segunda-feira, fevereiro 14, 2011

quadrasegima setima parte da arte das bombas em londres

quadrasegima setima parte da arte das bombas em londres

descansei um pouco, assim me obroigou tambem a dor de estomago, e tive um estranho oraculo, que por um pormenor penso ainda que se pode relacionar com a tal rapariga que a imagem do exposiçao da galeria galveias de certa forma simboliza, nomeadamente a daqui da rua da tal casa baixa de portadas de madeira, vide referencias a essa casa, onde se ve uma esfera armilar, e outros elemento muito belos, pois um gato me apredeu em cima do telhado em dia recente ao descer a rua


d es can s ei um po u co, as si maio rda me ob roi g o vaso tam am tambem primeira dor de es tom mago ago , é ti da teve , um est ran ho o rac culo, q ue por um por men o rato rp p en s o a inda q ue dd da ase da pode real cio n ar com da primeira tal rapariga, q ue da primeira rai ima ge md circulo da e , do x posi sic sao es dag ale da ria da gal veias de ce rta forma si mb o liza, no me ad dam am em nt e a daqui da rua, a da t al ca sa da baixa, lugar, de porta d as de ema da madeira, vide referen cia sa dessa c ass, onda da se veu , uma es fera ar mila rato , é outros el lee men to mu it o b elo sp o is, um gato me ap red eu em c ima do tel homem da ad circulo em dia re cente cao d es cera da primeria da rua

parecia uma escola de crianças, com um portao, que pode ser olivais ou aqui, embora a daqui nao tenha este tipo de portao, parece na realidade a escola nos olivais onde tive visoes relacionadas com a matança de beslan, eram gatos mas nao eram gatos, pois me lembrei de blair que tem face de gato, eu passava, por ali, e via o que me parecia um enorme cao de pelo escuro com face tipo de s bernardo, que me parecia estar ali placidamente sentado ao pe do portao, os gatos parece que se metiam com esse cao, que de repente , mas como em camara lenta, pois era muito grande, na verdade quando se levantou vi que tinha assim corpo do tamanho de um grande urso, e caminhava para eles, e depos apanhou um com a boca , e só mesmo vi a cabeça de gato a cair ao chao, o sentido era que o cao negro grande do urso tinha apanhado o gato , ou um dos gatos da matança das escola

par é cia uma da es c ola de c ria n ç as, com um porta cds c irc cv u lo, q ue da pode ser ero l vaso da priemira iso vaso aqui em bora, primeira da q u ei n cao da ten homem da primeira de este t ipo pode porta circulo, pa rece na rea lida dade da primeira da es c ola nós o lu iva is onda ti teve v iso espanhol, rato ela , ac cio n ad as com da dama priemira da matança de beslan, e ram gatos ma serpente sn n cao, e ram g atos, p o is me len mb rei de blair q ue te maior da face de ga ato, eu p ass ava, por ali,super mer cado algarve, é via dd do circulo doque da me par e cia de um eno rato me cao de p elo es curo com da face t ipo pode s abe rn ard o, q ue da me par e cia es star ali, algrave, p la lassi cida id da prim ei rda dp dam am , mente, s en t ad o cao pedo porto primeira, os gatos pa rece q ue da se met ima com desse cao, q ue de r ep en te , maior as circulo omo em cama ra l en tap o is e ra mu it g rande, na verd ad eq au n dó da se lena ato vaso o do vi que tinha , as si maior corp circulo podo tam anhi , o de um g rande urso, é caminha ava para deles, é d ep os ap anho vaso de um com ab o ca , é serpente do circulo do ó do mesmo , via da primeria ca beça de gato ac aca do air cao cha circulo , circuo do s en t id o e rac ac q ue do circulo do cao negro g rande do urso tinha, pan h ad circulo dp do gato , o vaso de um dos gatos da dama da matança, d as es c ola

esta imagem da cabeça do gato me remeteu ainda para uma historia que aqui narrei, na verdade uma conversa com Deus e a morte, e é uma imagem da minha infancia na casa da quinta dos meus avos em ermisinde, onde um dia encontrei no palheiro onde estava uma ninhada recem nascida um dos gatos só com a cabeça, ou seja norte,

é sta desta , ima ge md da primeira ca beça do gato me reme cruz vaso com boio, a inda do dado para uma da historia que aqui narrei, na verd ad , cruz é uma convers ac om De use primeira morte, e é uma iam ge md da primeira min homem da primeira in fani ana circulo as da quinta dos me us av os, e mer mi sin inde, onda de um dia en c on t rino pal he iro onda es tva uma nin home da primeria ad , primeria da recem na cida , um dos gatos serpenet do circulo da ó com da primeira da ca do cabe da beça, o vaso do seja ano do norte,



muito engraçada esta induçao , se nao fosse esse escutado soprado no espeito que se refere a uma sombra da infancia de bush, relacionada com o katrina no mede uma bela q ue um dia a qui ap a receu am eu ola home rato rn n uma cap da hola

mu it circulo en g ra çd es da primeira, esta da induçao, a da indo sao, se n cao da fosse desse, es cu t ad os serpente circulo do prado, museu madrid, no es pe it circulo do toque q ue da se refe rea da a uma som br rta da in fan cia de bush, rato ela , a do ac cio n ad ac om o kat rina da katrina, nome de uma bela que um dia aqui apareceu a meu olahar numa cap da hola

quadragesima sexta parte da arte das bombas em londres

quadragesima sexta parte da arte das bombas em londres


q u drage sima sexta p aret da arte das bombas em londres

a bela na imagem de que vos falei no ultimo video, trazendo dois bispos pela trela com perfume a bacon, ou seja à morte dele em madrid, ou com madrid relacionada, e a aranha figurada nas belas rendinhas das muito belas perinhas

primeira b ela na ima ge md deque dee vaso os f al ei no u l t imo v ide o, t r az zen dó dois bispos, p ela trela com perfume, cc, a b cao no vaso seja à morte dele em madrid, o vaso com madrid rato ela , a do ac cio n ad a, é primeira ran home da primeira figo ur ad dam am nas belas, lugar, ren dinhas da sm u it o de belas pedas rinhas

