segunda-feira, setembro 18, 2017

Amber, Deep, Mermaids and Rui Moreira

 concerning the post published at my blog to the french beloved one

this is the corrected and better explained text




Convirá provavelmente esclarecer que relativo ao poema à sereia pavloviana como lhe chamei, a imagem referida de um homem com o perfil de narinas similar ao dela, corresponde ao actual PR da câmara do Porto, que me apareceu numa capa de um pasquim português em forma síncrona com o aparecimento do clip no you tube, o que aponta como usual um crime de conspiração em forma planificada entre diversos médias, pois como sabeis, este clip à imagem de alguns outros, explicado, foi também remontado, isto é, processos de indução de leituras e de transferência e contra transferências que são integrados em sequências de desgraças como recentemente mais uma vez o expliquei

Nessa capa o homem estava olhando o chão com expressão aflita de que tinha sido apanhado ou acusado de alguma coisa como se podia deduzir do enigmático dele dizer, “ que pelo menos não tinha feito ele, mal a nenhum membro da sua família, presume-se a dele, mas sendo o titulo que era aproximadamente estes, omisso, então, quem é que fez algum mal a um membro de uma família e qual?

A posição de rosto de Rui Moreira, em soma com a expressão emocional, era efectivamente muito semelhante à bela curvinha do narizinho da bela sereia pavloviana








Sem comentários: