segunda-feira, janeiro 31, 2011

vigesima terceira parte das bombas em londres

vigesima tercira parte das bombas em londres


vige vi ge da sima teresa circulo da ira p aret das bombas em londres

o oraculo do sonho de hoje me mostrou a mesa, a mesa que tambem esta figurada na analise da bomba do autocarro, como uma mesa que foi tombada, voltada, ou seja quem tombou a mesa, que tambem é sinomino de atentado em madrid, atocha,

circulo dao rac ac culo serpente circulo do sonho de hoje , me ms ot rato da au primeira ad, a da mesa, a primeira mesa q ue é eta do tam am tambem e sta figo ur ad dana ana da ana lise, a da bomba do autocarro, circulo omo , uma da mesa, madrid, q ue vaso do oi tom bad ad da primeira, volt ad cao do vaso do seja, foi quem tombou a mesa, q ue é etam do tam am tambem , é sino mino do a tena td circulo em madrid, atocha,

ali estava na minha frente o genro de cavaco silva, ligado como sabeis as produçoes musicais, e a distintos grupos de media, pois desde que cavaco foi eleito para presidente, logo ele foi promovido a cargos nas chamadas empresas publicas de comunicaçao, como a antena tres, me recordo disto por lhe ter mostrado na qualidade de director da altura, o canal zero, que foi depois roubado e que deu no you tube

ali, algarve, seuper do mer do cado, br, estav na min do homem, o mino, primeira fr en teo circulo do genro do cavaco silva, g en rode c av co do silva, ex admistrador da rtp do ps, liga do gado circulo omo sabe is às por duç o es mu sic ia se da primeira di s tintos eg sg gato da sa dos rupos de media, p o is de sd deque do cavaco , f oi ele lei it circulo, para pr es ie dn te, l ogo ale f oi por m ov id circulo da primeira c argos nas c ham ad ás das empresas publicas de comunicaçao, com moni caçoes, circulo do omo da primeira da antena tres, me record circulo disto, por l he teresa damo da mostardo, gas pimenta, na quadrado do vaso kali ali id dade do di rec tor da al tura, circulo do c ana l zorro do ero, q ue f oi ide ep p o is ro ub bad ad circulo oe é eq ue d eu no you t ube be maior

comia ele camaroes, que remete para esta ultima linha de envenamento de que fui alvo recentemente como aqui comentei, ou seja relaçao com o grupo do passe no supermercado de campo do ourique que nao só é o bairro de cavaco silva como dele, visto ele morar no cima da rua nas tais chamadas janelas para a lapa

co mia dele , cama aro rato circulo dos es, q ue reme te para desta u l t ima lina hd é eve en ane maior do nt circulo deque fo do oi do vaso do alvo re cente , mente , circulo do omo aqui com en t ei, o vaso do seja da do tribunal da relaçao com co circulo do g rupo , o do passe no supermercado de campo de ourique, deo ourique rato q ue n cao serpente do circulo do ó , é circulo do bairro de cavaco, sio primeiro do vaso da primeira circulo do omo mode dele, vaso is to dele mora ar no c ima da rua nas tais, br, c ham ad as jane l as para da primeira da lapa

cortava um camarao, e eu ao ve-lo via que o camarao era simbolo de barata , ou seja de chips, ou seja o passe que referencio em palavra orada nesta ultima conversa com inglaterra , onde recordo a tal encenaçao, dos constantes crimes que contra mim fazem, atraves dos medias, e da enorme rede de influencias que neles quase todos se nao todos, trazem, do tal professor portugues que esta em inglaterra e que veio ao programa da camara clara falar de estrelas de morte, relacionadas, ou as pretendendo relacionar, com a bang e olusfen, onde como sabeis tambem dectetei passes de manipulaçao diversos, vide os textos aqui no livro da vida sobre este assunto, e tambem dos grupos da livreiros, onde tambem tem sido constantes os passes de acusaçao veladas, e pior, induçoes de caracter subliminar inclusive nas montras como a ultima que aqui dei conta relativa ao meu filho, na livraria das amoreiras, salvo erro de um outro grupo editorial, pois neste campo tem sido muitos tambem os que me roubam sistematicamente, e plagiam em formas diversas

co cor rta ava, um da cama mar rato do cao, é europeu cao ove traço ingles primeiro do circulo via q ue do circulo do camarao, e ra si mb olo de barata , o vaso do seja dec hi ip do ps, o vaso do seja do circulo do passe , q ue ref fr ren do cio em paola vaso ra circulo do rato ad da primeria da ane do neste u l t ima convers ac om inglaterra , onda record circulo da primeirea , a tal da encenaçao, en cv en aç sao es, dos cos na tn e ts dos crimes q ue do contra da mim f az ze maior mat ata rato vaso dos es dos medias, é da en o rata da me rede de in flue en cia serpente q ue nel es q au use todos da se n cao , todos t r az ze é md circulo lobo do t al por rf ess sor portu gues q ue e sta em inglaterra, é cruz rr primeira, eq ue da eve do veio, jason, prim eira da camara clara, f al da ar de estrelas deno da morte rte , rato ela , a do ac cio andos com da primeira do b ang e o l us f en, onda circulo omo , sabe si tam n be maior da forma dec teta ados serpente dos p ass es de man ani ip pul açao divers o serpente de vide , os tex to da primeira do aqui aqui no l iv roda da vid a s ob re de este assunto, é eta tam am tambem gato do rupo da livreiro, onda tam am tambem te maior serpente id circulo dos constantes, os dos passes de acusaçao da vela ladas, é pi o rato ior indu ço es de ca rac teresa s ub li mina ar rin da inc c l us ive na s mont rato ps às circulol do omo da primeria u l t ima q ue aqui dei conta, rato ela , a da cruz do iva cao de meu filho, na livraria das am o reia serpente, serpente alvo é rr rode um outro g rupo editorial, p o is nest é cam po te mai ior s id o mu it os tam am tambem , soc q ue da me r ero o ub bam am sis t ema tica cam nt e, é pal gi am em formas diver vera às

olhava com pormenor o camarao, e via que as pernas eram minusculos tubos metalicos, que me lembrou os das varetas do chuveiro recentemente alvo de uma imagem aqui tambem narrada, na mesa estava tambem o david ferreira da emi valentim de carvalho, e as respectivas esposas, a margarida merces, ex rtp, a patricia cavao silva, ou seja, é um grupo de gente liagada aos medias e as editoras, sendo que mais uma vez tambem na ultima conversa aqui dei conta de outras das facetas deste crime, o roubo do patrimonio que a latina europa produziu as longo de cerca quinze anos , e que em finais de noventa pelo valor da integraçao do patrimonio do arquivo publico na televisao publica, por correspondencia do valor regulado pelas autoriedade, lhe dava um valor de quase um milhao de contos, e sendo que parte significativa desse mesmo patrimonio, se prende com musica, portanto o roubo, terá interesse a quem opera nestas areas

circulo dol do primeiro home da ava com por men o rato circulo do camarao, é via q ue às das pernas, e ram minu us culos dos tubos met ali cos, q ue da me lem br o u os das ave v aret tsa , ts da primeira, o do chu ue eve do iro re cente mne net alvo de uma mai ima ge maqui tam am tambem na rr ad ana primeira da mesa, est ava tam am tambem do circulo do david ferreira , a da emi valentim de carvalho, é às ratos es pec t ivas es peo sas, primeira da margarida mer c es, é x circulo do rato tp, prie emi miura da pat rica c ava circulo do silva, oui, seja é um gato do rupo da pode de g en te lia gda , direitos autores, a os dos medias, é ás das editoras, s en doque mais, fr de uma vaso e zorro do tam am tambem na u l t ima convers primeira aqui dei conta , dee deo de outras das f ac eta serpenet de este crime, circulo do eri meo, o do roubo do patrimonio, pat romo no io q ue da primeira la ti an da europa pro d uz ze vaso às l on gode ce rca q ue in ze ano sec ue em fi an s ide de noventa, n ove en a t p elo do valor, a da inter gato da raçao do par rt toon mu do io dos arquivos, a qe rato q u ivo na tele vaso do sia circulo da publica, por cor r es pod dn cia do valor re gula lado, p elas au torie ed dade, le homem do qaudrasdo da av da qa , um da valor, dec qaudrado da ua ase , um milhao de contos, é s en doque p aret si gn if ica t iva desse mesmo , o do pat rim moni o, sw é pr ed dn de com mu sic a, po rat tnt da dp circulo do ro ub o, teresa rá ine net rato do esse da primeira , a q ue maior o pera n es sat ts ar rea serpentes

esta imagem da vareta remete para as ultimas merdas e gravaçoes que em forma criminosa aqui terao feito como sempre fizeram ao longo deste anos todos deste continuo crime, e serviram como espirito me desvelou provavelemnte tambem para criar estes ultimos incendios no mundo, com a mao da sic e associados, sendo que esta parte será detalahada mais à frente em pormenior,

é esta , a varta  sta desta imagem , a da mda da ava vaso do aret reme da te para a s u l cortez t ima serpemte da merda, é gato r ava aço es q ue em forma cir mino sa aqui teresa cao , feito, cic circulo omo sempre, fi ze ram aco cao l on gode de este asnos, todos deste, cio nt yin u o crime, é se rato vasp iram circulo do omo es pei rito da me do quadrado da med f es velo lou pro ova ave lem nt e é eta do tam am tambem para c ria rato ps este serpente u l t imo s incendios no mundo, com ad da primeira da mao da sic e as soci ad os, s en doque desta, a da p aret se ra d eta ala h ad a mais a fr en te em por men eni ior,

ao que aprece se desvela aqui um re laçao com a tal casa que o mexia da edp fazia em foma velada grelhar em dia recente em mais um cio, com um numero que remete tambem para londres , 88, vide referencias dos foto frames do video em dois mil de londres

deluxe é nome de uma empresa de copias em portugal que trabalha com as majors americanas tambem, nomeadamente nas dobranges da walt disney, e é um nome que aprece tambem relacionado com as bombas em londres e do autocarro em particular, numa das linhas que começei a desvelar nas utlimas partes, os cic, listas, ou seja sic primrio do ista, e de outras relaçoes, que passam tambem por un nome que já apareceu nestes textos, dan, um bike ingles, uma das imagens que como aqui de novo narrei em dia recente muito me intrigou em dois mil na minha ultima vista a londres, a este fio irei em maior detalhe de seguida,

dek kapa lux é rato ps, é noe mde de uma em re psa de c o pi as em portu gal q ue t rato da aba do bal , home da primeira com as majors am mer erc cano às tambem, no me ad dam am, mente , na serpenet sd d ob br rages da w la t di sn é y, e é um nome quadrado do priemiro da ue ap rece tam am tambem rato , ela , a do ac cio n ad o com às das bombas em londres, é do autocarro em p art tic cu vaso do primeiro da ar, nu ma d as linha ss q ue co mecei qa d es vela rato na serpente u t lima p art es, os cic, listas, o vaso do seja sic pri mr io do ista, é deo de outras r ela laço aco es, q ue p ass sam am t y am be maior mp por un noe maior q ue da já ap ar receu nest es tex t os, dan, um b ike ing ll es, uma das ina ge sn q ue c omo aqui ide n ov anr rei em dia re cente mu it o da me int rigo vaso em do is mi l na min h a u l t ima v ista primeira dea dee londres, p ori rime me da ira de este f io ire rei ei em maio rato d eta alhe de se guida,

depois desse jantar , o ambiente era de discoteca, entrava tambem o to ze brito, o que esteve a frente da universal que é empresa que me roubou como aqui provado com o conluio da spa, a onde ele pertence, e com o concluio tambem do estado portugues via ministerio da cultura, e palacio foz,

d ep o is der esse do j antar , aro circulo am bi en te e ra de disco teca, en t r ava tam am tambem do circulo do tio ze br rui to, o q ue es teve primeira do ff fr ren te do quadrado da qa unive serpente rato as primeiro , q ue é em presa q ue me r o ub o u c omo aqui por v ad o com do circulo do c on lui , circulo , o da spa, primeira da onda ed dele per ten cee, é com do circulo do c on c lui o tam am tamnbem do estado portugues via do minsiterio da cultua, min s it te rio , o da cu da primeira tura, é pal do cio da foz, porto, a tal imagem do desfile de moda aqui narrado, que remete para karen ny

nessa discoteca, um outro que estara a mando do to ze brito, que me pareceu ser o toze martinho, me enfiava uma lingua na orelha, ou seja uma puta que foi por eles utilizada que se infiltrava assim em mim, ou que lhes permitiu a infiltraçao, nomeadamente aqui em casa onde entram todos os dias e portanto terao copiado paulatinamente grande parte se nao todo o arquivo audivisual que aqui se encontra, este motivo de crime, em parte significa toda a constantes acusaçoes que me fazem atraves de muitos, tambem para desviar a atençao e cobri-lo,

ness primeira, a da discoteca, um outro q ue es tara primeira do mando do to ze, zorro we do br rito, q ue da me ap receu s ero t oz é martinho, me en fia ava uma lin g ua ana do orelha, o vaso do seja de uma puta q ue f oi ip por deles, u tili iza zada q ue se in fil t r ava ass si maior em mim, o vaso q ue l he es per mit ti ua da primeira ion fil t raçao, noe mad dam am ene net aqui em casa, onda en t ra sm todo ds , o do circulo dd do dias, psd, é porta nt circulo terao co pi ad o paula tina am mer nt é dp g rande po aret se n cao todo do circulo do arquivo aqui id v is da ual q ue aqui se en contra, este m ot ivo de c eri rime, em p arte si gn if ica toda da primeira cos nt ane net das acusaçoes, q ue da me f az ze maior at r av es de mu it os em forma cos nt ante, d es via ara ra a t en sao es,e é co br i traço ingles primeiro do circulo

esta imagem de discoteca, remete me para mais uma tentativa de me matarem em mil novecentos e noventa e nove, na discoteca vip club, ou seja falamos provavelmente dessa , a tal das fotos nesse club aque aqui comentei quando esta materia analisei em detalhe, e sendo que a ideia simbolia da cobra que entra nao se esgotou aqui no tempo, pois os submarinos na minha vida e empresa tem sido constantes e provenientes de todos os sectores politicos deste pais, que tambem se tem alimentado de todo o meu pensamentro e obra como aqui amplamente provado

