segunda-feira, dezembro 06, 2010

Ainda sobre alguns dos aspectos dos últimos vídeos aqui publicados, primeira parte

Ainda sobre alguns dos aspectos dos últimos vídeos aqui publicados, primeira parte ,


voltando ainda a algumas questões que decorrem dos últimos video aqui publicado começando pelo primeiro , o que ficou sem som, onde está publicado um pequeno texto do começo da sinopse dos assuntos que nele eram abordados, e que depois foi repetida dentro do possível nos video a seguir

volt da cruz ando da primeira inda, da, pri e mr ia da a al gum as qaudradoo do vaso espanhol do toe espanhol, quadrado da ue dodeco rato rem dos sul, serpente vaso do primero do c ot te zorro da cruz do imo da serpente , vaso id deo aqui pub li cado, br, co meça espanhol do can dó p elo do primeiro , circulo do quadrado da ue do fi co da ova do vaso da use maior da se da serpente do om, onda é stá pub li do cado, br, um pec ue no tex t circulo , doc circulo do meço espanhol, a da sin circulo do pse, o dos ass un to serpente quadrado ue nele, é ram do ab circulo rda dados, eq da ue de pp is do fo do oi da ire do re da pet id a ad da en cruz da rodo da puta do oss iv el, nós vaso id deo primeira da ase da se do gui da ira do rato ps

para alem da acusação à besta ex secretario do estado da cultura, o amaral, outras acusações dele igualmente se extraem, assim o publico , pondo os restantes acentos e declinações mais completas do corte inicial, em relaçao aos outros nomes que nele se desvelam

para al lem é md da primeira da acusaçao, ac usa º cao acento da primeira besta, é x sec rta rio, o da secreta, circulo do estado da cultura, circulo do amaral, am ar do primero, o da rop de outras acusaçoes, del da se da espanhola, é gata da ua do lem nt , é se, e x cruz ra em, ass si imo modo pub lic circulo do jornal, pond circulo do os re ts nt espanhol, o do ac en cruz , os em relaçao , primeira do os de outro, no mes q ue nele se d es vela lam am


assim reza o texto, aqui publicado,


ass si mai iro da re za do circulo do tex to aqui , ip da pub do lic do cc , o do cado
sobre muitas imagens distintas

à gloria efemera, assim se chamava a cadeira,à gato l o  ria efe mr da cruz do mer da primeira ass si maior ms se da sec da chama da ava do vaso da primeira, circulo do homem hom am da ava, q ue é ts vaso da primeira , primeira em fr ee do cao tec nico na linha, o do qui aqui na rr ad da primeira, eq da ue en cao da me lem do br ava, sony, serpente circulo em ny, é dos metros, da al meda, lori me reme te tam am tambem para da ani, é para um sin da al di s tin t ivo de al gum da primeira da forma rato, ela , a do cc ac do cio na ado com da primeira tori amos, os de nt es de coe l hi n ho, o vaso nest, é ca sode da bela do circulo do coe do oe primeiro do hi em home da primeira, ad da primeira da linha, 

ass un to serpente da se maior, ser por da ordem nest da primeria ap da puta da arte, a da convers primeira da asa car ne do iro fr ei it cruz sd do circulo do amaral, mc, o da poeta mistral, primeiro do rol 1l do argo goda dat da cruz do rin da emi siri cor do quadrado do  ia, ong 

circulo do ingles , o do mne, do socrates, soc rat espanhol, é ana gomes, ima ge md, é hi ll ary no circulo az ze quadrado da ue do is tao, ima ge md circulo do j ardim , o da ar vaso circulo da rec oma am arca do bastao, primeira do os dos olivais, o do primerio do iva is, o dado do tribunal da relaçao,  com do home ar rato ps do delta , o do p circulo da rte ero do bam a, ob aa,  é primeira inda , a primeira bo rb o l eta ad circulo do rato do elo do joe iro, o ala rato ps da me , é a primeira espanhola esfrega, fr ega, é circulo do anel da diana inglesa, o cd da cruz do x do remo emo rato ps mor, rato de terra, no do anel de fogo, gui neda da do ano da fac nova, primeira ad circulo do pap, antonio pedro vasconcelos, ua, é por raí ai for primeira

à tori amos, quinta parte

quinta parte

mais curioso é que dou agora conta que não foi o hernami que comigo se cruzou na rua do carmo, mas sim, um outro alto e magro, economista ou de um banco, também muito conhecido, cabelos brancos, e sobrancelhas negras e lábios tipo elástico cujo nome agora não me recordo

mais cu rio do osso, é q ue dó vaso do agora conta, q ue n cão fo io do her na mic do quadrado daue co mig circulo da se c ru zo un primeira da rua do carmo, massi maior, um outro al to e ema mag rato ps circulo, do e cono maior do ista ova si de um banco, tam am tambem mu it circulo c on he c id o, cab dos elos vaso br anc os, e s ob ran cel homem às das negras , é l a bi os t ipo poe ela s tico cu jo no me do agora n cão da me do record circulo, jornal

antes dou conta que nessa bela historia das camas magicas aqui acima descrito, um nome aparece nela, uma tal hillarion, que me remeteu de novo para hillary, ou em sentido mais lato, para o grupo dela na america, sobretudo nestas ultima leituras sobre os tais ciumes, ou algo assim, e um enorme slide show, depois de eu ter isto comentado, no yahoo, onde se viam uma serie de raparigas sendo a ultima , a que estava por baixo, a aparecer , a hillary, clinton, que mais uma vez ontem no espírito se consciencializou que alguém na america provavelmente obama, agora sabia do que sempre suspeitara, que fora o casal clinton a me tramar, o que tem lógica face ao que também se desvelou no espírito que o bill, é um dos que me tem roubado em termos de ideias politicas e inclusive as rentabiliza, a tal historia dos cinquenta milhões de rendimento, neste ultimo ano nas tais chamadas conferencias, onde ao que parece as ideias que diz são as minhas, e de alguma forma, o facto de na america também me roubarem até ao momento impunemente, tal me diz à imagem daqui, e também dos bandidos do mesmo partidos, os corruptos e pedófilos do ps, toda a justiça acordada entre os homens me tem sido negada , até face ao roubo de um filho, o que me diz e diz a todos, que assim só é, quando as patas das bestas politicas as metem em cima das policias e dos tribunais como ampla e claramente provado

ant es dó vaso da conta q ue ness ab dela , a ad da hi s toira das camas magicas aqui, acima, ed ds c irc uk primerio da dp do rito, um no me ap a rece ne la dela, , uma t al hi ll do arion, q ue da me reme te vaso eu de en ovo para da hi ll ary, o vaso onda em s en t id o mais l ato, para do circulop do dog rupo dela , lan ana am mer rc vao vaso do ia, sobretudo ne sata s ul t ima lei it tura serpenet s obr e o s tais cio vaso do mes, o vaso do lago as si me, um en o rato ps me s lide do show, de pp is de europeu teresa isto co men t ad on circulo delta primeira homem da dp onda da se via am uma se rie de ra pa rigas s en dó da primeira da ultima , a q ue est ava por ba e xo, a ap a recer , primeira hi ll ary do clinton, q ue ema mais, uma vaso é zorro on te maior no espanhol do pei do rt do io, o da sec on sc da ien cia al da lizo do iso vaso, quadrado da ue al gato da ue mna am mer cia por vaso da puta da ave do lem nt, é ob da ma, agora da sa da bia doque da se do mp rato esus p ei id da primeira da tara, quadrado da ue do for cao do casal clinton , primeira me que me tramou, a met rama mat, o quadrado da ue da te do maior do ml da logica, a da face, revista, cao quadrado da ue da eta do tam am tambem da sed do es do velo da al da lou , da uva do vaso do no espanhol da pie it do toque, ue circulo do bi kapa do ll, é um dos quadrado da ue da me te maior dos que me roubam ao longo dos tempos, ro ub bad fado em termos , de ideias politicas, é inc l us ive ás ren t ab bil iza, a t al da historia dos cinquenta milhoes de rendimento, nest é eu vaso prim ero da cruz do imo ano nas tais, br, circulo do ham am da ad ás das circulo em feren cia serpenet , onda deao cao quadrado da ue par ee, às das ideias, quadrado da ue di do zorro da sao ás da min homem ase da sede al do gato da ua forma, circulo do facto dena mae rc ia cia tam am tambem mer ero do ub da ar do rem , primeira té cao omo em nt o imp une en, mente, t al da me di zorro da à ima ge maior daqui, é eta tam am tambem dos bandidos do mesmo partidos, os cor ru top ps, é o pedo da filo serpente ministrio da cultura, o do ps, toda da primeira da justiça, grande puta, aco do pr dado en cruz do x , re os homem do om é do circulo do mne espanhol, primera dame da te maior serpente id da one gada , a té da face cao do roubo de um filho, o quadrado da ue da me da di ze da di iza da primeira de todos, quadrado da ue do às do si maior serpente do acento do circulo da ó, é , qua n dó as das patas das best às pol, é coa sas do mete maior em circulo do ima das pol ica sed os tribunais , o do circulo do omo am p de la , nt é clara ram, mente, pt pro do rato da ova da ad circulo

e da mesma forma em noventa um mesmo se passou com o bush filho, o que prova que todos sao
ladroes!!!!!!!!


