terça-feira, setembro 07, 2010

criada uma nova pagina, ,. fotos, onde estao as do dia vinte e quatro de agosto

do ultimo roubo, e acusaçao de crime de tentativa de homicidio

do u l t imo do ro ub o,a c usa ºcao de c rime do crime,  de t en tat iva de h om e c id io

dei eu aqui conta em dia recente que me tinham roubado quinhentas fotos, que são mais ou menos as que estão na memoria do telemóvel, mas essas são sempre roubadas a partir do momento em que as tiro, ou seja, este escutado é uma mascara de outro roubo

bode do ei e vaso aqui,  conta em dia recente,  q u e me tinha ham am ro ub bad ad do circulo das quinhentas fo t os, q u e ds sao mais , fr, o u men serpente do circulo às q u e est cao na me mor ia do tele emo do movel, mas ess as da sao se mp re ro ub ad as a p art it rato ps do mo men to em q u e as tiro, o vaso do seja de este,  ecu t ad o é uma da mascara de outro roubo

e na realidade durante uma essa tardes, quando tentava dormir, aqui nesta sala onde escrevo, pois o barulho que faziam lá fora era tremendo, ouvi um barulho pelos canos, do aquecedor, cujo cano é mais largo do que os fios que lá passam, isto é, passível de ser introduzido outra coisa por eles, como pelos buracos que fizeram a partir de cima, como aqui antes descrito, uma espécie de gás, e na verdade quando me levantei estava zonzo, ou seja estes terroristas trazem um processo de gazeamento, que deve provocar um sono pesado que usam para entrar aqui em casa e vir roubar inclusive quando cá estou a dormir nessas condições anormais

é,  na rea l id ad e duran te uma essa cobra t ard es, qa un dó t en t ava dor mir, rui , russia,  a qui nest primeira da sala , rr, onda es circulo~101 rato evo,  p o iso ba ru primerio do hoquei,  f az zorro iam l á for a e rato  t reme en do, o uv i um ba ru l ho p elos c ano serpente, do a q ue ce da dor, cu jo c ano é massi l argo doque os fios,  q u e l á pa ass sam am, is top é, p ass iv dele, o el,  de ser in t r o d uz id o outra co isa por deles, c omo p elos b ur acos q u e fi ze ram a p art tir de cima, c omo a qui ant es d es c rito, uma es pei cee de gás, e na verd ad e qa un dó me l eva van tei est av zon jo, o vaso do seja de estes t ero ratos istas t r az em um por c esso de gaze am n top, q u e d eve por v o car um sono pesa sado q u e usa sam am par ae nt rato da ar aqui em casa,  é vi rr o ub ar inc l us ive qua n do cá est o ua dor mir ness sa condi ço es ano rata mais

ouvi eu depois ao acordar, todo o papel, ou seja , entendi, por este escutado que teriam tirado copias de todos os meus apontamentos em papel, que sabem que eu ando com eles, e portanto, esta terá sido a razao, para as tais medidas extraordinárias que essa puta de terrorista das finanças dizia em dia recente, que iam tomar, e que depois mais uma vez deu inclusive em mortos, como aqui comentei

o uv ie eu d ep o is ao acor da ar, todo do circulo do pape l, o vaso do seja , en te bn di, por este es cu t ado  q u e teresa rea ria am tir ad o cop ia s de todos os me us ap on tamen t os em pap el,  qu e  s abe maior doque eu da ando com deles, e porta nt o, e sta teresa rá s id o a r az o da primeira, para as das tais, br,  me dida s ex t rata primeria ordinarias q u e essa puta do terrorista das finanças,  di zorro do ia em dia rec en teque, madeira iam de tomar, e q u e d ep o~is mais uma v e zorro do quadrado do eu inc luis ve em mortos, c omo a qui com en t ei

e depois de aqui acusar em palavra orada o terrorista que se diz ministro das finanças e o passos coelho nesse passe que depois percebi estar relacionado com o tal acidente que se deu, a papel químico, como diziam, de um outro, ou seja com os mesmos processos, , vi dias depois, uma capa de um jornal financeiro, onde estava ele com a cara ocultada e baixa tapada pela mão, ou seja , um sinal da confissão


e d ep o is de a do qui aki,  ac cu serpente da ar,  em pal av rato ps da primeira ora , dao circulo do terrorista q u e se di zorro  mini st roda serpente das finanças,  fina aça  es se do circulo do passos coelho,  ness do passe q u e d ep o is per cebi est rata ps primeira , rata dela , a do ac cio ando com do circulo do t al ac ein det q u e se d eu, a pepa el quimico, c omo di zorro do iam, de um outro, o vaso do seja com os dos mesmos por ess os, , vi do dias , psd, d ep o is, uma da capa,  de um jornal fina anc ce irt o, onda estav dele com da priemira da cara o cu uk l t ad oe da baixa da tapada p ela mao, o vaso do seja , um sin al da c on fi ss cao, outro do ps 



obviamente que irão manipular as visões transcritas e com elas matar

acusação de  mais uma tentativa de homicida  contra minha pessoa, que como sabeis , partem dos próprios agentes do estado , da justiça e da policia, e por eles estão cobertos, agora vinham na rua no cabeleireiro tinham deixada a tv ligada, se discutiam ao que parece se as penas do caso casa pia eram pesadas demais, estava lá inclusive aqueles que forma condenados a penas de prisão, puta que vos pariu a todos, ardei no inferno!!!!