é esta a sta da imagem md é disco teca, reme da ted da me para mais, fr uam t en t aiva de me mat ar rem em mi l n ove c en rt os se n ove en a te n ove, na di s co da teca do vaso ip circulo do lub, o vaso do seja f al ala lam am os p dp rato vaso ave lem mne net, primeira dessa, ad es sd sa t ak primerio das fotos ness é c lub a q ue aqui co men tei qua n dó desta mate da ria ana lise ei em d eta alhe, e seno do quadrado q ue da primeira da ideia , id deia , si mb boli o c ad da primeira cobra braque que en t rana circulo da se es sg oto vaso aqui no te mp o, p o is os sb bum mar is nós na mina homem vaso da id da primeira, ida, e em presa rte maior serpente id circulo , loc, c on st ane net se pro rove ove en ie ene net sd, é todos os sec tor es pol it cos de este do pais, tvi, sub do marino, q ue é eta tam am maior n be maior da sete m ali men t ad , o de todo do circulo do me eu pen sam en t rato oe, é ob rta c omo aqui am p lam en teresa pro ova ado

depois aparecia um terceiro espaço, era um condominio de luxo, na zona das avenidas novas, onde é a poeta mistral, e onde a familia vivia antes da separaçao e do roubo de meu filho, ou seja a operaçao passa por alguem dessa zona, e uma nova infiltraçao nesse tempo terá sido feita, curioso predio, pois a parte de cima, era como se fosse antiga, ou seja um predio antigo recuperado, e essa forma superior do predio era como um prepucio, ou seja falo, e tambem imagem da relaçao com as matanças em israel, que como aqui no livro da vida provei, passam por portugal, como a ultima guerra entre israel e a palestina, como aqui em pormenor narrei, e desde o tempo do trafico das armas portuguesas e de todas as outras que passaram pelos portos portugueses, e sempre alimentaram as guerras no medio e extremo oriente,

do quadrado da ep circulo lis is ap ar e cia , um terceiro es paço, e ra , um do condo mino de lux on a zo andas serpentes das avenidas novas, onda é primeira da poeta mistral, é onde da primeira fm ili a vi ava ant es da separaçao , é a do roubo de meu filho, o vaso do seja ad da primeira o pera raçao p ass primeira por al g ue maior desse zon primeira, é uma n do oi iva in fil t raçao nesse tempo , teresa ra s id o , feita, c ur rato dd da iso do predio, p o isa primeria p arte de c ima, e ra c omo da se da fosse antiga, o vaso do seja, um pre do qaudra sd , o do io antigo rec cup pera ado, é essa fr oma super ior do predio , e ra c omo um pre puc io, o vaso seja falo, é eta do tam am tambem ,ima ge md da primeira do tribunal kapa primeiro rol da relaçao com as das matanças em israel, q ue c omo a qui no l iv roda david a por v ei, p as sam am por portu gal, c omo da primeira ual , u l t ima g eu rr a en t re is ra é kapa primeiro rol da lea primeira pal es t ina, c omo aqui em por men o rato na rr rei ei , é de sd deo do tempo do tarfico ,.t raf ica das ramas port guesas, é de todas ás de outra q ue p ass ar maior p elos portos portu gueses, eq da ue se mp re ali men t aram ás das guerras no med io é e x t remo ior ie en te , o do oriente, expo

olhava por fim com atençao o tal camarao, era como se fosse feito em vidro transparente, e correspondia a um homem deitado, um morto, que tinha um curioso, pormenor de id, uma casa com telhados em V sobre o ventre, e duas portas de frente, que se juntavam ao meio e numa delas havia um falha, ou seja remete isto para outra tentativa que fizeram para me matar aqui em casa em dois mil e cinco, pois a lasca na porta remete para a linha do movel , o armario a que chamo ingles, a imagem simbolicamente ainda expressa, o noe, a ara de natal, a arca do noe, que tambem salvo erro foi programa da rtp,

circulo do primero homem do av por fi maio rato do mc com a t en sao es , circulo do t al cam mr do rai o, e ra c omo da se da fosse , feito, em v id ro t ra sn a parente, bnp, é cor r es pondi qa da a uma do homem cao per rf da fil de um homem deitado da a um morto, q ue da tinha um c ur ti iso, por men o rato da id, uma da casa com tela hd os em V s ob reo circulo do ove do ventre, é duas das portas, cds, de fr en teque da se juna t v am cao me io, é nu ma d ed delas , homem avia um f alha, o vaso do seja rem te is to p arta de outra, a da t en tat iva q ue fi ze ram para me mater aqui em circulo do às em do is mi le circulo inc circulo , p o isa primeira lasca na porta, cds, reme te do para da primeira da linha , a do m ove erl , circulo da ar mario, primeria q ue c ham am circulo ingles, primeira rai ima ge maior si mb boli cam nt é express primeira , circulo do noe, primeira ara da dena do natal, primeira da arca do noe, q ue tam am tambem s alvo é rr circulo do rof f oi por g rama dea da rtp,

e a meta ideia do tesouro, ou seja da arca que salva a humanidade, portanto a imagem expressa aqueles que entraram cá em casa nessa altura, para preparar a minha morte, no natal de dois mil e cinco, ou seja ainda, os responsaveis pela grande matança do tsunami asiatico

é primeira met ad dide ei id circulo do te souro, o vaso do seja da rata da aca q ue s alva primeira h uma nid id dade, porta, cds, nt circulo, primeira rai ima mage m ex pressa a de aqueles q ue en t rato aram caa acento, em ca sa ness primeira da al tura, para pre epa ara ar rata primeira min homem da primeira do damo da minha morte, no do natal dedo is mi ile le c inc o, o vaso do seja jada ada a inda, os r es pons c ave is p ela g rande mat ana aça cado ts un ami asi primeiro tico

estranha visao de presságio no ceu de lisboa ontem pela noite

es tar n h a visa caso isa visa vao de pr ess a g io no  c eu de l i b s o a ponte m p e l a n o i t e

pressagio é palavra de sentido porventura inedequado a esta imagem, pois ela me deu um sabor de coisa já acontecida, chegara ao balcao do jardim das necessidades e persenti que algo estaria para ser dito, e de repente quando ergui os  olhos para o ceu, dois passaros voaram alto, como se indo embora, olhei a minha esquerda, e vi a ponta da piramide como ela é figurada nas notas americanas, por detras estava uma grande luz, como uma estrela, que ontem tambem vira figurada numa luz sobre a colina de monsanto cá em baixo, que se apagou ao istante, a suma como que dizia que dois passaros elevados duas aguias iam partir ou partiram, e uma luz grande no cume da piramide parecia apagar-se , lembrei me agora de dois retratos que apareceram num jornal salvo ero na sexta feita, depois de num deles ter falado,  o greeenspam,  e o bill clinton ao lado

pr essa gi o é pala v r a de s en t id o por v en tura ine neda cu quadrado do vaso do a e sta desta imagem, p o is ela me d eu um do sabor,  de co isa já ac on tec id a, chaga da gara cao bal cao do jardim das necessidades e perse en ti q ue al g o est aria para ser dito, e de r ep en te qua n do e r gui os o l h os para o c eu, do is p ass r os vo ar m al to, c omo se indo em bora, o l he ia mina h esquerda, e vi a pon at da piramide c omo dele,  é figo urda sn as notas am erc ia sn, por det r as est ava uma g ar n del uz, c omo uma  e ts r ela, q ue on te m tam am tambem v ira figo ur ad a n u ma l uz s ob re a coli ian de mon st o cé me ba e xo, q ue se apa g o u cao s it ante, a s uma c omo q ue di z ia qu e do is p ass r os ele v ad fo,s duas aguias iam p art tir  iro u,   p art iram, e um al uz g ar n de no cu me de uma piramide par e cia pa g ar traço inglesa se , lem br ei me a g r o ade dois r e t r ts o q ue ap r ee ram nu m jornal s alvo e ero na se z x t fei rta, de posi de n um del es ter f ala lado o gr ee en spam é circulo do onze do bi ll c linton

descriçao do crime feito com a energia em parte relatado no video aqui

http://ourosobreazul.blogspot.com/2011/01/acusacao-edp-e-aviso-navegacao-todos.html


para que este crime fique bem caracterizado relativamente ao passe feito com electrecidade, para alem do que narro em voz no video, aqui neste post publicado, esta acusaçao é na realidade contra a pt e a edp que terao necessariamente actuado em forma conjunta, como a descriçao dos factos o prova

para rac ac q ue de este crime , fic quadrado da ue do be maior da cara , rac teri zorro da ad do circulo do rato ela cruz iva em nt é cado, o do passe feito, com ele cruz rec da cida dade, para al lem doque na rr primeir em voz, radio, on ov id deo, aqui neste post pub li cado, é sta desta acusaçao, ac cu usa sao es, é na rata ela id ad e contra da primeira da pt , é primeira e dp quadrado da ue da te do rato cao nec essa sari am , a que mente, ac tua ad circulo em forma circulo na junta, circulo do omo moda da primeira do quadrado da espanhola circulo rato isa sao espanhola , a dos f ac atos circulo do por pro do vaso da primeira

antes do apagamento, o computador, estava em sleep mode, arancou por si mesmo, ou seja uma tensao foi introduzida na rede, que o fez de novo arrancar, e logo de seguida, um estalo grande audivel na rede electrica e as luzes se foram,

ant tea , é a primeira do ap a gam en to, circulo do com put ad dor, estav em s le ep, a do damo da mode, a ra rac o vaso do por do si do mesmo, o vaso do seja , uma ten sao f oi int rod uz id dana am ana rede, q ue do circulo de fez , de n ovo ar ran care l ogo gode se guida, um est la g r ane ned audi vaso el na rede ele c rt ica , é às das luzes da se for am, ou foram , grupo pt av fontes pereira, o do melo

pareceu-me ouvir pouco depois alguem que fechava a porta do predio com alguma delicadeza, isto é como se nao quisesse ser escutado, o que me levantou a primeira hipotese de alguem aqui ter entrado e com a respectiva chave ter aberto o contador geral do predio e o ter desligado

pa rece vaso inglesa meo uv é rato rp po u co de p o is al g ue maior do quadra da ue fec h ava primeira da porta, cds, do pre di do io com al gum primeira deli cade za, is to é circulo omo da se n cao qui ise esse ser es cu t ad dp q ue me l eva van to ua da primeira hipo te sede al g ue maqui teresa en t r ad oe, é com da primeira r es pec t iva da chave , teresa ab e rt dp com t ad dor ger da al do pr ed io , é circulo da teresa do quadrado da espanho al, a da liga do gado

nas janelas dos perdios das traseiras, nao havia nenhuma luz, sendo que geralemente estao algums tambem pela noite fora, ou seja deu-me ideia que fora num caixa ou trasnformador de um sub sector ou algo assim e telefonei primeiro para o cento e doze, para obrter o numero de telefone do piquete da edp

na s j ane l as dos per di os das traseiras, n ao h avia n en homem uma luz, s en doque ger ale lem nt e est cao al gum ms t am tambem , p ela, lam ano 2005, no it e for a, o vaso do seja d eu traço ingles da me da ideia, q ue for primeira ano n um da caixa , o u trasn for mad ad da dor de um s ub sec tor o ual goa ass si me tele fone ei ip do primeiro para do circulo do c en toe, é do ze, para obr t ero nu mer ero de tele fon one, é do piquete, cor red dor, da ed da dp

