terça-feira, fevereiro 22, 2011

quinquasegima nona parte das bombas da arte em londres

quinquasegima nona parte das bombas da arte em londres


quin inc q ua se gima nona opa aret das bombas da arte em londres



duas pequenas notas decorrentes da parte anterior, vieira, como nome, remete para joaquim vieira da rtp, o que esteve ligado a este programa, o spray, ligado ao ps, é está aqui referenciado tambem nas linhas antigas sobre a rtp, e um nome que parece emergir, ou seja, uma palavra que aparece nao em sua forma certam as aproximada, o oparte, ou seja um bar na zona dos bares de alcantara, parece isto apontar o lugar provavel desse mesmo confronto

duas per q un as das notas, do quadrado fe cor rene ts sd da p arte ante rato do iro do vieira, circulo do omo no me, reme te para joaquim vieira da rata do tp,. o qq da ue es tve liga gado da primeira desta, por gato da rama, o do circulo do ary da spa, liga do gado cao ps, é esta, a qui aqui, refer en ci ad o tam tam atm tambem nas linhas, antigas ant ti gas s obr rea primeria da rtp, é um no mec q ue ap rece e mer gi rt, o vaso do seja de uma pala av ra rac ac q ue ap a rece n cao em serpente da ua forma ce rta, dp da p arte, o vaso do seja jade ad, é um do bar na zona dos bar es de ala c tara, pa rece is to a pon t aro rol lu gato rato por vaso ave primerio desse mesmo , o do confronto

a bela margarida avilez, que já aqui entrou algumas vezes é que parece trazer um irmao militar, lembrei-me disto ao agora perceber que este bico no quarto, é tambem uma bota que me relembrou tambem uma imagem aqui publicada de uma torre, como uma vela ali na zona das amoreiras

primeira do ab á bela margarida av ile zorro, q ue já aqui do ki en t rato top ps circulo vaso al gum as vaso é ze es é q ue pa rece t r az e rum irmao mi lit ra, lem br ei traço inglesa me disto cao agora perce be rato ps q ue es sd dt é bico no q au rr to, é eta do tam am tambem uma bota q ue dame rato ele lem br o vaso tam am tambem , uma iam ge maqui pub lic ad a de uma da torre, circulo do omo , uma da vela ali na zona das am o rei rato ps as das iras







esta primeira planta tecnica do autocarro, o mk lll, que corresponde á folha que em verso vos mostrei em video, pois ao fazer o scan, reparei no tal pedaço de papel, tira, que o cola, e como vereis neste lado, cola uma serie de rasgos que foram feitos com um x acto na altura em que usei estas mesmas plantas para na prisao fazer um modelo á escala 1/ 25 em balsa do projecto que tinhamos para este autocarro, e que era o nosso projecto antes, para ganharmos a nossa vida,

es sat td da primeria pala anta da tecnica do autocarro, circulo da pub mk , lll, quadrado da ue cor re ponde á fo l homem da primeira q ue em ver sov ovos mao maior ostre rei em vaso ideo , p o is sao cao f az ero serpene sc do cam, r epa rei no t al ped aço de pep l do apv, , tir da ira primeria, q ue do circulo doc circulo da ola, é circulo do omo vaso e reis nest é lado, circulo da ola , uma da se rie de r as sg os q ue da forma , feitos, com um x do acto na al tura em q ue use ei estas me sam ms das plantas para na prisa isa sao f az é rato rumda modelo , á ed da es serpenet da cala 1/ 25 em bal sado por ject circulo do toque da tinha am mo serpenet spa para de este au toca carro, q ue e ra do circulo no ss o por ject circulo da ant es , para gan homem ar mosa primeria pata ano no ss avi id da primeira,

em leitura rapida deste desenho, vejo em cima, o que aprece ser uma escada, tipo de helicoptero , 007, um M, de maria, ou seja o espiao da maria, e o que parece serem duas foices defenidas como rectangulos perpendiculares entre si, o que me remete para o perfume das imagens dos barracoes no cais de sodre aqui recentemente publicadas

