sábado, setembro 15, 2018

13 09 2018 STRANGE BALLET WITHOUT ROSES JUST AFTER THE BLOOD AS USUAL

as vossas manhas nunca me param de supreeender a não ser provavelmente quando vos vir em vossas covas abertas ou fechadas, hoje pela tarde no cafe de baixo da r de alcantara, ao tentar ligar o kubo à rede, me apareceu pela primeira vez nas redes disponiveis, duas que assim rezavam, no pain no gain, e magnata, que humor extraordinario o vosso sobre comboios com wagons sem ouro e rapazes barabudos com dedinhos em posiçao de extraçao va-se la saber do quê, se de comboios electricos com camas lentas e hard tops vidrados para inspirar os amantes no leito da viagem por debaixo das aguas do canal, frança dizendo enfaticamente que o tal das rodas nunca rodaria em territorios europeus ou marcianos ou mesmo nazis sobretudo à ausencia dos seios, ou de brexit ou whatever, um , e zinho, redondinho como as curvas da bela amada, e eu a me pensar, quase parece esta variaçao das estrelas em rotação normalmente entupidas dos criminosos da microsoft ou de terceiros que neles se montam, sabendo que para montar, é necessario cavalo ou egua e talvez selim, o logo de uma das minha aplicaçoes roubadas no inicio do roubo de meu filho, o e- cultura, será?