é da mesa , a de madrid, a dena, maior forma em noventa, um mesmo da se p ass o u com do circulo de bush filho, o quadrado da ue por vaso da primeira q ue todos da sao dos ladroes, primeiro da ad do rato top do pse circulo do espanhol!!!!!!!!

e que é isto comparado com a culpa de bush por exemplo em relaçao à guerra do iraque ou ainda sobre uma das grandes matanças na america, a do katrina

é eq ue é is to co mp ar ad o com da primeira da cu l pade de bush por , é x em p lo em relaçao, à da dag da guerra do iraque, o ua inda s ob re uma da sg ra sn d es mat anças es na am mer da cia, ad o kat cruz da rina do ina

esta imagem do autocarro, me avivou, uma outra imagem, um acontecido, que aqui relatei um dia


pois foi um cabrão que me apareceu no cais dos olivais, onde tive leituras sobre os metros de londres algumas delas preparadas como agora em dia recente desta analise se desvelou, um homem alto e forte, de cabelos ralos brancos e barba curta com ar de professor, ou militar ou mesmo policia, e que meteu conversa comigo na viagem até o seu fim, ou seja o chiado, e me disse uma coisa que achei estranhissima na altura, que um amigo dele tinha ficado com um problema nas costas ao ficar entalado numa porta do metro, e depois quem ficou com um problema nas costas fui eu quando me bateram aqui ao perto, e a queixa à policia também arquivada, a provar como são todos fascistas de merda !!!!!

p o is fo do io 101 do onze, um c ab r cao q ue me pa receu no do cais dos oliva is, onda teve lei it das turas s ob re os met rato serpenet de londres , al do guy dama má serpente delas, pre parada serpente do circulo do omo do agora em dia do re do cente de sta ana lise da sed do es do velo 101 da lou, um home al to é fo rte de cab dos elos ratos do alo serpente br anc os e br aba, com ar de por rf ess sor, o vaso do militar, o vaso do mesmo policia, eq da ue mete eu convers primeira co mig on primeira viga ema té o serpente do eu fi maior, circulo do lodo vaso do seja, o do chiado, é me di s se , uma co isaque ac he ei est ran hi s sima na al tura, q ue um am mig circulo dele , tinha, fi do cado, br, com um por rb bel mana serpente das costas cao fi car da ar en t ala lado nu ma da porta, cds, do metro, e d ep o isque maior fi co vaso do com de um por vaso b l ema nas costas, fu ie eu qua n dó me barte ram da primeria do qui aqui, cao do per da cruz do circulo, na verdade a atender ao tit uk lo do quadrado da eve ser da fca, o de direito, é a primeira da queixa à pol ica tam am tambem arqui iva ad a, a por vaso da ar circulo do omo da sao todos f as c ista serpente de merda !!!!!

ou seja ainda o tentaculo no arquivamento das queixas à polica, seu badameco de merda, que fique sem filhos se os tiver, !!!!!

barte, é do grupo, ou era do grupo da maria sobral mendonça, uma das putas ladras, que ainda nada pagou do trabalho que lhe fiz para a exposiçao há uns anos largos atras para o ministerio da cultura, e as queixas arquivadas, como sempre, pelos pedofilos e os fascistas de merda que se dizem democratas

ba rte, é dog do rupo, o ue rato ps ado dog rupo da maria sobral, men di inça espanhola, uma das putas ladras, q ue a inda n ad a ap a gato circulo do vaso do trabalho , q ue l he fi zorro do para da primeria da, é x posi sic sao es homem do acento da priemria há uns anos atras, u y ns anos l argos at rato ps as, é às qui xa s arqui iva ad as, c omo se mp re p elos pedo filo se os fascistas de merda quadrado da ue da se d ze maior md em dec, mo do circulo do demo das ratas

ou seja quadrado ue maior do traço ingles de direito, home da cruz ml, maconico circulo da estrela, blo do spot, ou seja grupo da tvi tambem

o vaso do seja do quadrado ue mai iro rodo dot da cruz do rato do alo ingles, o de direito, homem da meda do ac ru , zorro do ml, o do maconico circulo da estrela, o segundo do lodo da spot, circulo da ova do vaso do seja do gato do rupo da tvi tam am tambem

depois me recordei ainda de um clip recentemente aqui evocado que se passa em parte tambem num autocarro, esse, é um dos que tem a porta ao meio, filmado para a agencia de publicidade mk, e para um grupo de natureza religiosa, os kuriacos, e sendo que neste texto, apareceu na parte anterior, uma referencia proxima, a urde, relacionada com gb, ou seja, algo semelhante lá

d ep o is da me record dei ei, a inda de um c primeiro do ip re cente mne maior da nete aqui, e vaso circulo do cado q ue da se da p ass a em p arte tam am tambem n um au toca rr circulo , esse, é um do serpentes q ue t ema primeira da porta , cds, cao me do io, fil lado ado para da primeira da a gen cia de pub li cida dade mk, é para um gato do rupo de na t ur e za r eli gi o sa, os k ur ia cos, ~´e s en doque nest e tex t o, ap a receu na p arte ante rato do ior, uma referen cia pro x ima, primeira da urde, rato ela , a do ac cio n ada com da gb, o vaso do seja, al gose seme le home na te lá

curiosamente, a rapariga do pastor dos tais kuriacos, que iam viver para angola salvo erro, me lembrei depois como é parecida com a modelo que se encontrava na montra do hermes no chiado, uma loira que aqui narrei, na altura em que lá a vi em gigante num daqueles passes tipo trezentos e sessenta graus

cu rio sam am, mente, a ra par riga gado p astor dos tais, br kuriacos, q ue ima iam do canal viver, es, para de angola serpente alvo, é rr de rome do lem do br rei ei id do quadrado da ep do circulo do is circulo do omo, é par de cida com da primeira modelo, quadrado da ue da se en circulo em cruz rato ps av na mo nt do rato do ad circulo do her mês, o no do chiado, uma loi rac ac qaudrado da ue aqui na rata rei, na al tura em quadrado da ue primeiro do acento a primeira vi em giga gan ante n um daqueles das putas do ass espanhol, cruz ipo trezentos , é se serpente da s en tag rato do au us, o do bes

aos olivais ainda mais um passe em dias recentes, no cais dessa primeira leitura, pois há mais de uma semana que ali está uma grua, e foi isto na sequencia de eu ter de novo relatado essa manha que se prendeu com a leitura, recordando que qualquer policia que se prezasse em fazer bem o seu trabalho, visto estarmos a falar de mortes largas, o investigaria, nomeadamente atraves das guias e folhas das obras que lá terao, para o efeito, feito, e depois assim puseram esta grua que eu fotografei, que tem o valor que tem, isto é, penso tambem que foi preparado

a os oliva is a inda mais, fr, um do passe em dias, psd, re cent es, no do cais de serpente sa da primeira lei it tura, p o is homem do acento da primeir mais, fr, de uma se mana q ue ali e stá de uma gata da rua, é fo do oi disto, na seq u en cia de europeu teresa de n ovo rato dela , t ad do circulo dessa manha , q ue da se , prendeu, com da primeria da al lei it da tura, reco corda do dando, q ue qaudrado da ual q ue rato policia q ue da se pre z ass e em f a ze é rb da emo serpente eu cruz rato do ab la ho, vi serpente do to de est ramos da primeira raf da al da ar do demo das mortes , primeiro do ar dos gas, circulo em vaso do espanhol tiga da ria ano no da me da ad do dam da am, a primeira que mente, em cruz rato ova do vaso da primeira do espanhol, da serpente sg do gui ás das ob r as q ue l á teresa ram para do circulo do efe it circulo , feito, e de pp is as si maior pus sw, é ram e br às , a dag da rua quadrado da ue europeu f oto tog raf ei, q ue te maior no da ova do jornal do valor , quadrado da ue da te maior , disto, é, pen da serpente do circulo 101, o do tam am tambem qaudrado da ue do fo do oi do ip do pre do prado, maior use eva vaso

por outro lado ainda a questao do tal conjunto de pedras remendadas no cais, que serviram para a primeira leitura sobre a asa do bum em londres, desvela eventualemente um passe ainda mais complexo nessa manha, pois de novo palmilhei o referido cais em dia recente , e um outro remendo lá está, se bem que parece estar em outro lugar, ou seja se calhar outro fizeram no entretanto para melhor disfarçar e esconder os pontos de referencia da leitura inicial, aqui constante neste livro da vida no tempo de seu acontecer,

por , outro da rop lado a inda da primeira q ue es t cao do t al c on jun t o de pedras re men dada serpent no do cais, q ue ser vi rato da ma para do onze da primeira , lei it tura s ob rea primeira da asa do bum em londres, d es vela ee vaso nt tua ual lem nt, é um do passe, a inda mais, fr, co mp le do xo ness da primeira da manha, p o is de n ov pal mi l he io refer id circulo do cais, é um outro re mendo l á e stá, se vaso be maior q ue pa rece es star em outro rol lu gato da ar, art do aro do seja da se cala homem rato ps de outro fi ze ram no en t r eta nt o para mel hor di f ar , cortez ar é es conde der rato os pont sd e refer rn cia da lei it vaso do delta ra in ni cia da al aqui , co ns t ante nest el ki vaso roda david ano te mp o pode serpente do europeu do aco nt tec, é rato , ps 


 ou seja pretendem dizer, que o ptto, o do circulo do duplo deus cá
 é o gato da am, ou da manha da manha,da via do vaso do ia do capitão solo, ou seja o cós, sendo que um cós, como costura era simbolizado também nestes dias no jornal dos bandidos, nas traseira de uma bata de uma medica nesse mesmo h os pita al k, o de santa maria,
 circulo do leo da hidra ra rau vaso lic circulo
 o militar da patada, o da bota, o segundo da ota,
 do maçónico,  e, dos quatrocentos , primeira do jp, p rin ciep da puta, da onda da serpente  eta 