é ml, primeira da lei, a do ei it da tura ra pida , fac, do qaudrado de este , qaudrado es en ho, vejo, br, em circulo do ima da mao quadrado da ue da ap da rece , ser uma es esc, es cap ape ad da primeira da cruz de 75 , ipo pode do hel eli cop pt ero , dp do ste sete , um M, de maria, o vaso do seja do circulo do es pei cao da maria, é circulo q ue pa rece se rem de duas fo ice es d efe nid id as circulo do omo re cta n gulo per rp pen di cu l ares en t re sio vaso qe da me reme te para do circulo do perfume , cc, da sima ge en ns dos bar rac aco oe es no do cais de s o dr, é primeira do ki aqui re cente mne maior net pub l cia da sd no

contudo no desenho todo, essas foices sao maiores, isto é com mais pedaços, e parece , ou melhor me faz lembrar, um objecto de infancias, de cartoes que se dobravam e eram colados por pano entre eles, com desenhos ou dizeres, como um leque, sem o ser

c on tudo nod qaudrado es en ho todo, ess as das foices, fo oi circulo do es da sao mna do ior espanhol, is to é com do massi ped çaos, é porn pa rece , circulo da ova do vaso do mel home rome do f az lem br ar, um ob ject circulo de in fan cia sd , cruz é circulo da art do toe do oe espanhol, circulo cap ape, quadrado da ue da sed do quadrado do ob br rato ps av am , é e ram circulo da ola lados, por p do ano circulo da vela en cruz red, eles, com de serpente en homem do os circulo do vaso da di ze rato ps espanhol, ape circulo do omo, um do leque, serpente emo ser

na fachada lateral temos um dos estudos de pintura, que penso nao ter sido o final pelas razoes que de seguida mostrarei, sendo que me recordo de pedir aos amigos e amigas para fazerem propostas, pois creio este traço ser femenino

na fac homem da ad da primeira la te rata ps da al te maior nós, um dos es stud os de pin da tura, q ue pen serpente circulo n cao teresa s id dp fina al p elas r azo zoe es q ue de se guida maior mo ostra ar rei, s en doque da me do recordo , de ped irao s am am mi gose am é gas do para f az é rem pro rop das postas, p o is c rei circulo de este traço, se r f e me nin circulo

nao deixa este desenho de remeter para gra bretanha, pois o que se ve é uma falesia, cinza e terra e rosa, ou seja uma rapariga crescida alta, da qual parece jorrar um rio azul que se mistura com ondas tipo labaredas lapis lazuli, verde esmeralda, ou seja cores da maria , a sobral mendonça,

n cao dei xa de este d es en ho de re met rato ps do para gata rata primeira berta anhas, p o iso soc quadrado da ue da serpente eve , é uma do f ad da al da espanhola ia, da cin za , é terra, é rosa, circulo da ova do vaso do seja de uma ra par da riga do circulo do rato da espanhola al cida da alta, da quadrado da ual pa rece jo rr ara , um do rio az vaso do primeiro rol qaudrado da ue da se da emi is, can tora da tura com das ondas da cruz do ipo la da aba do bar red as primerio da ap do is primerio do az vaso do li lio, lili, circulo, ova do vaso do seja cor espanhola da maria ,verde, é se mr alda, ad da primeira da sobral mendonça,

esmeralda, o nome fiticio da tal menina roubada e entregue ao tal sargento pela mao dos bandidos pedofilos do ps , nomeadamente a esposa do mario soares, a maria barroso, aqui comentado de novo recentemente na conversa com o tal juiz antonio

es mer da alda, circulo do no me fit ti cio da t al me nina aro rato ps circulo ub bad ad da primeira, é en t re g ue cao t al s ar g en top puta dela, a mao dos bandidos pedofilos do ps , no me ad am mente , primeria espanhola posa do mario soares, primeria da maria barroso, a qui aqui co men t ad o d en ovo re en tee mairo mne net na convers ac omo circulo do tal juiz antonio

quinquasegima oitava parte da arte das bombas em londres

quinquasegima oitava parte da arte das bombas em londres




quina , quin quadrado u do ina, q ua se gima o it ava p arte da arte das bombas em londres

breves comentarios aos dois ultimos videos

br eve s co mena t rato do iso primeira do os dois uk l cruz mo v ide o a

na estaçao de comboio de alcantara, a refenrecia numerica que depois creio ter trasncrito em texto, pela voz, é distinta, em ves de 30 60, 31 60, ou seja do largo trinta e um da aramda,

na es taçao de com boio de alcantara, a red fen rec ia da numerica, empresa, coimbra, qaudrado da ue d ep do circulo do is c reio teresa t ra sn circulo do rito em tex t o p dela , ad da voz, radio, é di s tinta, em vaso do es de 30 60, 31 60, o vaso do seja do l argo trinta e um da ar am md da prim eira da armada, ou seja da marinha