o rapaz que me atendeu, logo desvelou a primeira manha, no modo em que acrescentou, a sua atençao por favor, por duas vezes, depois de eu começar por lhe ter dito, que precisa de apanhar um lapis pois estava meio às escuras, ou seja logo entendi, que alguem lhe encomendara a frase, que é normal, mas a forma como a disse e a repetiçao bastaram para eu ter tido essa leitura, como quem dizia, a serpente da aua da tensao, ou seja ten sao da tensao, uma outra tensao,

circulo do ra ap zorro do que da me a ten d eu, l ogo do gode d es evel velo lou, a da primeira manha, no modo emc, é maior do quadrado ue ac x w en t o ua s ua a ten sao es por rf do f do av o rato, por du as v e z es, d ep o is de europeu co meça es rato ps rp do por l he teresa do dito, q ue pre cisa de ap ana home rum lapis, p o is e ts av me do io às das es curas, o vaso do seja l ogo en ten di, do dique al g ue ml he en com en d ara a fr ase, q ue é norma al, massa do foram circulo do omo da primeira di s se , é primeira r e pet tiçao ba st aram para eu teresa we s sa lei tura, circulo do omo q ue maior da di zorro do ia, primeria serpente da au , a da tensao, o vaso do seja ten sao da tensao, uma outra do rat da en sao,

a primeira conversa com a primeira do piquete da edp está narrada em voz no video, curiosa coincidência se as houvesse pois o nome que ela me disse ter, é patricia borges, ou seja, o nome da filha do cavaco silva, de nome com nome equivalente a esta mesma rua, ou seja como dizendo em suma, a patricia da rua do borges, ou como agora se esvela a patricia, do borjes, escritor

a primeira convers do ac oma da prime ira da primeira do piquete , br, da e dp é sta na rr ad da primeira em voz no v id deo, cu rio sa coin c id en cia se ás h o uve esse p o iso circulo no mec , quadrado e vaso é ela, me di s se teresa, é patricia borges, o vaso do seja, circulo do no da meda fil home da ad da doca vo do co do doc el vaso da ad circulo , em circulo da me com do nome, eq vaso da iva da al lente, primeira desta mesma, a da rua, o vaso do seja c irc uk lo omo di zen do em s uma, a patricia da rua do borges o u circulo do omo do agora da se es vela primeira pat rica, do bor j es, esc cap ape cia do circulo do rito tor

a energia esteve em baixo talvez um quarto de hora, um pouco mais, e eu decidi ligar outra vez para a edp para saber o que se tinha passado, pois o processo como o descrevi em voz orada, fora manhoso e me pareceu o que na realidade, foi, alguem que ficou assim com a minha morada excata, certamente para fins de amor

primeira ene rata gato da ia es teve em ba e xo t alvez , um quarto de hor a um p do circulo da ova do vaso do co mais, é eu dec id di liga ar de outra , vaso é zorro do para da primeira da ed dp, para saber, o q ue da se da tinha do p ass sado, p o iso por c esso c omo do circulo d es c rato ps do vi em vaso io do oz o r ad a, for am man homem osso , é me pa receu circulo q ue na rea lida dade, f oi, al gume q ue fi cc coc cv vaso ass si maior com da primeira min , homem da primeira mora ad a é xa cata, cera rate maior nt e para fi ns de am o raTO TOP DO PS

a segunda operadora, que devia ter alguem ao lado dela no preciso momento que lhe ia indicando as deixas, meteu as maos pelos pes como se costuma dizer, quando lhe perguntei afinal o que tinha sido a avaria, primeiro que nao era politica da casa e que poderia obter a informaçao por escrito, que nao tinha registo do piquete, isto depois de obter de novo a confimaçao excata da minha morada, depois lá deitou a segunda deixa, tambem em duas veze , no armario, eu alucinando a ouvir, no armario, quais armario é que a edp tem na ruas, suas bestas manhosas,

prima se gun da o pera da ad dor da dora, q ue devi vaso ia teresa al g ue emo maior da dp lado dela, ano pre ciso meo maior nt no q ue l he ia indica cando ás dei x as, met eu às maos p elos p es circulo do omo da se cos t u am di ze rato, qua n dó l he per gun t ei a fina alo q ue tina home s id circulo da primeira av raia, prime iro q ue n cao e ra pol it da tca , a da casa , eq ue pode da ria obe t ra in for maçao por es c rito, q ue n cao tinha regi st o do piquete, br, condo tor can tor, is to d ep o is de ob teresas reas de n ov da primeira c on fi maçao , é x cat ad da primeira min home da primeira mora da, d ep ois l á dei it to ua se gun da de ix a, tam am tambem em duas, vaso é ze , no arma do mario , eu a lu cina ando primeira o uv e rato art on o armario, quais , pj fr, ar am mr rato iso é q ue ad da primeira ed dp te maior mna rua serpente , sa da us das bestas manhosas,

mexias , dois existem nesta historia como todos saberao, quanto ao da edp, me pareceu ver o menino a brincar às tensoes, provavelmente por este processo que agroa qui se devela, via rf, como continuam activos pelos locais em redor aqui, mesmo nas barbas da gnr, que certamente é cega, no palacio da necessidades, ainda ontem brincavam assim com os candieiros da iluminaçao publica, situaçao que já à muito tempo aqui relatei e caraterizei como crime, foi na epoca da passagem de ano, na mesma rua que vem do rato, agora entrada em texto anterior, ao passar por uma determinada casa, a caixa eletrica antiga que se encontra na rua começou a fritar, mais a frente , parado no hospital ingles, me pareceu assim ver o mexia da edp com uma outra menina, meio escondidos dentro de um smart, que engraçados sois

mexias , dois é x it, é maior mne nest primeira da historia c omo td os saberao, qua nt o cao da ed da dp, me ap receu vaso do ero circulo do menino a br inca rata as das ten s o es, por v ave lem nt e por e ts pro roc circulodo esso q ue do a g r o da primeira do qui aqui da se d eve dela, vaso do ia, o do rf, c omo c on tin u am ac t iv os p elos l o sis em red dor aqui, o mesmo na serpente br ab bd ad da primeira dag da gnr, q ue ce rta em n te é c ega, no pal cio da nec ess sida dade es, a inda on te maior br rin c ava vam ass si maior com os can di ei r os da iluminaçao pub l cia, s it ua sao es q ue da já da primeira mu it o te mp o a qui r ela t ei , é cara rate eri rize ze ei c omo do crime, fo in a ep o c ad da primeira da p as sage md é ano, na mesma da rua q ue vaso, é maior md o art o, agora net r ad a em tex to ante do ior, aco p ass ra por um de te r minada casa, a da caixa, ele t rica na tiga q ue se c non t r ana da rua co meço ua fit ar, ma isa fr en te , par ad on o h os pita al ingles, me ap receu as si maior vaso do ero circulo do mexia da edp com de uma o ur rta menina, me io es cod dn dio serpente, dentro, rode um sm do mar art, quadrado da ue en g raçados circulo do sis

as autoriedades portugueses, que deve ser piada do seculo, isto sao crimes, espero eu nao ter que vos expliar, aguardo a pressucuçao do vosso inquerito,

as das autoriedades portu gueses, q ue d eve ser pi ad ado sec uu , comboio, primerio do circulo, is to sao crimes es, es pero europeu n cao teresa q ue v os é x p l cia rato sp ps, a g ua ard o da primeira pre ess o cu sao do ovo do vaso do osso inq ue ei rt circulo,

segunda parte da conversa com inglaterra e assuntos dos caes em campo de ourique


30 01 2011 segunda parte da conversa

se gun da p aret da cv one vaso serpente ra



sobre os caes de campo deo urique , acresço , que depois da gravaçao deste video, me lembrei de onde vira o triciclo ou bicicleta que me apareceu no sonho, que aponta a tal zona do chale,  pois ele me foi antes mostrado em dia recente , e me lembrei onde o vira,

serpente pn te ob r e os ca es de cam pode deo urique , ac r es ço coc q ue d ep o is da g ar v aç sao es de este v id deo, me lem brei deo da onda do vaso da ira do circulo  t rici cic clo o u bic sic l eta , quadrado é vaso eq  me ap receu no do sonho, psi, p o is ed dele,  me f oi ant es m os t ard circulo em dia re cente , e me lem br ei onda vi

ao descer a rua ao lado da sol ao rato para o rato, o tinham deixado, no interior de um vao, que estava prepositadamente iluminado e tinha um curioso pormenor que para ele me chamou a atençao, baloes coloridos por cima, ou seja como dando a ideia que essa puta do dn espelhou na foto do dn, a recentemente aqui comentada a seguir ao dias das eleiçoes, com dois sentidos, elevaçao, que pode ser morte, e ainda festa, ou seja parece dizer isto de uam elevaçao numa festa, a tal do pino, melhor dizendo a que tera servido para cravar um pino, e se calhar de uma morte como dinamo dessa enegria  

cao ed ds cera da primeira da rua cao lado , polacos, a da sol cao do rato para do circulo do rato, circulo dao tinha ham am dei x ad on o inter iro rode de um do vao, grupo d omario soares, q ue est ava pre ps o sita ad dam we en t ei lu minado,  é tinha um c uri s o por men o r q ue para dele , leme c ham o ua primeira,  a ten sao, b alo es c olo, nec,  rid os por c ima, o vaso do seja circulo do omo dando,  primeira da id dei ia q ue dessa puta do dn,  es p el ho un primeira f oto do dn, a rec ee en te aqui,  com en t ad a , primeira se guir cao do dias, psd,  das ele eri ço es, com do is s en t id os, ele eva sao es , q ue da pode,  ser morte, é a inda fe sta, o vaso do seja par rac ce di ze raro disto,  de uam ela lava ava sao es numa festa, a t al do pin do ino, mel hor di ze ene nedo da primeira q  ue teresa ara s ee rato vaso id o para c r av ara um pin oe, é se c al ç homem da ar de uma morte c omo din am io dessa ene gato rato ps do ia 
 

depois descansei um momento e num sonho, uma outra id se defeniu, o filho do uri
d ep o is d es can s ei,  um mome en toe,  n um do son ho, uma outra id da se d efe ni vaso , circulo do filho do uri

domingo, janeiro 30, 2011

maia um ataque terrorista

diz aqui o video que tem erro, pata tentar depois, mas nao existe nenhum erro no video,

1 parte gravaçao madrugada dia 30

to england
to eng kapa l anda





primeira parte 30  01 2011
94, 4, quadrado da capital da cultura  noventa e quatro

primeira parte 30 01 2011
94, 4, quadrado da cip pt da cruz da  al, é a  da  c uk l tura me de noventa eq ue t rato circulo em noventa e quatro

ara liga tambem a alguem ali no condominio onde vive a filha do pr, como aqui desvelado em textos anteriores,


ara liga, ou a liga da ara,  tam am tambem primeira al gume ali no do condo mini o onda v ive prim, eira fil hd da primeira  do pr, circulo do omo aqui , id da es vela lado, é a serpente da matança polacos, em tex t os ante rio ratos es,

a kiss is just a kiss they say , and world fires



30 01 2011 b

a k is s i s j u s t a k iss t he y sa y , and world fi r es

acusaçao à edp e aviso a navegaçao a todos!