l agent pro ova vaca te ur


ainda sobre essa empresa do grupo do bando cgd, que se chamava ou chama caixa net, o que agora me lembrei, foi de uma outra relaçao que aponta uma ligaçao com uma das imagens lidas pela visao e pelo espirito ainda relacionada com a tromba de agua que se deu em portugal em dia recente

a inda s ob re dessa cobra da em presa do g rupo do bando cgd, q ue da se chama ava, circulo do hoem ham da primeira ava, o vaso da chama da caixa net, o q ue do agora da me lem br rei do ei, fo ide de uma outra do tribunal da relaçao , q ue ap ponta ua liga sao com de uma das ima ge en ns lido, cinema, às p ela da visao , porjornal, e p elo es pei irt o a inda ratas dela , as do ac cio n ad a com da prim eira da tromba de agua q ue se d eu em portugal em dia re cente

pois me rercordei agora de que essa empresa do banco no portal do banco trazia um apoio continuo as tunas academicas que como saberao os que conhecem portugal é uma tradicçao antes de mais de coimbra embora hoje estendida a todo lado, com as polemicas das praxes, que nas vezes tem resultado em abusos, verdadeiros crimes contra os direitos humanos, e as festas de cerveja, ou seja, patrocinios tambem operados por centrais de cervejas, e tuna, apareceu uma quando o ceu abriu no chiado antes do furacao como aqui narrei os pormenores, coimbra tras ainda um ourto conjunto vasto de relaçoes aqui narradas, como a marta ataca e a tal relaçao com alguem das graficas ligado a ar, ou da ar

p circulo do is da me erc cor dei do agora deque dessa da empresa do banco no porta l do banco, t r az ia uma ap oio continuo às das t un as aca demi micas q ue sc omo, sabe, rato cao soc x q ue c one homem cem port y gal, é um a t r as di çao ant es de ema mais de coimbra, em bora hp o je est en dida da primeira de todo o lado, com as p l emi micas das pr ax es, q ue na s v e z este mr maior r eu s l t ad o em ab bus us os, verd ade iro s crimes contra os direitos humanos, é às das festas de cer veja, o u seja pat roc in io s tam am tambem o pera do os por das central de cerveja, c en t ra si de cer veja se t uma, ap ar receu uma qa un dó circulo c eu ab r rio no do chiado, ant es do fur racao c omo a q u eri na r rei os per men o ratos es, c oi mb ra t r as a inda de um outro, o ur to c on junt o va st o de r ela ço es aqui na rr ad as, c omo da primeira marta ata ca, é a primeira , a tal do tribunal da relaçao com al g ue md as das graficas liga godo da pri mr ia da ar, o vaso da ar



continuaçao do e cultura, exposiçao na galeria galveias

c on tin ua ac sao es do e cu l tura, é x posi sic sao es na gale ria gal veia serpentes

ao ver esta exposiçao com belissimos quadros e esculturas, um rosto esculpido me saltou logo à consciencia, pois parece uma personagem do filme avatar, tendo isto se passado anos antes do filme do cameron, tambem algumas vezes aqui no livro da vida mencionado por distintas razoes, ou seja remete isto para pandora, a da caixa, ou da red, dos diabos, e inda me fez lembrar alguns rostos de raprigas que me tem posto a frente ao longo destes anos nos passos a que chamo com avatares, ou alias, nomeadamente me saltou a memoria, uma rapariga aqui na rua , creio que namorada de um rapaz que já nao vejo há algum tempo que mora acima numa bela casa com portadas de madeira, e uma outra, ou a mesma que apareceu num passe na fonte dos quatro caminhos, como um rapaz e um cao, que me pareceu ser na altura um recado, como aqui o narrei, perfume a xutos e pontapes, e como rosto arquetipo nao deixa de ser a rapariga de sardas ou seja de estrelas, ou seja da noite , galveia, salvo erro é nome da rapriga que vive ou viveu com o pedro luz das discotecas nomeadamente alcantra mar, que eu percebi que conhecia o miguel, no enterro dele , o miguel dos ref, cujo irmao vive em londres tambem

cao ver esta , é x posi sic sao es com bel iss imo serpente dos quadros, é es cu l turas, um r o soto es cu l pido da me s al to vaso l ogo à c on cise en cia, p o is pa rece uma persona ge md o fil me ava tar, ten do is to ze , p ass sado ano serpenet 2005, ant es do fil me do cam eron, tam am tambem , al gum as vaso be z es aqui no liv roda david a men cio n ado por di s tintas r azo es, o vaso do seja reme te is to do para da pandora, a da caixa, ou da red, dos diabos, é inda da me de fez lem br ar al gus sn rostos de ra pr riga do gas q ue da me team maior post circulo da primeira fr en teao cao l ong godo de estes ano serpente nós dos passos, primeira q ue c ham o com ava da cruz da tat ares es, o vaso al ia s, noe mad dam am , mente, me sal to ua me mor ia, uma ra pr riga aqui na rua , c rei o q ue na mora ad a de um ra p za q ue ja n ao vejo homem á al gum te mp poc qaudrado da ue da mora ac ima n uma b ela ca sa c om porta ad as de madeira, ilha, é uma outra, o u rta, o ua da mesma q ue ap receu n um do pa s sena do fonte, dos quatro ca minhos, c omo de um rapaz , é um cao q ue me ap receu ser na al tura um re cado, c omo a qui o na rr rei ei, peru rum é a primeria dos xutos e pont tap ape es, é circulo do omo rosto arque t ipo n cao de ix ad e sera da primeira rapariga de sardas, o vaso do seja de est ratos elas, o vaso do seja da na o it e , gal veia, s alvo e rr o , curz é no da meda ra pr riga q ue vaso ive , circulo do vaso , v iv vaso com do circulo do pedro luz , das di s co tecas maior no ie mad dam am , mente, al can t r a mar, q ue eu per cebi bique q ue c on he cio do circulo do miguel, no do enterro dele , circulo do miguel dos ref, cu jo irmao vaso ive em londres tam am tambem

imortalidade ou vida e obra dos auto fascinantes, as obras expostas no piso zero da galeria sao da autoria, de luisa lage, acor, a pena o livro a trasmissao, a semente do delta , assim parecem contar os belissimos quadros,