curioso tambem a sequencia do pequeno passeio que estou dando no cais, antes de dar com o mupi do cartaz do cinema, pelas proprias palavras, pois venho falando do falo que se figurou na cama, relacionado com o shuttle, ou seja , a cama do falo do shuttle, e de repente aparece o cartaz, onde se le em portugues, o dilema, doi, pois assim o leio, na realidade , é o inverso doi, o dilema, assim parece declinar uma certa correspondencia em relaçao ao genero de bala

c ur iso serpenet circulo tam am tambem ad da primeira seq ue en cia do peq u en o p ass seio do io q ue est o vaso do dando no do grupo do cais, ant es de d ar com do circulo da mu pi , pido car rat za do cinema, p elas pro rop p ria spa ala vaso ratro ps as, p o is vaso en ho f al lan ando do falo q ue da se figo ur o un da primeira cama, rato , ela , a do ac cio n ado com do circulo do sg homem vaso da tt leo do vaso do seja , da primeira cama do falo do shuttle, é de r ep en te ap ar rece do circulo do ca rat zorro, onda da se , el em portu gues, circulo do di l ema, do ip o is ass si mo do imo lei on primeira rea lida dade , é circulo do inverso do oio dim ml primeira ema, ass si maior pa rec x , é dec l aina rata de uma , é rta cor r es pod dn, é cia em relaçao cao g ene ero rode b quadrado ala

a bela wionna ryder simboliza pelo que a acçao desvela, a equivalencia da for mula do grupo one, que num determinado enquadramento do rosto me remete para a margarida avilez, e se ve as pedras nas pernas, ou seja, as pernas e o sangue das pedras da calçada, ou seja dos sapatos

primeira bela dp io n na rata delta der si mb o liza p elo q ue que é a primeria da acçao d es vela, primeria eq u iva len cia, valencia, es, da for mula do g rupo one, q ue n um de teresa rato mina do em qua dr as sd maior nt teo de r os t cao da me reme te para da primeira da margarida avilez, é se vaso e as das pedras nas pernas, o vaso do seja ás per n as seo circulo do s ang ue das ped ratos ps as da calçada, teresa calçada, o vaso do seja dos sa dos patos

pedras essas que adquirem este simbolismo tambem pelas sequencia de imagens seguintes no mesmo local, o travelling sobre o plasma ate ao smart nas cores da casa real portuguesa, sangue laranja, pois o sangue se figura no acompanhar do carro passat que vem em sentido contrario, dos fios eletricos do ceu, do oriente, pois a camara mostra o museu do oriente, a partir do corrimao que nao deixa de figurar uma ponte

ped rato ps às dessas cobras, q ue ad qui rem de este, si mb o lis mo maior da cruz do tam am tambem p elas seq u eni primeira de ima ge sn se gui int es no do mesmo primer mol do ocal, circulo do t r ravel do ll ingles s ob reo circulo do plasma primeira te cao sm ad da art nas cor es da casa rea al portu guesa, s ang ue lara n ja, p o iso s ang ue da se figo ur ano a om pam n homem rato tor do carro p ass sat q ue vaso , é maior me em s en t id o c on t rai o , dos fi dos os eletricos doc eu, do o rei en te, p o isa cama ra ms ot ra do circulo do m use serpente vaso do o ire rente, da mu use rata da es do vaso do museu do oriente primeira p art do tir do cor rim mao q ue n cao dei xa de figo ur da ar de uma p on te

na zona do cais de sodre, quando estou lendo a frase do poema de alberto caieiro, reparareis que as letras , algumas das poucas visiveis figguram a maça cortada , associada a um, s , e um circulo, ou seja parece dizer, mesmo se tendo desvelado que foi esta imagem montada, vide corte do texto anterior, que é referente ou assim pretenderam incriminar, que o xx, ou seja alvalade e ainda outras referencias aqui constantes, como dois x, que se figuraram no ceu sobre um rio uma vez, que remete ainda para padre antonio vieira, um livro sobre ele, as duas cruzes do imperio, ou seja por um lado , ainda ecoa nas linhas recentes do liceu padre antonio vieira, baltazar, e por outro imperio, relacionado com os tempos do bairro da actor joao rosa, tambem recentemente aqui comentado, e ainda para bifes, pois era a cervejaria conhecida tambem pelos bifes, e ainda para iurd, que tras ali instalaçoes no antigo cinema imperio, que salvo erro pertenceu ao tal aparente coronel, da lusomundo, vide referencia da simetria com o coronel do elvis, presley, que tambem tras aqui correspondencia, o elvis, veiguinha , operador de som ligado hoje creio à pub e á cass da maquinas do paulo trancoso e de outros,