30 01 2011

esta manha foi combinada com o 112, tambem, donde mais uma vez esta acusaçao à edp e ao 112, e parcelar, isto é foram intrumentos e instrumentalizados, isto é crime de natureza publica, pois sao serviçoes que devem velar pela segurança dos cidadaos
cia

sábado, janeiro 29, 2011

prova aos vermes

pr, ova dos vermes

ontem pelo final da tarde , sete seriam, subi a rua do possolo para ir ao pingo doce, levava uma certa curiosidade depois do que aqui vos contei, sobre os envenenamentos

on te mp elo fina al, a da  dat da cruz arde , sete,  se ria am, s ub ia rua do p as solo para irao cao pin g o doc e, l eva ava uma da ce rta c uri rio sida dade d es posi doque aqui v os cont ei, s ob re os en v en anam en t os

uma chuva se abriu do ceu, e ali fiquei parado na tabacaria onde comprara os cigarros, um rapaz que ali se pos ao lado logo deu um sinal pelo telefone a alguem ou alguns


umc homem da uva se abr eu do c eu, é ali,  fic q u ei par ado dona da tabacaria, t aba baca ria,  onda com por ara os cigar r os, um ra ap z q ue do ali se pop ps cao lado l ogo d eu um sin al p elo tele fon é primeira da al g ue maior o ual gun ns serpente
 
entrei no supermercado e logo senti, o cheiro a manha montada, a primeira coisa que reparei foi a prateleira dos leites toda muito organizada, como nao é habito naquela hora, um de lá,  estava mesmo dando os ultimos retoques, pois isto era o contrario do que tinha dito em palavra orada, sobre os tais pates na charcutaria
 
en t rei no super mer cado é l ogo s en ti, o c he iro da primeira manha montada, a prime ira co isa que r epa rei fo ia pr rta ele ira dos leites, todo mu it o organ ani iza niza, ps, ad a, c omo n cao é h a bit o naquela hor a da um de l á es tva, do mesmo dando os u l t imo s r e toque es, p o is is to e ra o c on t ra do rio, psd,  do que tina homem do dito em pala v ra o r ad a, s ob re os tais pat es na c h ar cu t aria


vindo do pao, na exacta contraria prateleira , contignua à charcutaria ao passar, um bolicao cai, virei-me para tras, duas senhoras, vinham a passar o agararam do chao e o puseram na prateleira que estava expressamente desorganizada, isto é, em desiquilibrio precario prepositado


vaso indo do pao, na e x circulo do cat do ato c on t ra da ira pr a tele ira , conti nu gn ua à c h arc u t aria cao p ass da ar, um b o lic cao cai, v ire rei ei traço ingleesa me para t r as, duas s en horas, vinha do ham am  p ass ar do aro ar raga ram do cha oe, é c irc uk lio  p use ram ness primeira par tele ira que es tva é x pres as,  mente,  de sor g ani niza z ada, is to é, em de siq u ili br io pre cardo  io pre posi it ado


em meu espirito, o sentido se afigurou ao momento, o cao do grupo de boliqueime, o cao da puta do cavaco silva

é maior  me europeu da espanhol do pei da it circulo da dp,  serpente da en cruz id circulo  se a do figo,  ur circulo do vaso do cao do mo maior nt circulo, o cao do dog rupo de boliqueime, o do circulo do cao da puta do cavaco silva

sexta-feira, janeiro 28, 2011

a todos e ao assassino cavaco silva,

abaixo do primerio deste dois videos agora publicados, a trasncriçao e corte das palavras , para que a acusaçao seja assim contra vós nestes pontos formalizada

aba do xo do primerio de este, deo dedo dois,  is v id deo sd do circulo do agora pub lic cc cados, primeira da t ra sn c rato, i sao es , é co rte das pala vaso rato do ato as , para q ue primeira cu usa sao, a da cusaçao,  seja ass sd dim da contra vaso ó s nest es pontos for mali zorro da ad da primeira

envenenamentos em campo de ourique, as gentes do bairro e de todos os bairros do mundo como exemplo

en vaso ene maria, am men t os em campo de ourique, cam c am pode o urique, às g en t es do ob bae rr oe é de t c ru z  o do os, os barros, e d os ba iro rr dó mundo doc circulo  omo é x e mp l o


28 01 2011

quinta-feira, janeiro 27, 2011

a todos e a cavaco silva



a primeira de todos, os filhos da puta bandidos, é a  primeira do cavaco silva

transcriçao dos primerio cinco minutos e trinta do ultimo video publicado


t r a sn trans c rica es cao dos prime rio c inc o min u to ze t rin t ado u l t imo v id deo pub li do cado

dia vinte sete, bandido assassino do cavaco silva, eleito por uma minoria de votos, maior abstençao de sempre, prova das contas certas, abusos de poder, nao tem dotaçao do voto do povo em numero suficiente para governar seja o que for, se duvida havia agora nao há, pois a abstençao foi superior a cinquenta por cento, tenho de perguntar o que andam agora a fazer, provavelmente o senhor, ou se calhar os militares, atendendo ao que eu aqui ando a desvelar ao mundo sobre os vosso crimes, em virtude, veja lá por caso ontem ou antes de ontem ou transantontem, veja, la, em frente ao guedes no incio da rua onde voce quase mora, a rua do possolo, passou por mim um carrao, um mercedes preto ao final do dia, já a noite posta, e quem la ia, a manuela eanes, super rapida, conduzida por um motor ista, e passou por mim e me reconheceu e baixou a cara, em sinal de culpa como eu vi espelhada em sua face, culpa de que senhora, foi fazer ali algum pagamento, aos assassinos aqui da zona, para me matar, talvez tenha que lhe perguntar a si, ou talvez a esse outro assasino, cavaco silva porque nao sei o que voces andam a encenar, antes de ontem, ao final da tarde na capitao pallas, em frente à escola, estava do outro lado do passeio um rapazinho, vestido de fato treino, uma forma muito habil de se vestirem as pessoas, que nao querem ser identificadas, com uns oculos de sol espelhados, parado como um pau, e lá vinha eu subindo, tinham batido as seis e trinta na torre das necessidades, do galo das necessidades, e com um delay, delay, marca as seis e trinta e badalo, mas o ponteiro esta avançado dez minutos para ai´, vejam , nem os relogios voces conseguem acertar, como de costume, e quando passa por mim, quando eu passo por ele, eles estava parado como uma estutua de sal, é o que lhe irá concerteza acontecer, faz assim um gesto, como quem me mostrou as horas, enigma enigma, e depois pela noite salvo erro nessa ou na seguida, se ja passou outra entretanto, pelo espirito alguem a dizer aqui para eu me despedir de meu filho, voces vao tentar matar meu filho, ponham-se a pau, senhores, voces sao assassinos e vao todos ser presos, condenados, e mortos eventualmente nos paises onde a pena de morte continua activa, estou aqui a fazer uma gravaçao directa para o you tube, para camara diz-me isto que tem uma maximo de quinze minutos, mas nao sei se terá quinze minutos para gravar, e depois deste puzziling, desta mensagem que voces cobardes, mandam pessoas, miudos, fazer, voces que nunca dao a cara a nada, um plano do barburdo ex mrrpp, do psd , da sic, nao é, que tambem cruzei-me veja la, na televisao consigo, uma linha que vem desde sexta feira, de uma menina nesse programa que tem , o finantial times, ou nao sei que, voces tem sempre um azar porque eu apanho- vos sempre nos poucos instantes em que me cruzo com a vossa televisao, ja la iremos com calma, entao ontem a tarde quando chegeui a campo de ourique, estava na tentadora numa mesa de canto, de lado, esquerdo, para ai cinco horas, um outro rapaz tambem com uns oculos do genero, magrinho como esse primerio, com duas raparigas sentadas, eu vi o homem, o rapaz, disse-me, parece ele, ate fiquei a olhar para ele e fui caminahndo para ele para lhe perguntar pensando que era ele, o que é que ele me queria ter dito no dia anterior, quando fez esse passe que voces agora estao para ai a encenar, e depois reparei que nao era ele, e fui fazer as minhas compras ao pingo doce, e quando estou no pingo doce, passa, estou a olhar para as carnes, passa o rapaz numa aparente conversa, como voces sao sempre, com uma coragem fabulosa nas vossas atitudes, de assasinos que estao á toa, e á rasca pois sabeis bem que vossos crimes se estao a desvelar, passa por mim, calha passar por mim, nem reparei que era ele porque estava a olhar para a carne, portanto, ele passou por detras, só depois é que percebi que era ele e só depois é que relacionei, voces fazem as coisa tao rapidas, para nao dar hipotese de uma reaçao no momento



comento, os militares, a linha da cunha vermelha na parada militar, com o que se diz ministro santos silva, ss, e a estranha simetria com a asa vermelha do autocarro, nesta analise das bombas em londres, e ainda outros fios dos cios da ida a global data, ainda nao escritos,

com en to os militares, a lina hd da primeira cuna homem da ave vermelha na parada, com do circulo q ue da se di zorro do ministro santos silva, ss, é primeira e ts rana home sime met ria com da primeira asa vermelha do autocarro, nest primeira ana lise sedas das bombas em londres, é a inda io de outros fi os dos cio sd da primeira id da primeira ida, primeira kapa ra da g loba bal da all data, a inda n cao es circulo lio dos ritos,

dia vinte sete, depois do natal, primeira da ase seda da se do gui da ira do rato ps , o cao do natal, ban dido assa sino doc av do circulo do silva, ex adminstrador do ps da rtp, mi mino ino no da ria do devo da cruz os, maio r b àss da tensao da sao es da primeira do pn da hola, da se do mp re, do pro da ova das contas da ce rta serpente dos ab bus os de pod der, contas certas, parece declinar por se ml h ança es ,em preço certo, por g rama da r tp, n cao da te maior do quadrado da ota taçao, ad o ovo da oto do p da primeira do ovo em n prime rio do mer do ero sufe cie one net , para gato da ove da rn da ar, primeira da seja do circulo doque da for, sed do uv id do pri da mira do homem da avia n cao da primeira, homem do acento da primeira, p do circulo da isa primeira, a do ab serpente da tençao da ten sao, fo oi do superior, primeira rac ac circulo da inq do vaso da en cruz primeira por circulo da en cruz o, t en ho do per da gun da tat circulo da loi, quadrado da ue da anda do dam dp am do agora primeira f az ze rato, pro ova al vaso el, o da maior nt teo serpente da en home do rato da dp us do esse circulo de la ho é mda ar os militares, primeira ten den dó cv do cao do vao , mario soares, quadrado da ue europeu aqui da anda da primeria do qaudrado da es da vela do rato do cao do mundo , serpente do obr é os vaso osso circulo do rim dos crimes es, em vi rt vaso de eve vela la a ps oto lo serpente por do caso em te maior , circulo do vaso da ant espanhola de on te mai rodo domo da ova do vaso da trans anton da te maior do veja, la, em fr en te cao do guedes no inc cio da rua onda vaso do circulo da ce quadrado da au da use mora, primeira da rua do ps , a do solo, p ass circuo do vaso da por mim , um do car do rato ps cao, um mer ce ds pr é to cao da fina da al do dia, a ja da ano ie cruz da posta de 2005, eq ue da ml , primeira a ia iad , primeira da manuela, é ano serpente do super, serpente do vaso sio do circulo do per da ra pi da rda, super ra pida, condo vaso do zorro id por um mo tor do ista, ep do ass circulo do vaso da por mim, é me reco one homem circulo euroopeu, é ba ix do xo vaso da primeira da cara, em sin ad dec dee cu primeira do p a c omo europeu do vi espanhol da p , el home da ad da primeira em serpente da ua da face, ad da cu primeira da pada do deque da serpente da en hor primeira, f do oi if do az, é rali al gum pa gam en to, primeria do os do assa sin circulo do saqui da zon primeira, para me mat ar, cruz alvez ten homem da primeira quadrado da ue primerio, he poer gun tar primeira sio vaso da cruz alvez primeira do de ess de outro ass as ino, cavaco si primeiro vaso da primeira do poq ue en cao serpente do ei do circulo quadrado ue vaso circulo espanhola anda do dam am, dan anda do dam , n por ruc n cao da se do io quadrado da ue vaso do circulo da es anda do dam aqui primeira f az ze rr, ant es de on , a te mao fina al da cruz arde na ca pita do circulo pallas, em fr en te `es co kapa la, es ts vaso da ad do circulo do outro do rol lado, do pa ss seio, um ra p az in ho, vaso de est id do circulo do de fato cruz rato re ino, uma da forma mu it circulo do home da primeira ab bil de se vaso oi de est ire rem às p esso às do q ue en cao quadrado da ue do rem ser, id en ti fi c ad as, com un soc cu vaso primeiro os de sol espanhol p el home da ad os, par ad doc circulol do omo, um pau, e lá vina homem eu serpente vaso ub indo, tinha do ham am bat id o, ás se is e set cruz do rin da cruz da ana da torre das necessidades, dog alo das nec es sida dade do quadrado es, é com um dela delta, del primeira delta maior mr rato da ota do ceo espanhol da sd da primeria da terra marca , às se i s e t rin t primeira, é bad ad alo, o do maso da ponte do ior desta, o ava n çado es, de dez mino cruz os para ai´, circulo do vaso cv, é se p ana circulo da ad da primeira, veja am , ne maior do os relogios, vaso do circulo es cc on se gato da ue maior do ac é rta do rc omo mode cos cruz um, é eq ua n dó da p ass da primeira do por do mi, qua n do europeu da p do ass do circulo por sd dele, eles é tsa par r ad coc omo uma est vaso da tua de sal, é circulo quadrado da ue primeiro he ira c em ce da rte za do aco one net da ce rato do f az às si maior, um gato do es toc omo quadrado da ue maior me do mo st rt circulo da ova vaso às hor primeira serpente , eni gm da primeira en é gata ma, ed da ep do circulo do is p ela, lan ano nouit, no vaso it es serpente alvo, é rr do circulo one ness primeira do circulo lobo da un da rata ie mira da ase da se guida, se ja da p as circulo do vaso de outra en da cruz rata da eta nt circulo, p do elo do sp ei to da al do guy da me primeira ad da di ze rato aqui do ki, ip do para europeu da med espanhola p ei dr de meu filho, vi cv irc culo circulo do es do vao da ten da tar mat ar meu fil ho, p on ham ingles traço da se a ado pau, serpente da en hor espanhola, vaso do circulo doc es sd dd da sao dos assasinos, é vao todos, ser presos, conde dena ad os, é emo mor cruz os e vaso da net da ual em nt, é nós pa da ise espanhola onda da primeira da pena do demo da morte da rte conti n da ua da activa, est io vaso aqui primeira f az rata de uma dag , rata ava sao espanhola pal da di re cta do para do circulo do delta circulo do vaso do tube, para da cama ra di zorro do ponto da me serpente it toc circulo quadrado da ue da te maior, uma do maximo , de quin ze min vaso cruz os, ma sn sao serpente do ei da sete da teresa primeira, ad o quin ze min vaso cruz os para gato ratao ps av ar, é do quadrado da ep do circulo do is da det espanhola da p uzzi primerio ingles, o desta, do mne da en sage maior doque vaso evo cc espanhol co bar do quadrado es, do man do dam da pessoa serpente dos miudos, f az ze rato, vaso circulo s emi can tor do torque es quadrado da ue en unc da primeiro do dao, primeira cara ana ad primeira, um do plano da lan do primerio ano , ani io, , do bar rb ur do é x mr r pp, o do psd , da sic, n cao é , quadrado da ue da av eta do tam da am tambem circulo ru ze ei it do traço da inglesa me do veja de la, na tek le da visao co ns sig circulo, uma da lina homem quadrado da ue eve vaso maior da sd, é a da sexta feira, jornal, de uma menina ness, é pr rio ior maior n da rda rama da dama quadrado da ue tee sa m fina ti al times, o un cao serpente do ei quadrado da ue, vaso co circulo espanhol da te maior , sempre , uma do zorro da ar por quadrado da ue, é vaso ua da primeira do pn , primeira homem do vaso do os sempre dos nós p circulo do vaso d cos in serpente do tam do nt es, é maior quadrado da ue mec circulo ru zo com da primeira av vaso os sa da tele visao, ja la da ire dos remos com circulo da al alma, en tao em te ema ma t arde qua n doc he ge ue da ad de campo de ourique, é ts vaso ana ten , primeira td do circulo rato do ana ano, ma da mesa de can to, de l ado, es quadrado da ue rato do dó, para ai circulo inc do circulo da hor as, um outro rato ps da ap do az tam am tambem com un serpenet soc cu primrio do os sd dd dog gato do ene ero, mag rinho circulo do omo da mode, esse do prime rio, com duas raparigas, serpente en cruz ad as, europeu vi do circulo do io do homem, o ra p az da di serpente da set do traço da inglesa me pa da rece dele, primeira te fiq vaso ei primeira do circulo primeiro do homem da ar do para dele , é fu ica da mina homem n dó para dela , para primerio he do per da gun cruz do ra pen serpente ando quadrado da ue , é ra dele, leo quadrado da ue é quadrado da ue dele leme qaudrado da ue ria teresa dito no do dia ante rato do ior, qa un dó de fez desse passe, quadrado da ue vaso circulo do es do agora de est cao do para aia primeira da en , circulo da en ar, e d ep do circulo do is re epa rei qaudrado da ue en ao ,é ra dele, é fu do if az se, é rato as da min home as do com do para da sao pingo doce, eq ua n dó de est , o da un do circulo do pin godo cep ass primeira, est circulo da ua da ola homem rato rp pa serpenet rato às das carnes, p assa primeria do ciurculo do ra p az n uma da ap da ren teresa convers ac circulo do omo ovo circulo do es sao de sempre, com uma cora rage maior do f do ab bulhosa nas vaso do oss asa tit vaso do quadrado es, de assasinos quadrado da ue sao primeira ato primeira, é á ra sc da primeira de saba, ei serpente do be maior quadrado da ue vaso ossos crimes da se de est cao da primeira ad da es vela lada velada, a da ar da p ass da primeira por mim do circulo da alha da p ass ar por mim, ne mr do epa rei quadrado da ue, we ra dele por qaudrao ua ee ts vaso da primeira , aol homem ar para primeira car ne, po rat tnt circulo , ele, p ass circulo do vaso por det rato as, serpente do circulo do ó , quadrado da ep doc irc u lol is é qaudrado da ue do per da cebi bic quadrado da ue , é ra dele, es ó do quadrado da ep o do is é quadrado da ue rato dela, a do ac cio n ei, vaso ivo circulo do espanhol de f az, ema às co isa tao ra pi rda spa rta n aco da ar da hipo da te da se de do uam da reaçao, rea da sao esp, no meo maior do nt circulo da estrela, o terceiro, assim parou o video como se nao estivesse todo interiro na memoria ram aos cinco trinta


