quarta-feira, dezembro 08, 2010

as autoriedades dos homens se ainda as houver, se nao, a Deus, seus pedofilos assasinos




no metro do cais de sodre, esta bela capa de uma revista ou livro onde o bebe me chamou a atençao pela cor dos cabelos, a lembrar a linha recente das reaçoes quimicas na cabeça de obama, no encontro na china e todas as outras que depois aqui sobre este assunto explanei

no so metro,  doca is de sodre, é sta da b dela, a da ca pade, uma da r e vaso ista o u l iv rato ps circulo onda deo circulo do bebe,  me c ham o ua primeira a ten sao espanho kapa la, p dela,  cor dos cab elos, primeira lem br ar da primeria ara da linha re cente, a das rea aço es quim ica serpentye na ca beça de ob am primeira do ano do en c on t rato circulo  on da primeira china, é todas ás de outras q ue d ep o iss isa saqui aqui,  s ob re este as sun toe é x p lan ei



um belo leao de um belo filme, as cronicas de naria
um b elo lea circulo,  de um b elo fi da fil me, as das c r oni c as dena ria




ao subir as escadas do metro nos olivais, uma troca de olhares com um chinez me fez depois cair o chapeu que apontou este dizer, uma caude de diabo, uma onda e uma seta, uma libra inglesa, como agora de novo entrara, uma cruz ale, al le, al, e, tart

cao s ub ira s esca ad as do metro nós oliva is, uma t roca de o l homem ares com de um chi ine zorro da me de fez, mar rocos,  d ep  o is circulo do air do circulo do c h ape eu q ue ap ponto vaso de este di ze rato top do ps, uma circulo do au dede do diabo, uma da onda, é uma serpente eta, uma libra inglesa, circulo do omo do agora de n ovo en t r ara, uma cruz ale, al le, al, e, tart



em casa a lauda da puta fornicadora e pedofila,   maria joao avilez sobre sá carneiro, freitas das seitas do mal, que acabara antes aqui de novo de ser convocado, a porprosito da imensa hipocrisia destas bestas ao longo de decadas sobre estas mortes, como aqui fiz prova em palavra orada, e querem trocar a verdade por uma memoria luminosa deles, como se tal fosse possivel, vos os porcos!


em circulo 101  asa da primeira  lauda , a da puta for nica ad dor primeira, é pedo fi da ila da maria joao avilez,  s ob re sá caren do iro do freitas, o da s se it as do mal da al,  q ue aca br a ant es aqui ide dn en ovo de, ser c on v o cado, a por rp pro rosi to da im en sa hipo cris ia de sta serpente das bestas cao l on gode dec ad as s obr e e stas das mortes, c omo aqui fi z por vaso da primeira em pal av ra o rato ps  ad a, é q ue rem t roca ar primeira verd ad e por uma me mor ia lu mino sa deles, c omo se t al da fosse p oss iv el, vaso do os circulo serpente do ps porcos!






embora aqui nao se vejam bem as fotos, pois as tirei como referencia, visto terem sido publicadas no fim de semana passada, no dn, tras esta um curioso pormenor na imagem desta besta hipocrita e ladrao, o freitas, está torto, tipo a abanar como um pendulo, ao lado dele o gaviao, o que paga a puta,

em bora a qui aqui n cao sd da se veja am be maior ás fotos, p o is as ti rei c omo refer rn si, vi s to te rem s id o pub lic ad as no fi md e se mana p ass ad ano dn, t r as e sta um cu rato da iso por men o rato  na ima ge maior  desta besta,  hipo circulo da rita , circulo do freitas, e stá do torto, t ipo da primeira ab ana rc omo um ~do pen dulo, cao lado dele lo do circulo do gaviao, bal se mao,  o q ue pa g a a puta,





 esta foi a primeira que vi e que me chamou logo a atençao, por um pormenor, pois ecoa aqui em casa num objecto, ou melhor num conjunto de objectos, pois creio que é nesta ou em outra ao lado, onde um dos que nela está, olha a camara como a dizer me , atençao, ao que ves, porque aqui está a chave, e a chave que eu vi, foi logo essa puta terrorista mor do psd, o cavaco silva, com o mesmo ar de sempre de tira linhas e culpa expressa na face dele