na zon ado do ca is do sodre, qua n do oe st o vaso len do da primeira fr ase do poe made al be rt rato ps circulo do caieiro, nome de fotografo, ca ie iro, r epa par r ar e sic q ue às das letras , al gum sd as p o vaso circulo doc as, br, v isi vaso ei s fi fg ur am primeira maça co rt ad , as soci adao da a um se de um c irc u lo, o u seja pa arce di ze rato do mesmo, se t en dó d es vela lado q ue f oi esta, ima ge maior montada, v id fe co rte do tex t o ante rato do iro, q ue é refer en teo vaso ass si maior pre ten der am inc rimi ina n ar, q ue do circulo do xx, o vaso do seja de alvalade , é a inda de outras ratas rt feren cia primeria aqui co ns t ant es, circulo do omo da moda dedo dos dois x, q ue se figo ur aram no c eu s obr e um do rio , uma vasp é zorro do x, q ue reme te a inda para do padre ant toi n io do vieira, rtp, um liv rato ss irc culo s obr ed dele, às das duas cruzes do im per ia circulo, o vaso soda do seja por de uma lado a inda , é coa n as linhas f ene net t es do lic eu padre antonio vieira, bal a t az ar, é por outro im per io, rato ela laci ac cic cio io n ad o com os te mp os do ba e rr reo roda actor kapa dp jo cao da primeira rosa, tam am tambem re cente men net aqui co men t ad o, é a inda para dos bifes, gb, p o is e ra da primeria cer veja ria c one homem da cida tam am tambem p el serpente circulo dos bifes, é a inda para da iurd, q ue t rato as ali,. algarve, i sn t ala çeos es no do antigo cinema imperio, q ue serpente alvo e rr circulo rop per ten c eu cao t al ap ar e en te men net do coronel, da lusomundo, vaso ide refe é rn cia da si met ria com do circulo do coronel do el v is, pr es ley, q ue é eta do tam am tambem, t rato as aqui cor r es ponde ica, do circulod o elvis, v ei gui n homem da primeira , dp prado drr de cinema liga do gado ho é j do ccirculo do rei o, da primeira da pub, é primeria c as da ma quina sd do circulo do paulo trancoso e de outros,

do segundo video, ou seja o ultimo aqui publicado,

do se gun dó v ide dp vaso do seja do circulo do u l t imo aqui pub li cado,

hernani, o do bairro alto, me lembrei na linha equivalente da que aqui contei em palavra em video a meu filho sobre a participaçao do miguel guilherme no lusitanea expresso, da apresentaçao dele num outro programa da mesma serie

o her da nani, o do bairro alto, me lem br ei na linha , eq u iva el net da que a qui conte ei em pala vaso ra em vaso ide circulo da primeria de meu filho, s ob rea primeira p art tic cp aç sao do miguel guilherme no lu sir t ane nea primeria do jornal expresso, da ap resen taçao do her nani n um de outro por g ra am da mesma da se da rie

nao me recordo de quem foi a ilustre besta que fez esses textos da apresentaçao do programa, mas lembro-me de ter ficado muito chateado com todos quando cheguei ao plateau e vi que todos muito se riam com a enorme dificudade que o herenani que nem bem le o portugues teve com a leitura desse textos que eram salvo erro uma arranjo de nomes tecnicos, de bacterias e coisas assim, o que ao me lembrar agora, me estabelece , ou melhor, reforça essa leitura da imagem do plasma na av 24 de julho, ou seja tambem do comboio e das discotecas e ainda de leituras como a do uss cole

n cao da me recordo dode deque maior fo ia da primeria e l us t r e b es t a q ue f es esses tex t os da ap r es 3 en taçao do pro g rama, ma serpente lem br o circulo do taço inglesa da me mede teresa fi cado mu t io ca home te ad o com todos qua n doc c he ge eu ia o p plateau , é vi q ue de todos mu it to ze ria am mairo com da primeira en o rata da me di fic u la der q ue do circulo her, é nani q ue ne maior do be maior leo portu gues da teve com da primeira lei it da tura de esse cobra desses tex t os q ue e ram serpente alvo , é rr circulo de uma ra ran jo de no mes tec nico sd é bac teri as se co ia s as si mo q ue cao me lem br ar primeria quadrado do gor, me es stab be le ceo vaso da mel hor ref orça essa da lei it tura da ima ge md circulo do plasma na av 24 de julho, o vaso do seja tam am tambem do com boio, é a das di s co te cv as e da primeria inda de le it ur as circulo do omo da primeira, a do uss cole

curioso e significante é tambem um pormenor da foto da parte de tras da caixa da polaroid, pois ao lado da foto da maria, esta uma outra , onde é visivel um prato identico aqueles que a ines, mendes, às paginas tantas trouxe para a latina europa, salvo erro bastantes anos depois

c uri os o e sig n if ican te é tam bn me um por men enro roda da f oto da p arte de t rato as da caixa da polar o rid rato id circulo , p o is sao do aol do da f oto da am mr ria do ia desta, uma outra , onda é v isi evel um p rta o id en tico daqueles, q ue da primeira ines às pa ginas t ant as t r o ux e rato do aro rp do para da primeira da al tina da europa, serpente alvo é rr circulo ba s rta nt es ano sd ep o is



voltando ao ponto onde estava da analise do bus e por extensao do magic bus, e deste sincronismo com mais esta matança de trinta crianças,

volt ando aco do cao do ponto da onda est ava da ana lise do bus é por extensao d o ma gi circulo bus, é de este sin c roi nim soc om mais , esta da mat ança es de t rina cruz c rina aças es,




a imagem que vi este domingo passado no telejornal que ecuou esta, foram as madeiras carbonizadas e negras ardidas do tal infantario, e em especial, um pormenor , me estabeleceu a ligaçao, a posiçao e dimensao equivalente das seis varetas que sao visiveis no desenho na cadeira de baixo, na parte lateral

primeira rai ima ge maior doc quadrado da ue devi de este do mingo da p do ass do sado no do do telejornal, quadrado da ue é cu do circulo do vaso desta, for am , pt, ás madeira serpente ca r b oni z ad as ase é ne gata da rata às da ar didas dot cruz da al in fan tar io, e é maior do es pe cia al , mourinho, um por men o rato da me es stab be le c eu da primeria liga da sao, a p oi s sao es, é a da dimensao, loja, eq vaso do iva al lente das seis vaso do aret serpente q ue da sao vaso isi v ei serpente no de s en ho na cade da ira de ba do xo, na p arte la teresa rata da al

se lerem com atençao, ou melhor isolarem algumas das linhas chaves das narrativas nestes ultimos pedaços, verao, que essa mesma linha, canas, paulo pedroso, ps, abusos casa pia, metodo de abuso, londres, spa, reforça a ideia de que esta matança tem a ver e dá por assim dizer substancia a estas mesmas linhas da verdade que se tem vindo a desvelar

se da sele do rem com a ten sao da tensao, bn sao, o vasodo mel hor iso l ar rem al gum as das linhas, lugar, c h ave es sd as das na r rat iva serpente ne sta sul t imo serpente peda aço es, do verao, q ue dessa mesma da linha, lio n homem da primeira do canas, paulo pedroso, ps, a dos abusos casa pia, met o dode ab bus circulo de londres, ref roça da primeira da ideia, deque desta , a da matança, te ma vaso é rato, ps, e d á por ass si maior di ze rato da s ub stan cia primeria destas mesmas das linha, lina hd da primeria ver dade deque da sete maior do vaso indo , primeria do quadrado es da vela da ar

tambem ontem ouvi no espirito que era a asa dele, ou seja , a relaçao se confirma por este dizer, algum que trara relaçao com esse orfanato, onde se apoiava, pois uma asa, dá apoio, eleva e sustentaçao, assim sao em pelo menos parte dos sentidos simbolicos desta ideia, e deste escutado

tam am tambem on te maior mo o uv ino es pei rt it tito circulo q ue e ra da primeria asa dele, o vaso do seja , primeria do tribunal da relaçao , se c on firma por de este di ze rato, al gum q ue t rata da tap do ps , a da ara da relaçao com desse cobra do or fan do ato, onda da se ap oi ava, p o is uma asa sada ap oio, ele eva , é s us ten taçao, as si maior da sao em p elo men os p arte dos s en t ids si mb o lic os desta ideia, é de este es cu cruz da ad do ado