acresço ainda a imagem da indução rem, a tal no autocarro acima referida, que uma id parcelar dessa mulher que com um homem que me terão armadilhado e acusado, ou armadilhado para me acusar, trazia um perfume a medica, ou seja, remete isto ainda para o hospital santa maria, e os passes relacionados com a cegueira de seis e ainda para beslan, ou seja, me diz isto do grupo ser um mesmo, um grupo que depois tentou incriminar a outros, certamente mais para alem da minha pessoa, e sendo que todos estes aspectos estão aqui narrados,

ac rato do es çoa da primeria inda , primeira ima mage mda da indu sao, a do rem, a t al no do autocarro ac ima ref fr ed id a, q ue uma id p ar cela ar dessa mulher, q ue com um do home da me teresa ra arma mad ad di da ilha ad o é ac usa sado, o u ar mad ilha ad o para me ac usa rato da t r az ia um perfume, um da cristina coutinho, primeira medica, o vaso do seja, reme te is to a inda para do circulo do hospital de santa maria, é os p as es rato ela, a do ac cio n ad os com da primeira dag da cegueira de seis, é a inda para de beslan, o vaso do seja, da me di zorro disto, dog do rupo ser um mesmo, um g rupo q ue d ep o is t en to vaso inc rimi ina ar primeria de outros, ce rta em nt e massi para al lem da min home da primeira da pessoa, a da cml, é s en doque de todos estes, as pet os est cao aqui na rr ad os,

digo eu nestes vídeos mais recentes que a puta que se diz ministra da saúde deste governo de ladroes de crianças e terroristas ainda não tinha conseguido nem resolver o defecite da saúde no tocante ao desperdício nos medicamentos e embalagens, mas isto é um dizer, ingénuo, pois como recentemente aqui narrei, o socrates, o que se diz primeiro ministro favoreceu uma farmácia, a concessão nesse mesmo hospital, isto é para alem de crime de corrupção e trafico de influencias, clara prova de uma cobertura que depois passou pela autorga de tal negocio

dig circulo do europeu nest espanhol, vaso ide os mais re cent es quadrado da segunda da ue , primeira puta , a do quadrado da ue da se di zorro da mini st ra da primeria da saude, vera , a do soares, de sts g ove rn o de l ad rato circulo do espanhol dos ladroes de crianças, é te rr ori stas a inda n cão da tinha co nse guido ne maior mr r es solver p de efe do cite, a da saude, a advogada puta mandante do soares, no toc ante cao d es per di cio nós me di cam nt os e ema bala lage en ns, ma sis to, é um di ze rato rin g en u circulo , p o is c omo re cent e, mente, as do qui na rata do rei, circulo do socrates, circulo quadrado do prime rio do circulo da ova do  vaso we , se di zp sorro do prime rio min serpente da  it rato circulo do forte do av , circulo 101 da rece eu , uma da fr ana cia, primeira do ac on circulo do ess da sao ness do mesmo, o do ho ps psi da it da al, is to é para al lem dec crime de cor ru sao es, é t raf ico de in fluen cia seprnete , clara por vaso da primeira , de uma co be rt tura q ue d ep o is p ass o u p dela , a au do torga, oimbra, de t al ne ego cio, ou seja revista e psi


querida tori amos, desta longa carta, só me resta muito beija-la, lhe dizendo que a casa está sempre aberta para si, assim me dita o amor dentro de mim

q ue rid id da primeira de tor ia am amos mo serpente , ds sta l on ga ca rta, s ó me r es sta mu it o bei jã do traço ingles primeiro dela, l he di zen doque da primeira do circulo da asa à casa, é stá se mp r e ab e rta para do si, ass si maior da me do dita, maso, circulo do amo mor d en t rode da mim


à tori amos, quarta parte

quarta parte

qa ur rta p da arte

ao me aperceber agora de mais esta morte matada, o espírito me disse que não teria sido a única, e assim em dia seguido em linha de muito menor importância nos jornais, lá dei com ela, e me fez sentido, pois era também um nome e uma função na cidade que de alguma forma andava também a aflorar em minhas linhas recentes, a de um maestro, o luis tinoco faria, sendo o faria o nome que por aqui andava, mas associado em minha consciência mais ao filho da puta dos trovantes

cao da me ape rc cebe rato ps do agora, de ema mais, fr, é sta da morta mat ad a, o es pei rt circulo da me di serpente da sec q u e n cão teresa ria s id circulo da priemira da unica, revista, é ass si maior da em dia se guido, italia, em linha de mu it o men o rato ps do rim porta n cia nós dos jornais, l á dei com dela, e me fez do x s en t id o, p o is e ra tam eb maior, um no me, é uma fun sao es na cida dade deque de al gum da primeira forma anda ava tam am tambem da primeira a flor da ar em min homem às das linhas re cent es, a de um maestro, circulo do luis ti noc circulo do faria, s en do do circulo do fa rio do circulo no mec q ue por aqui anda vaso do ba, masas soc iad o em min home da primeira co nc ien cia mais cao da fil home do c irc culo , o da puta dos trovantes, ou seja de uma outra catarina

olhei a imagem do hernani lopes com alguma atenção, e para alem do ar dele meio de gremilin, e de elfo, grande, reparei num pormenor que depois os bandidos do dn, numa manobra de diversão, tentaram ainda associar a uma outra do sá carneiro

circulo do primeiro he ia da primeria ima ge md circulo do hernani lopes com al gum a a ten sao es , é para al lem md do circulo da ar, o dele, me do io de g rato emi l ine de elf circulo dog rande, r epa rei nu maior mp por men o rato ps q ue d ep o is os bandidos do dn, nu ma mano bra de diver da sao, ten t aram a inda as soci da ar da a uma de outra do sá car ne do rio

se via debaixo do olho esquerdo dele , um traço como uma marca, que remetia pela junção de outro dos pormenores para a construção de uma linha de interpretação, pelos óculos e pela posição em que à frente das mãos que prefiguravam um x, com as hastes para cima, como cornos, onde portanto a soma, dizia, os cornos da visão, a marca no olho, e a ligação com sá carneiro aparecia em dia seguido no jornal dos bandidos numa outra foto em que os óculos dele , se encontram em forma semelhante, sendo que nesta manobra de diversão, mais uma vez os filhos da puta da igreja, de novo se encontram envolvidos num passe de conteúdo indiscritivel, que será alvo de comentário especifico aqui, seus cabroes de pedófilos e ladroes de crianças, seus merdas, inferno com vocês todos!!!!!!

se da via de ba, é xo do olho esquerdo dele , um da rta da cruz do aço c omo, uma marca, quadrado do vaso we rem da tia p dela , ad da primeira da jun sao do espanhol deo de outro , rodo spor men circulo lodo dos ratos espanhois, do para da primeria da ac circulo em cruz da ru sao espanhola, uma de uma linha de inter rp pre eta taçao, p elos co vaso lo se p dela., ap circulo da isça do cao espanhol , é o maior do quadrado da ue, à fr en te das maos do quadrado da ue pre figo rata av am, um do x, com ás homem às cruz espanhola, para rac ac circulo do ima, circulo do omo dos cornos, onda pao do rt da anto da primeira serpente oma, di zorro do ia, os cornos , o da visao, primeira am marca no olho, é primeira da liga sao es com sá carem eiro ap ar e cia em dia se guido, italia, no do jornal dos bandidos, nu ma outra f oto em q ue os o culos dele , se en c on t delta do ram em forma s emel homem ante, s en doque nest da primeira da mano br a de diver sao, mais, uma do av vaso, é zorro do os filhos da puta da igreja, de en ovo da se en circulo, em cruz ram en vol vaso id o s nu maior rp da puta do ass, é p do elo da serpente do europeu conte, vaso do dó, indi sc rit iv el, qaudrado da ue da se ra ad circulo do alvo de c om en tar do io , es pe cif io coa aqui qui , se us dos cabroes de pedo filo se dos ladroes de c rina aças, se us mer rda s, in fer rno do no do ferro, com vaso da dp do circulo dos espanhois, todos!!!!!!

voltando ao miolo desta parte desta carta, e especificamente ao que está relacionado com os bum em londres, em minha consciência se aflorou ao me dar conta da morte de mais este economista, o hernani lopes, de uma relaçao com o grupo desse outro, o bessa, que está ligado à margarida bessa e que ainda remete também para a nova zelandia como explicado em textos anteriores, onde mais uma desgraça nas minas levou à morte de muitos

vol t ando cao mi olo de sta desta p da arte, a desta ca rta, é es pe cif icam , que mente, cao q ue e sta rato dela , a do ac cio n ado com os bum em londres, em min home da primeria co ns cien cia da se a flor o vaso do cao da me da da ar , conta da do doma da morte de ema mais de este, é circulo em maior do ista, circulo do hernani lopes, de uma do tribunal da relaçao com do circulo dog do rupo desse outro, circulo lobo do bessa, q ue e stá liga gado à margarida bessa, q ue reme te t am mne para da primeira do abn ano da nova, fac, ze lan dia c omo é x p lic cado em tex t os ante iro rato do espanhol on de mais , uma d es sg rata aça es nas min as levo uà acento damo da morte de mu it os

a margarida bessa a conheci uma noite no majong pela mão de uma outra rapariga que conheço vagamente desde os tempo da claire marshall, aqui em campo de ourique, no cruzamento da rua do infantar onde se deu uma da assinaturas da matança na madeira entre muitos outros, como a tal loja dos passes no fogão,aqui descritos em pormenor, que se relacionam ainda com a matança dos polacos