é sta,  fo ia da primeira rac do ac,  q ue do vi eq ue da me c ham o vaso dol ogo da priemira,  at en sao espanhola do por,  um por men o rato rp da puta p o is e coa aqui em c asa n um ob ject circulo, o u mel hor n um do c on jun to de ob ject os, p o is c rei o q ue é nesta,  o u em outra cao lado, onda de um dos q ue nela e stá, o l hoemm da primeira , a da dc cama ra c omo primeira di ze rato da me , a ten sao es, cao q ue vaso do es, por q ue aqui e stá da primeira chave, é primeira circulo do homem  ave q ue eu do vi, fo i l ogo gode dessa puta terrorista mor do psd, o do cavaco silva, com do circulo do mesmo na ar , de se mp rede t ira linhas, é cu onda do primeiro pa express ana face dele

continua



as autoriedades dos homens se as houver


32,3 MB (33.945.144 bytes)
o medico, segundo da estrela,  de noventa e quatro, estrela, pri mr io do gb

dizia essa tal aparente padre no dn de sábado passado, que só estavam então à espera de um sigilo do vaticano, que pressuponho ser um dos elementos desenhado por mim nesta folha que aqui em parte vos mostrei, e que se eu vos responder a isso, vos liberteis meu filho, isto é como vos digo, a vossa confissão, no acto de roubo abuso e tortura de meu filho, ou as autoriedades vos acusam, ou vos levo à morte, e excomungados estais já todos da igreja de O Cristo, papa inclusive

di zorro do ia,  essa cobra do tal aparente padre,  no qaudrado da fn de sabado , o p as sado, quadrado da ue serpente do ó da est ava do cam en tao,  à es pera de um si gilo lodo do vat delta, é circulo do cano do ano, quadrado da ue pr do esse do p on ho, ser um dos dele , lem nt os de serpente do en homem do ado da por,  da mim nest da primeira  fo primeiro  homem da primeira qaudrado da ue aqui em p da arte eva vaso do os maior da ostre rei ei, eq ue da se europeu uva,  vaso do os rato do espanhol ponde ra do iss dos ovos da libe da rte do is da me eva vaso  fil ho, is to é circulo do omo da ova do vaso do os da di serpente  sea,  vaso do os serpente do ac on fi iss serpente sao, no do acto de roubo abuso, é tor ru cruz de me vaso eu  fil ho, o vaso do às do au tori ed ad espanhol vaso os ac usa sam, am , circulo do uv da onda do os primerio rol evo, acento da primeria morte, é x com un gados est ais já todos da igreja de O crist o, pap, primeria da inc do prime do rio us ive

e me diga seu pedófilo policarpo, porque razão, quando a tempestade estalou no chiado, estava um conjunto de gente a rezar dentro do presépio ao lado de sua igreja

é me dig da primeira serpente do europeu do pedo filo do poli ca rp circulo, por quadrado da ue rato da aza do circulo , qua n dó da primeria da tempestade,  est alo un no , o do chiado, es tva um circulo em jun t o de g en te ar ratp ps e zorro da ar do quadrado da en da cruz do rodo do pre do sep, o do io do cao lado da se da ua , é gato raja, gel lada

sabe sua puta , messianismo, com reis meninos que sao levados a guierras de homens injustas e depois com muito morrem e matam, para depois serem como meninos enterrados para alimentar uma ideia de imperador menino, é contraria à propria ideia e vivencia do reino, serve isto geralmente para justificar vossos crimes, sobretudo quando se trata de abusar e matar crianças, que deveriam sempre considerar como vossos filhos, e nunca lhes fazer mal nem deixar fazer, como se ve pela justiça que a mim e ao meu continuamente negais

sa be s ua da puta , messi ani sm o, com rei serpente  dos meninos q ue da sao l eva ad os a gui ie rr as de h ome ns in just as e d ep o is com mu it o mor rem e mata am, para d ep o is se rem c omo me nino s en terra d os para al im en tar uma id deia de im pera ad da dor do menino, é c on t ra ria à pro rop p ria da ideia, é vi vaso da en cia do rei ino, ser v e is to ger la em nt e  para just if fi do car vaso dos ossos c rim es, sobretudo,  qua n do se t rata de ab usa r e ma tar das crianças, q ue d eve ria am maior sempre co nsi der ar c omo vaso ossos dos filhos, e n un ca l he es f az e r art o mal ne maior de ix ar f az, é  erc omo s eve p dela, a da falsa, justiça,  q ue p+ rime ira mim é cao me vaso  c on tin ua ,mente,  ne gais




é como o escutado em espeirtio recente, que uma parte de vos quereria com minha morte, reviver e alimentar o mito de Cristo, seus badamerdas, que Cristo no mundo nao falatam todos os santos dias infernais que vos assim fazeis