imo mor t ali lui lida dade o uv id primeira, ida, é o b ra dos auto dos f as cina ns t es, as das obras, é x post as no p iso zorro do ero da g ale ria sao ad da primeira au tori a, de l us ia da lage, acor, primeira pena do circulo do liv br circulo da primeira tras miss sao, a se mne net do delta , as si maior pa recem conta tara os bel iss imo s qa au dr as circulo,

ainda na galeria galveias mas no primeiro piso, 12, 19, a imagem da rapariga de que falo acima, podem ser vistas as obras de outros artistas portugueses como rui filipe, alvaro perdigao, parece a ilha de sagres, e jorge pe curto, uma especie de centauro de um só seio com uma maça na mao, galeria da arte de 83, circulo quadrado do circulo do onze da estrela, assim parece dizer o autocarro que fasz corina, como as outras de que aqui vos falei dos autorcarros e dos plamnos do interior do taxi em londres, rato conci cio n ad circulo,

a inda ana gale ria gal veias ma s no prime ik ro p iso, 12, 19, primeia ima ge md da primeira rapariga deque falo ac ima, pode maior ser vi as t as às das o br as deo de outros artistas portu gueses circulo do omo do rui filipe, alvaro perdigao, pa rece primeira ilha de sagres, é jorge pe do curto, um ae ps cie dec en tauro de um serpente circulo do seio , com uma maça na mao, gale ria da arte de 83, c irc vaso circulo do qa au dr ad o do c irc culo do onze da estrela, as si maior pa rece di ze ero circulo do autocarro q ue f as z co rina, c omo ás de outras deque aqui vaso os f al ei dos au tor orca carros, é dos p lam nós do inte rato do ior do taxi em londres, rato toc circulo on si cic cio n ad circulo,

the honda shadow

a imagem do rui pregal da cunha remete tambem para um vido do lx, com uma modelo numa jaula que depois fez de aranha no tejo, me apareceu esta complexa linha que passa tambem pelo cartaz de um filem da kidman, linah do estampido na america num centro, pela pedra cubica do rio, e da central tejo, pela aranha que saiu agora do quarto de dormir aqui como narrei no ultimo video aqui publicado,

primeira ia mem do rui pregal da cunha reme te tam am tambem para um vaso id circulo do lx, com de uma modelo n uma ja u laq ue d ep o is fez de as ran h ano tejo, me ap a rede vaso desta , co mp le xa linha q ue p ass a tam am tambem p elo ca r t zorro da k i d man, p ela , a da pedra cu bica do rio, é da central tejo, p ela rana ana home da primeira q ue sa eu do agora do quarto dedo da dor mir aqui circulo do omo na r rei no u l t imo v ide o aqui pub li cado,

t he h onda sh ad circuklo da dp

there also a small imagem that come to me here, at home, outside, because when a stara writing this second tiome about london, about the bomsb in lond, when i ear by spirit this inductions, taht is was advise to travel this swadow, it was cristmas, tiimem, more or less this periro, with lot of heats connecvt with this also presented every day, there is a moto, a honda shadow, with portguese id, klc, lentes de contacto, wich is also a name, connected also with another socialist connection, thar, arouse very recentely in a brif commentaruy about elections, about this guy from ps, who was the candidate, maneul alegre, because we was him, in the background, luis osorio, who have worked with me in another seriee for rtp, namely the lentes de contyact, weho is a channel of ocnatnt still of ideias and concepts, politics, anda not only,

t her e al s o a sm all ima ge maior t hat com e tome here, a t home, o u ts ide, bec a use w h en a s tara w rit ing t hi s sec on d t io me ab o u t london, ab o u tt he bom sb in l on d, w h en i ear b y spi rit t hi s in duc ti on s, taht is w as ad v ise set o t ravel t hi s sw ad o w, it w as cris t maior as, ti imem, mor e o rato l ess t hi s per iro, w it h lot o f he a ts c on nec cv t wi t h t h is a l s o pr es en ted eve r y day, the re isa moto, a h onda sh ad o w, w it h port guese id, k lc, lentes de contacto wich , is al s o ana me, c on nec ted a l s o w it h ano t her soci a li st c on nec ti on, t h ar, aro use v ery re cent tely ina br if com men t ar ruy ab o u t ele c ti on s, ab o u t t hi s g uy fr om ps, w ho w as the can dida date, man eu l do alegre, bec a use we w as hi min t he b a ck g ro un d, l u is osorio, w ho h ave w o r k ed w it h me in ano not her se rie e for r tp, na mel y t he lentes de c on t y act, we ho isa channel, o f oc cn a tnt still of ide ia sand c on ce pt s, pol it ics, and aano do not o nl y,

a motor byke with a parking license of westmisnter, lik a sherrif, que é tambem nome de uma rapaz ligado à produçao musical aqui, like a chopper, with two black bags with silver nails, comboys, that we see in america but not only, we have this cliche of this bike, depois encontrei o rapaz que me disse prontamente, que estivera em londres e qua agora estava no brasil, achei um pouco estranho a forma rapida e escorreita como que ele me disse do seu trajecto, park, shure,mic, ligth beyind the imagem like the angel of the lamp, aladino, also a name of special effects

am o tor da byke w it h a p ar king lic en seo f west mi sn teresa, l ika primeira do sher rif, q ue ee eta do tam am tambem ni o mede de uma ra paz liga gado da primeira da por du sao mu sic al aqui, l ike primeira cho pp per, w it homem t w ob la ck bag sw it h silver na is l, com boy s, t hat we s ee in am erica but not o nl y, we h ave t hi s clic he circulo do ft h is b ike, d ep o is en c on t rio ra zap, herman, porduçoes fiticias, q ue me di serpente da se porn tamen teque est ive vera em londres, é eq qua do agora est ava no bar si al ac he ei um po u co est r anho da primeira forma ra pida, é e x cor rei t ac omo q ue dele , me di s se do s eu t ra ject o, p ark, s h ur é mic, li gt homem be y o ind dt he ima ge maior ml l ike t he angel o ft , he lam mp, ala dino, as l o ana meo f special, mourinho, effe circulo do ts, effe, efe

i think there was a deggre of preparaction on this lecture, but it seems they are speaking about a shadow in westimenter, a minha imagem aqui, i think they are playng shadows as always do, to incriminate,