primeria dama da margarida bessa, primeira c on he ci uma ano da noite, 2005, p ela da mao de uma outra ra par riga q ue c on he ço es vaga am, mente, de sd é os do tempo poda da c l aire da mar sh da all, aqui em campo de ourique, pode circulo deo do urique, banco, no c ru zam nt circulo da rua do infantar, onda da se d europeu de uma da as sin a turas da matança na madeira en t re mu it os de outros, c omo da primeira da t al loja dos p ass es no fog cao, a qui id do quadrado do es circulo dos ritos, em por men o rato ps , q ue da se rato dela , o do ac cio na am a inda com da primeira da matança dos polacos


quando olhei atrás este encontro, como aqui o narrei, não deixei de ver nele algo que depois me pareceu estar preparado, e quem a tal rapariga fora por assim dizer a condutora ou a propiciadora do nosso encontro, onde no final da noite dei boleia à margarida, e onde fizemos uma cama , bastante magica, assim me pareceu na altura, tanto para mim como para ela, magica no sentido de boa, boa cama, para por a questão em termos prosaicos

qua n dó circulo do primero rol do onze , he ei at rato ps as de este en c on t roc omo aqui do circulo lobo , na rata rr rei, n cão de ix ei de eve rato ps nele al gato circulo q ue d ep o is da me par e eu es star pre ap par ad o, eq ue ema t al ra par riga for a por as si maior di ze ra condu da tora, o ua por rp pri cia ad dora do n osso do encontro, onda no fina al da do ano da noite, dei b ole ia à margarida, é onda fi ze emos . uma da cama , ba s t ante na gica, as si maior da me pa receu na al tura, t ant circulo do para rami da mim circulo do omo do para dela , lama magi c ano s en t id, o de boa, boa cama, para por primeira q u est cao em termos, por ser rosa serpente aicos, ai cos

duas coisas me chamaram contudo a atençao nessa cama, uma estranha sensaçao de presença de outros olhos nos dela, como se estivesse a ver por detras de um veu, e um pormenor a que só bastante mais tarde dei sentido, pois a intuiçao na altura me chamou a atençao para ele, e assim olhei as paginas tantas para debaixo da cama, e nela vi como que uma estrela de cinco, ou seis circulos tipo em vidro vermelho, que se mantinham em sua forma, presos e atravessados por varas metalicas que me pareceram de cobre ou algo assim

duas co ia serpente da me c ham aram c on tudo da primeria a ten sao espanhola ness primeira do ac da cama, uma est rata anha s en s aç sao es de pre s ença es , deo de outros olhos nós dela, circulo do omo da se est ive esse primeira ave rp do por det rato ps às , de um vaso do eu, é um por men o rato da primeira, q ue s ó ba s t ante mais t arde dei s en t id o, p o isa int tui sao espanhola na al tura, me c ham o ua primeira at en sao espanhola do para dele, é as si m ol he ei as pa das ginas da cruz da anta , sepernte spa para de ba e xo da cama, é nela vi c omo q ue uma da estrela, e ts rata dela, lade c inc circulo , o vaso se is c irc culos t ipo em v id rove ove verme l ho, hoque da se mantinha do ham am em s ua da forma, presos, é cruz ar vaso do espanhois dos sados do por vara da serpente do met da al ica serpente do da qe da ue, dame da ap da rece do ram do cobre do circulo da ual do gato do circulo do ass si maior

não sei portanto se uma outra cama magica, por assim escrever, esteve ou não montada nessa cama onde eu estive com a margarida bessa, mas nada me é hoje em dia de estranhar, e sendo que os circulos, podem prfigurar um pentagrama, ou seja ou limite, uma serie de circulos com outros podiam estar montados no memso tempo, com que funçao, me perguntara, e é sem duvida uma bela pergunta, pois circulos podem focar, ou potencializar bem como podem dividir ou romper, assim nos dizem e falam os pentagramas se atender mos que antes de mais eles sao linhas e como todas as formas servem ou podem servir funçoes que tem a ter que ver com a forma como eles sao feitos ou desenhados, mas ta,vez a menina me possa ajudar a esclarece a ainterpretaçao disto, na medida em que creio de certa forma versada nestes assuntos

n cão se ei porta nt circulo da se de uma outra da rac do ac da cama magica, por ass si m es c reve rato eve , es teve o un cão da montada ness primeira da cama onda europeu es ti teve com da primeira da margarida bessa, ma serpenet n da ada da me é home do oje , em dia de est rato do anha da ar, é serpente do en dó, doque os circulos, pode maior pr figo ur da ar um penta gato da rama, o vaso do seja , o vaso ll elite, é, uma da se rie de c irc culos com de outros pod iam es star montados no me ms circulo do mesmo tempo, com q ue fun sao, me per gun da tara, e é se maior d uv id a uma da bela per gun da primeria nt da primeira, p o is c irc culos pode maior fo da car, o vaso pot en cia liza r b é maior mc circulo do omo da pode maior di v id di iro do vaso rato do om do per, as si maior dos nós di ze da me f al lam am os penta g ramas se at en der mosque ant espanhola de ema do mais deles, sao das linhas, é circulo omo todas ás das formas, ser vaso emo do vaso pode maior, ser vi r f un ço es q ue t ema teresa q ue eve rc om oma da primeira forma c omo deles, sao , feitos, o vaso de s en h ad os, ma serpente cruz pri mira, ave za da primeira menina da me p os sa da ajuda ra esc kapa da clare da ar da cea da pim, primeira id dn inter da rp do pr da eta taçao disto, na me dida em qaudrado da ue do circulo do rei , circulo dec da se da rta forma, ver sada nest espanholas às sun cruz os, às destes assuntos, o das camas, badamerdas, suas putas, que o inferno vos seja quentinho!!!!!!!!

parece que se explica bastante bem no corte do paragrafo anterior e se desvela que muitos foram assim montados da mesma forma num mesmo tempo, o que diz da intençao e do acto de quem o mandou fazer

pa rece do q ue da se , é x p lic a ba s t ante be maior do no do corte do para rag rf fao cao ante iro rato , é se de es vela q ue mu it os da forma as si maior dos montados, dame da mesma , a da forma nu maior do mesmo tempo, o quadrado da ue di zorro da int en sao espanhola, é do acto deque emo man do vaso f az, se ze, é rato, o ps

parece tambem existir entao alguma verdade no dizer da bela joni mitchell, ao falar de uma forma de prender o espirito, se bem que esta linha não fale em pormenor , de que forma e mais importante mesmo, com que objectivo, questao que se torna mais pertinente ao se desvelar no corte anterior, que muitos, assim, foram no mesmo tempo por outros entao, montados,

pa rece eta do tam am tambem da existir, en tao al gum primeria ave verd ad en o di ze rda bela j oni mit circulo lodo do one do hell, cao f al da ar de uma da forma de pr en der ero es pei rito, se be maior q ue desta, a da linha n cão f ale em por men o rato , de ue forma, é ema mais im por rat maior te do mesmo , com q ue ob ject ivo, qua est cao q ue da se t rato on primeira , a inda mais per tin en te cao da se d es vela rato do no do co rte ante ior, q ue mu it os as si maior da forma no mesmo tempo, por de outros en tao domo dos montados

curioso mais isto se torna se juntar-mos ainda as recentes linhas aqui comentadas sobre as imagens de londres a preposito da princesa diana, que vem tambem do harry porter ou melhor dizendo tambem via yahoo, e da rollings, a escritora da serie que como aqui lembrei em dia recente tras ligaçoes com o país, pois a tal linha dos livros magicos, ou não, que chegaram ou não, vide referencias antigas sobre esta materia, conjuntamente com as linhas do brasil relativas à ordem do templo do oriente, ou assim em sua aparencia, me recorda ainda um texto , porventura a unica referencia que trago em relaçao a estas materias de camas magicas, que nem sei se escrito por crowley ou por alguem outro, onde um aparente pai, no sentido de inciar e de iniciaçao, faz , sem fazer, obviamente, um filho numa cama magica com sua concubina, a mulher escalarte,

cu rio do osso mais isto, se t rato on primeira da ase j homem da un at rato traçp ingles mosa sada da primeira inda, ás re cent es das linhas aqui , com en td as s ob re ass ima ge en ns de londres, primeira pr pep posi to da princesa diana, quadrado da ue da eva do vaso em tam am tambem do homem arry, ca ma r ad circulo p o rte do rato da arte do aro, circulo do vaso mel hor , di zen do t am tambem via delta da primeira do homem da dp, é da rollings, a es c rito tora da se rie q ue circulo do omo aqui , lem br rei ei em dia re cente, cruz rato às das ligaçoes, liga ac das sao es e ps anho olas es, com do circulo do país, tvi, p do circulo da isa primeira , a t cruz al da linha do os e rp en te liv do rato do os dos mag icos, circulo da un cão, quadrado da ue da chega da gara do ram da am , circulo lobo da un do cão de vide , ref fere rec ni as das antigas, ant ti gas serpente do ob re e sta dama da mate ira, circulo em junta em nt , é com ás linhas do brasil, rato el cruz tv ia da sada da ordem , ad circulo da te do mp do polo do oriente, o vaso do ass vaso em , é maior serpente da ua ap rec en cia, me reco corda a inda um do tex da cruz do circulo do por, vaso da en cruz do urda rta , a uni ca ref fr da en da cia quadrado da ue da cruz dop rago em tribunal da relaçao, primeira destas mate ria sd, é camas mag ica serpente, quadrado da ue da ne do maior serpente do ei id primeira ase da se dó espanhol gato do circulo do rito, abusos infantis, por rc circulo do rato ps , o da dp le do delta do fo do circulo cem do pu por al gume deo de outro, onda de um ap ar en te pa ino serpente do en cruz id cif circulo, circulo da inc da cia da ar, é de inc sic da it da morte do toco, f az , se maior f az é rato ps , ob via am, mente, um fil ho on vaso da ma da cama am do mag ica com da serpente da ua, son serpente em cu da bina, primeira am mul her esca cala da arte