é c omo do circulo do es cu t ado em es pei rt io re cente, q ue uma da p arte de vaso do os q ue re ria com min homem da primeria  da morte, re viver e al im en  tar o mito de C rato is to, se us b ad dam das merdas, q ue C r ist o no mundo n cao fala tam todos os sa nt os dias, psd,  in fer na isque vaso os as si maior f az ze is


e é isto tambem uma forma de perpetuar vossas mentiras sobre a morte de sa carneiro e dos que com ele iam tambem, assim todos vem como sois miseraveis, e bestas sem coraçao, que o natal vos seja de morte!!!!


e é is to ta , o do tam am tambem , uma da forma de per pet u ar v os sas das mentiras s ob rea primeira da morte de sa carneiro, é do s q ue com dele iam tam am tambem, as si maior de todos vaso em c omo s oi s mise r av ie es, é bestas se maior co raçao, q ue do circulo do natal vaso do os do seja de demo da morte!!!!
que a vossa hipocrisia vos seja fatal, vos que me tendes um filho roubado e torturado, ainda se poem com padres a falar de sigilos de vaticano a preposito de desenhos meus, seus badamecos, que a terra por dentro vos seja quentinha para o todo inferno !!!!!!
 
q ue a v os sa hipo cris ia vso os do seja fat al, vaso do os q ue da me t en de es um fil h o ro ub bad ad o é tor cruz do  ur ad o, a inda se poe mc om padres, primeira f al da ar de si gilo s de vat ti c ano primeira pre posi to de de se en h os me us, se us b ad dam mecos, q ue primeira da terra por d en t  rato dos ovos do seja q u en tinha para do circulo ,  todo inferno !!!!!!


da matança de beslan, 2

claro está que o  corrupto do ps que se diz ministro de alguma coisa, o tal que comprou os coldres ao contrario, mas continuam sem pagar integralmente as fardas às policias, de acordo com o manual dos bandidos mundiais, visto assim trazerem em outros países também, logo foi a correr ver o que se passou no lugar, e pelo final da tarde, depois de ter visto duas das capas, e o espírito me ter dito, que retiraram precipitadamente a do publico de meu olhar, nos dois lugares habituais, uma senhora, certamente dos ps, na caixa, me mostrava a colecção das compras, com um queijo francês presidente em estilo triângulo de faca das aguas, e duas embalagens de leite mimosa, uma pb azul, amachucada, e uma verde por detrás, ou seja uma vaquinha maçónica,, cores reais da praia azul, na linha da costa da região afectada, do pau de mafra, ou seja diz o ps, que o causador é home do outro terrorista de estado, o cavaco silva, e que esse home é o presidente dele em mafra

circulo do primeiro rol da dol do aro,  é stá q ue circulo serpente can tora doc circulo do corrupto do ps ,cor uu p pt circulo 101,  q ue se di zorro  mini st rode dea do deal da lago, toco,  uma co isa, do circulo do tal que com pr o vaso do os co l dr es cao c on t r ari o, ma serpente conti nu am se maior pagar,  inte g r al me ny te ás f ard as às pol icas, de acor dó com do circulo lodo man da ual dos bandidos do mundiais, vi s to as si maior t r az e rem em outros pais es t am tambem, l ogo fo ia cor rato ps e rato  vaso do ero q ue se p ass o un o primrio do circulo da gare p elo fina al da t r ad e, d ep o is de teresa vi s to,  duas das capas, e é circulo do es pei rt y do circulo  meter, o dito, q ue r e t r irt at ram pre posi t ad dam am , mente,  a do circulo da primeira do publico,  quadrado  me eu o l homem da ar, uma sen hora, cera rate maior nt, é dos ps, na ca ixa, me ostrava primeira cole sao das co mr ar, com um q ue i jo fr anc es pre ws id dente em est ilo t rian gula de faca das aguas, é duas em bala lage en ns de leite mimo sa, uma pb az u l, am ac chu c ad a, é uma verde por det rato as, o use ja,  uma vaquinha maconica,, cor es reais da pr aia az u l, na lina hd a costa da regi cao a f e ct ad ado do pau de ma fr a, o  vaso do seja di zo do ps, q ue do circulo do ca usa dor, é home do outro terrorista de estado, circulo do cavaco silva, eq ue esse home é o pr e sin dete dele em ma fr a

na verdade capas apareceram no chiado onde a coisa primeiro estoirou se assim se pudesse dizer, visto que antes já tinha eu lido diversos sinais, alguns dos quais convocam também o policarpo, também recentemente aqui convocado,