como ontem vos dizia o spray, foi uma serie produzida tecnicamente pela rtp, que tambem aqui foi pelo menos uma vez referida numa leitura, apresentada pelo henrique amaro da radio que creio assim de memoria ter partilhado a autoria com o ze pinheiro que por assim dizer contrataram os serviços da empresa para a fazer, e traziam o nome, ao agora esta folha encontrar e ler, me lembrei de um estranheza quando eles me falaram do nome que escolheram, ou seja, o passe tera sido montado sabendo eles, ou pelo menos algum deles da existencia deste caderno, ou a mando de outros do ps,

circulo do omo on te maior do vaso do vao, mario soares, di zorro do ia do circulo da spa do arry, f oi uma sda se rie por d uz id a tec ni cam n te p ela rata do tp, q ue é eta do tam am tambem aqui , f oi ip pp p elo men os uma vaso é zorro refe rei id da primeria do ano n uma lei it da tura, ap rese sena td primeria p elo do henrique amaro da radio , q ue circulo do rei circulo do ass si md , é meo ria , pt, teresa p art til ila hd circulo da primeria au tori ac omo do circulo do ze pinheiro q ue por ass si maior di ze rato c on t rata aram os ser viç os da em presa para da primeira f az e rato, é cruz r az iam do circulo no meao agora desta, fo l home da primeira en c on t rato ps da ar , é ler, me lm eb rei de um est ran n he za qa un dó deles, me f ala aram do noe maior q ue es co l her am, o vaso do seja do circulo do passe tee teresa ra s id do circulo do montado , s ab en dó, eles, o vaso do p elo men os al gum deles, a da e xis tena id de este cade der rn do no circulo do vaso da priemria do deo do mando de outros , o do ps

por debaixo da segunda cadeira, leio, circulo ad da primeira do oiços, ong, men os da von cruz ade , a zona que corresponde aos falos, ou seja, a primeria zon , pt, primeira qaudrado da ue cop pr rato es ponde primeria do os falos,





este é o reverso da pagina do requerimento, onde tomei notas das coordenadas do local para depois fazer a planta de localizaçao da instalaçao,

este é circulo do rato eve rato da soda da pa gina do req ue rim en nt o, onda t y ome ei no pt a das cor dena ad as do l ocal pa da ar de ep oi s f az é ra p l anta de loca cali iza ac sao da is nt al sao es

nele se le, restaurante roda , primerio maior do circulo dez, da maria da estrela, da fonte da terceira da bandeira, ou da bandeirola, golfe, fortaleza, distancia de cinco metro, euro, futebol, mickey mouse inclinado , cc, autocarro

ne leda se le, r es taura nt é roda , prime rio maio rato do c irc culo dez, da maria da ester lada fonte da t rec e ira da ilha, do bandeira, o vaso bande iro da rola, gol fe, f orta le za, di s tan ca cia ide dec circulo da inc circulo do metro, euro, futebol, mic he kapa do mouse inc l ian ando , cc, a u toc a rr circulo





este desenho o apresento aqui para que possam ver o que mais ou menos ficou na versao final do desenho tecnico, que corresponde ao res do chao do autocarro, e do balcao e dos bancos como pinos que nele seriam colocados, o estranho desta imagem, é uma aparente semelhança na forma do balçao com uma das asas que se vem no autocarro explodido em londres, o que parece indicar o numero de circulos, e tambem o tipo de local onde a acçao decorreu, um bar, sete circulos de um lado, quatro de outro

este d es en ho do circulo ap r es net da primeria do ki aqui , ip do para q ue o p os sam vaso do ero q ue massi sio circulo do vaso men serpenet circulo do fi co un da primeria ave ver sao fina al do de sn he circulo do tecnico, fac, q ue cor r es sd dp ponde cao rato do es doca hd dd circulo , o do ato do carro, é do bal do cao , é dos bancos, ft, circulo do omo pin os q ue ne l se es se ria am colo cado serpente , circulo o do est rato do anho de sta desta ima ge mé, é uma ap ar rec net seme l homem ança es ana da forma do bal sao es com uma das asas q ue da se vaso , é maior do no autocarro, é x p lo dido em londres, o q ue ap rece indica car circulo do aro n um mer do ero rode c irc u l os, se t am tambem do circulo do t ipo pode l ocal onda deia primeria da acçao deco rr eu, um do bar, ste sete ee c irc culos de uma lado, quadrado da au da cruz da rode deo de outro

ou seja, parece aqui se simbolizar de alguma forma a ideia do confronto

circulo da ova do vaso do seja, pa rece aqui da se si mb oli zorro atto ar de al g u am forma da primeria da ideia do c on fr o nt o