quinta-feira, março 17, 2011

copia do envio do link sobre a matança no japao à embaixada aqui em portugal



vaso do os esc rato ps  e vaso do circulo do para de este ema mai el, p o is fo i um dos dois q ue en c on t rei na pa gina da embaixada aqui em portugal, é se gun do da primeira  in for maçao de vaso oss a pa gina, tam am tambem é ref ren te a ass un t os de in for maçao, o q ue n cao dei xa de s ero contexto de sta miss iva, jun to ane do xo li nk de um u l t imo com en tar ari io s obr , é esta crime de matança no japao, e vaso do os c ham o primeira  a ten sao deque de este assunto,  é tea eta tam am tambem alvo de outros diver s os com en t ari os q ue c rei o de inter esse para da primeira co mp re en sao dos c on tornos deste crime


mais si gn if ica t ivo is to ze torn o u, p o is cao en t rata ps da ar na vaso os sa pa gina dei com de um li inc nk da a gen cia nuc lea Ar rato, q ue t r ás o no med o niza, o do ps da spa, q ue aca bar a de c on v o car em pala av ra o r ad a nest a da mesma lo cu çao s obr e desta desgraça, cu uri rio sam am, mente,  pa rece dele p ela figo ur a um perso na ge md os famosos pa ine is ja p one ze es, q ue est ive vera ram, é x post os na expo noventa e oito

http://www.nisa.meti.go.jp/english/index.html

o meu link

http://ourosobreazul.blogspot.com/2011/03/todos-ainda-sobre-mais-esta-matanca-no.html

com os meus cumprimentos,
paulo forte

a todos ainda sobre mais esta matança no japao, e alguns dos laços deste crime aqui em portugal


17 03 2011
32,7 MB (34.327.999 bytes)
ano noventa e nove, sete mb br  rato circulo

o quadro que vos mostrei em um pormenor, e uma foto tirada numa lingua de areia salvo erro do tejo, parecido com a situaçao geografica do japao,  e deve ser dos principios de noventa, tempo que de novo aqui me aparece em espirito relacionado com esta matança de agora no japao, e ainda em mim, bailam tambem pela memoria esse passe da margarida rebelo pinto em madrid com um grupo de japonezes, os contos da lua cheia, vide referencia aqui no livro da vida, e sendo que a questao que ilustro em voz orada aqui, neste video, sobre as diferenças da linguagem, é exactamente a mesma que se falou em madrid

circulo lodo do quadro , q ue vaso os maior  os teri e maior de um porm en  o rato ps , é uma foto tir da irada n uma lin g au de areia, praia aqui tambem,  s alvo é rr rodo do tejo, e é d eve ser dos p riu cn ip io serpente dos anos noventa, te mp poc q ue de n ovo aqui da me ap rece em es pie it o ér rato laci cio on ad o com esta da matança de agora no japao, é a inda em mim, ba ila lam am tam am tambem p ela me moira desse passe,a da margarida rebelo pinto em madrid com um g rupo de japonezes, os contos da l ua da cheia, vide ref fr rec ni a aqui no liv roda david a, é s en doque da primeira questao,  q ue i lustro em vaso do oz o r ad da primeira do   aqui aqui , nest é v ideo, s obr e as di fr enças da lin gauge mé , é xa ac cc cta em nt , é primeira da mesma q ue se falo lou vaso  em mad ad rid madrid, rati ps id,



a todos e ao japao, e mais uma lembrança sobre o trajecto dos crimes de morte associados à spa

a todos e ao japao, e mais uma lembrança sobre o trajecto dos crimes de morte associados à spa


primeira de todos é cao japao, é mais, uma lem br a nl ça s ob reo t ra jec to dos crimes de morte ass soc aida serpente os à da spa

para memoria do crime no japao, preciso que as imagens que ontem aqui descrevi sobre o sincronismo que se manifestou em meus passos com as imagens do tal programa das sic, antes que o apagem

para me moira do crime no japao, pre ciso q ue as ima ge ns q ue on t ema qui d es c rato é vi s ob reo sin c ron is mo que se man if est o u em me us p ass os com as imagens do tal por g rama das sic, q ue ant es q ue circulo ap page maior

esse programa que vi no cafe dos autocarros na estaçao do oriente, que tras o curioso nome portugal no pao, ou portugal no pau, ou o pau de portugal, era aparentemente sobre cultura, trazia na imagem em baixo um quadrado onde dizia 14 a preto e branco, que seria mais ou menos as horas, portanto deduzo que sera uma especie de magazine de informaçao sobre cultura, que passava em rodape, dizendo que mafalda veiga estava em tournee, e ainda um outro que nao me recordo, a rapariga loira da sic, mostrava a tal resenha das imagens , onde realço que a imagem do petroleiro, que choca contra um dique é tambem a chave da primeira imagem que comentei numa das caspas, a do publico no dia a seguir a mais este tremor provocado, ou seja , o tal estilete que entrou nas trompas do falopio, como aqui em video o descrevi, quando encontrei a teresa caeiro e o dandy

esse por gato do ram a que vaso ino ca fe dos autocarros na estaçao do oriente, q ue t rato as circulo do c ur iso no me portugal no do pau, o up o rt gal no do pau, ouo p au de port u gal, e ra ap ar en te ,mente, s ob re cu l tura, t r az iana ima ge maior em bi do xo , um do quadrado da onda di zorro do ia primeiro do quadrado do pr teo é branco, q ue se ria mais o u men os ás hor as, porta nt circulo dedo uz o q ue se ra uma es pe cie de maga z ine de ino rato maçao s ob re cu l tura, q ue p ass ava em rod ape, di z en o q ue mafalda do veiga estav em tournee, empresa prod musical pt, é a inda de um outro q ue n cao me recordo circulo, jornal desportivo, primeira da rapariga loira da sic, mo ostra rac cv da primeira, a t al da r es en h ad as i mna ge ns , onda real sao es q ue primeira ima ge md o pet rato do ole iro, q ue cho ca contra um diq ue, é eta do tam am tambem , primeira c irc uk lodo homem ave da primeira ima gato em quadrado da ue com en tei n uma das ca spa sa do publico, do no dia a seguir, programa de futebois na rtp, a mais est tremor por v o cado, o u seja , o tal es til sete q ue en t rato do circulo dao un as x ru zorro do fo do rato do circulo mp as do falo pi o, circulo do omo aqui, em v ideo circulo do quadrado do esc rato é vic ua ando en c on t rei primeira da teresa ca ie rato iro é circulo do dan d y

e da spa lembro a todos, que tambem na origem e razao destes passes, estao crimes de roubo da universal e de duas mortes em torno deste crime, a da marta dos xutos e pontapes e a do alfacinha, que sao cobertas pelas autoriedades portuguesas sem excepçao até ao momento, ou seja sao cumplices destes dois crimes de assassinio

é da spa, lem br o primeira de todos, q ue é eta do tam am tambem na o rige me r aza o de ste spa ss es, est cao crimes de roubo da universal, é dedu as das mortes em torn circulo de deste crime, a da marta dos xutos e potapes, é a do dó do al f ac cinha, q ue sao co berta s p ela s au tori ed ad es portu guesas se mex e cp sao es a té cao mo men to, o u seja sao cu mp lic ice es destes do is crimes de assassinio

as autoriedade mundiais se ainda as houver, pede-se desde já uma providencia cautelar para que a sic nao possa apagar essas imagens acima referenciadas, onde a apresentadora no final, deu a outra chave pelos gestos das maos, a que relaciona com a asa da mademoiselle, e a spa, visto a imagem ter-se tambem aí reflectido, e ainda a seringa vermelha figurada numa caneta

as das autoriedade mundiais, cca, se a inda as h o uve rato do pede traço da inglesa se de sd é já de uma por v id en cia ca au tela rato do para q ue da primeira da sic, n ao p oss a ap a gata da ar dessas ima ge ns ac ima refer en ci ad as, onde dea primeira da ap resen t ad dora no fina al, de ua da primeira de outra c h ave p el s o g est os das maos, a q ue r ela cio naco oma primeira asa sada mad demo ise da elle, é primeira da spa, vi serpente st o da primeira ima ge maior da teresa traço da inglesa se t am tambem aí ref for mula one le c t id o, é a inda da primeira seringa v ee r mel homem da primeira figo ur ad primeiro do ano primerio , n uma can eta

se lerem nomeadamente o que se passou na ultima assembleia da spa aqui narrada, onde eles desvelaram os monstros que sao, compreenderao todos que esse comportamento tem exactamente a ver com estes crimes, onde se destaca o niza e o antonio pedro vasconcelos e o to ze brito , ex universal

se le rem no me ad ae maior nt e o que se passou na ultima assembleia, a da sopa a qui aqui na rr ad a, onda deles, d es vela aram ram os monstros q ue sao, com pr e en der cao todos q ue esse com porta tamen to te mex aca cata em nt e , primeira ver com de estes crimes, onda da se d es t as cao do circulo do niza, é circulo do antonio pedro vasconcelos, é o to ze brito , é x uni ver s al
 
mantenho a acusaçao de que spa é um antro de corruptos que usam e abusam em forma criminosa de dinheiros em parte publicos em favorecimento sistematico dos respectivos gangs ao longo de decadas, e que desde pelos menos alguns anos, se tornarao assassinos, como geralmente acontece nos mecanismos de corrupçao à medida e na porporçao em que a merda se esapalha e os crimes de sangue começam


man ten ho , a primeira da acusaçao , deque da spa , é um do antro de corruptos, cor rup pt os, q ue usa sam , é ab bus usa sam em forma criminosa de di ne he iro s em p arte publicos em f av o re cimento, face oculta, sis t ema tico dos r es pec t ivo sg ang sao l on gode decadas, eq ue de sd e p elos men os al gun s ano 2005, , se tor n arao assassinos, c omo ger rale lem nt é a x c on ct en o sm meca ni sm os de cor rup sao es, à me dida , é na por porçao em q ue os c rim crimes es au men tam am,

nem de preposito, mais uma vez um crime de entrada ilegal em minha casa, pois a caderneta dos recibos verdes que tinham levado logo a seguir à ida à spa, aqui a puseram de novo, ali em cima da mesa da asa que simboliza ny tambem .assim acuso mais uma vez os bandidos do estado e autoriedades portuguesas que sao cumplices deste constante crime

ne md é pre posi to, mais, fr, uma v e zoro de um crime de en t rata ad a ile gal em min homem da primeira do ac à casa, p o isa primeira cade rene net a dos recibos verdes q ue tinha do ham am, le eva ado l o goa ase gui r à id a à spa, aqui a p use ram de n ovo, ali, algrave, em c ima da mesa, madrid, sada da asa q ue si mb o liza ny tam am tambem .ass si maior ac us o mais uma v e zorro do os bandidos do estado e autoriedades portuguesas, que sao cu mp lic ice es de este co ns t ante do crime