de notar como sempre o disse que este eixo na av praia da vitoria, esta relacionado com as bombas em londres que aqui constam em pormenor diversas visoes nessa rua, em tempos diversos, sendo que ali está um abusador, provavelmente um angariador, o do tal do cc do gemeni, ali tambem as putas da gnosismed, onde numa ida lá encontrei num café que ali existe o manuel falcao e a esposa com um ar muito estranho como aqui relatei, ou seja se afigura tambem a relaçao com estes deste bando de assasinos, e todo o que de mais estranho ali a volta se passou nomeadamente a chama por cima do oculista doirado, que lambeu a casa de um dos xutos e pontapes

de not ar circulo omo se mp reo di s secreta ria da ue de este ei do xo na vaso da primeira p rai da vito tor da ria, é sta rato ela , cc aco cona ad o com ás das bombas em londres, é qui co ns tam em por men o rato, dei ver sas vaso do iso do es nessa rua, em te mp os diver s os, s en doque ali e sta um ab usa sado da dor, por vaso da ave do lem nt, é um ang aria da ad da dor, o do t al do cc, o do ge men eni, ali tam am tambem às das putas da g no sis med, onda nu ma id da primeira lá en c on t rei n um ca fé q ue ali, é x onda do site do circulo do manuel falcao, é primeira da es posa com uma rata mu it o es ts rn ho c omo aqui rato dela t ei, o us e ja da se a figo ur da primeira tam am tambem da primeria do tribunal, a ual da relaçao com este da onda da serpente deste bando de assa sino serpente, cascais, maconico set , circulo doque de ema mais est rato do anho ali, primeira vol t ase do que se passou, noe ema mad ad dame mente, nt e primeira ch mam por c ima do o cu l ista do irado, quadrado da ue lam do beu da primeira do ac casa de um dos xutos, é pont ape espanhol

por fim, uma induçao rem se deu numa das noites em que de novo aqui a encontrei, no you tube, um sonho, onde vi o seguinte, um autocarro, e um casal que ia dentro, embora me aperceba que sao casal depois, a menina era a tori amos ou a sua imagem, e me tinha chamado e eu entrava nele e nos abraçavamos, e depois quando iamos os dois a sair juntos, a menina saía , e eu ficava entalado na porta do autocarro, era nesse moemnto que me apercebia da sua relaçao com um home que tambem ia dentro dele, o curiso , era que quando iamos a sair , era como se fosse das portas laterais, e depois me via entalado na porta da frente como se estivesse de fora dele, mas a frente, ia fazendo sinal ao condutor e as gentes que ali iam à frente, e era como se ninguem em mim reparasse, depois acordei

por fi maior , uma da indo sao, a da induçao rem , sed europeu nu mad ad as das noites, em q ue de n ovo aqui , primeria en c on cruz rei, no y o vaso do tube, um son ho, onda vi do circulo da se gui nt, é um do autocarro, é um ca sal q ue do ia d en t ro, em bora da me ap rec e bac da ue da sao do casal d ep o isa primeira menina, e ra da primeira da tori amos , o ua serpente da ua da ima ge me me da tinha c ham ad circulo, é europeu en t rato ava nele , é nós ab br aca vaso amo se d ep o is qua n dó iam os circulo serpnte dos dois, primeira serpente air junt os, primeira menina serpente doacento da aía , é europeu fi c ava en t al lado ad dona da porta , cds, dó autocarro, e ra ness e moe maior nt circulo do toque, q ue da me ap per ce bia da serpente da ua da relaçao , tribunal, com um do home q ue eta tam am tambem do ia d en t rato do circulo dele, o cu rato iso , e rac ac q ue qua n dó iam os primeira da ase da serpente air , e ra c omo da se da fosse das portas, cds, primeiro da kate ria da ase da se depois da dame da via en da cruz ala da ad dona porta da fr en tec circulo do omo da se de est da ive do esse de for primeira dele, masa primeira fr en te do ia do luis fazendo , sin da al cao don du tor, é às gene net s q ue ali ima à fr en te, e e rato do ac omo se da av de ninguem, em mim rato epa rato do ass ed da ep do circulo do is do acor dei

ou seja como se desvela no corte das palavras que narram este sonho, para alem de ele ser uma induçao, o que a imagem parece dizer e falar, é de uma armadilha, de algume que assim me tentou incriminar ou na altura ou agora em relaçao ao bum do autocarro em londres,

o vaso do seja circulo do omo da se d es vela no co rte das pal av rato às q ue na rata ram de este son ho, para al lem mde dele, ser uma indu sao da espanhola, o q ue da primeria ima mage maior da pa da rece di ze rato, é f al da ar, é de uma arma ad da di da ilha, de al gume q ue as si maior da me t en to vaso inc rimi ina na ar aro do vaso na al tura, circulo do vaso do agora em relaçao, cao do bum do autocarro em londres, finalmente apanhado, fina lem nt e apanhado !!!!!

me levou contudo esta imagem a outras meo morias e buscas sobre autocarros e sobretudo metro, que de seguida aqui a todos narrarei

me l evo vaso c on tudo é sta dea desta imagem , primeira de outras do meo, o cabrao da pt, mor ia se b us circulo do às s ob re dos autocarros, é sobretudo do metro, q ue de se guida aqui, primeira dea de todos na rr ar rei do ei

continua,,,,

à tori amos, terceira de mais nem sei quantas partes, ainda

 à tori amos, terceira, ilha, de ema mais ne maior  s ei qua antas p art es, a inda


terceira parte

sabe senhora, foi essas palavras que logo me deram indicação de que estava a ser feito um cio, como o aparecimento das suas imagens a meus olhos no you tube de certa forma e em parte uma armadilha terá sido, pois não pretendem as bestas que se descubra à verdade dos atentados da matança em londres para além de outras anteriores acontecidas como a própria morte da princesa diana, pois minha amada bem sabe que eu prefiro usar um outro termo, perinhas, que são doces e sumarentas, e belo lugar para poisar os lábios, as maos e o colibri, e nas vezes mesmo a face a descansar.

serpente abe sen hora, fo oi ess as pal av rato as q ue l ogo gome de ram indica caçao dek , madeira, quadrado do vaso es tva primeira ser, feito, um do cio, c omo do circulo do par rec cie maior nt circulo, o das s ua s ima ge en ns primeira me us olhos no do y o vaso tube, de c e rta forma, é em p arte uma ar am md da di da ilha teresa ra s id o, p o is n cão p cruz re ten de maior ás das bestas q ue da se d es cobra primeira ave verd ad, é dos atentados, dama da matança em londres, para al é maior mde de outras ante rato do iro das espanholas aoc cn tec id as c omo moda, da pro rop p ria damo da morte da princesa diana, p o is min homem da primeira am ad a be maior, sabe, bec q ue europeu pre fi do iro usa ra ar de um outro termo, pe rinhas, q ue da sao doc es , é s uma renta se b elo lu gato asa da ar do para p oi serpente da ar os l ab iso, as das maos, é circulo do coli br i.e n as v e ze es do mesmo, primeira face, primeira do quadrado da espanhola da can da serpente da ar.

E depois minha amada, é muito feliz, pois sabe que eu sou todo amor, desde a pontinha dos pés até a pontinha do cabelo maior, e eu que beijo as mais belas e belos de todo o mundo, lhe dá a certeza de como eu amo a ela em modo particular e uno, e para ela como para mim, o importante é a forma do que não se ve , do coraçao dela nas minhas mãos, do meu nas dela, que de resto as perinhas como todas as partes do corpo, vao sempre se apresentando em forma distinta nos dias, só o amor é que não

E d ep o is min home da prik da meia amada, é mu it o fel liz, p o is s abe bec q ue , é vaso serpente circulo do vaso to do am mor, de sd dea primeira da ponti n h a , do os dos pés a té primeira pont in h ad circulo do cab do elo loma maior, é europeu q ue bei jo às mais de belas, é b elos de todo do circulo do mundo, l he d á a ce rta e za de c omo europeu amo primeira dela, em mod circulo do p art ti vaso circulo do primeiro da ar, é un o, é para dela , c omo para da mim, o im por rat tnt circulo é primeira forma doque n cão s eve , do o raçao dela nas min homem às das maos, q ue de r es to ás pe rinhas c omo todas as p art es do corp o, vao, mario soares, ares , se mp rese da se ap resena sena tn do em forma di s tinta nós do dias, psd, s ó do circulo do amo rato ps, é q ue n cao xa circulo


falemos então de camas magicas, ah senhora, camas magicas são sempre o amor mesmo quando não se está ou se faz em camas tipo desktop horizontal para que nada caia sem cair

f al l emo lemos serpent ye en tao de c am as magi ca s, a h sen hor a, cam as magi c as sao se mp reo circulo lobo do am mor , o mesmo qua n dó n cão da se desta, o use f az em c am as t ipo d es sk top h ori zon t al pr da primeira q ue n ada c aia se maior caio circulo do air do rato, brasil, vaso do bras ,é primeiro

e como o amor e consequentemente as camas são infinitas, é difícil falar deste assunto, pois algumas possibilidades distintas se colocam na interpretação do que lhe vou contar , e sendo a menina, uma menina que usa faca, sem ser necessariamente na liga, o que eu sempre aprecio numa mulher, pelo que me reflecte da artes da cozinha ou do realismo de se saber proteger quando é caso disso, sendo ainda, que pelas suas próprias palavras recentemente aqui citadas, as da sua entrevista, parece ser mais o segundo caso, o seu

