, co mer cio, é e x p lo raçao dos direitos televisivos das exibiçoes, de todo o vaso gato rande p arte dos futebois, para q ue fic ue c pr e mr do primeiro aro, durao barroso, se mairo m c on circulo cv urso , de es pe cie al gum a, o vaso do seja, por vaso and i s toque desta o pera raçao da teve na al tura do circulo do bebe p laci cio, o do governo, é co nse q u en te mn te do parlamento, q ue n cão da primeira conte est circulo lobo do vaso sio , o vaso do seja , por van do is rt circulo ps, q ue en t rato e mu it as casa pol it ti cv as fo i este acord o , feito, é q ue porta nt o todos de al g u am forma do foram pt, pa g os por este negocio, e is to é c rim do circulo do crime, c omo a qui uma ava do vaso e zorro há muitos anos, circulo da puta conte do io q ue se da ria mo t ivo por si s ó para q ue me fi ze esse em de sd el ogo com bate, com bate inc cor recto, vi s toque da sao dos bandidos, é circulo q ue europeu vaso do os di s sena al tura sera verd ad e de acor d o com ás leis q ue t ra ze emos na cida de

continua...