it hink cruz her, é dp asa de gg reo fp rep art ti o non cruz, he is le circulo da tura, but da primeria da it da se, é ms sp , éa primeira do king da primeira do ab circulo do vaso cruz as homem ad do circulo da dp in west tim en teresa rea, primeira min home da primeira iam mage , primeira do quim, , cp do circulo do traço ingles dela aqui, é espanhol primeiro rol da cia do traço ingles la, it hink they , primeira rep la delta n gato da sa hd do circulo do ws , as da al ways dó, to inc rimi ina te,

a minha imagem aqui, esta que vos apresento, é salvo erro, tirada de um dos videos na mesa dos deltas dos prumos, onde a imagem mais recente aqui narrada foi a que se desvelou ao colocar a porta sobre a porta das grades das imagens dos tremores de terra, vide referencias sobre esta materia, onde a porta ao tombar fez um lanho na tal regua de escala como o simbolo do mitushibi, que acabara de ver espelhado antes nas torres das amoreiras, vide referencias,

primeira min homem da primeira ia mage maqui, e sta desta, q ue vaso os a pr 3 es net, é s alvo, é rr circulol do tir da irada , de um dos v ide os na mesa , madrid, dos deltas dos pr rumos, onda dea da primeria ima ge maior do mais, fr, re c ene nete aqui na rr ad da primeria do fo ia q ue da se d es ve lio vaso cao c olo circulo da ar da primeira da porta, cds, s ob rea primeira por rata da rta da sg r a sd es das ima ge ns dos t remo mor dos tremores, rato es de terra, vide refer en cia ss ob re esta mate ira, onda dea da primeira porta, cao top pb bar de fez um la homem n ho na t al da regua , tambem lugar ao norte, de es cala circulo do omo serpente si mb olo do mit us hi bique aca bar ad eve ver es ep la hd circulo da ant es nas torres das am o rei das iras rato ps as, vide refren cia serpentes


                   segunda sequencia do cabo, se sec gun en cia  do quadrado da primeira do cabo


este video frame é de um video aqui publicado há bastante temnpo atras, cujo conteudo nem me recordo do pe para a mao, e foi esta imagem que me subiu a consciencia quando na conversa falo da tal sombra, nesta imagem se ve um dos conjuntos das ancas, exacatamente um que agora se encontra neste escritorio ao lado do que em video recente vos mostrei sobre o efeito da estrela que aqui me apreceu , o prego arpao, o arco, e os dos xx,

este v ide circulo fr a me é de um v ide o aqui pub li cado h á ba s t ante te maior n po at rato ps as, cu jo conte vaso circulo do quadrado , sic, ne maior da me recordo, jornal, do pe para da primeira mao, é f oi desta imagem , q ue da me s ubi ua c on cien cia qua n dona convers da primeira do falo alo, da t da cruz al da tal sombra, nest primeria ima ge maior da se ve um dos conjuntos , das anc as, é xa cat am que mente, um q ue do agora da se en contra nest , é es c rito tor do rio cao do lado, doque em vaso ide circulo re cente vaso do os maior mao ostre rei s ob reo circulo do efe it circulo da est real q ue aqui me ap receu , circulo do pr do ego, psdi, ara pao, circulo do arco, é os dos xx,

se ve uma vassoura de bruxa azul com anel amarelo em percentil, e o calice dos pinheiros, e esta imagem sempre a relacionei em minha consciencia com uma sequencia de frames que isolei do video feito em londres em dois mil, estes aqui, creio que todos publicados na altura em que analisei um largo conjunto deles

s eve, uma v as soura de br uza azul com ane l am ar elo em per cen til, é circulo do cali do ice dos pinheiros, é esta ima ge maior se mp re a rato ela , a do ac cio n ei em min home da primeira c on csien cia com uma sec ue ni ad , é fr am es q ue iso sole lei do vi o de feito em londres, em do is mi primero de este serpenet saqui aqui , circulo do rei circulo do qe eu todos pub l ci ad dona al tura, é maior quadrado da ue ana lise ei , um l argo conjunto del es





a legenda diz dali saindo, ao pe da alice na feita de londres, a imagem, e o pormenor é o raio

al le g en do quadrado da primeira di zorro dali, ms a indo,  esm , sa ida cao ped da ali cena fei rta de londres, primeira ima mage maior , é circulo do por mer circulo do rato ps, é circulo do raio, rai circulol



nono dali sa indo rai o primeiro



nono dali sa indo rai circulo do segundo





16 alice cobra negra e prta.ou seja dez ase is da alice, a cobra mne negra p rta









quadragesima quinta parte da arte das bombas em londres

quadragesima quinta parte da arte das bombas em londres


pequena nota sobre um aspecto importante que se desvelou em parte no capitulo anterior, porque no entretanto o entendi, no que ali se abre de relaçoes nomeadamente com a explosao do metro, como comprendereis, assim espero em maior pormenor quando a esse ponto atraves de uma foto especifica chegar

pec un primeira do ano da nota , s obr e um as pec to imp por rata nt teque, madeida, se d evel eve lou em p arte no ca pit u lo ante rato do ior, poc q ue no en t reta nt circulo da dp en ten di, dino q ue al ise ab rede das relaçoes , no me ad dam a mk, mente , com da primeira da explosao do metro, circulo omo com pr en der rte is, as si maior e ps ero em maio rato porme nor qua n dó da primeria dea deesse cobra do ponto, at r ave es de uma fo to es pec if ica c he gato da ar

o enigmatico aparecimento do bn, no meio de uma frase sobre a loja virtual da aplicaçao, as casssetes e videos , danças bn contemporaneas, ou seja bn, banco , um dos tais envolvidos na chamada crise deles, como em todo o mundo, america e inglaterra tambem, e joao rendeiro, o homem que tem dado a cara por esse mesmo banco

o eni gam tico ap ar e cia am men to do nn, no me io de uma da farse s ob rea primeira da loja v it rua l cortez da ap li caçao, às c ass set se v ide os , dan ç as bn com pem por ane rata serpente , o vaso do seja do bn, banco , um dos tais, br, en vol v io dn ac ham am mada circulo rise deles, circulo omo em todo do circulo do mundo, es jornal, am erica é inglaterra tam am tambem, e joao rendeiro, circulo do home quadrado da ue da te do maior do dado, jogos apostas, pokers, primeira cara por esse, cobra, do mesmo banco

nesta precisa formulaçao, ...o das cassetes e dos dvs da bn dança contemporanea, still da rtp, ...