na verd ad e c ap as ap a rece ram no do chiado, o da onda dea prime ria da coisa,  prime iro est toiro use as si maio da se p u de esse cobra di ze rato ps, vi s toque ant es já tinha europeu do  lido,  diver se pr rn te do os sin a is, al gun sd os quais, policia fr,  circulo em vaso do circulo da cam do tam da am tambem do circulo da poli c arp otam be maior re cente, mente,  a qui aqui  c on vaso do circulo do cado,

como e ve nada de novo , onde os terroristas internacionais, isto é, para que fique claro com sangue em genocídios, sucessivos, continuam impunes, e a justiça fecha os olhos e se torna cúmplice destes crimes e por consequência de criminosos, para a próxima deixo morrer as crianças, avisados estais!!!!

c omo serpente  eve n ad a de n ovo , onda deo  os terroristas int rena cio na is, is té, para q ue fiq ue c l aro com do sangue em g en o c id os, suc ess ivo s, conti nu am imp un es, é primeira da justiça,  fe cha os o  l kapa home do os, é se torn a cu mp l ice deste serpente dos crimes,  eé por co nse q u en cia de c rim ino ossos, para a por x ima de ix o mor ratyo ps é rato  +as das crianças, av isa sados est ais!!!!

da matança de beslan, 1

significativo e significante, acabei de falar de novo na matança de beslan a preposito desse terrorista de estado o jose socrates que como é publico depois das merda que lá assinou, a volta do correio, no mesmo hospital dos factos aqui narrados na altura do passe de beslan e e de outros, para alem de ele aparecer hoje a sorrir na capa do publico, o que é uma afronta , pois não gosto de ver pedófilos e bandidos a sorrir em nenhuma capa, hoje ao que parece, um conjunto de crianças portuguesas numa escola poderia ter também perdido a vida, ou seja, se confirma parte do que sempre disse sobre a desgraça de beslan, ter também por aqui passado

sig gn if, cristina coutinho,  ica cat do ivo , é si gn if ican te, aca b ei de f al da ar d e n ov na matança de beslan, primeira pre posi to de esse cobra terrorista de estado, e ts sado do circulo do jose socrates,  q ue c omo é do publico, jornal,  d ep o is da se pr nt é  dama da merda q ue l á as sino vaso, primeira vol t ad do circulo do correio, no do mesmo, o do hospital,  dos factos,  a qui na rr ad os na al tura do p as sede bes lan ,e,  é de outros, para al lem dele,  ap a recer ho e ja sor rato psi rato na ca pado pub lic do primerio, o q ue é uma a for nt primeira , p o is n cao g os to d e ve r p pedo da filo , mc, se dos bandidos , primeira sor rato  ire rem n en h uma da capa, homem do oje cao q ue pa rece, um c on juno de c rina aças por u guesas nu ma es c ola pode da ria teresa tam am tambem per dido primeira v id a, o vaso do seja, se c on firma p arte doque sempre di seprnete da se s ob rea primeira da desgraça ed bes lan, teresa tam eb mpor a qui do  passado, p ass do sado, o louco

pi e


faz lembrar uma outra musica, não é...


http://www.youtube.com/watch?v=B8h5Owjxomg&feature=BF&list=QL&index=4

mais um sósia, e mais alguns roubos da lenda pessoal, aqui reflectidos nos extractos deste filme, que curiosamente, é do ano da expo, ou seja entronca no que vos disse em dia recente, do uso do calculo complexo que foi norma dos pavilhões na sequenciação dos conteúdos audiovisuais e de sues sincronismos, 
 
mais, fr um s ó serpente do ia, é am mais al gun serpente roubos da lenda pessoal, aqui ref for mula one le c t id os nós n os,  é x t r ac t os ,deste, filme, q ue c uri o sam am, mente, é o do ano da expo, o vaso do seja en t ron c ano q ue vaso do os di s se em dia re cente, do us, o do c al culo co mp le do xo q ue f oi da  norma ton, do s pa av ilho do es na sec qu en cia circulo  dos conte , vaso do qaudrado do os audi v is ua ise de s u es sin c r oni sm os

...

ah senhora amada, que belo sorriso me presente as te ao pé das quentes castanhas, sapatos confortáveis para grandes distancias no caminho e caminhar desse seu sorriso aberto que no meu ficou a morar
não se esqueça na próxima, da me assim uma turrinha, como quem põem o braço a encaixar no meu, e eu te digo vamos come las no jardim