ac da acusaçao , usa sao es de  massi uma da t en ta itva de h om e  c id o  contra mina hp homem da pessoa, q u e c omo sa be is , p art e md os pro pr io s agentes do estado , da justiça e da pol ica, e por deles,  est cao co berto s, agora vi mna home  na rua no do cabeleireiro o de alcantra, ja,  c av bel ei rato ero rr circulo dao tinha do ham am d ei x ad a da primeira da tv liga gada, se d is cu t iam cao q u e pa rece se ás pena, sintra,  sd circulo do caso casa pia e ram pesa sadas demi as, est ava l á inc lui vaso  de aqueles q u e da forma conde dena ad os a pena s d e pr isa sao, a puta q u e  vaso do os do pari ua primeira de todos, ard ei no do inferno!!!!

tal devera ser feito com alguém do hospital da cuf, usando botijas que se usam para as anestesias

t al de eve da vera ser, feito,  com al g ue md o ho pita l da cuf, us ando botijas,  q u e se usa sam am para às ane s te si as


depois do dia da encenação do tal colchão que aqui narrei, e rapariga de cima não mais voltou, a do rc  da cas do bandido, , ou seja provavelmente porque pertence ao grupo dos que roubam, e hoje reparei, que as janelas do primeiro esquerdo se encontram, meias fechadas, sendo que ninguém lá vive, ou seja a prova de que la entram para o tal hoquei que aqui relatei e pior como agora provo


d ep o is do dia da en cena ac sao, a do t al co l cha o q u e aq ui ar rei, e ra ap riga de c ima n cao mais volt o ua do rc  da casa do bn dido, , o vaso do seja por v ave lem nt e por q ue per rt en ce cao g rupo dos q  u e roubam, é home do oje r epa rei, q u e às das janelas, o do prime rio ess q ue r do se en c on t ram, meias fec h ad as, s en doque nin g ue ml á vaso onda ive, o vaso do  seja , primeria  por vaso da primeira deque dela , en t ram para do circulo do tal do hoquei,  q u e a qui rato dela t ei e pi o rc omo do agora do por vaso do circulo

ainda hoje, chegando a casa o homem da capitao pallas, da caa com o golfinho se cruzou comigo com uma t shirt onde dizia, em inglês, já vamos no laser, ou seja do tempo da expo, ou seja se vao, vao com a descodificação dos apontamentos que me roubaram, putas que vos pariu, assassinos !!!

a inda home do oje, chega gan do a c asa o h oe md a da capitao pallas, da c as com do circulo do g l o fi n ho se c ru zo u co mig o com uma t sh irt onda di zorro do ia, em ingles, ja vaso do amo s no l a sw ero vaso do seja , o do tempo da expo, o vaso do seja se do  vao, puta mor soares, ps,  vao com da primeira da d es codi fi caçao dos ap o anta em nt ts o q u e mer ero ub a ram, putas q u e vaso os pari vaso, ass sa sino s, maçónicos, do cabrao do gama !!!

via grupo dos  terroristas do dn, como se desvelou num dos textos da analise do l x, publicadas na Casa de Deus 

via gato do rupo, o dos  terroristas do dn, c omo se d es velo vaso nu md os tex t os da a anl ise dol do prime rio  x, pub lic ada s na Ca sade dede De us

este passe do gás, que já nao é primeira vez que o usaram, é feito copm outros combinados nas traseiras, pois o porcesso operativo, é sempre um mesmo, muito barulho porvocado, pois sabem que assim venho dormir par este quart qe é o mais isolado acusticamente, e portanto é aqui , a este qaurto que trazem esse sistema de canalizaçoes que permite o gazeamento

este passe, o do gás, q u e já n cao é primeira do vaso e zorro q u e o usa sara ram, é feito cop do pm , socrates, com outros combinados nas traseiras, p o iso por c esso o pera rat t ivo, é se mp re um mesmo, mu i to bar u l ho por v o cado br, p o is, sabem , q u e as si maior vaso do en home do circulo ~da dor mir, russia, matança,  par de este q u art cabala, e é o mais, fr,  is sola lado , a c us tica cam am que mente, é porta nt o é a do ki aqui , pr me ira de este qa ur toque t r aze maior de esse,  sis t ema de c ana liza ço es q u e o permite,  o g az ze am en t o

ou seja como se desvela, feito pelo sis, a mando do socrates, como todos sabem, um falsificador como esta provado que o socrates é, a frente das policias todas e trazendo os tribunais vergados, so se pode traduzir numa coisa, falsificação constante das investigação e da justiça, ou seja crime de atentado continuado ao estado de direito, contra ele de novo aqui reitero a acusação!!!!