nest a pr e cisa for mula ac sao es, ...o das ca s sete se d os dv sd da primeira do bn dan ça c on tempor ane a da still, a da rtp, ...

pois uma imagem recente aparecida no dn, aqui comentada, mostrava ele , o joao rendeiro com um quadro por detras de uma mesa com tres figuras femeninas que de alguma forma traziam tambem para alem da leitura que aqui fiz delas, um perfume a danças, o entendo agora, conteporaneas, quer ainda dizer , galerias e comerciantes de arte contemporaneos, exibiçoes e feiras, vide refe neste livro da vida, esta imagem será do momento ,assim creio de memoria, das tais estranhas buscas, no sentido em que a porcuradora especial adjunta as caraterizou no mesmo jornal, que me levou a um comentario sobre isso mesmo, pois nao tinham razao de ser, isto, mostra esta fala sem falar, de outras coisas

p o is uma mai ima ge maior mr re ce 3 nt é ap ar e cida no dn, a qui com en t ad a, m os t rato vaso da primeira dele , circulo do joao , primeira do rendenrio com de um quadro, empresa, por det rato às de uma da mesa , madrid, com de tres figo ur as fe meninas q ue de al gum da primeira forma t r az iam tam am tambem para al lem mda lei tura ue aqui fi zorro delas, um perfume, cc, a dan ç as, circulo do en t en do do agora, c on te por ane as, q ue rato a inda di ze ratos das galerias, é co mer cian ane net sd , é arte c on te mp o r ane neo os, é x i biç cor é t zorro do oe se dd as das feiras, vide refe nest e liv roda vi u da, e sta desta ima ge maior se rá do meo maior nt o c rei o de me mor ia, das tais, br, est r anhas b us c as, no s en t id o em q ue primeira por cura dora es pe cia al ad junta às cara rate teri izo vaso do no do mesmo jornal, qq da ue da me l evo ua da a um com en tar io s ob re iss circulo do mesmo, p o is n cao tinha ham am r aza circulo de ser, isto, é maior ostra o vaso do fala se maior f al ar deo de outras co isa sasa

essa foto ou uma outra tambem publicada no jornal do dn, ecoava ainda, a estatuta da diana sem mao, que acabara de aqui falar na analise da revista lx, que remete tambem para a banda do rui pregal da cunha, que passou por londres, para o actual espaçao de criaçao contemporanea aqui debaixo da ponte vinte e cinco de abril, aqui tambem comentado, para a lapa, e provavelmente, um coleccionador, e esta imagem se liga a londres via a bd dessa mesma revista aqui analisada e com as fotos aqui tambem publicadas, onde no final um fiiscal, pede a um desenhador, ou lhe diz, que esta faltando um bilhete de metro

ess primeira fo to, o vaso de uma outra tam eb maior pub l ci ad ano jo rn al, o do dn, e co ava a inda, a est tatu t ad da primeira diana se maior da mao, q ue aca bar primeira dea do ki aqui f al da ar na ana lise seda da revista, a do primerio x, quadrado da ue rem é cruz tam eb maior do para da primeira banda do rui pregal da cunha, q ue p ass o vaso por londres, para do circulo do actual, do es p aç sao es de c ria sao c on ten por ane nea aqui de ba e xo da ponte vinte e cinco, c on code ab r ie l, aqui tam am tambem com en t ad o, para da primeira da lapa, é por v ave lem mne net , um c ole cio n ad dor , é esta, ima ge maior da se da liga da primeira de londres via da primeira bd dessa me sam da revista aqui ana lisa sada , é com ás fo t os pub bic ada s, bicadas, onda no fina al um do fi iscal, pede da a um do de sena hd dor, o vaso l he di zorro q ue e sta f al t ando um bil he te de met rato do rio

acresço ainda as referencias aqui constantes sobre a apresentaçao do e cultura, pois ele foi apresentado ao antonio do ccb, relaçao com a dança,. e a resposta como aqui narrei foi tambem estranha, e sendo que na cgd, o banco, a quem o ccb pertence, trazia nessa altura um projecto de uma outra empresa relacionada com as novas tecnologias onde encontrei nesse tempo , tambem numa reuniao de apresentaçao, um rapaz que teria vindo há pouco tempo do icep, achei estranho tambem, aqui narrado

ac rato do es ço a inda as refe aqui , c on sat tnt es s ob rea primeira pr es en taçao do e cu l tura, p o is dele f oi ap resen t ad o aco cao do antonio do ccb, relaçao com da primeria dn aça é primeira r es po sat c omo moa primeira do qui na r rei f oi tam am tambem est rata do anha, é s en dó doque na cgd, circulol do banco, primeira q ue mo cc b per ten ce, t r az ia nessa al tura, um pro ject circulo de uma outra da empresa, rato ela , a do ac cio n ada com as das novas , fac, tec n olo gi as dn da onda en c on t rei ness tempo , tam am tambem n uam da reuniao, tvi, de ap resen taçao, um ra p za q ue teresa ria vaso indo homem do acento da primeira à po u co te mp podo do icep, ac he ei est rato do anho tam am tambem, aqui na rr ad circulo do ado



continuaçao da analise do e cultura

c on tin ua ac sao es da ana lise sed oe cu l tura

depois vem uma exposiçao na galeria galveias, gal veias, assim me apareceu a primeira declinaçao, e palacio galveias onde esta a biblioteca municipal de lisboa, relacionado com o estado portugues, gal, tambem gato da al, norte sul, veias, ou seja relaçoes e sangue, se calhar contagios, e doenças, gal remete ainda como nome para gal costa, ou seja relaçao com brasil,

d ep io is vaso é maior de uma, é x posi sic sao es na gale ria gal vaso do ei sas, gal veias, ass si maior da me ap refe ua da primeira dec lina ac sao, é pala do ac cio gal veia s on de desta, al gato circulo gor, rato ela , a do ac cio n ado com do circulo do estado portugues, gal, tam am tambem gato da ae, nor é cruz sul, veias, o vaso do seja rato ela laço aco es, é sangue, se cala homem rato ps r conta tagi io se doenças, gal reme te a inda circulo do omo noe maiior para g al da rua do costa, ps cml, o vaso do seja da relaçao, tribunal, com bras si el,

palacio galveia se liga qqui no livro da vida a uma apresentaçao de um livro de um professsor de educaçao fisica da fac de evora salvo erro, apresentado pelo tolentino, um escritor que dá conferencias nas universidades russas, e pela zona da cidade, ainda a imagens tambem aqui descritas, da praça dos toiros, do simbolo do furacao expresso nas escadas subterranes de acesso ao shopping de lá, uma comboi de hamburgers que remete ainda para a imagem da amanda e da casa piao na america e da tal outra raapriga vestida de amarelo que grelhava os hamburgers, para o anunico da bela rapariga da syles que muito se ria, para o lançamento de um livro do paul auster aqui numa livraria de entre campos, pois sao imagens do mesmo dia, e ainda para a rapariga das sardas da rua da emenda, parecida com a kate vrum vrum, ou seja para as linhas do vip, ainda nesse apresentaçao do tal livrinho do professor, o tal casal das pilulas brasileiras que me contactou e linhas decorrentes dessas, como a do paulo da pantalha, representante da pinnacle, aqui recentemente entrada a proposito tambem do commotion

pal cio gal veia da se da liga qq do qui no liv roda david primeira, a uma ap r es sd dn net eta do taçao de um liv rode um por f ess sor de edu caçao fi sic , a da fac de evora s alvo é rr circulo, ap resen t ad o p elo t ole len do tino, um es c rito tor do torque d á c on feren cia serpentes nas universidades russas, é p ela zon ad da primeira da cida dade, a inda da primeira ima ge en ns tam am tambem aqui d es c rita sd da primeira da praça dos toiros, do si mb olo do f ur racao do fr furaçao expresso, jornal, nas es c ad as s ub bt terra anes, general, de ac ess circulo do cao sho do xo pp ping ing dela, uma com boi de ham bur ger es q ue reme te a inda para da primeira iam ge md da primeria manda, é da c as do piao na am erica, é da t al outra ra ap riga v es sy id a de am ar elo q ue gre l j homem av os ham bur ger s, para do circulo do anuo uni nico da b ela ra pa riga da sy l es q ue mu it o se ria, anuncio diesel, para do circulo da lan da lança em nt circulo, de um liv ro do paul au teresa a qui n uma liv r aria de en t re campos, p o is sd sao ima g en do mesmo, dia, é a inda para da primeira ra pa riga das as rda s da rua da emenda, par é cida com da primeira k e te bush, o vaso do seja para as das linhas do vip, a inda ness é ap resen t aç cd es circulo do t al liv rinho do professor, o t al ca sal das pi lulas brasileiras, bras ie liras q ue da me c on t ac to ue linhas deco rr en t es dessas, c omo da primeria do paulo da pan t alha, r ep pre 4 sn net ten tat nt, cruz é da pin na do ac cle aqui re cente maior mne net en t r ad a , a por rp pr rosi to tam am atm tambem do cm com m ot io n

quadrasegima quarta parte da arte das bombas em londres

quadrasegima quarta parte da arte das bombas em londres


pequena referencia a um pormenor abordado no video anterior, pois de alguma forma entroca com londres e uma precisa imagem dos video frames de 2000, ou seja do triumph, os soutias, os seis do ove rato ide, como antes o declinei, the fiht of, fligth of the bum ble bee, do rim sky do kao r sa c ov, que neste video a este tema me referir digo que me remete para filmes de animaçao , e especificamente para walt disney, o que me leva a essa imagem de um elefante e de outros animais, na feira em londres, aqui comentada na altura em que analisei algumas dessas imagens

pequena ref ren cia da a um por men o rato ab o rda dado no v ide o ante rato do iro, p o is de lag uma for maior a en t roca com de londres, é uma pre cisa iam ge md os v ide o fr am es de 2000, o vaso do seja do t rio um mp ph, os s o u tia s, os se is do ove rato ide, c omo ant es o dec linei, t he fi h tof, fl i gt home o ft , he bum ble bee, do rim sky do kao rato da sa circulo do onze do ac do ov, q ue nest é vaso ide do circulo da primeira de est t ema da me refe rato é rato can tora dig circulo, q ue da me rem te para fi lme sd é ani maçao , é es pec if cam mne net w al cruz di sn é del t ra, o q ue da me l eva primeira essa iam ge md, é um elefante, é de outros ani mais, na fei rta em l on dr es, aqui com en t ad ana al tura em q ue ana lise i al gum as dessas ima ge en ns



oh kate vrum vrum, sabe me recordei no entretanto que quando andei limpando os armarios do quarto, às paginas tantas saiu de lá uma aranha que depois desapareceu debaixo das portas, e me lembrei da sua lingerie numas fotos que aqui publiquei, pois mostrava uma teia, assim nas ancas ou rins, umas em que trazia uns bispos asssim por umas trelas

circulo homem kate fr rum um vaso ru, sabe, me record ei no en t r eta nt o circulo do toque qua n dó and ei limo pad dn do os ar mar iso do quarto, as pa ginas t anta s sa eu de l da á uma aranha, q ue d ep o is de sapa receu de ba é, xo das portas, é me lem br ei da s ua lin ger rie ie n uma s f oto s q vaso we aqui pub liq u ei, p o is maior ostra ava uma da teia, te ia, ass si mna serpentes das ancas, o vaso dos rins uma serpente em q ue t ra zorro ia un serpenets dos bispos , ass si maior por uma serpente das trelas, cuja ultima referencia aqui remete para a zezinha, num artigo sobre trelas no dn

continuaçao da transcriçao da locuçao do e cultura

c on tin ua ab trans c riç ao da lo cu sao es

the other object of design that make sense with england, a lamp, tambem pelo tal feature do tal escultor ou de um outro, e das relaçoes que a locuçao expressa em si mesmo, relaçao com abusos infantis, e uma gravura do michael parker que me remete tambem para o grupo 66 na america, que portanto o devera bem saber em seus pormenores, liga isto neste ponto aos processos operativos, dos rebentamentos, sendo do ps, as figuras que estao relacionadas com estes crimes aqui em portugal, old stone, ou seja, pedras antigas, ou seja ainda, pedras lançadas em tempos idos