segunda parte, dos cinco minutos e trinta, adiante

se gun d a p arte, dos cinco, min u toe é t rin t a ad dian ian te

vinte e quatro horas, a primeira coisa quando eu ouvi, 24 horas , era que me estava a dizer que o outro que estava em frente a porta da escola, que seria um para, para estar disfarçado desta maneira, que seria um para, do vinte e quatro horas, jornal, mas nao, o seguimento, da leitura disto , o outro que me mostrou as horas, e depois sopraram pelo espirito para eu me despedir de meu filho, como quem diz que vai atropelar, voces estao a inventar uma historia com os mortos em acidentes na passagem do ano, ao que parece, que voces sao capazes de inventar tudo, até os mortosl

vinte , maconico, é au t rato ps circulo hor as, da asa da primeira co isa qua n dó europeu do circulo do uv do vi, o do 24, homem, tambem dia de natal, poratnto aprece aqui emergir uma relaço com o tsunami tambem, , e ra da rac do ac deque do circulo do outro , que st ava em fr en tea primeria da porta, cds, a da e circulo da ola da se da ria , um ap da ara, di s fera rato aça es br cado de sta desta, na me iraque se ria de um para do vinte, eq ua t y r o hor as, ma ser + en te sn n cao, do circulo da se gui imen en to, da lei rt u t a de is to , dp do cu t rome m ostro rr circulo do vaso da ua ´ás hor as, s o pr aram p elo es pei to para europeu da me d es pie dor de meu filho, c omo q ue maior di zorro q ue vau i a t cruz da rop da lea da ar, vaso do circulo can tora espanhola , sd est do cao da primeira, a in vaso da en tar , a de uma da hi serpenet stori tori , a do ac om os mortes em cade ine net na priemria da ap do ps sage md circulo do ano cao qaudrado da ue do pr, é primeira da sec da ue evo vaso cie rc culo circulo da es da sao capa da az do ze espanhol, de in vaso da net ar tudo, primeira te os mortosl

comento, vinte e quatro horas , é tambem nome de jornal aqui do grupo de jovens que se despenhou, ou que despenharam numa floresta na america do sul, no que seria um trabalho de investigaçao que na altura nao foi esclarecido, iesto é, que me pareceu ocultar outros motivos do que se estaria a ser investigado, é do tadeu, e de alguns passes aqui comentado com jogos distribuidos por esse jornal

com en to, vinte, t r ii ipe, horus, é quatro, tvi, homem ori as, é eta do tam am tambem no me de do jornal, aqui id o g rupo de j ove en ns q ue se d es pen ho uou q ue d es pen h aram nu ma flor, está na america do sul, no q ue se ria um t r aba bal alho de in v es tiga ac sao es q ue na al tura n cao f oi es cal rec id o, ie st o é, q ue me pa receu o cu l tar de outros mo t ivo sd doque da se est aria primeira ser in v est ti gado, é do tadeu, e de al gun s p ass es aqui com en t ad o com jo g os di st riuo vaso bu id os por esse jo da ran da anl

em dia recente, vieram ca casa , viram os carrinhos no chao , e logo de seguida oa pe das necessidades, ao meu passar, uma sdenhro que ali puseram como parada na paragem do autocarro, fez um sinal discreto a um rapazinho, que entao vi, pois estava como enfiado na ombreira de uma porta, a brincar com um carrinho, e nesse momento a criança expressou a encomenda, como quem censurava, que filhos da puta sois, seus cabroes que nem trazem peias em usar as crianças em vossas tentativas constantes de incriminaçao

em dia re cente, v ie ram ca c asa , v iram os car rinhos no cha oe el ogo gode da se guida o da primeira da peda serpentes das nec ess sida dad es, cao me vaso p ass da ar de uma sd en homem roque ali, p use ram c omo da parada , ana na par rage md circulo do autocarro, fez, um sin al di s c reto da a um do rapazinho, q ue ent cao do vi, p o is est ava c omo en fia dona om br e ira de uma da porta, cds, a bric cna rc om um car rinho, é ness emo mont nt circulo da primeira c rina aç es , é x press o ua a en comenda, c omo q ue m c en sura ava, q ue fil h os da puta s o is, se us c abr o es q ue ne m t r aze m pe ia s em usa sara ás c rina aças em v oss as t en tat iva cos n t ant es a pn hola ,serpente ed da incriminaçao, inc circulo rim mina ina ac sao espanhola



disse -me tambem o espirito recentemente, um senhor ao passar, tive esta leitura que o mrpp da rua do possolo, voce, o assassino do cavaco silva e que deve conhecer, o psd é que sempre teve uma serie de gente que era do mrpp, o psd sempre usou a extrema esquerda, para fazer alguns trabalhos sujos, como eu aqui ja expliquei, nao é nada de novo o que vos estou a dizer, voce deve-o conhecer que eu nao conheço os mrpp da rua do possolo, que era o tal de noventa e oito, que devem ter confundido com 99 , que foi quando eu me mudei para aqui, a nao ser que estejam a falar da expo, que tinha sido mandado e obrigado pelo tal da estrela, pelo do bairro da estrela, se calhar é o que está por detras desta encenaçao, agora, desta forma de meter pressao, espero eu, voces nao vao matar uma criança, pois nao, quer dizer, voces ja tem morto montes de crianças, voces sao assassinos em massa, e estao cada vez mais aflitos, portanto é normal que vao tentar fazer tudo aquilo que os desesperados sempre tentam fazer, vos abro o inferno nem sabeis como, e ento que era esse e depois calhou, no outro dia a seguir ali ao final da tarde, frente aos combatentes, estava lá, passei, estava lá uma besta qualquer perfeitamente, bebada, tinha eu ouvido pelo espirito antes, que ele tinha sido embebedado e que tinha confessado, estava a falar para o ar, rrr, com ar de bestoide, nao sei se é esse, um careca assim meio calvo, hum, é isso meus senhores, o que é que voces andam para aqui a encenar,



comento, solo, é alcunha de um rapaz portugues, algumas vezes aqui entrado neste livro da vida, tambem como cos, carlos oliveira, o pai de uma das raparigas que foi morta nesse aviao

com en to do solo, é al cunha de um ra cao p zorro do porto gues, al gum as v e ze es aqui en t r ad o nest e l iv roda david a, tam am tambem c omo cos, carlos oliveira, circulo do pai de uma das ra ap rigas do gas, q ue fo imo da morta rta ness é avia circulo

carlos oliveira, um outro com esse nome se me desvelou em dia recente a meu olhar, pois o livro de poesia que um dia a teresa caravalho me ofreceu, que deiversas vezes aqui pernate todos abri, como um vez disse, lhe faltam algumas paginas, e calhou em dia recente ter ido a bulhosa, para verificar que poesias correspondem a essas paginas em falta, e dei com doid poemas, um de israel, e um outro onde um outro carlos oliveira, pois já morreu, confessava que todas as armas entradas nesta casa, tinham sido fornecidas por ele, assim me espantei, pelo sentido metaforico ou nao deste especifico poema que relaciona o mesmo nome com aramas que entendo como armas de caracter simbolico de arte,

carlos dp l vaso é ira, um o ur to com desse , no me da se da me d es velo loi em dia re cente, primeir me vaso do circulo do primeiro do home da ar, p o iso circulo do livro de poe es s ia, q ue de um dia da primeira , da teresa caravalho, meo fer ceu, q ue dei ver s as v e z es aqui per na te todos abr e, c omo um v e zorro di s se, l he f al tam al gum as pa gina se c alho vaso em dia re cente teresa id o da primeira da bul ho sa do para v eri fi do car q ue poe si às cor r es ponde ema ma dessas pa gina serpentes em fal t a, e d ei com do id poe ema s, um de is ra el, é um outro da onda de um outro roca do carlos oliveira, p o is ja mor r eu, c on f ess ava q ue todas ás armas en t r ad as nest ac asa, tinha do ham am s id o fr one cidas por, ele, as si maior da me es pan t ei, p elo s en t id o met a for ico o un cao de este, es pec if fi co po e ma q ue r ela , a do ac cio n cao do mesmo, no me c om ara masque en t en do c omo armas de cara rac cc ac teresa si mb bil ico code dode arte,


di serpente da se do c irc uk loda da dame do tam segundo emo do espanhol hi do pei cruz td da primeira da dp re cente , mente, de um ás en da hor do cao da p do ass da ar , ti da da teve, é esta, a da lei tua quadrado da ue do c irc cu vaso uk lodo mr rp p da rua do ps do solo, vaso do circulo do ceo ass as ino do c ava circulo do silva eq da ue vede eve circulo do one homem ser, circulo do psd, éq do quadr ado da ue da se do mp red da primeira da teve, uma sd da seda rie de gato da en teque, madeira, é ra do mr rato do rp do pp, circulol do psd sempre, us circulo da ua da primeira da extrema direita, es quadra sd circulo da ue rda, para f az ze é rato do lagu, ns cruz rato da art circulo da aba bal primerio do ho ss vaso do jo do sc omo europeu aqui, da ja, é xo p lic vaso ei, n cao é en ad da primeira de n ovo do circulo da qe vaso os est ti circulo dao da ua primeira di ze rato , v aso vao circulo da ce d eve circulo circulo do one homem ser qua dr ado da ue, é eva vaso n cao circulo em he co os mr pp , primeria da p da rua do p as solo, qaudra da ue é ra do circulo do tal de noventa e oito, quadrado da dupla da eve maior da teresa rc circulo em fun do quadrado do fio com de 99 , q ue fo do oi da qua n dó eu, me mud ei para aqui, ana circulo ser quadrado da ue de este jam , primeira f ala al da ar da expo, quadrado da ue tina homem serpente id do circulo lobo man do dao deo do ob do br riga do gado p do elo da cruz da al da estrela, p elo do bairro da est rata, ela, se cala he rato, é o quadrado do vaso do ee desta, por det rato ps às de sta desta encenaçao, agora, de sta detas da forma, de meter, press circulo soda da primeira, espanhol pero europeu, vaso do circulo do es sn cao do vao matar uma circulol da rina aça,. p do circulo do iss sn cao, quadrado da ue rato da di ze rato , vaso do circulo doc es da ja da te maior morto, mont espanhol das de crianças, vaso do circulo can tora toc es da sao ass a sin os em massa,it, é est cao circulol da ad da prime ei rua ave zorro do massi , primeria for mula one it os, por rat tnt circulo é norma primerio, quadrado da ue da eva do vao da cruz en tar do f az ze, é rato rt cruz tt vaso da fo da aquilo, quadrado da ue os de serpenet da es pera da ad os sempre da ten do tam f az , é rato vaso os ab br da dp do inferno , ne maior sabe is circulo omo, é en ato quadrado da ue é ra sd desse, é do quadrado da ep do oi do is circulo do alho da un do circulol do outro dia, primeira da se do gui rali cao fina al da cruz arde, fr ene net primeira do os com bat ene net serpenet ts , est ava primeira ca espanhola, p do ass ei, est ava la, uma best primeira quadrado do vaso , o quadr ado da al quadrado da ue da rp do per do rf do ei do tam maior nt e, be bad ad da primeira, tina homem mdo europeu do ouvido, p elo es pei rt toque quadrado da ue dele , tina homem serpente id oe, é quadrado da ue tina homem circulo em f do ess sado da es tva primeira f ala ar do para do circulo da ar da rr do rc do om da ar de best circulo, id e, naso serpenet ei da se é esse, um car eca ass si maio ior da me io circulol do alvo, ato um, n cao serpenet do ei quadrado da ue, homem um, é iss circulo da me do us serpente da en hor es, o quadr ado da ue é quadra sd circulo ue evo circulol do es da anda dam am do para aqui, primeria da pr ie mira da en c ir c v vaso do primerio da en da ar,



isto começa na sexta feira, calhou entrar aqui no cafe de alcantara, onde esta a televisao da sic, e mais uma vez percebi que voces continuam a praticar um crime impune coberto por todos estes bandidos fora da lei e assassinos, o fuer da elisa, o cao beeethoven, assim se abriu o ed it pro de dez ase sete do plus, canal fr, neste momento tambem , (ou seja , explicando este ponto, trago eu o icon deste porgrama ao lado do word pad, e quando clico nele pois nao fica em ciam da pagian onde esta o video que aqui trasncrevo, carregeui nesse momento nele, esta chave esta tambem relacionad com as bombas em londres como depois à frente perceberao), presidente da republica incluido que vos cobre, que tinham acabado de cá entrar no computador e em casa inclusivamente, se é que nao gravaram para aí outras coisas, nao é, calhou a menina apresentar, uma menina muito bela, com uns labios, muitos cheios de botox, para ai, os seios tambem devem estar cheios de botox, hum, a dizer que a bolsa tinha fechado , fechava, era sexta feita, que a bolsa fechava em alta, e que o estimulo tinha vindo de espanha, porque, cá vieram buscar um texto, onde eu dou um beijo aberto a uma rapariga que apareceu na caras, ou hola, uma outra tamara, que é uma revista do grupo dos bandidos onde voces montam um conjunto de cios transnacionais vindos de espanha nomeadamente, sobre um conjunto vasto de assuntos, texto esse que nao está publicado, porque como sabeis, estou a reflectir sobre os atentados das bombas em londres, onde está a vossa assinatura de vossas maos, seus filhos da puta, e que está expressa numa outra foto, e digo isto especificamente às autoriedades inglesas, para verificarem a foto que saiu, no dn, a capa do dn, no dia a seguir as eleiçoes, portanto segunda feira desta semana em curso, onde se ve, o cavaco silva, fazendo o sinal do vaso, do segundo vaso, ou do delta, segundo vaso do delta, ou , o onze do segundo delta, e a seguir, ao lado se ve, a esposa desse senhor, se tal se lhe pudesse chamar, a fazer assim um gesto, uma pancada no pino, ou num prego, e depois se ve alguem , um outro, que está meio fora do enquadramento, que eleva uma criança, que aparentemente é um simbolo de um querubim, que está a sorrir, mas cuja expressao facial, tanto dá para ser interpretada como ,( parou o video, aos dez vinte e quatro, ou seja pretende este script, se o for, dizer, dez vinte é quatro,) sorriso, que é real , e de facto um sorriso que se ve nessa foto na cara dessa criança espelhada, mas é tambem uma expressao de dor, pode ser o seu oposto, no sentido em que é uma expressao contrastada, é uma expressao, facialmente ,contrastada, como um sorriso ou uma dor ,

is to co meça es ana da sexta feira, jornal, fei rta, c alho u en t r ara aqui no do cafe de alcantara, onda desta, a da primeira da televisao da sic, é mais, fr, uma v e zorro per cebi q ue v o c es cv on tin uam a pr tica rum crime imp une co berto p + o ratyo rt todos est es ban dido s for ad da prime rie, a da lei é assa ss ino s, circulo do fuer da elisa, o cao be ee t h ove en, as si maior da se ab rio vaso do circulo do ed da it pro de dez ase sete do plus, canal fr, neste mon t o tam tambem .pr es ine dt é da re pub l cia inc lui id o, q ue r v os do cobre, comunicaçoes, q ue tina hm aca b a d circulo deca en t rato da ar no com put ad dor, e é maior da c asa inc l us iva, mente , se é q ue n cao g r ava aram para ap ps oto loi sd deo de outras co ia s, n cao é, c alho ua primeira menina ap resen t art, uma me nina mu it o b dela, co pm un s la biso, mu it o c he io sd é bo t ox, pr primeria do ai, os se is tam am tambem d eve maior da es star c he io sd é b oto ox do x , home um, primeira di zorro x é rr quadrado do vaso da bolsa, ft, tina homem fe ca hd circulo , fec h ava, e ra da sexta fei rta, q ue da primeira da bolsa em alta, eq ue do circulol do est ti mulo da tinha vaso do indo de espanha, por q ue ca v ie ram b us car um tex t o, onda euroepu dó ova do vaso , um bei j do ho ab ger to da a uma rapariga, q ue ap receu na caras, o vaso da home da ola, q ue é uma r e visa isa sat cruz dog rupo dos ba bn dido s onda v o c es mont do fo do tam am, um c on junt o de cios, trans n ac cio na is do vaso indo de espanha, no me ad dam am , mente, s ob re um c on junt o va st de ass un t os, tex c to , esse, q ue n cao e sta pub li cado, por q ue c omo sabe is est o ua ref fro mula one le circulo tir s ob re os a ten t ad o ds das bombas em londres, onda é sta da primeria vaso os sa as sin a tura devo seerpente sas maos, se us fil h soda da puta, eq ue de est a express primeria,. é dig circulo de isto, es pe cif if icam nt, é as au tori ed ad es ing le sasa, para v eri ri fi carem primeria ff oto toque da ue sa, é um do no da dn, primeira da capa do pado dd dn, no dia a seguir, porgrama da tv, as das ele ei ço es, po rat tnt circulo da se gun da fe ira de sta desta se mana, em circulo do urso onda da s e ve, circulo do cavaco silva, fazendo, luis, circulo do sin da al do circulo da ova vaso, do se gun do ova do vaso, o vaso dó delta, se gun do do ova do vaso do delta, ouo do onze do se gun do delta, é primeria se gui ratyo , cao lado da se ve, primeira es peo sa de esse s en hor, s e t a l se l he p u do esse c ham mar ar, primeria f az ze rr ass si maior, um g est o, uma p ana c ad ano do pino, o un um pr ego, ed é posi se ve al g ue maior de um outro, q ue e sta me do io for ado en a q u dr am en toque ela lava, uma c rina aça, q ue ap ren te , mente, é um si mb olo de um q ue do rubim, q ue é desta, primeira sor rato é rato , ma sepernte cu da ja expres sao f ac cia al, t ant circulo da do para ser inter rp pr eta ad a c omo , p aro vaso a os dez vinte eq ua art rio, o vaso do seja pr e t en de de este sc r ip pt di ze rato de dez vinte é quatro, sor rato iso seoc q ue é real , é de f ac ato um do sor rato iso q ue s e ve ness primeira da f oto na cara de essa c rina aça ca es p el h ada, ma s é t a m tambem, uma express cao de dor, pode s ero s eu o ps oto no s en t id o em q ue é uma expres sao cao c on t rasta ada, é uma express cao c on t rast ad a, c omo um os rr iso circulo do vaso dao, uma dor ,

tinha eu acabado de começar a analise, tinha eu acabado de publicar a analise dessas fotos truncadas de londres, nessa tal rua onde esta incrustado o autocarro, e onde se ve o poste de correio, para quem nao saiba lá fora, os postes de correio que nós temos aqui ou que tinhamos aqui, ate à bem pouco tempo, e ainda temos em muitos lados, no pais e até em lisboa, sao identicos aos postes ingleses, no sentido que a companhia, que operava em portugal, era como sabeis uma companhia inglesa na sua origem, que foi nacionalizada, por estes bandidos no vinte cinco de abril, portanto, e a senhora esta a fazer, o gesto, esses postes sao exacatamente a figuraçao tambem de um prego ou de um pino, que é uma palavra que tem aparecido relativamente a esta analise, da arte das bombas dos rebentamentos em londres, portanto voces estavam a dizer o quê, que o pino, que vao meter um pino, como meteram um pino nesse dia , depois de encontar esse rapazinho, já assim vinha, nessa noite de madrugada, tive um dia de cama, como reparais, nao publiquei nada ,

circulo é, tui tnha europeu da aca da aba do bad ad do ado dec circulo da om meça espanho da al ra da analise, ana lise, psi, tim na home europeu aca circulo do ab bad ad , o da pub primero do cia da ra ana da kapa da lise, de essa do f o to serpenets das x do run circulo ad às del primerio em dr espanhol, ness primeira da tal rua da onda desta, inc ru st ado do circulo do autocarro, é onda da se, ve circulo o ps, circulo te de cor rei o, para quadra da ue maior do mna cao da sa da iba la for primeira, os post es de co cor rr rei do io quadradso da ue nós cruz emo serpente qaqui, ova vaso quadrado da ue da tinha ham do amo saqui, primeira te , à da be maior rp p circulo do vaso do co da te mp poe, é primeira inda dat dd dt da cruz do emo ser pem te em mu it os lados, no pais, tvi, é primeira te em lisboa, sao id en ticos primeira do os post espanho ingleses, no serpente en cruz id doque, a da prime ria da com da p da anhi do ia primeira, qaudrado da ue do circulo da pera ava em portu gal, é rac ac omo, sabe is, uma da com da p anhi hi da ia primeria inglesa kapa le da serpente ana serpente da ua do circulol do rige maior, quadrado da ue fo oi em ac cio na liza zada, por de estes ban dido serpente do no vinte, do circulo inc code ab br el por rat da cruz do tnt circulo, é a priemria da primeira serpente en hora, é sta da primeira raf do f az we do ero gato de est circulo, ess espanhol do post, o es da sao, é xa cat da primeira em maior nt , é a primeira de figo, o ur da raçao do tam da am tambem de um pr ego, ova vaso de um p ino, quadrado da ue é uam da pala da ava do vaso da raque do doc do quadrado da ue da te maior da ap da ar do erc circulo id, do circulo do rato dela , o da cruz do iva, mente, à primeira desta ana lise, da aret das bombas dos r e b da en tamen teo serpenet em londres, por rat tnt circulo ovo vaso circulo do es da est da ava dd do circulo do vam da am primeria da di do ze ero roque, quadrado da ue do circulo do pino, quadrado da ue eva do vao , ps, meter um pin ino, circulo do omo modo do mete ram , um da p do pin do ino, ness ed iade posi de en circulo em tara desse ra p az do x no ho, ja vinha, ness da prime ria da ano da noite, 2005, da ema da mad ad do rui da gada da ti da teve ive, um dia dec circulol da ama, circulo omo mor rato da epa rais, n cao pub liq vaso do ei n da ad da primeira ,







tive um dia de cama porque me entraram cá em casa, senhor, é verdadeiramente um bandido, e um assassino, mas que pais é este, onde há não sei quantos anos, como eu já lhe disse, e a voces todos, o senhor inclusive, sendo o senhor, ou pretensamente é, ou finge ser, a primeria figura do estado portugues e faz de conta que nada disto existe, e que os crimes constantes e diarios, e quotidianos de violaçao, do meu espaço privado continuam a ocorrer, onde voces vem aqui buscar coisas, roubam coisas, alteram coisas, levam coisas, e mais do que isso preparam armadilhas de arte e envenenam, venenos, diversos, portanto voces entraram cá em casa, e trocaram qualquer coisa na comida, ou foi no supermercado, no pingo doce com uns camaroes que eu lá comprei, ou ate com a sic, porque houve para aí umas induçoes, voces vem cá todos os dias, kanguru,( me apareceu neste momento da digitalizaçao, o kanguru, ou seja o kan g ur, o do dias, do psd, o que leva as coisas e trará outras, certamente, ) sabem o movel ingles que eu estou a recuperar, umas induçoes pelo espirito , ah só passando a mao, passando a mao por onde, pelas pomadas e pelos betumes, que eu lá ando a por tendo vós misturado outras coisas num plano abismal da cabeça desse filho da puta desse cobarde de merda, de ex mrpp do psd, o barburo, dos passes aqui no ar condicionado, em casa,



comento, o passe do ar condicionada foi um passe montado por essa besta do psd, via os jornais na altura da pseudo inquiriçao das bestas da pt na encenaçao do tal caso da compra da vivo, operadora d pt no br, pela telefonica, e que foi aqui na altura comentado

com en to, do circulo do passe do da ar condi cio n ad a f oi um a ps se do montado por essa besta do psd, via os jo rn is na al tura da pse u dó inq ui rç sao es das bestas da pt, na en cna sao do t al ca soda da com pr ad da primeira do vivo, o pera dora dp da pt no br, p ela , a da tele fon ica, é q ue fo ia do qui aqui na al tura com en cruz do ad circulo


ti teve, um dia de c ama por quadrado da ue da me en tar ram ca em casa, s en hor, é verd ad de ira met en , um ban dido, é um assa s sin ino, masque pais, tvi, é este, onda h á n cao s ei qua nt os ano serpente , c omo europeu da ja acento l he di s se, v o c es todos, circulo do sen hor inc l us ive, se bn dó do circulo do s en hor, o u pre ten sam am , mente, é o u fu inge ser cera da primeria fi g ur ad do circulol do estado portugues , f az de cona cruz q ue n ad a di s toe é xis te, eq ue os c rim crimes es co ns t ant es , é di ario se q u ot id dian os de viol laça aco, do me vaso es pa sao es pr io do ovado, c on tin uam primeira cao cor rato , é rato da onda devo vaso circulo lobo, circulo do es vaso é maqui bus us car co ia s, ro ub bam am co ia s , al te ram co isa s, ler vam co ia se ema massi id doque iss circulo pre par ram am arma ad di das ilhas, de arte e en v ene nema, v en e nós, diver s os, po rat nt o v o c es en t ara aro roca em casa, e t roca arao q aul qui ie rc o isa ana comida, o u fo ino super mer cado, no do pin go d foc e com un serpente dos camaroes, q ue e vaso la com pr ei, o ua da te com da primeira da sic, por q ue h o uve para ai uma s indu ço es, v o c es v em ca todos os do dias, psd , kan guru, sabem, o mo ove el ingles qi ad r ad é vaso da ue europeu est o ua da primeira rec cup per do per da ar, uma s indu ço es p elo es pei rt to , a h s o p ass ando da primeira mao, p ass ando da primeira mao por uma p elas das pomadas e p elos bet um es, q ue da ue la ando da primeira por t en do v os mi s t ur ad o outras co ia sn um pal no ab is mal da ca beça desse filho da puta , d esse co bar dede merda, de é x mr pp, o do psd, o ba rb ur o, roda dos p ass es aqui no da ar condi cio n ad circulo , emc ás circulo ,

e todos os dias estes crimes sao cometidos, isto sao crimes face a lei, senhor, que eu nao trago nenhuma acusaçao nem estou sobre prisao domiciliaria, por parte de nenhuma autoriedade portuguesa, e os senhores continuam a cobrir, o senhor é assassino, e é cumplice de assasino, veja lá se me responde aquilo que eu aqui lhe inquiro, e cumpra o seu dever que é respeitar a lei nacional e deixem-se de tretas, é o que eu vos digo e vou ficar por aqui, porque isto, a gravaçao só pode ter quinze minutos e está com treze cinquenta e um , muito mais vos tenho para dizer quando acabar esta historia em que estou, esta triste historia da vossa mao tambem neste atentado para alem da morte dos quatrocentos ou dos duzentos e cinquenta mil no tsunami asiatico, como eu vos disse, está ligado á sua casa, seu filho da puta com todas as letras, ou seja az, a linha anterior da tal puta mor de dc

é todos os do dias, est es crimes sao com e t id os, is to sao c rim crimeses face da primeira da lei, s en horque europeu n cao t rago n en home da uma da acusaçao, ac cu usa sao es, ne maior de est o u s ob re prisa isa sao do mic ilia aria, por p aret de n en h uma au tori ed ad e portu guesa, é os s en hore c on tuiem uam primeria a cobrir, o s en hor é assa s sino, e é cu mp lio ce de assi , ps sin ino,. vaso e kpa la la se da me r es ponde daquilo, q ue da ue aqui l he inq u iro, é cu mp ra o s eu d eve r q ue é r es p ei tar a dqa lei na ac cio n al de dei x em traço da inglesa se de t r eta s, é o q ue e u v os dig oe , v o u fi do car por aqui, por q ue is to, primeira da g r ava sao s oda da pode teresa quin ze min u to ze desta, com do treze cin q u en t a é um da mu it o mais v os ten ho pa da ar , di ze r qua n dá aca ab bar, desta, a da hi stor ia q ue st o u, e sta t r is te da historia da vo s sa mao tam am tabem nest é a ten t ad o para al lem damo da morte dos quatrocentos, o vaso dos d uz ze rn t o se cin q u en t a mi l no ts un ami as iat tico, c omo eu v os di s se, e sta liga gado da primeria s ua c asa, se eu fil ho da puta com todas as l etars, o u do seja az, a lina h ante r iro roda da t al puta mor de dc




comento, relaçao com o tsumani, as ultimas visoes que o espirito desvelou nas amoreiras, aqui referenciadas

com en to da do tribunal da relaçao com do circulo do tsumani, as ul t ima s v iso es q ue o es pie it o d es ver lou n az am mor eira das iras saqui refer en cia ad as

vigesima segunda parte da arte das bombas em londres

vigesima segunda parte da arte das bombas em londres


dec ima se gun d a p arte, a da arte , a das bombas em londres



algumas consideraçoes sobre aspectos de partes anteriores

al gum às co nsi id der raçoes, s ob re as pec t os de p art es ante tei ei do rio, psd porto, do rato espanhol

quaqui, que foi palavra que aqui parece em parte anterior, creio mesmo que em mais de uma, quer dizer camuflado, ou seja , roupas que normalmente sao usadas por militares, que servem para passar masi ou menos despercebido ba bb, na paisagem, declima esta palavar, camuflado, em cam am mu fla, acores, ad circulo do ado, cam da mufla ou seja do forno, do aquecedor, imagem concomitante com o que se expressa simbolicamente nos linhas na estrada, tomadas, ou olhadas como um todo, na correspondencia que tras com diagramas electricos

qua , para da ua do qui aqui, quadrado da ue do fo do oi ip da pala vaso do ra da rac do ac quadradso da ue aqui , da par rece em p arte ante do ior, circulo do rei, o do mesmo, quadrado da ue em massi de uma, quadrado da ue rato ps da di ze rato rc do cam vaso da fla dó, o vaso do seja das roupas, quadrado da ue da norma al primeiro , mente, sao usa sadas por militares, quadrado da ue ser vasp em para da p do ass da ar massi sio , circulo de um dos en os do quadrado da espanhoal do per da ce do bido da ba bb, na pa isa sage maior, dec lima esta, a pala vaso da ar do camuflado, em cam am mu fla, acores, ad circulo do ado, cam dam am da mu da fla, o u seja do for nodo do a q ue ce da dor, ima ge m circulo em co mit ante com do circulo doque da se express primeira, simo l cam nt en nós do os das linhas na est ard a, tomadas, o u ol homem ad às sc circulo do omo , um todo, na cor rata da esphanola da ponde dec cia do ia quadrado da ue da cruz do rato ps às com do dig da ar am as dele, circulo rt do rico serpente

surgiu em parte anterior pala e fez, pala, é nome de uma rubrica de escrita de uma bela rapariga a carla hilário e ainda nome de uma rua proxima daqui diversas vezes citada, a av capitao pallas, fez, é uma relaçao tambem aqui constante com um carro no largo do trinta e um da armada, ou seja em frente às instalaçoes da marinha, depois de aqui ter escrito sobre a serra de corte azul bebe que se partira ao serrar a tal estrutura metalica, vide parte anterior desta sequencia, no dia seguido alguem ali deixou em frente a casa de esquina com a rua do costa, uma pequenina peça na mesma exacta cor que simbolizava a tal serra, essa casa tem estado mais ou menos fechada, isto é, nas vezes ve-se pelo lixo em sacos deixado cá fora que alguem ali vai pernoitando em certos dias em forma discreta, antes, foi tambem alvo de uma serie de leituras aqui, a primeira , no tempo, fora uma imagem num quarto de um bebe, onde se espelhava o nome do greenspam, ex responsavel da reserva americana, e outras imagens dessa casa , aqui constam, por fim ainda sobre qaqui, e indirectamente ou nao, relaciono com fez, me recordei agora de uma belissima rapariga cabelos loirios escorridos que um dia aqui à porta do predio numa tarde poisou acompanhada de dois jovens um deles vinha com calças de caqui, esta rapriga pareceu-me na altura a mesma ou uma sosia de uma rapariga portuguesa que tinha aparentemente sido presa em marrocos, segundo noticia que creio ter saido no correio da manha, palavra dupla aqui em seu sentido, pois correio da manha, é jornal, e tambem manha, palavra que indica, parte do dia, e se a grafar com til, manhã, é ainda, manha, de malandrice,

suri gato doc circulo do vaso , vaso em p da arte da ante do rato da rai do iro da pala, é fez, pala, é no mede de uma ru br bric ica, de uma bela ra p riga primeira da cara l a da hilári oe, é a inda noe mde de uma rua pro x ima da quadrado do vaso ei do diver serpente as v aso é zorro do es do cit da ad a, a da av capitao pallas, fez, é uma rata do el da sao espanhol tam am tambem aqui e co do ns da cruz ante, com de um do carro no primerio do argo godo do trinta e um da ar am mda, o vaso do seja em fr en te às das in s t ala laço ço es , a da marinha, d ep o is dea primria do qui aqui, teresa es circulo do rito serpente do ob da rea see ra de co rte az vaso do primeiro rol do bebe, bec quadrado da ue da seda da p da art do tir da ira cao ser rato ps da ar , primeira rat cruz da al de est ru tura met ali ca de vide, p da arte da ante rato do ior desta, sec quadrado da ue en cia, no dia se guido al gume ali dei xo vaso em fr en te tea primeira ca sade da es quad rado do vaso ei na com da primeira da rua do costa, uma pec da ue dani iana ana p eça na me sm primeira , é x cat do ac roque si do mb , o do circulo da liza ava primeria da cruz da al, a da serra, ess primeria do ac à casa, te maior do estado, massi sio circulo do vaso men do os fe cha ad a, is to, nas v e zorro do es vaso é t ra cio da es inglesa da se da p do elo do l i xo em saco, roseta, ps, serpente dei xa dó, c á for primeira quadrado da ue da al gato da ue da ema do mali vaso do ai, perno it ando em ce rt toi serpente do dias, em forma di serpenet sc de creta, ant es, f oi tam am tambem do alvo de uma se rie de lei it das turas aqui, a primeira , no te mp o, for a de uma mai ima ge maior n um quarto de um bebe, onda da se es p el homem da ava do circulo no med , circulo dog rato do ee da ns , o do spam, é x rato do es da p do os da sn vaso da primeir do el da reserva, am erica ana, é outras ima ge en ns dessa cd da asa , a qui aqui, co ns tam, por fi maior s ob re q au do qui, é indi rec cta tamen , a te que mente, o un cao r ela , o do ac cio anda do cm , o de fez, me record ei do agora de uma bel iss ima ra p riga cab elos loi rio s es cor r id os q ue um dia a qui aqui da primeira da porta, cds, a do pre dio n ua am cruz arde da p do oi do iso da ova do vaso do ac do cao do mp da ana hd da primeria de do is jovens, um del espanhola da vinha com circulo das alças de dec ca , primeira ado do qui, é sta desta, primeira ra da ap da riga pa da receu do traço da inglesa mena da al tura, a mesma do circulo ova do vaso de uma serpenet do os do ia de uma ra p riga portu guesa quadrasdo da ue da tinha, ap ar en te , mente , serpente id do circulo do pre, serpenet c irc uk lo em mar rocos, se gun do not ti cia quadrado da ue circulo do rei do circulol da teresa sa , id don do correio da manha ham, , cor rei , o da manha, pala vaso do ra da dupla aqui em serpente do eu, serpenet do en toi id circulo, p do circulo do is cor do rei, o da man pr rin ciep homem da primeira, é jo da rn da al, é eta do tam am tambem da manha, de p arte do dia, sea da primeira gata da raf da ar com da manhã, é a inda da manha, de ma lan do rice

tomadas e manhas na tomadas como na instalaçao eletrica destas instalaçoes sao muito como tenho vindo a dar conta, bem como outras de outras naturezas, cabe relembrar que foi atraves do pedro lopes, imo e dn, que conheci o arquitecto pedro rodrigues, que me fez os desenhos destas instalaçoes e por intermédio dele, vieram os empreteiros tambem , como aqui o disse em tempo anterior pedro rodrigues, maconico, é filho de um juiz o anselmo rodrigues que esteve ligado ao tribunal de contas, e do grupo das torres do restelo, que tambem tem sido alvo de diversos escutados e leituras pelo espirito ao longo deste anos, recentemente ouvi, pelo espirto que a teresa tambem se tera amantizado com ele, e portanto, os motivos e relaçoes neste ponto se encontram bem claros a meu ver

tom ad da primeria das sedas das manhas na às do tom primeira sd, as c irc uk lodo omo na is nt ala sao espanhola da al , a do eletrica, a destas das instalaçoes, sao mu it toc circulo do omo da ten do ho da ova do vaso indo, primeira da ad ar da conta, be maior do circulo do omo de outras, de outras nat rue za serpente do cab abe, é rato ele , lem br ar quadrad ds circulo da ue braque, fo do oi em rato do av espanhol, o do pedro lopes, id circulo do omo do dn, quadrado da ue da coin , é homem do cio do aqui, o do tec to do pedro rodrigues, quadrado da ue da dame de fez os de serpente da en ho às destas, as das in st ala ço es , é por inter maior dio dele, vaso do ie do ram os, é mp rete iro serpente do tam am tambem , circulo do omo aqui id do ki, circulo da di serpente da se, é te mp circulo da ante do ior do pedro rodrigues, é fil ho de um juiz do circulo do anselmo , rod dig ur serpente qaudrado da ue espanhola da tve, a da liga gado do cao do tribunal de contas, cruz rib vaso da anl de contas, é do g rupo das tor r es do restelo, quadrado da ue, é eta do tam am tambem , te maior serpente do vaso id circulo do alvo de diver serpente, os do es , cu primeira do td os da seda serpentes das lei turas, p do elo do espanhol pei do rt do io do cao prime rio em gode de este ano serpernte , re cente maior nt é circulo do vaso do vip elo, es da p do ei rt circulo toque quadrado da ue da primeira da teresa tambem , sete ra am ant iza x ado com dele, é porta nt circulo , os m ot ivo se r ela l çio es nest é ponto da se en c on t ram be maior circulo do rc do primero rol do aro da rosa , primeira me uve rato,

rodes, ou roddes, tem tambem aparecido com alguma frequencia nestes textos, sendo que se traduz em rodhes em creta, palavra tambem insistente, e nos grupos religioso de lá, em lou rodhes tambem aqui com prazer entrada atraves de algumas das suas belas cançoes, e ainda numa linha encenada pelo corrupto e servediro dos bandidos, que ue se diz ser o porcurador geral desta republica de bandidos que a corrompem à decadas, que uma vez apareceu no jornal dos bandidos, o dn, com uma suguestao em imagem que remetia para rhodes e que eu depois relacionei ao descobrir que a fechadura desta regie onde vos escrevo, trazia uma fechadura com esse nome , como marca, , portanto na melhor das possibilidades sabera ele de uma manha que com ela foi feita, mas como sempre todas as linhas dos bandidos acabam por se meras insinuaçoes pois nao falam direito e até ao fim, associo isto a outra imagem dele no gabinete da procuradoria, onde em frente a fazer prova da corrupçao se mantem a armadilha na estrada que me fez ter um acindente com o carro da minha mae, qaundo à porcuradoria ia, e muitos outros, já lá vai talvez para uma decada, assim se ve o conluio , como aqui o provei, com a corrupçao nomeadamente a urbanistica, onde esse outro corrupto mor do ps , o que esta a frente da camara, continua tambem depois destes anos todos sem me dar resposta sobre esse mesmo acidente, o que faz dele participante neste crime de conspiracia contra um pai e um filho

rato circulo do quadrado es, circulo ouro , ur circulo dd es, te maior do tam am tambem ap primeira da rec id do circulo do com da al gata da ua da am , fg doge ger rato quadrado vaso da eu da en cia nest es tex t os, serpente do en doque da set da cruz ard da uz em rodhes em creta, pal av ra tam am tambem in sis cruz en te, é nós gato sg rupo serpente do religioso de lá, é ml circulo ur do circulo do quadrado do homem es do tam am tambem aqui, com pr az we rato net rata da ad da primeria em cruz raves es, de al gum as das serpente do ua sb delas, can ço es, é primeira inda dan, uma da kapa da linha en circulo do en da ad ap ape do elo do cor ru toe , é ser, vedi iro rodo dos bandidos, quadrado do oi da ue se di zorro serpente do ero por cura ad dor ger rato al de sta rato é pub primeiro da cia de bandidos, qaudrado da ue primeira do acor, a que corrompe, rome pm à decada serpente , quadrado da ue, uma vaso é zap ar, herman jose, é circulo do europeu no do jornal dos ban dio , o do quadrado os, o do dn, com uma gata da ue serpenet do tao em ima ge maior quadrado da ue reme tia do para rato ps home do circulo es, eq ue é eva vaso do qaudrado da ep do circulo dio is rato ela, a do cio na ie cao do es circulo do oi br irc, ue da primeira fe cha do fur rp primeira desta, é x zorro da regie, empresa, onda devo os es circulo do rato e vaso circulo da cruz ra az ia, uma da fe do cha da ad da dura dessa, nat ur é za, porta nt em primeira do mel, homem da roda sp da p do os serpente sibil do bil di iad espanhol, sabe ra dele, lede de uma manha doque com dela, fo do oi feita, ma sc omo sempre todas às das linhas dos ban dido, serpente da aca do bam por da se do mer , às das in sin ua ço es p do circulo do is n cao do f al do lem de direito, fac, é primeira té cao do fi maior, as soc do cio da soci, o do io, is to da primeira de outra rai ima ge maior doq au dr ad, o do eleno gabi nt, é dao por cura dor ia, onda em fr en te primeira f az ze rr p dp rato do vaso ad da primeira da corrupçao, se man cruz ema ram n di da ilha, na est rata da ad da primeria quadrado da ue da me de de fez da rte rato, um do ac em dente en te, com do circulo do carro do quadrado da mim n homem da primeira mae , é mu it os de outros, ja l ávai cruz alvez, para, um da decada, as si maior se ve circulo do conluio, circulo em lui, circulo do irc uk lio, circulo do omo da primeira do qui do circulo do por do vaso ei, com da primeira cor do rup sao espanhoal do noe, a mad dam am ene , primeria ur ban is tica, onda desse outro, cor ru co circulo do da pt, o do circulo do mor do ps , o quadrado da ue é sta da primeira fe rn te da aca cam mr primeira ,a do ac em tin da ua cruz da am tambem, do quadrado da ep do circulo do is do quadrado de este serpente ano serpente, 2005, todos, se maior da med da ar rara da es posta, serpente do ob re, esse mesmo , o do acidente, ac cu vaso em dete, o quadrado da ue do f az del sd dele , p da art do tic da p da ane net nest, é circulo do rim mede do crime de co ns pira cia contra um da apia, é um fil ho , essa outra rai ima ge maior no gabi net dele, ac rec cent a pop pr le de duas cade ria com p un ho sd, é leao, as si maior t ipo dor iad as, o vaso do seja quatro, tvi, elo es de rodes, é circulo q ue da se pode ra d es d uz ze ei ratyo de sta desta, a da linha, dos bandidos

e ainda existe uma rapariga portuguesa que se chama lou que conheço há muitos anos e outros tantos nao vejo que mora na regua, ou seja ao pe do douro

é a inda, é xis te , uma ra ap riga portu guesa q ue da se da chama, circulo do homem ham am primeira da lou, q ue c one homem ceo há muitos anos, é outro serpente de t ant os n cao do ove do vejo, br, q ue da mora na regua, o vaso do seja cao pedo do douro

faculdade de direito e numa das ultimas partes , pita, tem tambem aparecido com alguma frequencia, vide, texto , um dos primeiros se nao o primeiro a seguir ao atentado em londres, pois me cruzei com esse e outros que se dizem deputados europeus nessa faculdade, estavam a falar exactamente de segurança e coisa e tal, e nem pareciam ter entendido, a profunda metafora real , pois as bombas tinham sido nesse dia, muito se riam , quando eu intervi, a dizer-lhes isso mesmo na cara, da hipocrisia e das palavras politicamente correctas e vãs face a realidade, como nesse dia se provara mais uma vez

f ac u l dade de di do reto , é n uma das u l t y imas do prate serpenet da pita, tambem significado de menina, te maior ata tam am tambem ap ar e c id o com al g u am fer q u en cia, de vide, tex to , um dos prime rio serpente da se n cao do circulo da p rio me iro da primeria se gui rato cao do atentado em londres, p o is da me c ru zorro do ie com desse, é o u t r serpente q ue da se di ze maior dos deputados europeus nessa faculdade, est ava vam am , primeria f al da ala da ar, e x ac tamen te de segur ança es e co isa e eta da al, ene é maior par erc e iam teresa en t en dido, a por rf da funda met a for primeira do real , p o is as bi o mba s tinha do ham am maior, s id o ness é dia, mu it to ze ria am , qa un dó europeu inter vi da via da primeira di ze rato traço ingles l homem es , iss o do mesmo na cara, da hipo cris ia é da s pal av r as poli tic cam nt e cor re cta se v ã s da face, primeira rea lida dade, c omo ness é dia da se pro ova do vara, ps , mais uma vaso é zorro

rapariga do havai, embora grafado com outras versoes da mesma palavra em termos sonoros, me fez ao momento da escrita recordar , um bela cantora que aqui esteve, e que aqui comentei, e que depois veio a portugal, e a vi num telejornal, num concerto nesta mesma zona sempre constante nestas linhas das bombas em londres, no douro, um concerto de verao ou de fim de verao, e umas estranhas pelo sentido de dor, palavras de amor, como quem se despedia


ra pa da riga do havai, em bora g raf fado com de outras, ver s o es da mesma , pal av ra em tyr emo s s on ur rato ps os, me de fez cao mo men to da es c rita record ar ,. um b ela can tora q ue aqui es teve, eq ue aqui co men t ei, eq ue d ep o is do veio, a portu gal, é primeira vi n u m tele do jornal, n um c on ce rt o nest primeira da mesma , a da zon primeira sempre , cos na tnt e nest as das linhas das bombas em londres, no do douro, um c on ce rt circulo de eve vera de verao, o vaso do quadrado do fi mde eve vera verao, é uma s est r anha s p elo s en t id o de dor pal av rato ps às dea da am mor rc circulo do omo quadrado da ue maior da se d es, ped do ia