é circulo do omo, circulo do am mor , é co nse sec qaudrado do vaso da en te men do tg, o do montado, é ás cm camas, às sao in fi n it as, é di if fi circulo il fo rte da al da ar, deste, assunto, p do circulo do is da al gum do às da p do os da sibil do bil, id ad es di serpente das tintas sec circulo do olo do cam na inter rp pr eta taçao , doque primeiro he, asa do circulodo vaso, circulo on tar da serpente en , circulo, o da menina, uma menina quadrado da ue da usa faca, se maior ser nec do ess sari da am , a que mente na liga, o quadrado da ue do europeu da ap do recdo io sempre reno ma mul j do her, puta do elo quadrado dfa ue dame da ref for mula one le circulo da te da do arets da ac circulo do oz in homem da primeira, circulo do pu do dao da rea da al da lis mode se, saber, por tege rato, qua n dó, é circulo do asa soda da di dp ss circulo, serpente da en doque p cruz delas, serpente da ua do por da pr da ia spa al da av rato, ps, às re do cente maior nte aqui , cita dana serpente da ua en cruz do re dop da eva vaso do ista, pa race da se do rato do mais, fr, o do circulo da se da gun doc circulo do às da onda da dp da serpente europeu

a ligação a si , bela tori amos, era dada na própria pagina do you tube, pois na coluna vertical da direita com outros vídeos, ali estava outra bela também recentemente convocada em linhas e ecos diversos, passando até pela monica belluci, sentada numa cadeira, com o que parecia ser uma espécie de viola que se toca assim, e eu ao ve-la , no momento em que a vi, o que ouvi, da letra, ela era a dizer, qualquer coisa do género, então tu não dissestes que nos devíamos unir pelo espírito, e tal foi suficiente e bastante para entender esta sugestão, de que a menina, poderia então estar ligada a um qualquer passe de uma qualquer cama magica

primeria da liga da sao es, primeiro da si da b ela tor ia m os, e ra dada dana pro rop p ria pa giña do y o u tube, p o is naco luna vert ical, a da direita, com outros, v id deos, ali est ava outra da bela tam am tambem re cente ,mente, c on v o c ad a em lina home serpente se e cos di ver ss os, p as s ando da primeria té p ela, lam am da monica be ll u ci, s en t ad ano primeiro, nu ma cade ira, c om o q ue pa rr rec cia, ser uma es pe cie de vi ola q ue sete toca as si me europeu cao ove vaso e, traço ingles dela , no mo men to em q ue primeira do vi, o q ue o uv id da primeira da letra dela , e ra da primeira di ze rato ps , q au do quadrado do primeiro rol da dol da ue rata da co isa sado ge enro, en tao cruz do vaso n cão di ss este s q ue nós devi am os uni rp da puta do elo es pi rito, e t al fo do io do sufe cien tg e, é bas t ante para en ten der e sta da s u g est x cao, deque da primeira menina, pode da der ria en t da primeria es star liga ad da a um au quadrado do primeiroo do quadrado do ur do passe, de uma quadrado da ual quadrado da ue rato rc da cama magica

se bem que todas as camas quando os seres se amam, sejam sempre magicas, me recordo de uma que s relaciona com a matança em londres, que tem vindo aqui a aflorar em diversas linhas, inclusive algumas bem recentes, na av praia vitoria, a cama da margarida bessa, filha de um economista como aqui em dia recente lembrei antes de se ter ido um outro, o hernani lopes, o que me abriu mais ainda os olhos ao me dar conta disto, falara de um, e outro se foi, um outro, o hernani que tambem comigo se cruzara em dia não muito ido excatamente no chiado, e de um estranho passe de luz doirada nessa tarde

se be maior doque de todas, às das camas qua n dó os ser es sea primeria am mam, sej am sempre magi circulo do àss, da me record circulo, jornal, de uma q ue serpente rato dela , a do ac cio naco oma da primeria da matança em londres, q ue te maior vaso do indo aqui, primeira f olo rato da ar em diver sas das linhas, inc l us ive al gum as be maior mr re ent es, na av pr ia vito da ria, primeira cama da dama da margarida bessa, fi l home da primeira ad , é um e cono mi sta c omo aqui, em dia re cente, lem br rei ei ant es de se teresa id circulo de um outro, circulo do her maior da ani do lopes, psd, circulo q ue da me ab rio vaso do mais, a inda os olhos, cao da me da ar conta ,isto, fal lara de um, é outro rop ps da se seda do fo do io do onze de um outro, circulo do her na mic da ue tam am tambem co mig circulo da se c ru zara em dia n cão mu it o id o , é x cata em nt en circulo do chi iad oe, e de um est rato do anho do passe de luz do irada ness, é cruz sat ard e

esta morte começa numa linha do tempo um pouco antes, na treta que estes cabroes que se dizem politicos todos fizeram em volta do tal pretenso orçamento geral de estado, e de uma supreendente declaraçao de um outro economista, o catroga, no final dessa mesma treta, onde reconhecia com ar alucinado e de pesar que tinham andado enganados , ou melhor no caminho errado nos ultimos quinze anos, que até me levou depois a pensar que genero de caminho, ou de conhecimento da tradiçao, falaria ele sem falar, pois escutara em espirito que uma determinada norma ou canon ,estava, ou estaria errado,

é sta morte mo rte, co meça es nu ma da lina hd circulo do te mp, circulo de um do tempo antes, na t rata eta q ue destes cabro es q ue se di ze maior dos pol ticos todos fi ze ram em vol t ad ado co circulo do t cruz da al pre ten serpente do circulo da orça es men to ger la de estado sede, associaçao , uma s u pre en dente dec lara raçao de um outro, é cono maior do ista, do circulo do catroga, no fina al de serpenet das sas da mesma , ms treta, onda reco cone one homem cia com da ar al u cina ad o é de pe s ar q ue tinha ham a anda do dado , en gana ad os , o u mel home rato on circulo do ca am do minho , é rr ad o nós sul t imo s quin ze ano serpente, q ue a té da me le vaso dp d ep o isa primeira pen serpente da ar q ue g ene ero de ca minho, o vaso de c on he cie maior nt circulo, o da tradiçao, fala ria dele , se maior f al da ar, p o is e cu da tara em es pei rt o q ue uma det e rata minada norma, gb, o vaso do canom, é sta ava, é rr ad circulo

quando vi no escaparate a fotografia que escolheram para a capa do hernani morto, mais parecia ele estar bem de saude, mas o que vi em seu rosto primeiro não foi ele, mas sim um outro morto nestes anos de confusao, um outro economista, o do ps, o das orelhas grandes, o sousa franco, e orelhas grandes, como as dos elfos, era assunto em minhas linhas neste preciso pornto do que chamam de tempo, para alem dos sempre constantes orelhas, o da rtp e o miguel esteves cardoso do grupo independente e do paulo portas

qua n dó do vi do ino do vino , esca par rate da primeira foto tog raf fia ia q ue es colher ram am do para da primeira capa do her da nani do imo do morto, mais, fr, par e ia dele, est ra be maior mde saude, a puta advogado do mario soares envolvida no roubo de meu filho, maso q ue do vi em serpente do eu rosto do primeiro, n cão fo dd di do io dele, massi maior de um outro romo morto, nest es ano serpente de c on fusa usa sao, um outro e cono m i sta, o do ps, o da sor ed del homem do ás g rand es, circulo do s o usa do franco, é orelhas g rand es, c omo ás dos elf os, e ra as sun to em min homem às das linhas nest ep pre do ciso porn t o doque chama am de te mp o, para al lem dos sempre co ns t ane nets do orelhas, o da rtp, é circulo do mig vaso do le do esteves, o cardo sodo do dog do gato do ato , o do rupo do independente, é circulo lodo do paulo portas

torizinha, as cartas sao como belas cerejas, a gente começa numa e continua e assim ainda tera esta carta mais uma parte, embora eu sempre insista, se for minha amada, melhor e come las em nossos labios

tor é z in h a, as das cartas da sao c omo de belas, cer e ja sa da gente, co meça es numa, é c on tin ua, é ass si maior da ma primeria inda te resa ra desta ca rta mais, uma p arte, em bora europeu se mp re in sis t a, se da for min homem da primeira am ad a, mel hor, é co me l as em no ossos l ab io do os

beijinho a ti atraves das imagens

bei jin ho,  a das ti at r av es da s ima ge en ns



4,96 MB (5.2 0 4.54 6 byt es)

fiz ontem este pequeno postal
como te amo
penso sempre que é por ti e para ti
embora tenha ficado a olhar para ele depois
a
 me
perguntar
mas o que eu estou dizendo à rapariga assim
e depois me parece trazer de alguma forma um perfume inglês

a atender ao som dos porcos, triunfo dos porcos no contexto dos bums em londres e ainda pelo significado preciso do tempo, 44, gb 0 44 0 40, ou seja circulo gb, circulo do qa u dr ado, o do circulo

o plano final fez-me depois lembrar um belo quadro de um animal de pelo que ~quer agarrar a lua num reflexo do lago, te recordas..

