terça-feira, abril 30, 2019

my criminal accusation against all the portuguese authorities (in sway)


SEGUNDA PARTE DA SINOPSE DO ULTIMO VIDEO AQUI PUBLICADO

 FIRST PARTS



BREVE SINOPSE DO VÍDEO HOJE PUBLICADO, 29 04 2019, THE COMA, THE BABY, THE WAVE AND 911 COM 37:36 DE DURAÇÃO NOS MEUS BLOGS, OURO SOBRE AZUL, TTGBBO, TTFBO E TTJBO
(extrato)

Segunda parte

Como vos disse, o símbolo, da virgula de novo se definiu ao voltar aos meus arranjos do móvel do meu avo inglês como lhe chamo, e no contexto que explico, adquiriu também um valor complementar, a virgula, ou seja, e recordando que o ponto de partida deste símbolo e termo, é uma das formas do porta chave dos símbolos egípcios, ou de códigos, nos sentidos mais amplos presentes neste crime de conspiração internacional, na forma da onda ou da curvatura do móvel, me pareceu ser, quando o florão mais se partiu, o gatilho, ou seja o bebé, é, ou foi, ou terá sido o gatilho, e esta interpretação é negra em sua suma, pois se enquadra nas possibilidades mais negras mantidas propositadamente assim por quem se encontra por detrás deste crime do roubo de meu filho e curiosamente ou não, como também comento no vídeo, encaixa ainda em alguns dos aspetos extrapolados do filme Advogado do Diabo, o bebé e a carne na alucinação de Charlize na visão da casa de banho, bem como numa notícia em vídeo ontem no MSN, de um comício do presidente Trumps, em Wisconsin, sobre bebes abortados que ao sobreviverem, depois são pela mãe e pelo medico julgados em termos de vida e de morte, ou seja, parece que o presidente saberá algo sobre esta matéria, ou matérias se atender que se reportava a um estado americano.

(Wisconsin tem como sabeis um facto recente relatado, através do americano que aqui se encontrava e me disse ir estar durante dois anos, e que ao que aprece trabalhava na fundação Champalimaud, e estudava as secreções do cérebro, o que me levou a perguntar-lhe na simetria do tema dos pedúnculos na cabeça, tema da Première 2006 e por extensão, do 911 também, se falaria de polvos, isto é, de uma das figuras centrais visíveis na derrocada)

DO QUE NÃO SEI DE MEU FILHO POR ESTE CRIME NAZI
Como sabeis das minhas acusações sem respostas passado mais de doze anos, são diversos os factos não esclarecidos em torno da gravides e do nascimento do Francisco que estes nazis me mantem obscurecido em forma propositada como estratégia da manutenção do crime em si mesmo, nomeadamente, se a criança terá morrido no parto, e sido trocada depois por uma outra, ou seja, nem isto sei, nem de igual modo sei se o Francisco com quem vivi em forma quotidiana ao longo de cinco anos é meu filho de sangue.

DOS BEBÉS ABANDONADOS À RODA DA VIDA
Estas negras possibilidades decorrentes destes crime nazi forma por exemplo e cito aqui um dos factos, reforçados na carta post morte da deputada do CDS Maria José Nogueira Pinto como publicada no jornal dos bandidos, DN, onde ela referia em forma enigmática, os bebés dados à Roda da Vida, uma expressão que em português se refere aos bebés abandonados e por vezes depositados a porta de Igrejas, ou seja no contexto analítico atual, nomeadamente em relação às recentes imagens de transferes, possuí igualmente correspondência com estas forma , a roda como circulo, que advêm das leituras da Amateur Phtographer e tem ainda vésperas do 911, o facto real da roda da vida no Tamisa encravada (refiro-me à roda gigante como narrado por escrito sem seus detalhes na estada de 2001 véspera do 911), como descrito em meus documentos, e no aspetos e valores de bebés , os relembrados neste comento, no âmbito do Advogado do Diabo bem como do discurso de Wisconsin recente mencionado de Trumps.

DO IMEDIATO APAGAMENTO DA EVIDÊNCIA DA VIRGULA COMO GATILHO
Como vos relembro neste vídeo, bem como em outros anteriores recentes e inclusivamente em pequenos escritos, logo depois de ter reparado no aparecimento da virgula, algum dos terroristas que entram quotidianamente a minha casa em forma ilegal, veio com um formão ou equivalente, alterar este pedaço na forma da madeira como a base do florão se partiu, por quatro vezes isto inquiri nos meus espaços públicos de comunicação, e nenhuma repostas a não ser mais roubos e destruição de outros objetos e equipamentos em casa e este facto é muito importante, pois não tinha eu escrito ou comentado em alguma forma ou suporte, a existência da virgula, ou seja, os filhos da puta que aqui entram estarão obviamente relacionados com o tsunami, e que também quem protege ao longo de mais de doze anos quem cá entra, bem o saberá!

DAS FIGURAS PRESENTES NAS PAREDES DO QUARTO
Começo neste terceiro vídeo recente sobre este tema, de acrescentar os factos relatados e mostrados em vídeo ao tempo do seu acontecer, dos passes de tortura que fizeram a partir da habitação por cima do meu quarto nos prumos metálicos de sustentação dos tetos falso em pladur, depois de terem destruído as gavetas dos dois moveis ( o da asa e da pedra cubica), do posterior desenvolvimento via you tube relacionado com o Japão, e acrescento o terceiro facto dessa sequencia de sons que me provocaram ao tempo problemas cardíacos, uma inundação provocada como os factos em si mesmo o provaram, pois o rapaz que lá se encontra me disse ser um problema na peça do cotovelo do escoamento da retrete, ou seja um tema que estava já constelado anteriormente numa complexa montagem mediática (DN e Publico) com Turquia/Rússia/Papa, e que no fundo como vos relembrei em dia recente, advém de um facto real com uma casa de banho turco numa quinta de um agricultor francês no tempo das vindimas e de um quase roubo de dinheiro por parte de uns franceses e de um acto de xenofobismo no qual eu fui a vitima (todo isto se encontra narrado por escrito no meu livro da vida e é um bom mau exemplo de como estes filhos da puta alimentam e constroem ilusões até de caracter e natureza internacional com base em inversões e invenções sobre factos de minha vida) 

Vos mostro as figuras do painéis central visto de fora, o do meio, dos painéis a que chamo desde o tempo em que os pintei , nos dias do tsunami do japão de 2001 de painéis japoneses que como sabeis se encontram detalhados em todas as minúcias em diversos documentos, nomeadamente nos cadernos japoneses e que possuem elementos analíticos relativos ao 911 e ao tsunami de 2011, e a figura que melhor se vê nesse painel, a girafa, de novo com uma montagem de seguida no MSN, fazendo .me aparecer a meus olhos, aa bela Taylor, no âmbito de um lançamento de filme sobre gatos ou similares, (quase parece as instruções dos sistemas criminosos da Microsoft recentemente comentadas),  com um vestido que reflete as pétalas como as descrevi visíveis nos brincos dessa figura, ou , o que inicialmente defini como lenço de pescoço, pois essas pétalas eram visíveis em partes mais baixas do corpo da girafa, ou seja, uma echarpe, bem como a criança do nariz esmurrado, um valor que não muito dista, do das construções dos álbuns de 91/92 da CC, sendo que neste dia me apareceu também num site da Microsoft, um homem que me fez lembrar um dos chefes dela ao tempo na MC Can Erickson, o António Reis, ou seja, parece que a Microsoft o sabe, ou se calhar sempre o soube, bem como os “restos visuais” da figura do spot da Seven Up, o fido, que recentemente apareceu no âmbito da novela Brexitiana através de uma imagem de lady May e de Junker como uma espécie de Santo e de Besta com cornos. Digo restos pois como sabeis a figura do surfista, o Fido,(wireframe figure) foi de imediato como aqui relato sobre a virgula na base do florão do armário, meia apagada, pelos filhos da puta que aqui entram, ou seja, um mesmo processo criminoso que reforça o acima afirmado, e ainda no primeiro painel do lado de fora , o pé de cabra ( ou jato de sangue como no valor do bebé que desliza no trono no 911) como é também visível na narrativa mais complexa do que a imagem mostra em seu reverso, ou seja, visto do interior do quarto, como detalhado em desenhos e em fotografias reais publicadas em diversos tempos desta investigação.

DAS DUAS FIGURAS DO MACACO E DA CABEÇA DA GALINHA DECEPADA
Vos mostro neste âmbito da descrição da móvel e da onda e do aparecimento da virgula, como gatilho, as figura também recentemente detalhadas num dos documentos da sequência sobre facas publicado, do crânio do macaco e do macaco que por justaposição no início desta descobertas se encontrava por cima da onda da ilharga da porta do armário como explico, bem como a galinha da cabeça decepada, que comos saberão os que me leem tem como antecedentes, a figura na imagem dos painéis do meu escritório ao tempo do início do visionamento do filme de Frears sobre a morte da princesa Diana, e teve depois de eu as ter mostrado no quarto duas mortes uma em Inglaterra e outra na Alemanha como expliquei ao tempo em seus detalhes e se quadra ainda no tema mais geral , The Cat Without Head, ou seja, o valor de criança com a cabeça decepada.

DE COMO O FLORÃO SE PARTIU, E DO MÓVEL, DOS QUATRO “PÁSSAROS” OU DE UM QUADRADO DE UMA SUSTENTAÇÃO

DO VALOR DE TRAÇÃO E DE DENTES DE UMA TRAÇÃO
Do valores do pássaro das asas assimétricas
Do valor aparecido no início da sequência da escritas sobre Knifes, e ao tempo da cimeira do G7 no Canada

CONTINUARÁ...?

THE ACTUAL TERMS OF MY CRIMINAL ACCUSATIONS

DOS TERMOS DA MINHA ACUSAÇÃO NESTE PONTO DO TEMPO
Como vos disse em vídeo em dia recente, quando um homem não sabe de um filho desde 2007, nem mesmo através dos pais dele, e ninguém no mundo a qualquer nível que seja lhe responde dentro dos direitos humanos, constitucionais e das leis, altera os termos das acusações que trás contra diversos para os seguintes termos:

todos os individuais ou entidades coletivas, que nos espaços da minha comunicação pública são mencionados pelos factos apresentados por escrito ou narrados, na sempre e cada vez mais expressa reserva da consciência real de que tudo o que tenho escrito ou orado ou mesmo desenhado ou apresentado como imagens, tem vindo a ser cada vez mais adulterado, o que num estado de direito, direito, implicaria como cansado estou de vos repetir e de exigir como cidadão desta republica e deste espaço europeu, não só a tomada de medidas politicas e judiciais que ponham fim a esta bandalheira criminosa, como por consequência a necessidade de uma constante peritagem de tudo o apresentado em espaço público de comunicação, são no a partir deste momento acusados da suspeita de eventual homicídio de meu filho.

Não obsta, desdita, contradita ou anula, este enquadramento da minha acusação neste ponto do tempo dos crimes,  todas as outras que se quadram nos termos da lei como as tenho vindo a apresentar, sustentar e enquadrar pelos factos criminosos em curso desde o início deste crime de conspiração internacional em 2003, data do inicio da minha escrita publica, nomeadamente, os crimes de devassa, tortura, roubo, espionagem, escravatura e tentativa de homicídio contante contra minha pessoa.

Lisboa 30 de abril de 2019

Este texto, será apenso a cada um dos documentos que vir a publicar onde constem acusações de âmbito criminal no quadro destes crimes