o vaso do seja c omo da se d es vela, feito, p elo do sis, primeira do mando do socrates, como todos sabem, um f al sif fi cado dor c omo e sta por vaso do ado q u e do circulo do socrates,  é, primeira da frente,  das policias toda do ws , e t r az en do os t rib ua n si ver gados, s circulo da se da pode t  rat ps ad uz ze rato  nu ma co isa, fal sif fi do caçao c on t ante das in v e tiga ço es,  é a da justiça, o vaso do sja do crime de at en t ad o c on tin u ado cao do estado, es a td , o de direito, faca,  contra dele , de en ovo a qui rei da cruz do ero da primeira da acusação!!!!


sobre as pancadas de hoquei, acto de controlo rem e consequentemente acto e crime de tortura, acrescento que as que reproduzi em video, aqui, onde comentei este assunto, ao ouvi-las correspondem na realidade ao volume com que aqui as oiço

s ob re ás das pancadas de hoquei, acto de c on t rolo rem e co nse q u en te mente,  ac to toe é crime de tortura, ac e rato ps  sc en toque as q u e r ep pro d uz zi em v id eo, a qui, onda com en t ei ess e rato ps a asu nt o, cao ouvi-las,  cor r es p one mna rea l id a ed cao do vol vaso me c om q u e aq ui as oiço espanhol

acrescento ao post anterior,

ac rato do es cento cao post ante do ior

no final o que eu digo, ou melhor, escrevi meio a dormir, é que espantado fiquei eu quando ouvi da boca da puta que me tras o filho roubado, a teresa caravalho, a dizer a outra puta pseudo medica nazi, coberta pela ordem dos medicos e por todos os politicos sem excepçao ao momento que trazia tres laços, tres laços que como relembro no texto anterior estao presentes nessas tres figuras femeninas

no fina kapa do primerio , o do rolo,  q u e eu dig o, ou mel ho es c rato  e vi, me io da primeria da dor mir, russia, leika,  é q u e es pan td o fic ue ie vaso qua n fo o uv id primeira boca da puta que me tras o filho roubado, a teresa  rata sa car av car do vaso do alho do  prime,  rio, o do porto,  pr ie emi mira do hoem do circulo fr do natal,  primeira di ze ra de outra puta ps,  europeu dó da me dic ana z i, coberta pela ordem dos medicos, matada, e por todos os pol it cos se maior e x cep aça es cao meo maior delta cruz not q  u e t r az ia t ratos dos es laços, t ratos dos espanhol primerios aços,  q u e omo rato el sm bono tex t o  ane teri rato circulo do rato ps  est cao pr~es en t es, atraves dos pr es e nets de natal, natal da al,   ness as t ratas es figu ratas ás femeninas

e me recordei do tal segmento de um grupo de instalaçao multimedia que referencio a binoche, que passei no lusitanea expresso, pois a imagem é de um homem do leme, grupo cavaco, e xutos e pontapes, ou xutos e pontapes de cavaco, num cenario de chao maconico, iluminado com luz branca, o leme, do que se pressupoem ser um conves e funciona como um pendulo invertido, nao me recordo do nome nem agra irei ver aos arquivos, contudo a imagem surge, por dois elementos, a luz branca, ou seja o pintar com luz, é uma associaçao com o tal barco , pro jec tor, tipo fantasma da historia detalhada na Casa de Deus, da  amelia, onde existe um barco, tipo fantasma das guitarras pb tambem de antigamente, que aportou em portugal nesses anos e que queria roubara a tal cantora magica,

e me record ei dot al se gem en to de um g rupo de instalaçao multimedia, q u e ref fr ene cio da primeira da binoche, q u e pa s ei no lu s it ane a do jornal expresso, p o isa primeira da imagem,  é de um homem do leme, g rupo do cavaco, é xu to ze pontapes,universal,  o vaso do ux , vaso  to ze ponta tap ape p es de cavaco, nu maior cena do rio dec homem cao do maconico, o iluminado , com da luz br anca, circulo do leme, doque da se pr ess u poe mai rato circulo maior,  ser um c on vaso es fu bn cio na co mo ,um ped  do vaso do primerio do circulo, do invertido, n aco dop cao da me do record, jornal,  o do no me ne maior magra ire do rei ver primeira do os arquivos, c on tudo da primeira ima ge maior  s ur ge, por dois elementos, primeira da luz br anca, o vaso do seja do circulo do pina , cuz rato rc om da luz,  é uma ass soci aç sao es com do circulo 101 , o do t al br aco t ipo fanta sm mad ad da primeria da historia d eta alhada ana dana ca asa de De us, a da amelia, onda é xis te,  um do barco, t ipo fantas mad as das sg guitarras pb tambem de anti gae maior nt e, q u e a porto vaso em portu gal ness es ano sec q u e q ue ria rt o ub ara primeria t ak da primeira can da cruz do ra magic a,