espero que gostes

fi zorro do zo de o nt é maior de este,  pec ue no do postal, s en doque de um aqui se f oi em br boa dos c tt, com da primeira da te rta h abi it ua l de co ia s pa rt tic cu l ars, é a fi ns,  s en doque os ctt c omo por v ad o  est cao,  im p çic es ad os t y am be maior do no do roubo de meu filho, fi kapa primeiro do ho hoque da dama da  merda de justiça,  é esta,  se us dos cara alhos, a ina por c ima ce rta em nt e com um re forma dori ad a á co pn t ad e todos, as si maior  pr e ten de maior de este, serpente da merda de pol it o cs te rr ori sta s pa g ar os l ad ro es e c rimi ino os omo da te amo, p en so se mp rec q ue é por ti, é parati em bora ten homem da primeira do fi,  cv ad circulo do aol homem da ar para dele,  led do quadrado da ep do circulo do is da isa da  me do  per da gun da tar do maso,  quadrado da ue  europeu espanhol to vaso da di zen dó,  à ra ap riga as si maior rome med da ep do circulo do is maior  pa da rece cete do ra ze rato de al gum da primeira da  forma,  um do cc, perfume ingles, a at en der cao s om dos porcos, t rio undo fo dos porcos no circulo  on tec to dos bums, é ml odres dr es , é a inda p elo si gn if fi do cado, br,  pre ciso do tempo, 44, gb 0 44 0 40, o vaso do seja circulo gb, circulo do qa u dr ado, o do circulo es pero do ero  roque do quadrado da ue gato do os da cruz espanhola

 circulo do plano, puta lan do primeiro ano,  fina al da de fez traço inglesa me d ep o is len br ar um b elo do quadro , de um animal de p elo q ue onda, q ue rato rag garra da ar , primeira lua n um ref for mula one le do xo do l ago, te reco cordas, av roma, rda serpente, zen.zorro ingles

o isqueiro azul patilha vermelha,uma lamina em losango inglês, e um bico do ovo da loja da tec , tc, time code, sinais, sinai isis sis

isque do iro azul da pat da ti da ilha verme primeiro do homem da primeira,uma la lam am mina em lo s ang o inglês, é um bico do ovo da loja da tec , tc, ti time, jornal, om me c o de, sina is

à amada tori amos, segunda parte de tres

à mad ad da primeira da tor ia am amos , se da gun da ap da pura, arte, de cruz espanhola

querida tori amos, aqui em forma separada e junta o final desta longa carta que é a ultima entrada sobre estes assuntos, depois a concluirei,

quadrado da ue da rid id a tor ia am mo os aqui em forma sep zorro rata ad da primeria, é jun t cao fina al desta, primeiro do angulo da ong da primeira ca rta q ue é primeira da aul do tim da en t r ad a s ob re este s ass un cruz os

logo a ter de novo encontrado, em imagem e voz na rede, como aqui lhe narrei, em dia seguinte no metro do rato, ps, uma indução montada, na gare de cima, ao chegar aos portões onde se validam os cartões, um escutado projecto por um qualquer ritual destas bestas associada a dois rabos, assim uso a palavra pois foi assim que a pronunciaram pelo espírito, em forma de pergunta, gosta do meu rabo, eu olhei a rapariga à frente, e reparei então que as calças e a cores, eram próximas às suas no clip e de alguma forma as formas também, ao lado uma outra em tons cinza , tipo calças de treino, estava encostada a uma das maquinas, num gesto que tinha em si um preposito, pois ninguém para ali

lo gata primeira da teresa , de n vaso circulo en c on t rato do ado, em ima mag é me da voz, ra dio, na rede, circulo omo aqui, primeiro rol he na rata rr rei, é maior do do dia seguinte, rtp, a puta , o no metro do rato, o do ps, uma da indu sao es montada, na garra rede dec ima, cao che gato da ar primeira ara do os porto espanhol, da onda da se v al id do quadrado do dam da am os c art circulo da puta do espanhol, um es cu t ad o por ject circulo do por, um do dupla do uadrado da aul ue rato do rit ua al de stas destas bestas, ass soci , sic, ad da prime ik rata da ad circulo do is dos rabos, as si mu serpente co circulo da primeira , p al av ra p o is fo do oi as si maior q ue da primeira porn un cia aram p do elo es pei rito, em forma de per gun da cruz primeira, gato do circulo do sta do me eu vaso do rabo, eu o l he ia da primiera ra pa riga a fr en te, é rato epa rei en tao quadrad am ue ás c alças, é primeira cor espanhol, e ram por x ima sas s ua sn no circulo do primerio ip do pede, de al gum primeira da forma , às das formas tam am tambem, cao primeiro da ad de uma outra em to da ns c in za , t ipo c alças de t reino, est ava en c on sta da primeira da , a uma, a das ma quinas, n um g est circulo q ue da tinha em si, um pre ep d puta do os vaso da it circulo, puta oi is da de ninguem , av, para ali, super mer do cado

este passe no metro do rato, tem uma razão de ser se lido com uma outra imagem da capa do publico, no dia da greve geral, pela justaposição das duas personagens nas três entradas que corresponde aos pilares das das maquinas de validação de bilhetes, imagem aqui abordada em pormenor de seu acontecer , a imagem da capa com a entrada do metro da avenida, um fantasma a passar, o pavilhão carlos lopes ao fundo, e a linha dos judeus pelo aristides , ex cônsul português que tantos na segunda guerra salvou ao conceder vistos, e a leitura cumulativa parece ser então uma armadilha, pois se entenderia então, em justa posição das duas imagens que o rabo das calças de treino era o o vaso do x, nas suas perinhas, de uma seta que vinha do pilar da direita da imagem, ou seja, da esquerda em posição real, estando a menina no meio das duas colunas do templo, e sendo que o perfume da imagem da capa do publico, remetera obviamente para londres, ou seja, como se confirma na faca do paragrafo anterior, este passe foi preparado também pela rede da voz, com outras de outros órgãos de informação, pois tanto aparece, tvi com sic e grupo publico

este passe no metro do rato, ou seja , pare tambem indicar , o ps serpenet, na russia, moscovo, te maior, uma rata aza circulo de ser, da se lido, cinema a chegar à estrela, com uma , de outra rai imagem da ca pado do jornal, publico, no do dia da dag rata vaso da geral, puta dela, just tap posi sic sao espanhola ,. das duas persona ge en da ns nas t ratas es en da crucificaçao, da rda serpente quadrado da ue do x , cor rato ps do espanhol ponde dea primeira os pi ila ares, das serpente das ma quinas de eva da al id do aç da sao do espanhol, do bo da bic do circulo do homem da cruz espanhola, ima ge maqui ab co da rata dada, em por men co circulo do rato de serpente do europeu aco nt , tecer , a imagem, a image, carro, ad da primeira da capa com da primeira da en t rata ad dado do metro, da v en nid id da primeira,um fantas ma da primeira mad ad da primeira p as serpente da ar, a dp aro do p av ilha circulo do car rolo serpente do lopes cao, ao fundo, é primeira da linha, ad os jud eu sp elo ari st id es , é x c on sul portu gues q ue tnt do os na segunda dag da guerra, serpente alvo vaso do cao c on cede rato dos vistos, é a primeia da lei it da tura cu mula da cruz iva pa rece ser en tao uma arma mad da di da ilha, p o is da se en t en der ia en tao, em just tap posi sic sao das duas da sima , as da imagen, q ue do circulo do rabo da sc alças de t rato do ein, e ra dp ova do vaso do x, na serpenet ss, ps, s ua serpnete pe das rinhas, é uma serpente eta quadrado da ue da vina hd cor rc ilo da pilar, home de melo, a da direita da ima ge mu do seja , da es qaudrado da urda em posi sic sao es do real, madrid, mad ad rid , est ando da primeira mr do io da menina no me io das duas , co luna sd circulo do te mp primeiro co es , é s en doque do circulo da cc, per rf um meda da imagem da ca pado publico, reme teresa ra ob via am, mente , para londres, o vaso do seja, circulo do omo da se, confirma , n faca do para do rag rf fao ante rato do iro de este, pa sw da se f oi pr epa rato do ado tam am tambem , p ela, a da rede da voz, com de outras de outros orgaos de in for maçao, p o is t ant o ap ar ee tvi com da sic, é gato do rupo do publico, manuel fernandes, outro ex mrpp

mais curioso, rica, explicita e extensa, esta imagem se torna, pelo local que as bestas escolheram para a encenar, na condicionante de saberem que eu uso essa paragem, e portanto como acabei de explicar em voz em pormenor, através do controlo de meus passes, preparam então estas aparições e estes cios de merda, pois no metro do rato, um pormenor se liga a morte também de sa carneiro,

mais , fr, cu rato da iso seda do soda da rica, é x puta primeiro da cita, é x ten sa, desta, a da imagem , se torn primeria da ap da puta do elo do primeiro ocal quadrado da am da ue às das betas, espanhol co primerio, he ram do para da primeira da encenaçao, en c en da ar, na conde di do cio nante, de saber , rem quadrado da ue europeu do us circulo, a dessa, do para da rage da me da porta , cds, nt circulo doc circulo omo aca be do ei ide, é x puta lic da ar em vaso do oz da ra di circulo da voz, em por men doc circulo do irc uk lodo do rato do psr, at rt circulo do av do espanhol, o do controlo de meus passes, pre par ram am en ato , estas das ap ari ço espanhol, é estes cios de merda, p o is no do metro do rato, um per mne neo rato ps da se da liga da primeira da morte tambem, dea serpente do carneiro, ex icep administrador do tempo da expo

pois uma estátua equivalente a de sa carneiro no antigo largo do areeiro, em lisboa, uma cabeça cortada, ali se encontra também, ou seja parte deste grupo esta relacionado com a morte de sá carneiro também e simbolicamente com o casal arpad e esposa, vieira da silva, ps, que nos diz ainda de uma relaçao com o território francês

puta do circulo do is , uma est do cao da cruz primeira , eq do vaso do iva lente da primeira, dea serpente caren do iro do doiro, no do antigo, o l argo do arieiro, queda de entre rios, tambem, em lis boa, se maior da cab da beça ali, super mer cado, se en contra tam am tambem, o vaso do seja da puta da arte deste, gato rupo é sta rato, ps, dela , o do ac cio n ado com da primeira do damo da morte de sá caren eiro tam am tambem, sá carmeiro, cadeirinha, almeida, aqui na rua, é si mb o lic cam caa am que mente, com do circulo do ca da sal ar rp do pad da ad, é es posa do vieira da silva, ps, quadrado da ue nós da manha, di zorro da inda, uma de uma relaçao, tribunal, com do circulo do terri it tori circulol 190, me cede serpente taxi, o do 101 do frances

vieira das ilva do ps, ex ministro da solidariedade, e a agora de outra coisa qualquer desta mentira infernal, é um terrorita de estado e um merdas completo, pois foi o tal que quando neste anos trouxe fome e ao gabinte dele me dirigi, não só não me resolveu nada como a lei o garante, como cobre ao longo de anos todos os passes relatados na perseguiçao sistematica que me fazem a mim e a minhas empresa no ambito da teia do estado dominio da segurança social, ou seja é tambem para alem de pedofilo, um corrupto, portanto está a ver, bela tori amos, de merdas como estes, só mesmo se pode esperar a morte deles e depressa!!!!!

vaso do ie da ira da s el v ado do circulo do ps, é x ministro da solidariedade, é primeira do agora deo de outra, co isa q ual q ue rato ps , a de sta da mentira infernal, é um te rr o rita de estado, é um merdas co mp le top puta do oi is fo io do tal passe, q ue qua n dó nest e an s t rio ux e fom, e é cao do gabinte dele, g ab inte dele, me di rig gi, n cão s ó n cão da me r es solveu n ad a c omo do cobre, pt, cao p l on gode anos todos os passes, rea al t ad os na perse gui sao es q ue me f az ema primeira mim, é primeira da min home às da empresa, no am bit circulo, o da teia do estado do mini circulo da segurança social, serpente circulo da onda da cia primeiro, o vaso do seja é eta tam am tambem para al lem mde pedofilo, um cor rup pt o, porta , cds, nt circulo e stá ave rato rb dela, a da tor i am os, de merdas c omo est es, serpente ó do mesmo da se da pode es pera rata, a primeira da mo rte morte, del es e d e press a!!!!!

continua...

ainda ao criminoso e ladrao da pt e ao badamerda do passos coelho

ontem ao final do dia suvbi a campo de ourique para comprar algumas virtualhas, e ao pasar frente a montra da rua da infantar, a da matança da madeira e dos abusos infantis, na tv da loja da informatica me apareceu em sincronismo a meu passar, essa puta mor da pt, recentemente de novo aqui interpelada a proposito das declaraçoes dele sobre timor na sequencia da interpelaçao sobre a matança dos trezentos jovens na festa da agua, e li no rodape, o assunto do que só posso considerar resposta no seguimento da minha interpelaçao, que os dividendos se deveram a uma operaçao especial, assim dizia e só dizia o rodape, a fazer mais prova de que estamos na realidade perante mais uma matança , se pensar-mos como este linguarejar aparentemente financeiro, serve sempre de cobertura a tudo o resto, nomeadamente crimes de matança larga, depois ou antes o passos coelho de perfil, a dizer mais uma vez o de sempre, que portugal precisaria de novo governo em breve, quem diria, de uma besta que se diz estar a frente de um dos maiores partidos e que tambem é pelo silencio como todoo eles, criminoso e cumplice de ladroes e abusadores de crianças!!!!!


on te mao fina al do dia suv bi a cam pode deo de urique,  para com pr da ar al gum as vi rt vaso das alhas, é cao p as da ar em frente , primeira do damo da  montra da rua da infantar, a da matança da madeira, é dos ab buso serpente da onda dos sin in fan t is na tv , ad da prim eira loja da informatica,  me ap receu em sic cc r oni ms circulo da primeira me vaso da p ass ar, essa puta mor da pt, re cente mne net de n ovo aqui,  inter rtp o dela , a lada, primeira pro rop pr rosi to, o  das dec lara raçoes dele s ob re tim mor na sec uen cia da inter p ela laca sao es s ob rea am da primeira matança , a dos trezentos jovens , na fe sta da agua, eli io roda ape, c irc uk l o do  assunto, ue se p osso co nsi id der da ar rata da es posta no se gui men to da min , h a inter rp p ela ac sao, q ue os di v id ein do s se d eve vera ram da a uma,. o pera raçao do es pe cia l, as si maior da  di zorro do ia, é serpente do ó di zorro do ia do circulol o da roda ape, a f az é rato mais,  por vao, ps, da primeira dec quadrado do vaso est amo s na rea lida dade pera nte ema  massi,  uma da matança , se pen s ar traço ingles mo s c m o desta,  lingua re j da ar ap a ren te maior nt e do financeiro, serve sempre rede deco cobertura , primeira de todos, rato do est o, noe ema mad ad dame en te crimes de matança l arga, de pop iso ant es, o  do circulo do passos coelho, de per rf da fil, a di ze rato do  mais,  uma ve zo de es em pre, q ue poy  t gla p re cis ra da ria de n ovo g ove rn o em br eve, q ue maior da mde   di rato ia, de uma besta q ue se di zorro es star a fr en te de um dos maiores dos partidos,  eq ue eta tam am tammbem , é   p elo silencio, comes, o sile len maior mc dio do io c omo td o  osdo ele s, c inr rim rimi ino ososos sino serpente do os   é cu mp~l i ce de l a d r oes e  ab sau sado dor es sd  ace crianças!!!!!´

como é seus cabroes, se continuam a fazer crimes de genocidio e nada se passa !!!!!!!

c omo é se us c abr o es, se c on tin uam a f az erc rim crimes es de g en o c id io e n ad a se p as sa !!!!!!!
fofinha, nem acreditarias se nao fosse eu a te dizer, sabado só  consegui chegar a casa pelas dez e meia da noite e acabei por ter que vir a pé, que os bandidos terroristas fizeram uam especie de lotaria , como depois o espirito mo confimou e para isso, conseguiram de alguma forma que os electricos do vinte e oito deixassem de funcionar, estive ali mais de uma hora à espera de um, que nem chegou e depois voltei a pé, descendo o combro, logo a assinatura ali estava, mais um acidente de carro, mesmo na esquina da santa catarina, ou seja serpente, a da catarina, depois de te direi os promenores,

 fo fi n h a, ne m ac red dita it aria s se n cao da fosse europeia  primeira te di ze rato do aro da arte de sabado, sa b ad a s ó p c one se gui chega ra c asa da casa p,  delas,  dez é meia da do ano da noite, 2005,  e aca bei por teresa ue vaso  ira p é quadrado da ue os bandidos te rr o pr ista serpentes fi ze ram uam es pe cie de lot aria , c omo d ep o is o es pei rt io mo c on fi mo ue do para do iss o, c on se gui ram de al gum a forma q ue os lee tc rico sdo vinte e oito, maestro,  de ix ass se md é fun cio na ar, es tv ie ali mais de uma hor a,  à es pera de um, q ue ne mc he ego ue , de pp o is vol tei a p é, d es c en do o com bro , l ogo da  primeira ass sin at rua ali est ava, mais um acide dente de ca rr o, do mesmo na es q u ina da s anta catarian, o uva vaso do seja da serpente, a primeria da catarina, d ep o is de te di rei os pro rome nor espanhois

eram oito, estava eu na paragem, de repente choveu assim um pedacinho como um choro, eu a pensar, se calhar está neste momento a tocar à porta, se estas putas mais uma vez obstaram a que nos encontrasse-mos, como tem sempre feito, se te fizeram passar frio ou apanhar chuva, eu te juro que lhes faço assim shop shuey todos os dias do resto da minha vida, com eles em meu pensar


e ram o it o, es tva europeu na para rage mde r ep en te cho ove eu as si maior,  um peda ac cin hoc omo um do choro, eua a p en serpente da ar, se cala home da ar , esta , nest e mo men to a toca r à da porta, cds,  se destas putas,  mais, fr,  uma v e zorro ob sta aram primera q ue nós en c on t r ass é traço ingles mo serpente , sc omo te maior se mp r e,  feito, sete fi ze am p ass da ar do fr rio do io,  o u ap anha r c homem da  uva, durao,  eu te j ur o  que l he es dek l ss,  f aço as si maior sh o p  sh ue y todos os dias, psd,  do raty o est circulo da m in h a v id a ,

como aqui te contei em diversa vezes estas putas terroristas, até atrasam nas vezes os metros a meu passar, os electricos é bem mais facil, basta por um carro mal estacionado, que deve ser o que fizeram, pois durante esse tempo passaram tres em sentido contrario, na verdade no sabado salvo erro no jornal dos bandidos os dos cds, sobretudo o portas, muito se riam na ar, a face dele, era de quem tinham feito merda , para variar, como puto traquina de merda que é

c omo aqui te conte ei em diver s a v e ze es e ts sas das putas terroristas, a té ata rato sam na serpente v e ze es os metros, primeira me eu p ass da ar, os electricos,  é be maior do mais f ac el, ba sta por um carro ma al est ac cio n ad o, q ue d eve s ero q ue fi ze ram, pp o is d u t ante desse tempo,  p ass sara ram t r es em s en t id o c on t ra rio, na verd ad en o s a b ad o s alvo é rr on circulo do jornal dos bandidos,  os do serpente do psd , sobretudo do circulo do portas, mu it o ze ria am mna ar, primeira face dele, e rato ade q ue  maior da  tina homem,  feito,  me rda , para v aria rato do rc cm do circulo do puto t ra quina de merda q ue, é