t he ot her ob ject o f dei gn t hat m ak é s en se w it h england, a lam am p, tam am tambem p elo t al fe a ture do t al es cu l tor o vaso de um outro, é das ratas ela laço aco es q ue primeira lo cu çao da expressa em si me sm o, relaçao, tribunal, com abusos in fan ti se, é uma g r av ur da primeira ad o mic h a el pa é rato kapa , é raro q ue da me reme te tam am tambem para do circulo do g rupo 66 na am erica, q ue porta nt circulo , de eve vera bem saber, em se us por men o ratos da es liga disto, nest é ponto primeira dos os por c esso o per at iv os, sd dd dos r e b en a te maior n teo serpentes, s en do do ps, *as figo ur as q ue est cao rato ela , a do ac cio n ad as com est es c rim crmes es aqui em port vaso gal,

the image that i have in my office that i show often, from the lito grafico, do michael parker, zona da mae de aguas e amoreiras, connects also with child abuse, in the sense that this particular, reproduction, was been given to me by a sweet lady that work in casa pia, with childs that speak gestual language, then there is a connection with abuse, anda child abuse, and also a connection, is the second time, that i record this in another porcess, because i have problemns with sound in the first record, they have comming again in my pc, inside my computer, trying to make all, the days this last years, the same thing , interrupted my work, tringhy to get me out of focus, and lose time, among many other crimes,

t he ima ge tah ti h ave in major delta o ff ice t hat ti sh o w o ft ten en, fr om t he lito grafico, do michael da parker, zon ad da primeira mae de aguas , é am o rei das iras, an doc n nc é ts al s o w it h chi l d ab bus use, in t he s en se t hat t hi s p art tic ual rat ps, r ep por dc cu ti on, w as be en g ive en tome, b y a sw ee cruz lady t hat work in ca sa da pia, w it h chi l ds tah t sp é ak, b y g est ual lan guage, t he en t her e isa firts c on nec ti on w it h ab use, anda ch ilda abuse, and al seerpente circulio do vaso da primeira c on nec ti on, is t he se c on d t ime, t home da ar i reco rat dt hi sin ano not t her por c ess, be c au use i h ave po r b lem ns w it h s o un di jn, news paper porto, t he fi r st reco r d fi n gm, t he y h ave com ming a gain in m delta pc, in s id e m y com put é rato, t r y ing to m ake all, t he d a y s t hi s la st ye r as, t he sam é t h ing, inter rup pet ted may w o r kapa, t rin gato delta to get meo vaso cruz o f f o c us, and lo se do time, am on g h man any ny ot her s c rim creis es sd,

this remember me also, the abuse that we speak, in london, in england, not only in london, the lasts years, connected with the catolich church, i remember precisly, one that we discovered at a certain point, with a lot of bodys on the undeground, on the ground, in a old church or something like that , then i supoosse there is a clear line, of what we can considerer at least , a part of the operative process based on child abuse,

t hi s rem e en ver me al s o, t he ab u ise t hat we sp é ak kin in london, in england, not o nl y in london, t he la st y ears, con nec ted w it h t he cat o lic h da church, i rem e be r p re cis l y, s om met hat we di s c ove red at a ce rta in p o int, w it h a l ot, bo d y s un deg ro un don, t he g ro un dina primeria da old church , o r s ome met h ing l ike that major , t h en i s u p dp ise t her e isa primeira c lea ar line, o f w hat we can, usa, c on s id der é rat lea st , a p art o ft, he o pera rat ive por c ess ba sed on chi l d ab buse use,



another detail, bilheiteiras, on line,

ano not her d eta el, bil he it eiras, o n l ine,

imagem mostra bilheiteira, ou seja, bil ei it da eira, o rato passa pelo ccb, teatro campo alegre, porto mas tambem br, cidade, gil vicente depois de novo ccb, a imagem grafica do cursor, é a mesma das ondas concenricas descritas na estrela inclinada do commotion, e quando a ligaçao se faz, como nao está on line, diz w hat you can t r y diagnose connection por ob lem ms , mor information, aparece um x vermelho na base do globo que simboliza a terra, no que parece ser a america do sul, argentina, volta a pagina onde se ve a planta de um teatro, ou de umas arcadas deitadas, lapis lazuli, amarelo , skis franceses, bal cao 2 da bal cao primri o bal cao circulo plat teia ia primeria do vip , o do palco, nome completo, homem delta guy cruz gy vaso tf, teresa forte fg gui,m see ra ab w qaudrado, é rb, n do cartao credito, bancos, ws fa sd fa sd ff, envi ar, rectangulo negro branco vermelho e azul enter s os skis, bang and olusfen, estrela da morte, da princesa diana,

ima ge m m ostra bil he it eira, o use ja bil ei it da eira, c irc cu do lio do rato top da passa p elo ccb, tea t rato circulo do campo alegre, port oma serpente tam am tambem br, cida dd dase, gil vi cent é de posi de n ovo cc ba primeira image g ar rf ica do c urso rea primeira da mesma, a das ondas c on c en rica s d es c rita sn primeira da estrela inc lina dd circulo do com maior ot ti one qa un dó da primeira da liga da sao es se do f az, c omo n cao e sta on l ine, di zorro da dp hat you can, t rato do delta di a gnose con nec ti o n por ob lem ms , mor in for mat io n, ap a rece um do x vermelho, na ba sed o globo, jornal, br, q ue si mb o liza primeira da terra, br portal, noq ue pa rece ser primeira , a am e f cia do sul, ar g en tina, vol cruz do crude da primeira , a pa gui mna onda se ve a pal da nata de um do teatro, o vaso de uma serpenet das arcadas de it ad as, l ap is l a zuli, am ar elo , ski s fr anc es é serpente do bal cao 2 da bal do cao pri mr io do bal cao circulo plat , silvia, cunha, teia ia primeria do vip , o do palco, no me com p le to, homem delta guy cruz gy vaso tf, teresa forte fg gui,m see ra ab w qaudrado, é rb, n do car to c red irt o, bancos, ws fa sd fa sd ff, envi ar, rec tan home vaso primero do circulo do negro branco vermelho, é azul en teresa s os ski serpenet do bang, and o l us f en, estrela do damo da morte, da princesa diana, pric ne sa di ana,



o das cassetes e dos dvs da bn dança contemporanea, still da rtp, about this, serie triunfo dos porcos, author ship, ou seja spa, universidade de lisboa, de seteais, sintra, jardim, quinta da regaleira, jardim palacio do queluz, e jardim palacio nacional de sintra, le cygne renverse, ao vivo, cio azul,. hasard on the web site, of public television, when i was looking for the information, about promotion of ours series, and i read that the director, and author was, the son of maria elisa,

circulo das c as sete se d os dv sd da primeira do bn dan ça c on te mp o r ane a, da still, a da r tp, ab circulo da ova do vaso disto, t hi s, se rie t rato rio é un fo dos porcos, au t hor sh ip, o vaso do seja da spa, uni ver s di iade de lis boa, de set a is, de sintra, jardim, banco, quinta da re gale da ira dp jardim pala ac do cio do de queluz, é jardim , bcp, pala ac ino do nacional de sin t rato ak, do le c y gn e ren ver se, cao vivo, cio azul,. h as ard on t he w eb site, moda, o f o pub l ci television, w h en i w as l oo kin homem for t he in for mat io n, ab o lut por mo ti on o f o ur s se rie es, an d ai rea ad t he di rec tor, anda do au t hor w as, t he son circulo do fm da aria da elisa,

a questao da nao existencia nem de contracto, estabelecidao pela rtp nesta serie, vide referencia no livro da vida, o que é crime em si mesmo, e indicia esta cobertura do roubo

a q ue sato da n a o é xis ten cia ne md é c on t arc to,, e ts abe le cida dao p ela r tp nest primeira ser ie, vide refer en cia no liv roda david a, o q ue é crime em si me sm moe indi cia é sta desta, a da cobertura do roubo, co be r taura doro ub ciculo



maria elisa

maria elisa is a important clue where because she was put in portuguese embassy in london chose by durao barroso, after we win the election for the goverment and them very quicqly go to european parlement, she as placed there as a cultral attache, there is this fact , the sitilling, and other one, around a 13 of may, fatima, there was some rumors about bombs where, and i phone her to london to get a contatc on the police , she gave me a contact on the army

mar ia da elisa isa im porta nt c l ue w her e beca use se home w as putim n pp portu gues em b as sy in l on d c h os sed db y durao bar rato dp os, a ft é rato we w int he ee c tio n for t he g ove rato, mente, anda them , ver serpente qui c quadrado do cu circulo doly , g oto european parlement, but serpente, she as o p la ed e there, asa sada primeria cu lu t rato da al a tt ac he, there is t his f ac cross , t he siti ll ing, anda ot her one, aro un do quadrado da primeira 13 o fm a y, fatima, there w as s om e rumo mor serpente ab o u t bo mb s where, a ph one her to london to ge t a cona tt circulo em the pol ica , se home g ave me primeira c on t act on t he ar major delta

then i realise this is very strange, why a phone her to london, i undertsand because she was in the support of durao, but the strange thing is that this point again to the church

kapa ka ano dp primeira rea lise set , cross hi sis vaso ery ser rp en te da sat do range maior da dp homem delta firts p do circulo one , he, é rato em london, id din square us cross ren major square, beca cao use se he dp às sin int cross, he serpenet vase pop car rt circle leo f square vase arao but, cross he star rn do ge t, home ing is cross hat, cross hi s p o int o ad da primeira gain tot , cross he, church

there was rumurs with certain movenmentes on the bruidge tahta apperaras also yesterday , it as a jorunalisrt ofg rtp, o fialho, taht once told me , that the vigilance camareas had catchm peoples with musilin dresss walking by fett on the train line tahta goes under de bridgem , but of course there a connection, anda this point to this perosn, maria elisa,

t here w as rum ur sw it hi omem ce rta in mo ove en , mente, s on t he br rui id dg é tah cruz primeira a pp pera ara serpente al tambem, y ester day , it asa primeira da jornalistas da rtp, jo runa li serpente do rt circulo do fg da rtp, circulo do fia alho, tah cross once to l da me , t hat t he vigil anc e cama rea s home da ad cat circulo hm pe o p l es w it h musi lin dr ess serpente w al king b y fe tt on t he t rain line tah cross primeria goe serpente un der de bri dg é maior but o f co urse t her é primeira c on nec ti on anda t his point, to t hi s pero sn da maria elisa,

existiu uma outra relaçao com este caso, pois a vi na rtp, com o fialho, numa reportagem em que aprarentemente uma rapariga teria sido violada, e depois mostraram imagens de uma casa da guarda num hospital, que nao deixava de ser parecida com a de santa maria, e sendo , que nessa altura senti nestas noticias, um perfume de relaçao com o que ele me contara anos antes sobre a ponte vinte e cinco de abril

é xis ti o vaso de uma outra do tribunal da relaçao com de este caso, p o isa primeira do vi da vina da r tp, com do circulo do fi alho, n uma r e porta tage maior em q ue ap ren tee mne net, uma ra ap riga teresa ria s id o viol lada ad da primeria, é d ep o is m os tar ram ima ge ns de uma casa da g au da urda nu h os spi t lac q ue n cao dei x ava de ser par ce id a com da primeira de s anta da maria, é s en dó , doque ness primeira da al tura s en ti nest ts not ti cia, um perfume , cc, da relaçao com do circulo q ue dele, me c on tara ano serpente, 2005, ant es s ob rea primeira da ponte , vinte é c inc o de a br el

as imagens durante esta conversa sao a tal lampada candieiro com asas de anjo que voa, e que no final uma mao , dois dedos , apaga , sugere assim o apagamento de um anjo da luz, ou seja praia da luz,

as iam ger ns duran te é sta desta convers primeira da sao , primeira da t al lam da pada can di eiro com das asas do anjo q ue vaso circulo da primeira, eq da ue no fina al uma mao , do is dedos , ap a g a , s u gere as si mo a pa gam en to de um anjo da luz, o vaso do seja pr aia , a da luz,